RSS

Arquivo da tag: ministra

Ministra Izabella Teixeira ganha prêmio da ONU por ação ambiental

A ministra do Meio Ambiente do Brasil, Izabella Teixeira, recebeu na noite desta quarta-feira (18), em Nova York, o prêmio “Campeões da Terra”, destinado a líderes de governo, da sociedade civil e do setor privado que tiveram atuação ambiental destacável.

Na cerimônia, que teve apresentação da modelo brasileira Gisele Bündchen, Izabella disse que há necessidade de um diálogo entre o local e o global. “É necessário um diálogo, seja entre amigos, entre pessoas”, disse ela.

Em sua fala, a ministra disse que continua a trabalhar para reduzir o desflorestamento ilegal na Amazônia, além de estudar uma maneira sustentável de crescimento da economia do país. “É uma combinação difícil e não se pode explicá-la em pouco tempo. Mas é nisso que estamos trabalhando”, afirmou.

Também receberam o prêmio a ativista ambiental Martha Isabel Ruiz Corzo, do México, o comissário da União Europeia para o Meio Ambiente, Janez Potocnik, o fundador do movimento “Slow Food”, Carlo Petrini, além do vice-presidente do Google Earth, Brian McClendon.

Outros brasileiros já ganharam prêmio
O prêmio Campeões da Terra foi lançado em 2005. Cerca de 60 pessoas e organizações já foram homenageadas. A láurea ambiental é uma das mais importantes do Sistema ONU e é concedida pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma).

Entre os escolhidos estão o ex-vice-presidente dos Estados Unidos, Al Gore, o ex-líder soviético, Mikhail Gorbatchev. Dois brasileiros também já foram condecorados: o empresário Fabio Barbosa, em 2011, e a ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, em 2007.

A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, discursa nesta quarta-feira na plenária da COP 18, em Doha, no Qatar (Foto: Fadi Al-Assaad/Reuters)A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, discursa em plenária da COP 18, em Doha, no Qatar (Foto: Fadi Al-Assaad/Reuters)

Fonte G1

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 22 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Ministra Izabella Teixeira vai receber prêmio ambiental das Nações Unidas

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) divulgou nesta quinta-feira (12) que a ministra do Meio Ambiente do Brasil, Izabella Teixeira, foi escolhida para receber o prêmio “Campeões da Terra”, destinado a líderes de governo, da sociedade civil e do setor privado que tiveram atuação ambiental destacável.

De acordo com a agência da Organização das Nações Unidas (ONU), o prêmio é considerado o mais importante reconhecimento ambiental do Sistema ONU.

A brasileira vai receber a condecoração em 18 de setembro, em Nova York, na categoria Liderança Política. O Pnuma destaca em comunicado que a homenagem é pelo trabalho dela para reduzir o desmatamento na Amazônia.

Responsável pela pasta do Meio Ambiente desde 2010, quando assumiu o lugar de Carlos Minc, Izabella deu continuidade à política de preservação do bioma amazônico, além de participar ativamente da Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, em 2012, e na articulação e aprovação do Código Florestal, também no ano passado.

Diálogo com conquistas ambientais
A ministra considerou uma honra ser escolhida, ao mesmo tempo em que o prêmio significa responsabilidade.

“Há pouco mais de um ano discutíamos metas ambiciosas na Rio+20 e hoje já podemos ver a concretização de algumas delas. A mudança de perspectiva sobre a importância do desenvolvimento sustentável é crescente. O prêmio dialoga com essas conquistas. É um reconhecimento da história, e também um convite para enfrentar os desafios do futuro”, disse ela, em comunicado divulgado pelo Pnuma.

O prêmio Campeões da Terra foi lançado em 2005. Segundo a ONU, 59 pessoas e organizações já foram homenageadas.

Entre os escolhidos estão o ex-vice-presidente dos Estados Unidos, Al Gore, o ex-líder soviético, Mikhail Gorbatchev. Dois brasileiros também já foram condecorados: o empresário Fabio Barbosa, em 2011, e a ex-ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, em 2007.

A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, em entrevista para explicar vetos ao Código Florestal (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr)A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, foi escolhida para receber o prêmio “Campeões da Terra”, oferecido pela ONU (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ABr)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 17 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Ministra negra volta a ser alvo da extrema direita na Itália

Ministra da Integração da Itália, Cecile Kyenge, em imagem de arquivo (Foto: AFP)Ministra da Integração da Itália, Cecile Kyenge,
em imagem de arquivo (Foto: AFP)

O partido italiano de extrema direita Forza Nuova deixou nesta quarta-feira (4) três manequins cobertos de falso sangue na porta da frente de um órgão público da cidade de Roma, no mais recente ataque à ministra Cécile Kyenge, a primeira negra a ocupar o cargo de ministro na Itália.

