RSS

Arquivo da tag: marca

Nokia não será usada por muito mais tempo como marca, diz executivo

Stephen Elop apresenta novos smartphones da Nokia na MWC, em Barcelona (Foto: Gustau Nacarino/Reuters)Stephen Elop apresenta novos smartphones da Nokia na MWC, em Barcelona (Foto: Gustau Nacarino/Reuters)

Após a Microsoft ter anunciado a conclusão da aquisição da fabricante de celulares Nokia, Stephen Elop, vice-presidente de dispositivos da Microsoft, afirmou nesta segunda-feira (28) que smartphones com a marca da companhia que um dia liderou o segmento de aparelhos estão com os dias contados.

“A marca Nokia está disponível para o uso da Microsoft em seus produtos de celulares por um período de tempo, mas Nokia, como marca, não será usada por muito mais tempo para smartphones”, afirmou Elop, durante uma sessão de perguntas e respostas.

Na sexta (25), as companhias informaram terem concluído a negociação que chegou a movimentar US$ 7,52 bilhões. Com isso, a fabricante de celulares deixou de se chamar Nokia e foi renomeada para Microsoft Mobile. No mesmo dia, Elop, que era presidente-executivo da Nokia, afirmou que “juntos, podem conectar e empoderar as pessoas”.  “De hoje em diante, as possibilidades são ilimitadas. A partir de agora, nós somos um”, afirmou, em nota.

Nesta segunda, o executivo teve de explicar novamente que a Microsoft não pensa em desenvolver novos smartphones que rodem o sistema Android, do Google, além da linha Nokia X. Os três modelos da família, anunciados em fevereiro, parecem que serão os únicos a rodar Android.

“Quando nós tomamos uma decisão de focar no Windows Phone em 2011, nós estávamos muitos preocupados que essa decisão de perseguir o Android nós colocaria em um curso de colisão com a Samsung, que já tinha estabelecido uma vantagem em torno do Android”, afirmou. “Essa foi a decisão correta”, completou.

Como a linha Nokia X é a única que roda o Android, Elop teve de esclarecer que a Microsoft não pretende encerrá-la.

“A Microsoft adquiriu o negócio de celulares, inclusive o Nokia X, para ajudar a conectar os próximo bilhão de pessoas aos serviços da Microsoft. Nokia X usa a nuvem da Microsoft, não a do Google. Essa é uma grande oportunidade para conectar novos consumidores ao Skype, Outlook.com e Onedrive pela primeira vez”, afirmou.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de abril de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Anatel marca para maio leilão que dá direito de explorar satélites no país

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) confirmou para 6 de maio o leilão de direito de uso de satélites sobre o Brasil. A sessão está marcada para começar às 10h na sede da agência, em Brasília. As informações constam do edital publicado na edição desta segunda-feira (24) do Diário Oficial da União.

Uma mesma empresa poderá arrematar até duas posições orbitais

Serão leiloadas até quatro posições orbitais para satélites geoestacionários (que ficam “estacionados”), que serão usadas no transporte de sinais de telecomunicações. O lance mínimo para cada uma dessas posições é de R$ 12,2 milhões. Vence a disputa quem oferecer o maior valor.

Uma mesma empresa poderá arrematar até duas posições orbitais. Empresas que já exploram satélites geoestacionários sobre o país também podem participar do leilão. A vitória dá direito de uso da posição por 15 anos, prazo que pode ser prorrogado uma única vez por igual período.

As empresas interessadas devem entregar os envelopes com as propostas no dia 29 de abril, às 10h, na sede da Anatel, em Brasília.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 26 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

‘Minecraft’ supera marca de 35 milhões de unidades vendidas

Reprodução de tela do game Minecraft (Foto: Reprodução)‘Minecraft’ (Foto: Reprodução)

A versão para PCs e Mac do game “Minecraft” atingiu 14 milhões de unidades vendidas no mundo todo, afirmou o criador do jogo, Markus “Notch” Persson, em seu perfil no Twitter. Com isso, as vendas do título em todas as plataformas disponíveis supera a marca de 35 milhões de unidades.

