RSS

Arquivo da tag: lojas

Após quase 4 meses de lançamento, lojas do Brasil recebem games de PS4

Loja Fnac da Av. Paulista tinha jogos de PS4 quase 4 meses após lançamento do videogame no país (Foto: Gustavo Petró/G1)Loja Fnac da Av. Paulista tinha jogos de PS4 quase
4 meses após lançamento do videogame no país
(Foto: Gustavo Petró/G1)

Após quase quatro meses de lançamento do PlayStation 4 no Brasil – videogame que custa R$ 4 mil -, jogos em versão física (em caixinha) começaram a aparecer, mesmo que aos poucos, nas lojas brasileiras.

Até então, os gamers do país tinham que comprar jogos em sua versão digital, por download, optar por consegui-los no mercado cinza ou comprá-los no exterior.

O G1 viu os jogos na loja Fnac da Avenida Paulista, em São Paulo. Os títulos eram “Assassin’s Creed IV: Black Flag”, “Call of Duty: Ghosts” e “Knack”. Todos são vendidos por R$ 200. “Killzone: Shadow Fall”, jogos de lançamento do PS4 da própria Sony, não foi encontrado.

Jogos como “Assassin’s Creed IV” e “Call of Duty” já apareceram há alguns meses nas lojas do país, mas “Knack”, da própria Sony, por exemplo, não era encontrado.

Jogos já lançados para o console como “Battlefield 4”, “FIFA 14”, “Injustice: Ultimate Edition”, “NBA 2K14”, “Just Dance 2014”, “Lego Marvel Super Heroes”, “Madden NFL 25”, “NBA Live 2014”, “Need for Speed: Rivals”, “Skylanders: Swap Force”, incluindo, “Thief”, lançamento mais recente para a plataforma, não foram vistos até o momento.

O lançamento do PlayStation 4 no Brasil em 29 de novembro de 2013 foi diferente do que aconteceu com os concorrentes da Sony, Microsoft e Nintendo, com seu Xbox One e Wii U, respectivamente, no país. Para o Xbox One, por exemplo, houve evento, com lojas abrindo as portas no primeiro minuto do dia de lançamento. Houve também um grande investimento em anúncios na TV aberta. Já a Nintendo realizou um evento aberto ao público na cidade de São Paulo para que todos os interessados jogassem o Wii U e seus principais títulos. A Sony não realizou nenhuma atividade para os fãs e tampouco divulgou o lançamento.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

‘Lulu’ completa 25 dias fora das lojas de aplicativos

Mulheres podem avaliar o desempenho masculino por meio do aplicativo Lulu. (Foto: Divulgação/Lulu)Mulheres podem avaliar o desempenho masculino por meio do aplicativo Lulu. (Foto: Divulgação/Lulu)

O aplicativo ‘Lulu’, em que mulheres avaliavam o desempenho de homens, completou 25 dias fora das lojas digitais da Apple e do Google nesta sexta-feira (17). Mesmo ausente da AppStore e da Google Play, no Brasil, a Justiça do Distrito Federal decidiu que o app retirasse os dados de usuários que não concordaram em participar.

“Nós estamos atualmente renovando o produto e estaremos de volta”, informou um porta-voz ao G1 por e-mail.

A repercussão do aplicativo levou homens insatisfeitos com a exposição no site a entrarem com diversas ações na Justiça. A insatisfação levou o aplicativo a mudar sua estratégia no Brasil e somente manter nos sistemas aqueles usuários que optarem por informações seus dados.

No meio da onda de emissão de liminares para que o aplicativo retirasse de seu banco de dados os perfis de homens insatisfeitos, a Justiça até chegou a avalizar a transferência de dados entre Facebook e o “Lulu”.

Em dezembro, a companhia anunciou que iria paralisar seu funcionamento para manutenção em 24 de dezembro. Desde então, porém, o “Lulu” não voltou às lojas de aplicativos. A empresa não informou quais foram os motivos, apenas afirmou, por e-mail, que o “Lulu mudou seus sistemas desde que o lançamento no Brasil”.

Nos Estados Unidos, país onde a operação começou, o funcionamento do aplicativo continua o mesmo.

Mesmo indisponível, o aplicativo não evitou que a Justiça do Distrito Federal pedisse para que o aplicativo excluísse os dados pessoais dos homens insatisfeitos.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , ,

Ações da Apple e parceiros sobem com chegada de iPhones às lojas

Japonês posa com caixa do iPhone 5S nesta sexta (20) após ficar 10 dias na fila em Tóquio, no Japão, esperando pelo novo smartphone da Apple (Foto: Toru Hanai/Reuters)Japonês posa com caixa do iPhone 5S nesta sexta
(20) após ficar 10 dias na fila em Tóquio, no Japão,
esperando pelo novo smartphone da Apple
(Foto: Toru Hanai/Reuters)

As ações da Apple e dos principais fornecedores de chips para os novos iPhones subiam na sexta-feira (20), à medida que o primeiro dia de vendas nas lojas e atraíram longas filas e um analista disse que as vendas do primeiro final de semana provavelmente seriam melhores comparadas com as de 2012.

Centenas de pessoas faziam fila nas lojas da Apple em cidades como Sydney, Tóquio e Nova York. A Apple lançou dois modelos de iPhone. o 5S e o 5C, simultaneamente pela primeira vez.

Analistas têm questionado se a tecnologia do novo topo de linha, o 5S, é impressionante o bastante para justificar trocas de aparelho. Muitos também questionaram se a Apple determinou um preço caro demais ao 5C para que ele concorra contra os smartphones mais baratos que usam o Android da Google.

Os novos iPhones usam chips fabricados pela Avago Technologies, TriQuint Semiconductor e Skyworks Solutions de acordo com a empresa de reparos “iFixit”, que abriu os iPhones 5S e 5C na quinta-feira (19).

O chip da Broadcom é usado para o controlador de tela sensível ao toque em ambos celulares, segundo a iFixit. Todos esses fornecedores também estavam presentes do iPhone 5 do ano passado.

Os novos iPhones
O iPhone 5S traz um processador de 64-bits, o primeiro a ser usado em um smartphone, segundo a Apple, um leitor de impressões digitais no lugar do botão Home, aumentando a segurança do aparelho, e um flash que torna a qualidade da foto ainda maior.

O smartphone é vendido por US$ 200 (16 GB), US$ 300 (32 GB) e US$ 400 (64 GB) por meio de contrato de dois anos com operadora de celular nos Estados Unidos. Sem operadora, os modelos de 16GB, 32 GB e 64 GB, o iPhone 5S custam US$ 650, US$ 750 e US$ 850, respectivamente.

Já o iPhone 5C é um modelo mais simples do iPhone que tem as mesmas configurações do iPhone 5, lançado em 2012, mas vem em um corpo de plástico colorido nas cores verde, branco, azul, rosa e amarelo.

comparativo iPhone 5S e iphone 5c (Foto: Arte G1)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 22 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Presidente da Apple adere ao Twitter na estreia do novo iPhone nas lojas

Tim Cook, presidente executivo da Apple, entra para o Twitter no dia que começam as vendas dos novos iPhones (Foto: Reprodução/Twitter.com)Tim Cook, presidente executivo da Apple, entra para o Twitter no dia que começam as vendas dos novos iPhones (Foto: Reprodução/Twitter.com)

Em sua primeira inserção em redes sociais, Tim Cook, presidente-executivo da Apple, preferiu o Twiter ao Facebook.

O executivo entrou no microblog nesta sexta-feira (20) e, em seu primeiro tuíte, comentou o que viu em sua visita a uma das lojas da companhia nos Estados Unidos, no primeiro dia de vendas dos novos iPhone 5S e iPhone 5C.

“Hoje, visitei lojas varejistas em Palo Alto. Ver muitos consumidores felizes nos lembra do porquê nós fazemos o que fazemos”, escreveu por meio da conta @tim_cook.

A página utiliza o recurso do Twitter de certificação, para assegurar que a pessoa é realmente quem ela diz ser no perfil. A postagem foi feita às 16h02 (horário de Brasília) e, em menos de duas horas de rede social, o executivo já era seguido por mais de 45 mil pessoas.

O executivo que não possui conta no Facebook seguia apenas 11 perfis, entre eles o da banda Kings of Leon e o do time de basquete da Universidade de Duke.

A Apple começou a vender os novos smartphones em nove países. Fãs brasileiros da marca viajaram 30 horas até a Austrália para comprar o aparelho. Devido ao fuso horário, o país foi o primeiro a iniciar as vendas.

As vendas do novo iPhone 5S começaram nesta sexta-feira e a Apple já pediu aos fabricantes que elevem a fabricação da versão dourada do aparelho, segundo publicou um blog do jornal “Wall Street Journal” nesta sexta-feira (20), citando fontes próximas ao assunto.

Além do dourado, o iPhone 5S também está disponível nas versões grafite e prateado. Segundo a publicação, a fabricante pediu para a produção ser aumentada em um terço, após observar forte demanda pelo modelo dourado.

Além disso, a loja on-line da Apple nos nove países em que os aparelhos já são vendidos não já sinaliza que quem comprar a versão dourada do iPhone 5S vá recebê-lo ainda em setembro. Anteriormente, a previsão era de entregar o dispositivo dentro de sete dias. Agora, é de dez dias.

Tim Cook, presidente executivo da Apple, testa novo iPhone ao lado de Katie Cotton, uma das vice presidentes da empresa, no dia do início das vendas do iPhone 5S e do iPhone 5C. (Foto: Justin Sullivan/France Presse)Tim Cook, presidente executivo da Apple, testa novo iPhone ao lado de Katie Cotton, uma das vice presidentes da empresa, no dia do início das vendas do iPhone 5S e do iPhone 5C. (Foto: Justin Sullivan/France Presse)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 22 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Design de roupas que deveriam estar nas lojas

AppId is over the quota
AppId is over the quota

blusa

Eu seria capaz de fazer um uniforme assim para os funcionários da minha empresa. Se eu tivesse uma empresa.

Fonte: ahnegao.com.br

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Procon-SP atualiza lista com lojas virtuais que devem ser evitadas

Dois sites atualizaram os dados cadastrais e prometeram resolver problemas dos consumidores, diz órgão de defesa

A Fundação Procon-SP atualizou há pouco sua lista (PDF) com mais de 200 sites que, de acordo com o órgão, não são recomendados para compras online.

Os sites alshop.com.br e maiorbarato.com.br foram retirados da lista, por terem entrado em contato com o Procon e atualizado os dados cadastrais.

A lista está em em ordem alfabética, razão social e número do CNPJ ou CPF. O órgão diz se as lojas estão operando ou não. Dos 200 sites na lista, apenas 61 ainda podem ser acessados.

Segundo o Procon, as principais reclamações que levaram a inclusão dos sites na lista são a falta de entrega do produto e ausência de resposta para uma queixa.

“Esses fornecedores virtuais não são localizados, inclusive no rastreamento feito no banco de dados de órgãos como Junta Comercial, Receita Federal e Registro BR, responsável pelo registro de domínios no Brasil, o que inviabiliza a solução do problema apresentado pelo consumidor”, explica o diretor executivo do Procon-SP, Paulo Arthur Góes, em nota.

Góes afirma ser preocupante o crescimento desse tipo de golpe. “Denunciamos os casos ao Departamento de Polícia e Proteção a Pessoa (DPPC) e ao Comitê Gestor da Internet (CGI), que controla o registro de domínios no Brasil, mas, o mais importante é que o consumidor consulte a lista antes de fechar uma compra pela internet”, diz.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Procon-SP divulga lista de lojas online que consumidor deve evitar

71 sites são adicionados a sua relação de webstores não confiáveis. Divulgada em novembro, relação anterior já tinha 200 estabelecimentos virtuais

A Fundação Procon-SP atualizou nessa segunda-feira (22) sua lista de lojas online que os consumidores devem evitar com 71 novos estabelecimentos. Agora, a relação já tem 275 páginas de compras que o Procon não considera confiáveis por diversas razões.

Como da primeira vez, a lista contém o endereço eletrônico em ordem alfabética, razão social e número do CNPJ ou CPF do dono. Além disso, também há a informação sobre se o site está operando ou não. Vale lembrar que, mesmo com a situação da página descrita, pode ser que ela esteja atualmente fora do ar.

A principal razão pela qual os sites foram incluídos nessa “lista negra” foi a não entrega de produtos e falta de resposta para solucionar o problema.

O diretor executivo do Procon-SP, Paulo Arthur Góes, reitera que esses fornecedores virtuais não são localizados, inclusive, no rastreamento feito no banco de dados de órgãos como Junta Comercial, Receita Federal e Registro BR – responsável pelo registro de domínios no Brasil.

O Procon-SP também mantém o “Guia de Comércio Eletrônico” com dicas e cuidados que o consumidor deve ter ao comprar produtos ou contratar serviços pela Internet.

O Guia mostra como identificar lojas não confiáveis. Entre os conselhos estão três regras básicas:

1 – Desconfiar de preços muito baixos.

2 – Desconfiar de sites que tenham como forma de pagamento apenas a opção por boleto bancário.

3 – Desconfiar de sites que tenham como única forma de contato o número do telefone celular.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 23 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,