Kyenge, ministra da Integração, nasceu na República Democrática do Congo e tem sido alvo de repetidos ataques racistas desde que assumiu o posto, em abril.

O Forza Nuova postou fotos dos manequins em sua página de Facebook, com comentários de um porta-voz dizendo que o protesto teve como objetivo interromper a campanha da ministra para tornar mais fácil aos imigrantes adquirirem a cidadania italiana.

“A imigração é o genocídio dos povos. Renuncie Kyenge!”, diziam panfletos com o símbolo Forza Nuova, espalhados ao lado dos manequins.

Um imigrante deve viver legalmente na Itália por pelo menos 10 anos para poder solicitar a cidadania, e os filhos de imigrantes nascidos na Itália não adquirem automaticamente a nacionalidade, mas Kyenge está em campanha para mudar essa situação.

“As palavras dela transbordam de racismo contra a cultura europeia”, disse Pablo De Luca, do Forza Nuova. Para ele, a atividade política da ministra visa à “destruição da identidade nacional”.

Essa foi pelo menos a segunda vez que o Forza Nuova usou os manequins cobertos de sangue falso para protestar.

De Luca citou notícias recentes como prova de que “a imigração mata”, daí a simulação de cadáveres.

Em maio, um imigrante de Gana que supostamente sofria de problemas mentais matou três pessoas e feriu outras duas em um ataque com uma picareta, em Milão. O Forza Nuova não fez referência direta a esse ataque.

As autoridades intensificaram a segurança na sede local do Partido Democrático (PD), onde Kyenge, 49, iria falar mais tarde nesta quarta-feira.

Colegas de Kyenge no PD condenaram a ação do Forza Nuova.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Ministra negra volta a ser alvo da extrema direita na Itália

Ministra da Integração da Itália, Cecile Kyenge, em imagem de arquivo (Foto: AFP)Ministra da Integração da Itália, Cecile Kyenge,
em imagem de arquivo (Foto: AFP)

O partido italiano de extrema direita Forza Nuova deixou nesta quarta-feira (4) três manequins cobertos de falso sangue na porta da frente de um órgão público da cidade de Roma, no mais recente ataque à ministra Cécile Kyenge, a primeira negra a ocupar o cargo de ministro na Itália.

Kyenge, ministra da Integração, nasceu na República Democrática do Congo e tem sido alvo de repetidos ataques racistas desde que assumiu o posto, em abril.

O Forza Nuova postou fotos dos manequins em sua página de Facebook, com comentários de um porta-voz dizendo que o protesto teve como objetivo interromper a campanha da ministra para tornar mais fácil aos imigrantes adquirirem a cidadania italiana.

“A imigração é o genocídio dos povos. Renuncie Kyenge!”, diziam panfletos com o símbolo Forza Nuova, espalhados ao lado dos manequins.

Um imigrante deve viver legalmente na Itália por pelo menos 10 anos para poder solicitar a cidadania, e os filhos de imigrantes nascidos na Itália não adquirem automaticamente a nacionalidade, mas Kyenge está em campanha para mudar essa situação.

“As palavras dela transbordam de racismo contra a cultura europeia”, disse Pablo De Luca, do Forza Nuova. Para ele, a atividade política da ministra visa à “destruição da identidade nacional”.

Essa foi pelo menos a segunda vez que o Forza Nuova usou os manequins cobertos de sangue falso para protestar.

De Luca citou notícias recentes como prova de que “a imigração mata”, daí a simulação de cadáveres.

Em maio, um imigrante de Gana que supostamente sofria de problemas mentais matou três pessoas e feriu outras duas em um ataque com uma picareta, em Milão. O Forza Nuova não fez referência direta a esse ataque.

As autoridades intensificaram a segurança na sede local do Partido Democrático (PD), onde Kyenge, 49, iria falar mais tarde nesta quarta-feira.

Colegas de Kyenge no PD condenaram a ação do Forza Nuova.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Ministra negra volta a ser alvo da extrema direita na Itália

Ministra da Integração da Itália, Cecile Kyenge, em imagem de arquivo (Foto: AFP)Ministra da Integração da Itália, Cecile Kyenge,
em imagem de arquivo (Foto: AFP)

O partido italiano de extrema direita Forza Nuova deixou nesta quarta-feira (4) três manequins cobertos de falso sangue na porta da frente de um órgão público da cidade de Roma, no mais recente ataque à ministra Cécile Kyenge, a primeira negra a ocupar o cargo de ministro na Itália.

Kyenge, ministra da Integração, nasceu na República Democrática do Congo e tem sido alvo de repetidos ataques racistas desde que assumiu o posto, em abril.

O Forza Nuova postou fotos dos manequins em sua página de Facebook, com comentários de um porta-voz dizendo que o protesto teve como objetivo interromper a campanha da ministra para tornar mais fácil aos imigrantes adquirirem a cidadania italiana.

“A imigração é o genocídio dos povos. Renuncie Kyenge!”, diziam panfletos com o símbolo Forza Nuova, espalhados ao lado dos manequins.

Um imigrante deve viver legalmente na Itália por pelo menos 10 anos para poder solicitar a cidadania, e os filhos de imigrantes nascidos na Itália não adquirem automaticamente a nacionalidade, mas Kyenge está em campanha para mudar essa situação.

“As palavras dela transbordam de racismo contra a cultura europeia”, disse Pablo De Luca, do Forza Nuova. Para ele, a atividade política da ministra visa à “destruição da identidade nacional”.

Essa foi pelo menos a segunda vez que o Forza Nuova usou os manequins cobertos de sangue falso para protestar.

De Luca citou notícias recentes como prova de que “a imigração mata”, daí a simulação de cadáveres.

Em maio, um imigrante de Gana que supostamente sofria de problemas mentais matou três pessoas e feriu outras duas em um ataque com uma picareta, em Milão. O Forza Nuova não fez referência direta a esse ataque.

As autoridades intensificaram a segurança na sede local do Partido Democrático (PD), onde Kyenge, 49, iria falar mais tarde nesta quarta-feira.

Colegas de Kyenge no PD condenaram a ação do Forza Nuova.

Fonte E-farsas

 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Ministra negra volta a ser alvo da extrema direita na Itália

Ministra da Integração da Itália, Cecile Kyenge, em imagem de arquivo (Foto: AFP)Ministra da Integração da Itália, Cecile Kyenge,
em imagem de arquivo (Foto: AFP)

O partido italiano de extrema direita Forza Nuova deixou nesta quarta-feira (4) três manequins cobertos de falso sangue na porta da frente de um órgão público da cidade de Roma, no mais recente ataque à ministra Cécile Kyenge, a primeira negra a ocupar o cargo de ministro na Itália.

Kyenge, ministra da Integração, nasceu na República Democrática do Congo e tem sido alvo de repetidos ataques racistas desde que assumiu o posto, em abril.

O Forza Nuova postou fotos dos manequins em sua página de Facebook, com comentários de um porta-voz dizendo que o protesto teve como objetivo interromper a campanha da ministra para tornar mais fácil aos imigrantes adquirirem a cidadania italiana.

“A imigração é o genocídio dos povos. Renuncie Kyenge!”, diziam panfletos com o símbolo Forza Nuova, espalhados ao lado dos manequins.

Um imigrante deve viver legalmente na Itália por pelo menos 10 anos para poder solicitar a cidadania, e os filhos de imigrantes nascidos na Itália não adquirem automaticamente a nacionalidade, mas Kyenge está em campanha para mudar essa situação.

“As palavras dela transbordam de racismo contra a cultura europeia”, disse Pablo De Luca, do Forza Nuova. Para ele, a atividade política da ministra visa à “destruição da identidade nacional”.

Essa foi pelo menos a segunda vez que o Forza Nuova usou os manequins cobertos de sangue falso para protestar.

De Luca citou notícias recentes como prova de que “a imigração mata”, daí a simulação de cadáveres.

Em maio, um imigrante de Gana que supostamente sofria de problemas mentais matou três pessoas e feriu outras duas em um ataque com uma picareta, em Milão. O Forza Nuova não fez referência direta a esse ataque.

As autoridades intensificaram a segurança na sede local do Partido Democrático (PD), onde Kyenge, 49, iria falar mais tarde nesta quarta-feira.

Colegas de Kyenge no PD condenaram a ação do Forza Nuova.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Trevisan ministra MBA em Marketing, Consumo e Mídia Online

Entre as disciplinas do curso, que começa dia 5 de outubro, estão sociologia e antropologia do consumo e redação web.

A Trevisan Escola de Negócios anuncia o lançamento do MBA em Marketing, Consumo e Mídia Online. O curso é voltado para profissionais que atuam em agências de publicidade ou agências digitais, nas áreas de comunicação, marketing e branding, assim como professores e pesquisadores.

Entre as disciplinas estão Sociologia e Antropologia do Consumo, Gestão de Reputação de Marca, Redação Web, Google Analytics, Semiótica e Pós-Modernidade, Guerrilha Digital e Ativação de Eventos com foco digital.

O MBA tem coordenação de Marcos Hiller, pesquisador da cibercultura, mestrando em comunicação e práticas do consumo, e professores como Dacio Silveira, diretor de planejamento da Ogilvy & Mather, e Robson Harada, gerente de mídia digital da Ogilvy & Mather.

As aulas começam em 5 de outubro, em São Paulo, e serão realizadas às sextas-feiras, das 19h às 22h45, e nos sábados alternados, das 8h às 17h30, durante 15 meses. As inscrições estão abertas e as vagas são limitadas. Para mais informações, entre em contato pelo (11) 3138-5200 ou acesse o site da Trevisan.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 16 de outubro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,