RSS

Arquivo da tag: ligao

LG anuncia lâmpada que se conecta ao celular e pisca com ligação

Lâmpada da LG pisca quando usuário recebe ligação (Foto: Divulgação/LG)Lâmpada da LG pisca quando usuário recebe ligação (Foto: Divulgação/LG)

A LG anunciou um modelo de lâmpada inteligente que se conecta a smartphones Android e iOS e pisca quando o usuário recebe uma ligação telefônica. Chamado Smart Bulb, o produto permite controlar a intensidade da luz com o celular e vem com um modo de segurança, que pode ser acionado para que pareça que você está em casa.

As lâmpadas são vendidas em pares e se conectam aos dispositivos móveis por Wi-Fi ou Bluetooth. Quando pareada com um aparelho Android, a Smart Bulb também consegue pulsar luz ao ritmo de uma música.

De acordo com a fabricante sul-coreana, as lâmpadas de 10 W podem durar mais de 10 anos quando usadas cinco horas por dia. O par de Smart Bulbs será vendido por cerca de 35 mil wons (pouco mais de US$ 32, ou R$ 75) e ainda não tem previsão de lançamento fora da Coreia do Sul.

View the original article here

 
1 comentário

Publicado por em 25 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

App faz celular ‘virar’ telefone fixo que recebe ligação até fora do país

Celular - GloboNews (Foto: Reprodução GloboNews)Celular (Foto: Reprodução
GloboNews)

A operadora de telecomunicações GVT lançou um aplicativo que permite atender ligações direcionadas a um número de telefone fixo ou fazer ligações a partir dele em um smartphone ou tablet.

O app GVT Freedom permite que os usuários utilizem o serviço de telefonia fixa mesmo se não estiverem dentro do país (Veja aqui e aqui).

“É como se fosse uma extensão do seu telefone fixo em qualquer lugar do mundo que tenha WiFi ou internet móvel”, diz Daniel Neiva, vice-presidente de marketing e vendas da GVT.

A operadora é a primeira a disponibilizar essa tecnologia na América Latina. A novidade vale apenas para os clientes da companhia, que opera em 150 cidades Brasil afora –chegou a São Paulo em 2013, mas, por ora, atua em apenas cinco bairros .

A possibilidade de fazer que um celular “vire” um telefone fixo é uma tecnologia disponibilizada por apenas outras cinco companhias ao redor do mundo: Orange (França e Reino Unido), British Telecom (Reino Unido), TeliaSonera (Suécia), Cincinnati Bell (EUA) e T-Mobile (Alemanha).

No caso da GVT, a “transformação” do celular em telefone fixo é possível devido à infraestrutura de rede da operadora. O sistema de fibra óptica da companhia converte os sinais de voz em dados sobre IP (protocolo de internet), que podem ser transferidos pela rede.

Antes de ser lançado, o app foi testado por 450 funcionários da GVT. Um deles fez a experiência com a filha, que estuda em uma universidade dos EUA. Com isso, a garota passou a atender no próprio celular ligações destinadas ao telefone de sua casa no Brasil.

“Os telefones tocam simultaneamente. Quem atende primeiro, recebe a ligação”, afirma Neiva.  A tecnologia lembra Skype e Viber, que podem ser instalados em computadores, celulares e tablets. Esses sistemas, porém, fazem apenas ligações entre aparelhos em que estão instalados. Para fazer chamadas telefônicas para telefones ou celulares, é necessário comprar créditos. As chamadas feitas e recebidas pelo Freedom consomem a franquia de minutos do próprio telefone fixo ou são debitadas na conta no fim do mês.

Videoconferência
Segundo Neiva, o lançamento do aplicativo tem o propósito de dar sobrevida ao declinante negócio da telefonia fixa, ancorando-o na mobilidade do celular. “A GVT acredita que isso vai transformar a indústria da voz fixa, que é antiga e está em desuso.”

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 2012 foi o ano em que o celular esteve pela primeira vez presente em mais da metade dos domicílios brasileiros (51,3%).