“Minecraft” é um fenômeno comercial desde suas versões de teste. Hoje disponível também para PlayStation 3, Xbox 360 e dispositivos móveis, o game permite que os jogadores construam praticamente qualquer coisa a partir de seu sistema de blocos e materiais. A liberdade é tanta que os fãs mais dedicados recriaram aeronaves, cidades e até o planeta Terra dentro do jogo.

No dia 24 de janeiro, a Mojang, produtora do jogo, anunciou que o “Minecraft” para PS3 havia vendido mais de 1 milhão de cópias desde seu lançamento. Já a Microsoft afirmou em dezembro que a versão do game para Xbox 360 vendeu mais de 10 milhões de unidades. Por fim, a Mojang informou em maio de 2013 que as vendas do seu jogo nos aparelhos com sistemas iOS e Android ultrapassaram a marca de 10 milhões de unidades comercializadas.

Somados, as vendas chegam a no mínimo 35 milhões de unidades. No entanto, o número já deve ser maior.

As vendas para PCs e Mac de “Minecraft” são contabilizadas a partir do lançamento oficial do jogo em 2011 e não levam em consideração os dados da versão Alpha, de 2009, e Beta, de 2010.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de fevereiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Intel diz que pretende abandonar marca de segurança ‘McAfee’

O diretor-executivo da McAfee, Brian Krzanich, anunciou na segunda-feira (6) durante a Consumer Electronics Show (CES) 2014, em Las Vegas, nos Estados Unidos, que a empresa pretende abandonar a marca “McAfee”, passando a se chamar “Intel Security”. O símbolo do escudo vermelho, usado em conjunto com o nome, deverá ser mantido. Também como parte da transição, Krzanich afirma que a companhia quer oferecer produtos gratuitos para celulares e tablets com sistemas iOS e Android.

A Intel adquiriu a McAfee em 2010 por US$ 7,68 bilhões (cerca de R$ 18 bilhões). O nome “McAfee”, cuja difícil pronúncia chegou a exigir que a empresa gravasse um vídeo didático (veja aqui), foi herdado de John McAfee, criador da companhia em 1987.

Ao abandonar a marca, a Intel se distancia também da personalidade de McAfee. O executivo não está mais na companhia desde 1994 e, em 2012, disse que não usa o antivírus porque o software “é muito chato”. Considerado uma pessoa excêntrica, McAfee fugiu de onde morava, em Belize, após ser procurado pela polícia para prestar depoimento sobre um caso de assassinato. Para ele, a polícia queria matá-lo.

A Intel não deu maiores informações sobre como a marca será abandonada e quando os produtos “Intel Security” chegarão ao consumidor, mas afirmou que o processo pode levar até um ano.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Tribunal marca julgamento de presidente islamita deposto no Egito

Um tribunal do Egito marcou nesta quarta-feira (9) a data do julgamento do presidente deposto Mohamed Morsi e de outros líderes da Irmandade Muçulmana para 4 de novembro, sob acusações de incitação à violência.

O juiz Nabil Saleeb disse que Morsi, que foi deposto pelo Exército em julho, e 14 membros da Irmandade foram indiciados por “incitarem a morte e a tortura de manifestantes em frente ao palácio (presidencial) Etihadeya”.

Ao menos sete pessoas morreram no dia 5 de dezembro de 2012 em confrontos entre partidários e opositores do primeiro presidente eleito democraticamente no Egito. Seus opositores o acusavam de querer islamizar o país após a publicação de um decreto constitucional.

A Irmandade Muçulmana, confraria à qual Morsi pertence, afirmou que os mortos eram, em sua maioria, islamitas.

Os confrontos explodiram quando partidários de Morsi dispersaram um acampamento de manifestantes opositores no exterior do Palácio Presidencial.


Entre os outros acusados figuram Esam al Arian, número dois do partido da Libertade e da Justiça (PLJ), braço político da Irmandade Muçulmana, e Mohamed Beltagi, um ex-parlamentar.

Os militares mantêm Morsi em um local secreto desde sua detenção.

Os outros acusados estão detidos ou foragidos.

Manifestante usa uma máscara do presidente deposto, Mohamed Morsi durante uma manifestação em Istambul. (Foto: Ozan Kose/AFP)Manifestante usa uma máscara do presidente deposto Mohamed Morsi durante uma manifestação em Istambul. (Foto: Ozan Kose/AFP)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de outubro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Valve registra marca de game aguardado ‘Half-Life 3’ na Europa

'Half-Life 2', de 2004, utiliza o motor Source (Foto: Divulgação)‘Half-Life 2’, de 2004, utiliza o motor Source
(Foto: Divulgação)

A produtora Valve, de jogos como “Half-Life”, “Portal” e “Left 4 Dead” registrou na Europa a marca “Half-Life 3”, nome do aguardado game da série de tiro em primeira pessoa que ainda não foi anunciado. Fãs esperam o anúncio deste jogo há anos.

O registro no escritório de marcas da União Europeia feito no dia 29 de setembro pode indicar que o game pode estar em desenvolvimento. Até o momento a Valve não fez nenhum comentário sobre o título.

Após o lançamento de “Half-Life 2” em 2004, a Valve disse que lançaria o game em partes menores, os chamados “Episodes”. Depois do “Episode 2”, a Valve parou de trabalhar na franquia.

A empresa ainda não comentou o registro de Half-Life 3.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Apple passa Coca-Cola e é a marca mais valiosa do mundo, diz pesquisa

A Apple é a marca mais valiosa do mundo, de acordo com o relatório anual de Melhores Marcas Globais da Interbrand, divulgado nesta segunda-feira (30). Desde quando o levantamento começou a ser feito até o ano passado, a Coca-Cola liderava o ranking.

Na sequência, aparecem o Google, em segundo lugar, e a Coca-Cola, em terceiro.

MarcaClassificação
em 2013Classificação
em 2012SetorValor de marca (em bilhões de US$)Variação  de valor de marca

 Em 2000, a Apple ocupava o 36º lugar e sua marca valia U$ 6,6 bilhões. Hoje, o valor subiu para US$ 98,3 bilhões, quase 15 vezes o número de 13 anos atrás, segundo a pesquisa.

“Tim Cook montou uma equipe de liderança sólida e tem mantido a visão de Steve Jobs intacta – uma visão que tem permitido a Apple cumprir a sua promessa de inovação”, disse Jez Frampton, chefe da Interbrand’s Global.

A metodologia da Interbrand analisa as muitas maneiras pelas quais uma marca atinge e beneficia uma organização, desde a influência sobre os resultados finais até a satisfação das expectativas dos clientes.

Para desenvolver seu relatório, a Interbrand examina o que considera os três aspectos chave que contribuem para o valor da marca, ou seja, o desempenho financeiro dos produtos ou serviços da marca; o papel que a marca desempenha ao influenciar a escolha do consumidor; e o poder que a marca possui para comandar um preço premium, ou garantir os lucros da companhia.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Marca de amplificador mostra versão compacta de alto-falante ‘retrô’

Caixa de som Stanmore, da Marshall, que simula um amplificador de guitarra. (Foto: Bruno Souza Araújo/G1)Caixa de som Stanmore, da Marshall, que simula um amplificador de guitarra. (Foto: Bruno Souza Araújo/G1)

As caixas de som portáteis estão voltando a ter importância graças aos acervos de músicas cada vez mais armazenados em smartphones e tablets. Entrando nessa onda, a Marshall Headphones, divisão da tradicional fabricante britânica de amplificadores e guitarras, exibiu uma versão compacta do seu alto-falante na quinta-feira (5) durante a IFA, feira de tecnologia realizada anualmente em Berlim, na Alemanha.

Apelidado de Stanmore, o modelo combina e se inspira nas duas principais proficiências da Marshall.

Com botões analógicos para regular o volume e os níveis de graves e agudos, a caixa de som tem a aparência “retrô” de um amplificador de guitarra – mas troque a quase instantânea acepção ruim da palavra pelas memórias dos ensaios da sua banda de garagem ou daquele show incrível de rock’n roll de décadas passadas.

Além de uma entrada para tocadores de vinil e outra que se encaixa à porta de microfone de smartphones, tablets ou tocadores de CD, por exemplo, a Stanmore vem ainda com uma entrada óptica e conexão bluetooth, que dispensa fios.

Segundo a Marshall Headphones, o falante tem 80 watts de potência de som e data de lançamento prevista para 23 de setembro. A Stanmore virá nas cores preta e creme e custará US$ 400.

Caixa de som Stanmore, da Marshall, que simula um amplificador de guitarra, apresentado na IFA, feira de tecnologia em Berlim, na Alemanha. (Foto: Bruno Souza Araújo/G1)Caixa de som Stanmore, da Marshall, que simula um amplificador de guitarra, apresentado na IFA, feira de tecnologia em Berlim, na Alemanha. (Foto: Bruno Souza Araújo/G1)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

No Brasil, Apple quer registrar termo ‘startup’ como marca há quase 3 anos

A Apple entrou com um pedido para registrar a marca “startup” na Austrália nesta terça-feira (27), o que vem gerando discussão no mundo da tecnologia. No entanto, a dona do iPhone –marca que no Brasil não pertence a ela, mas à Gradiente– tenta há mais quase três anos registrar o termo no país como marca para diversos produtos e serviços.

Na empreitada australiana, a Apple tenta a exclusividade sobre o termo, habitualmente utilizado na descrição de empresas iniciantes de tecnologia, para dar nome a lojas, assistências técnicas e projetos de educação.

No Brasil, a Apple fez três pedidos para registrar “startup” como marca ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi) em outubro de 2010.

A fabricante distribuiu nessas três demandas diversas modalidades de produtos e serviços que poderão levar o “startup”: serviços de varejo, softwares de computador, periféricos de computadores, celulares, aparelhos eletrônicos, serviços de instalação e reparo e consultoria em manutenção de hardware.

A lista não acaba aí. O pedido da Apple ainda compreende serviços educacionais, como apresentação de aulas, oficinas de trabalho, conferências e seminários na área de computadores e softwares e até “serviços de fornecimento de informação na área de educação”.

A lei de propriedade intelectual brasileira estabelece que só pode haver uma marca registrada para cada categoria de serviço ou produto. Com isso, outras empresas ficam enviabilizadas de registrar a mesma marca desde que atuem no mesmo segmento.

Por esse motivo, o Inpi não deu prosseguimento ao pedido da Apple para deter os direitos sobre “iphone”. A marca já havia sido registrada pela Gradiente em 2008, após ter entrado com o pedido em 2000.

Segundo reigstros do Inpi, a Apple não possui a exclusividade sobre a marca “iPad” para tablets no Brasil, mas tenta que o termo seja utilizado para roupas e acessórios.

A companhia entrou com o pedido para registrar “iPad mini” apenas em 8 de outubro de 2012, 15 dias antes do lançamento do aparelho em escala mundial.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de agosto de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

EUA negam registro da marca iPad Mini para a Apple

Em resposta, Escritório de Patentes e Marcas Registradas do país afirmou que termo é “meramente descritivo” do tablet com tela menor. O Escritório de Patentes e Marcas Registradas dos EUA (USPTO) negou provisoriamente para a Apple o pedido de registro da marca “iPad Mini” porque o termo é “meramente descritivo” do tamanho do tablet.

A informação sobre a rejeição do pedido foi enviada para a Apple no final de janeiro, mas só tornou-se pública na última semana, segundo o site especializado Patently Apple, que foi o primeiro a noticiar a decisão.

Para quem não lembra, o iPad Mini possui uma tela de 7,9 polegadas e foi lançado pela Apple em outubro do ano passado – a Apple entrou com o pedido pela marca nos EUA em 15 de novembro do ano passado. Apesar de já ter sido homologado pela Anatel, o produto não tem previsão de lançamento no Brasil.

Ao negar o pedido da Apple, o Escritório de Patentes dos EUA disse que o advogado responsável decidiu que “o termo apenas descreve um recurso do aparelho da fabricante, que no caso é um tablet com tela menor”.

No entanto, essa decisão não é final já que a Apple pode recorrer até o próximo dia 24 de julho. Para isso, a empresa de Cupertino pode usar contra-argumentos ou evidências adicionais que mostram por que o iPad Mini deveria receber uma marca registrada.

O único outro produto da Apple que tem “Mini” no nome – o Mac Mini – não é uma marca registrada nos EUA, de acordo com buscas no USPTO e na própria lista da Apple.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 26 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , ,