RSS

Arquivo da tag: Marshall

Ilhas Marshall divulgam fotos do barco do náufrago salvadorenho

Ilhas Marshall divulgam fotos do barco do náufrago salvadorenho (Foto: Willing Kajidrik/AP)Ilhas Marshall divulgam fotos do barco do náufrago salvadorenho (Foto: Willing Kajidrik/AP)

A Guarda Costeira das Ilhas Marshall divulgou neste domingo (9) imagens do barco em que o náufrago salvadorenho José Salvador Alvarenga afirma ter passado 13 meses à deriva no Oceano Pacífico.

As imagens foram feitas em 3 de fevereiro, na costa, após ter sido rebocado depois do resgate de Alvarenga.

O barco de pesca tem 7 metros de comprimento.

Alvarenga seguia esperando neste domingo, recluso em um hotel e protegido por escoltas, poder voltar para casa.

O pescador, que foi arrastado até o remoto atol de Ebon há 11 dias e que afirma ter passado 13 meses à deriva no Oceano Pacífico depois de ter saído da costa do México para pescar tubarões, permanece em um hotel turístico da capital, Majuro, desde que na sexta-feira saiu do hospital por conta própria, embora ainda não tenha recebido alta oficial.

Desde então quase não foi visto em público e os responsáveis pelo hotel disseram que o acesso ao seu quarto está restrito por ordem do governo.

“O ministério dos Assuntos Exteriores nos deu instruções para dizer aos que o procurarem que, se quiserem falar com ele, devem solicitar ao ministério”, declarou a porta-voz do hotel, que confirmou ter recebido muitos telefonemas para o náufrago.

Nas raras vezes em que Alvarenga apareceu em público desde sexta-feira, estava cercado por um grupo de voluntários, que permanecem em seu quarto e o ajudam a cumprir seu desejo de não falar com a imprensa sobre sua odisseia no mar.

Fontes do hospital Majuro informaram que Alvarenga estava incomodado com o bombardeio de ligações ao centro hospitalar e que, por isso, quis ir para um hotel.

Em outra imagem, Alvarenga aparece comendo, a bordo do barco patrulha, logo após o resgate (Foto: Willing Kajidrik/AP)Em outra imagem, Alvarenga aparece comendo, a bordo do barco patrulha, logo após o resgate (Foto: Willing Kajidrik/AP)Ilhas Marshall divulgam fotos do barco do náufrago salvadorenho (Foto: Willing Kajidrik/AP)Ilhas Marshall divulgam fotos do barco do náufrago salvadorenho (Foto: Willing Kajidrik/AP)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Náufrago salvadorenho telefona das Ilhas Marshall para sua família

Náufrago Jose Salvador Alvarenga, 37, após ter sido resgatado em um barco perto das Ilhas Marshall. (Foto: Gee Bing/Foreign Affairs Department The Marshall Islands/AP)Náufrago Jose Alvarenga, 37, após resgate.
(Foto: Gee Bing/Foreign Affairs Department
The Marshall Islands/AP)

O náufrago de El Salvador, que garante ter passado mais de um ano à deriva e que foi encontrado na semana passada em um remoto atol das Ilhas Marshall, falou nesta terça-feira (4) com sua família, segundo fontes do hospital em que foi internado.

José Salvador Alvarenga, 37, “falou com sua mãe e seu pai esta manhã e já recebeu alta do hospital” disse à Agência EFE Ron Mendoza, um dos médicos do Hospital de Majuro, a capital das Ilhas Marshall, ao explicar que o único problema do paciente são as enzimas do fígado que estão em um nível elevado, o que está relacionado com a inanição.

Alvarenga deve ter alta nesta terça e será transferido para um hotel para “ficar tranquilo” à espera de sua repatriação, comentou a fonte do hospital.

O náufrago, que inicialmente se acreditava ser de nacionalidade mexicana, é oriundo da cidade salvadorenha de Guarita Palmeira, e seu último lugar de residência era na costa azul do estado mexicano de Chiapas, de acordo com a Secretaria de Relações Exteriores do México.

O pescador aparentemente partiu do México no final de 2012 em uma expedição para pescar tubarões nas águas de El Salvador junto com um companheiro que provavelmente morreu há alguns meses em alto-mar.

Seu barco de sete metros foi arrastado no dia 30 de janeiro de 2014 até um recife perto de Ebon, um remoto atol das Ilhas Marshall, onde os aldeões o encontraram e tiveram problemas para se comunicar com ele, pois fala somente o espanhol.

As autoridades das Ilhas Marshall enviaram um navio até Ebon para levá-lo a Majuro.

Alvarenga contou que conseguiu sobreviver por tantos meses bebendo sangue de tartaruga, quando faltava água da chuva, e comendo quelônios, aves e peixes que capturava com as próprias mãos.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Náufrago resgatado nas Ilhas Marshall começa viagem de volta

Mapa náufrago méxico (Foto: Arte/G1)

O náufrago mexicano que afirmou ter passado vários meses à deriva no Oceano Pacífico até chegar a um pequeno atol nas Ilhas Marshall iniciou neste domingo (2) uma longa viagem de retorno a seu país.

José Iván, o nome com o qual se identificou, foi levado em uma lancha da Marinha local neste domingo do atol de Ebon, sul do arquipélago, para a capital Majuro, onde deve chegar na segunda-feira.

Em Majuro será submetido a exames médicos antes de iniciar os trâmites necessários para a repatriação.

‘Quero retornar ao México!’, disse José Iván por rádio à intérprete Magui Vaca em seu primeiro diálogo com uma pessoa que fala espanhol, depois de ter passado mais de um ano à deriva em uma pequena embarcação de fibra de vidro de 24 pés (quase sete metros) de comprimento, cujos motores perderam as hélices.

‘Me sinto mal. Estou longe. Não sei onde estou nem o que aconteceu’, disse à intérprete.

José Iván explicou que zarpou do México em 24 de dezembro de 2012 para pescar tubarões. O tempo que passou perdido em alto-mar seria de pouco mais de 13 meses, não os 16 que foram mencionados a princípio, depois que ele foi resgatado na quinta-feira.

Até o momento não estão claros os motivos da embarcação ter ficado tanto tempo à deriva nem como faleceu, há alguns meses, o homem que o acompanhava no barco.

Segundo a intérprete, José Iván está muito confuso e não sabe dizer o que aconteceu nos meses em que passou no oceano.

‘Ele está um pouco desesperado e quer voltar ao México, mas não sabe como’, disse a intérprete.

Quando dois habitantes do atol de Ebon o resgataram do mar, na quinta-feira, ele usava apenas uma cueca feita com um pedaço de pano, tinha o cabelo muito comprido e barba abundante. Além disso, não conseguia caminhar sem ajuda.

O náufrago explicou por meio de desenhos que sobreviveu comendo tartarugas, aves e peixes que pescava com as mãos. Também mostrou que bebia sangue de tartaruga quando não chovia.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,