Já o Instituto de Economia Aplicada (IPEA) mostrou que, além de ser o serviço de telefonia mais presente do país, o celular também é um forte ponto de acesso à web: em 38% das casas, pelos menos uma pessoa usa o aparelho para navegar na rede.

Por isso e para aproveitar sua rede de fibra óptica, a GVT trabalha em permitir um novo serviço por meio do aplicativo. “No futuro próximo, a gente quer liberar videochamadas pelo Freedom”, revela Neiva, que não deu uma previsão de quando o serviço será liberado.

Quando for disponibilizado, as videoconferências poderão ser feitas apenas entre smartphones e tablets, pois dependerá de dispositivos que tenham o aplicativo instalado. Outra das atualizações que estão por vir é aplicativo para TVs, que permitirá aos usuários usarem uma linha fixa nos aparelhos.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 15 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Falha no iOS 7 permite fazer ligação com iPhone bloqueado por senha

G1 testou: veja as novidades do iOS 7, novo sistema do iPhone e do iPad (Foto: Reprodução/G1)iOS 7 tem outra falha. Ela permite fazer ligações
telefônicas sem passar pela tela de bloqueio
do aparelho (Foto: Reprodução/G1)

O sistema iOS 7, usado nos dispositivos da Apple como o iPhone e o iPad, lançado no dia 18 de setembro começa a ter falhas descobertas por hackers e usuários. Após permitir ver as fotos armazenadas nos dispositivos passando pela tela bloqueada, protegida por senha, um “bug” descoberto permite fazer uma ligação telefônica no aparelho sem precisar usar senha para desbloqueá-lo.

Para usar a falha, o usuário deve acessar o menu de ligações de emergência, que permite ligar para números como o 190, na tela de bloqueio do iPhone, digitar o número desejado e tocar no botão ligar (na cor verde) diversas vezes, até o aparelho travar e reiniciar. Quando o dispositivo recomeçar, a ligação é concluída sem a necessidade de desbloquear o iPhone.

Isso permite que, caso o telefone seja roubado, o ladrão pode realizar ligações telefônicas com o dispositivo mesmo que não consiga acessar o conteúdo interno como fotos e e-mails, por exemplo.

Até o momento, a Apple disse que trabalha para corrigir as falhas encontradas no sistema iOS 7, mas não há previsão de lançamento da atualização.

‘Bugs’
A semana não começa bem para a Apple. Outra falha descoberta após o lançamento do iOS 7 permite acessar a biblioteca pessoal de fotos do usuário sem ter que passar pela tela de bloqueio do smartphone ou tablet.

A técnica exige usar o Control Center, nova função do iOS que permite realizar configurações rápidas no aparelho como ativar Wi-Fi ou Bluetooth, por exemplo, por meio de uma pequena tela. Nela, deve-se acessar a câmera fotográfica e depois o despertador, pressionar o botão para desligar o dispositivo e, quase ao mesmo tempo, tocar em “Cancelar” na tela e pressionar o botão Home duas vezes.

Assim, aparece o menu multiarefa do iPhone ou iPad com todos os aplicativos abertos. Todos, no entanto, aparecem em uma tela escura, sem apresentar o conteúdo interno. Entretanto, ao entrar no aplicativo da câmera fotográfica novamente, é possível acessar toda a biblioteca de fotos do usuário.

Já no iPhone 5S, hackers alemães conseguiram burlar o sistema de segurança do smartphone que usa impressões digitais. Usando uma técnica que tira uma fotografia da digital do dono do aparelho e cola, é possível criar uma “pele falsa” e habilitar o aparelho”.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 23 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Ligação de celular interrompida e refeita em 2 min será cobrada como uma só

Medida é uma determinação da Anatel para evitar que consumidor seja tarifado quando telefona para um mesmo número e a linha cai várias vezes

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou que ligações sucessivas feitas entre os mesmos números de origem e destino pelo celular sejam cobradas apenas uma vez. A medida altera o regulamento do serviço móvel pessoal para que ligações feitas com intervalo máximo de dois minutos de aparelho móvel para o mesmo número seja considerada uma única ligação. A norma entra em vigor 90 dias após publicação no Diário Oficial da União.

A decisão da Anatel tem o objetivo de evitar que o assinante tenha prejuízos financeiros com quedas constantes de ligações. Com isso, se uma “chamada for interrompida por qualquer razão e o usuário repeti-la em até 120 segundos, essa segunda chamada será considerada parte da primeira, como se a primeira não tivesse sido interrompida”, informou a agência reguladora por meio de nota.

A medida não limita a quantidade de ligações, ou seja, se as chamadas forem interrompidas diversas vezes e refeitas em até dois minutos entre os mesmos números, a cobrança será de uma única ligação. A mudança no regulamento contempla ligações feitas de telefonia móvel para números fixos ou celulares.

A alteração abrange todos os planos de serviço oferecidos pelas prestadoras de telefonia móvel, o que inclui as ligações tarifadas por tempo ou por chamada. No caso de cobranças por tempo, haverá a soma dos segundos e minutos de todas as chamadas sucessivas.

No caso de quem paga por ligação, as chamadas sucessivas serão consideradas uma só para efeito de cobrança: não poderão ser cobradas do consumidor como ligações diferentes. Atualmente, quando a chamada é interrompida, ao fazer uma nova ligação, o usuário é tarifado novamente.

*Com informações da Agência Brasil

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 12 de fevereiro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Ligação de celular interrompida e refeita em 2 min será cobrada como uma só

Medida é uma determinação da Anatel para evitar que consumidor seja tarifado quando telefona para um mesmo número e a linha cai várias vezes

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou que ligações sucessivas feitas entre os mesmos números de origem e destino pelo celular sejam cobradas apenas uma vez. A medida altera o regulamento do serviço móvel pessoal para que ligações feitas com intervalo máximo de dois minutos de aparelho móvel para o mesmo número seja considerada uma única ligação. A norma entra em vigor 90 dias após publicação no Diário Oficial da União.

A decisão da Anatel tem o objetivo de evitar que o assinante tenha prejuízos financeiros com quedas constantes de ligações. Com isso, se uma “chamada for interrompida por qualquer razão e o usuário repeti-la em até 120 segundos, essa segunda chamada será considerada parte da primeira, como se a primeira não tivesse sido interrompida”, informou a agência reguladora por meio de nota.

A medida não limita a quantidade de ligações, ou seja, se as chamadas forem interrompidas diversas vezes e refeitas em até dois minutos entre os mesmos números, a cobrança será de uma única ligação. A mudança no regulamento contempla ligações feitas de telefonia móvel para números fixos ou celulares.

A alteração abrange todos os planos de serviço oferecidos pelas prestadoras de telefonia móvel, o que inclui as ligações tarifadas por tempo ou por chamada. No caso de cobranças por tempo, haverá a soma dos segundos e minutos de todas as chamadas sucessivas.

No caso de quem paga por ligação, as chamadas sucessivas serão consideradas uma só para efeito de cobrança: não poderão ser cobradas do consumidor como ligações diferentes. Atualmente, quando a chamada é interrompida, ao fazer uma nova ligação, o usuário é tarifado novamente.

*Com informações da Agência Brasil

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 12 de fevereiro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Operadoras não poderão cobrar mais por ligação de celular interrompida

Medida é uma determinação da Anatel para evitar que consumidor seja tarifado quando telefona para um mesmo número e a linha cai várias vezes.

30 de novembro de 2012 – 14h23

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou que ligações sucessivas feitas entre os mesmos números de origem e destino pelo celular sejam cobradas apenas uma vez. A medida altera o regulamento do serviço móvel pessoal para que ligações feitas com intervalo máximo de dois minutos de aparelho móvel para o mesmo número seja considerada uma única ligação. A norma entra em vigor 90 dias após publicação no Diário Oficial da União.

A decisão da Anatel tem o objetivo de evitar que o assinante tenha prejuízos financeiros com quedas constantes de ligações. Com isso, se uma “chamada for interrompida por qualquer razão e o usuário repeti-la em até 120 segundos, essa segunda chamada será considerada parte da primeira, como se a primeira não tivesse sido interrompida”, informou a agência reguladora por meio de nota.

A medida não limita a quantidade de ligações, ou seja, se as chamadas forem interrompidas diversas vezes e refeitas em até dois minutos entre os mesmos números, a cobrança será de uma única ligação. A mudança no regulamento contempla ligações feitas de telefonia móvel para números fixos ou celulares.

A alteração abrange todos os planos de serviço oferecidos pelas prestadoras de telefonia móvel, o que inclui as ligações tarifadas por tempo ou por chamada. No caso de cobranças por tempo, haverá a soma dos segundos e minutos de todas as chamadas sucessivas.

No caso de quem paga por ligação, as chamadas sucessivas serão consideradas uma só para efeito de cobrança: não poderão ser cobradas do consumidor como ligações diferentes. Atualmente, quando a chamada é interrompida, ao fazer uma nova ligação, o usuário é tarifado novamente.

*Com informações da Agência Brasil

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de fevereiro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

TIM nega que tenha derrubado ligação de consumidor

Relatório da Anatel constatou que o plano Infinity da operadora tem mais quedas que os outros. Segundo agência, documento é preliminar.

O vice-presidente de assuntos regulatórios da TIM, Mário Girasole, negou hoje (7/08) que a operadora tenha interrompido propositalmente ligações de seus clientes do plano Infinity – modalidade de contrato no qual os clientes são cobrados por ligação e não por tempo de chamada.

Girasole foi ao Senado conversar com líder do governo e presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia da Casa, senador Eduardo Braga (PMDB-AM), para dar explicações sobre o relatório de fiscalização da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) que trata do assunto.

“A TIM nega veementemente qualquer hipótese de interromper as ligações. Isso não faz parte da gramática da empresa”, disse Girasole à imprensa, ao sair do encontro.

O relatório da Anatel, encaminhado ao Ministério Público (MP) do Paraná, estudou o padrão de quedas nas ligações dos clientes da companhia telefônica e observou que elas aconteciam quatro vezes mais entre os clientes do plano Infinity.

Com base no relatório, o MP daquele estado está pedindo que a TIM seja novamente proibida de vender novas linhas, sofra condenação por dano moral coletivo e devolva os valores cobrados a mais.

Mário Girasole garante que o relatório tem “falhas graves” e que está sendo questionado pela empresa na Anatel. Segundo ele, o documento não leva em consideração, por exemplo, se a queda na ligação é de responsabilidade da empresa ou provocada por fatores externos, como a falta de carga na bateria no celular.

“O que aconteceu foi um relatório que apontou quedas e construiu isso como uma suposta ação. Com uma análise desconstruímos isso. Esse relatório faz parte de procedimento, onde há nossa contra-análise. Não é coisa nova. Há falhas técnicas graves, acredito que está sendo reformulado. E faz parte de um processo de contraditório que, a nosso ver, acabará em nada”, afirmou o diretor da TIM.

Após a reunião, o senador Eduardo Braga disse que, se a prática for comprovada, a empresa terá praticado crime e poderá inclusive perder a outorga para atuar no Brasil. “Se for comprovado que isso foi feito de forma deliberada, ela [a empresa TIM] terá que sofrer todas as sanções previstas, inclusive a cassação da outorga e o ressarcimento aos consumidores. Agora, isso precisa ser comprovado. Não podemos agir com irresponsabilidade”, disse o senador.

Segundo ele, a empresa terá oportunidade de apresentar dados que comprovem a sua inocência em audiência pública que já está marcada para amanhã (8/08) na Comissão de Ciência e Tecnologia do Senado.

O presidente da Anatel, João Rezende, disse hoje (7/08) que o relatório que mostra uma queda maior de chamadas no plano Infinity da TIM, em relação a outros planos, ainda é preliminar.

*Com informações da Agência Brasil

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de outubro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , ,