RSS

Arquivo da tag: Integrao

Flipboard finalmente ganha integração com Google+ e YouTube

O aplicativo agregador de conteúdos Flipboard ganhou uma atualização hoje, 22/6, que traz como principais novidades a integração com o YouTube e a rede social Google+, ambas da gigante de buscas.

Já disponível na App Store, a versão 1.9.3 também traz edições localizadas para Alemanha, Itália, Coreia do Sul, Holanda e Espanha, além de dezenas de recomendações regionais no Guia de Conteúdo do app, que também foi lançado oficialmente para o sistema Android nesta semana.

Lançado para iPhone neste ano, o app que funciona como uma “revista social” (que agrega conteúdo e sites sociais) já possuía integração com redes sociais como Facebook e Twitter desde seu lançamento no iPad em 2010.

O Flipboard “pesa” cerca de 10MB e exige o iOS 4.2 ou mais recente.

flipboardgoogleios01.jpg

Atualização levou Google+ para o app agregador Flipboard

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 19 de julho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Mountain Lion chega em julho, mas integração com Facebook só no fim do ano

A Apple exibiu diversas novidades que aparecerão no OS X Mountain Lion durante sua apresentação na WWDC nesta segunda-feira, incluindo a integração nativa com o Facebook, como já acontece com o Twitter. Todavia, essa integração não deverá acontecer antes de setembro, alguns meses depois do lançamento do Mountain Lion, que será em julho.

A página do sistema operacional no site da empresa exibe o suporte ao Facebook como um dos novos recursos que deverão aparecer no software, contudo, no canto esquerdo, há uma aba na qual é possível ler “chegando nesta primavera”.

O iOS 6 também tem lançamento marcado para esse período, e também terá essa integração, o que indica que o recurso poderá chegar em ambas as plataformas da Apple simultaneamente. A Integração com a rede social de Mark Zuckerberg permitirá que usuários de Mac e iOS “compartilhem informações de qualquer aplicativo”, de acordo com a Apple, incluindo “fotos e links, comentários e localizações”.

facebookosx01.jpg

Lion chega em julho, porém integração com Facebook ainda não aparece

De acordo com a companhia de Cupertino, o OS X irá adicionar seus amigos do Facebook aos Contatos, juntamente com suas fotos de perfis, os quais terão suas informações atualizadas toda vez que seus amigos editarem seus dados. As notificações do site irão aparecer na Central de Notificações do software, permitindo que os usuários atualizem seu status a partir dali.

O Mountain Lion não tem uma data específica de lançamento, contudo chegará à Mac App Store em julho e custará 20 dólares. Usuários que comprarem os novos Macs, anunciados nesta segunda-feira (11), terão direito a fazer o upgrade gratuitamente.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de julho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Opinião: como seria a integração do Facebook com os sistemas da Apple

Em sua participação durante a conferência All Things Digital na última semana, o CEO da Apple, Tim Cook, essencialmente enviou uma solicitação de amizade para o Facebook. “Penso que a relação (entre Apple e Facebook) é muito sólida”, disse o executivo. “Temos muito respeito por eles. Penso que podemos fazer mais com eles.”

Mas essa é a parte dos comentários de Cook que deve ser de interesse específico para os donos de aparelhos iOS – e talvez até de usuários Mac. “Todo mundo com iPhone ou iPad quer ter a melhor experiência com o Facebook em qualquer aparelho”, continuou Cook. “Por isso, fiquem ligados.”

Os usuários iOS estão de olho há algum tempo. Mas só foi a partir do iOS 5, lançado em outubro de 2011, que o iOS viu uma integração social com o sistema inteiro – e isso, obviamente, aconteceu com o Twitter. O microblog é grande e continua crescendo, mas fica pequeno perto da magnitude do Facebook: a rede social de Mark Zuckerberg está próxima de ultrapassar a marca de 1 bilhão de usuários. Isso é muita gente.

Como pode ser a integração do Facebook com o iOS

Demos uma adiantada em imaginar como seria a integração da rede social com os aparelhos móveis da Apple. Quase todos os locais em que o iOS oferece integração com o Twitter, a integração do Facebook também funcionaria bem – se não até melhor.

O lugar mais proeminente em que o iOS poderia se beneficiar de conexões diretas com o Facebook é o app Camera. Tirar uma foto e então postá-la no Facebook marca um local em que o iPhone é repetidamente derrotado pelo rival Windows Phone – principalmente porque o WP oferece a habilidade de compartilhar imagens com o Facebook por meio de um único toque.

Vários outros aplicativos do iOS alavancam sua conta no Twitter, desde que você forneça um (ou mais) em Ajustes: Safari, Telefone, Contatos, Fotos, Mapas, e YouTube. Adicionar pontos de integração do Facebook nesses locais para compartilhar rapidamente URLs, imagens, localizações, vídeos, e outros dados, faz muito sentido.

E a integração com o Facebook também poderia ajudar de outras maneiras. O iOS deixa suas credenciais de login do Twitter disponíveis para outros aplicativos. Isso permite que você conecte esses apps com a sua conta no microblog sem precisar fazer login pela segunda vez, ou informar seu nome de usuário e senha para um app de terceiros. Atualmente, muitos aplicativos oferecem integração com o Facebook, mas cada um deles traz a sua: para autorizar um determinado app a acessar sua conta na rede social, você é retirado do app do Facebook (se tiver ele instalado) ou do Safari, e então enviado de volta para o app original uma vez que tiver dado sua aprovação. Uma integração completa do Facebook com o sistema poderia tornar esse processo mais rápido e simples.

facebookios01.png

A Apple até usa o Twitter para atualizar os detalhes dos seus contatos. Isso chega a ser cômico, uma vez que o microblog não é o lugar onde as pessoas costumam ir para verificar se as suas informações estão atualizadas. Ligar os contatos com o Facebook – para que o iOS possa pegar dados fornecidos pelos seus amigos como telefone, e-mal, e fotos – e atualizar seus registros de acordo pode se provar algo especialmente útil. Na teoria, o app Contatos também deve poder retirar os dados de aniversários dos seus amigos no Facebook. Pense em como seus contatos ficarão muito mais agradecidos se você deseja-los feliz aniversário (aparentemente sem ninguém falar nada) por meio do iMessage/SMS, em vez de simplesmente escrever um recado corrido no mural deles no Facebook.

Facebook e OS X Mountain Lion

Ao revelar o Mountain Lion (próxima versão do OS X), a Apple anunciou que o sistema iria incluir integração completa com o Twitter, assim como no iOS. Mas – também igual ao iOS – não há opção para o Facebook. Fazer essa integração do Facebook com o Mac OS também parece uma ação natural e óbvia.

Alguns aplicativos de desktop da Apple já se integram muito bem com o Facebook – especialmente o iPhoto, que pode sincronizar álbuns completos ou fotos individuais com a rede social.

A integração com o Facebook no Mac poderia ser igual ao que fosse feito no iOS de muitas maneiras. Talvez o principal benefício seria oferecer acesso rápido para compartilhar

Facebook integration on the Mac side could mirror the expected iOS integration in several ways. Perhaps the primary benefit would be offering quick access to sharing photos from anywhere on your Mac, and easily sharing URLs from Safari. And an option to update your contacts’ details with their Facebook information would make as much sense on the Mac as it would on iOS.

Por que está demorando tanto?

O Facebook produz um dos apps para iOS mais baixados e oferece outros programas que também foram bem recebidos pelo público. Os próprios esforços da Apple no mundo das redes sociais – como o Ping – se saíram de maneira decepcionante, como Tim Cook reconheceu durante sua apresentação no All Things D.

O Ping chegou ao mercado trazendo integração com o Facebook, mas acabou encerrando essa funcionalidade apenas algumas horas depois de seu lançamento. Na época, Steve Jobs citou os “pesados termos” do Facebook como causa para a rápida separação.

Mas Cook adotou um tom bastante diferente no palco na última semana, e o Facebook está melhorando – lentamente – suas configurações de privacidade. Apesar de o site já ter falhado, de forma pública e repetida, na tentativa de tornar a privacidade do usuário uma preocupação padrão, as coisas parecem estar melhorando.

Apesar de o Twitter ter apenas duas configurações de privacidade – ou todo mundo vê o que você postou, ou apenas as pessoas que você permite que te sigam – as opções do Facebook para isso podem ficar consideravelmente mais complexas. É possível ajustar quem pode ver o conteúdo em uma base de post a post, status por status, e foto por foto. Não seria estranho para a Apple oferecer proteções no estilo Gatekeeper para usuários que compartilham conteúdo em redes sociais no Mac ou iOS. Onde o Gatekeeper pode te avisar antes que você rode um app baixado da Internet, o DignityKeeper pode te alertar sobre quem pode ver uma foto que você está prestes a postar: “Baseado nas suas configurações do Facebook, essa fotografia ficará visível para todos na Internet.”

Como Cook afirmou que os usuários da Apple devem esperar a “melhor experiência” possível para a integração com o Facebook. Isso sugere que qualquer integração com o Facebook que chegue ao iOS ou Mac será tão direta como já acontece com o Twitter.

E a Apple pode facilmente deixar a participação final com tal recurso para seus usuários. Assim como a integração do Twitter com o iOS é opcional, o mesmo muito provavelmente acontecerá com o Facebook. Aqueles que odiarem o serviço, não precisarão se aproveitar dele.

O restante dos usuários de iPhone poderá parar de se preocupar que seus telefones sejam deixados para trás pela concorrência.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 15 de junho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Carros da Mercedes terão integração com Siri do iPhone 4S

AppId is over the quota

A montadora alemã Mercedes irá integrar a tecnologia do Siri, assistente pessoal do iPhone, em seus carros modelo Classe A no futuro. Isso será feito através de um aplicativo que também irá projetar uma tela do iPhone no display do veículo, para que o usuário possa ouvir músicas, mudar estações de rápido ou atualizar status do Facebook ou Twitter. 

Para aproveitarem da novidade, os motoristas precisarão primeiramente instalar o Driver Kit Plus, um aplicativo da empresa. A partir dele, é possível controlar o celular no monitor embutido do carro e pelos controle no descanso de braço central. Um outro app separado também permitiria acesso a rádios personalizadas, checar informações de trânsito em tempo real e até guardar a localização do veículo. 

Eis que o Siri aparece: ao invés de ter de memorizar determinados comandos, o iPhone permite comandos de voz mais naturais para tarefas como enviar mensagens, marcar compromissos, tocar músicas, obter direções ou checar as condições climáticas.  O recurso é exclusivo do iPhone 4S, e isso marcaria a primeira vez que a companhia de Cupertino permitiria que a tecnologia fosse utilizada em outro hardware com permissão da empresa. 

A montadora afirmou ainda que não será preciso comprar o sistema de entretenimento mais caro da linha para ter acesso a essa integração, já que aparentemente as funções estarão disponíveis no sistema básico de áudio do veículo.

A fabricante afirmou também que pretende apresentar dezenas de outros apps voltado para sistemas de som automotivos ainda este ano, como o Parking Finder e o Morningstar Finance. A Mercedes ainda não informou a data de disponibilização dos apps e da nova integração, entretanto os novos carros da série Classe-A são esperados para o International Motor Show, que acontece em 8/3 em Genebra, na Suíça. 

sirilogo01.jpg
Compradores dos novos Classe-A poderão interagir com seus carros via iPhone

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de março de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Carros da Mercedes terão integração com Siri do iPhone 4S

AppId is over the quota

A montadora alemã Mercedes irá integrar a tecnologia do Siri, assistente pessoal do iPhone, em seus carros modelo Classe A no futuro. Isso será feito através de um aplicativo que também irá projetar uma tela do iPhone no display do veículo, para que o usuário possa ouvir músicas, mudar estações de rápido ou atualizar status do Facebook ou Twitter. 

Para aproveitarem da novidade, os motoristas precisarão primeiramente instalar o Driver Kit Plus, um aplicativo da empresa. A partir dele, é possível controlar o celular no monitor embutido do carro e pelos controle no descanso de braço central. Um outro app separado também permitiria acesso a rádios personalizadas, checar informações de trânsito em tempo real e até guardar a localização do veículo. 

Eis que o Siri aparece: ao invés de ter de memorizar determinados comandos, o iPhone permite comandos de voz mais naturais para tarefas como enviar mensagens, marcar compromissos, tocar músicas, obter direções ou checar as condições climáticas.  O recurso é exclusivo do iPhone 4S, e isso marcaria a primeira vez que a companhia de Cupertino permitiria que a tecnologia fosse utilizada em outro hardware com permissão da empresa. 

A montadora afirmou ainda que não será preciso comprar o sistema de entretenimento mais caro da linha para ter acesso a essa integração, já que aparentemente as funções estarão disponíveis no sistema básico de áudio do veículo.

A fabricante afirmou também que pretende apresentar dezenas de outros apps voltado para sistemas de som automotivos ainda este ano, como o Parking Finder e o Morningstar Finance. A Mercedes ainda não informou a data de disponibilização dos apps e da nova integração, entretanto os novos carros da série Classe-A são esperados para o International Motor Show, que acontece em 8/3 em Genebra, na Suíça. 

sirilogo01.jpg
Compradores dos novos Classe-A poderão interagir com seus carros via iPhone

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de março de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Integração de serviços é desafio na terceirização de TI

AppId is over the quota
Contratos de TI e BPO que valem menos de US$ 100 milhões causam dor de cabeça para os CIOs, que têm de lidar com múltiplos fornecedores de outsourcing.

A análise do setor de terceirização no ano passado revela a continuação de uma década de declínio desse tipo de serviço. Enquanto o número de megaofertas e contratos tem-se mantido relativamente estável desde 2002, aqueles avaliados em 100 milhões de dólares, ou menos, mais do que triplicaram, segundo dados trimestrais da consultoria de outsourcing Information Services Group (ISG).

A mudança para negócios menores de serviços de TI vem acontecendo há vários anos, sendo que contratos na casa dos 100 milhões de dólares são responsáveis por 70% do mercado de terceirização desde 2009, de acordo com a ISG. Enquanto a contratação em TI em 2011 aumentou 8% sobre o ano anterior e até 86% desde 2005, os valores totais dos contratos diminuíram ligeiramente ano a ano e o total para todo o ano deverá girar em torno de 66 bilhões de dólares, representando declínio de 6% ao longo de 2010.

Em outsourcing de processos de negócios (BPO), a preferência de ofertas menores tem saltado. “As organizações têm sido mais cautelosas ao adotar estratégias emergentes de BPO enquanto esperam para ver se a qualidade e a capacidade do provedor estão realmente lá, como prometido”, diz John Keppel, sócio e presidente de Pesquisa e Serviços Gerenciados da ISG.

Não são apenas usuários novos ou menores de terceirização que estão optando por contratos menores. Em 2004, o percentual das empresas que fazem parte da Fortune Global 2000 que buscavam contratos de TI era abaixo de 69% [em volume de contratos]. Hoje, o número caiu para 44%, mostrando que companhias estão cada vez mais assinando contratos menores.

Os dados ressaltam a ampla adoção da abordagem multisourcing à medida que o mercado de terceirização amadureceu e prestadores de serviços de TI especializados em indústrias têm surgido, acrescenta Keppel. Essa abordagem best-of-breed pode gerar várias vantagens, incluindo permitir que as organizações estabeleçam competitividade interna, possibilitando a introdução gradual de novos fornecedores, e eliminando a dependência de um fornecedor único.

“A dinâmica competitiva ajuda os prestadores a ganhar o direito de fazer negócios e um fornecedor pode ser avaliado e experimentado em funções menos críticas antes de contratar uma fatia maior de negócios”, diz Keppel.

Mas o modelo continua a ser um problema para as organizações de TI gerenciar. De acordo com Keppel, várias questões formam esse cenário:

Delimitação pouco clara de responsabilidades: com pouca clareza em torno das responsabilidades end-to-end, em caso de problemas nos níveis de serviço, o prestador acaba apontando o dedo para o cliente e o cliente faz o mesmo. Com isso, o cliente acaba consumindo muito tempo para solucionar a questão.

Falta de colaboração do fornecedor: barreiras de cooperação entre os provedores de outsourcing, como preocupações sobre a propriedade intelectual, podem frustrar os esforços de inovação.

Desafios contratuais: com as melhores práticas em contratos para multisourcing ainda em fluxo, a linguagem jurídica de muitos documentos deixam os clientes com dúvidas ou ainda fazem acordos de níveis de serviços que não vão ao encontro das necessidades das companhias.

Governança: como o cliente passa a responsabilidade dos serviços para múltiplas organizações de governança, administrar diferentes contratos está-se tornando uma tarefa trabalhosa na gestão do dia a dia.

Desafios de gestão deram origem ao chavão mais recente do outsourcing: integração de Serviços. Basicamente, isso significa coordenar e consolidar serviços de múltiplos contratantes para fornecer um serviço end-to-end que atenda aos objetivos de qualidade, desempenho e custo.

Consultorias de TI e provedores de terceirização podem oferecer a integração de serviços. Mas os clientes maduros de terceirização também podem desenvolver capacidades internas para gerenciar múltiplos fornecedores de serviços de TI. Os elementos-chave da governança multisourcing incluem definição clara dos papéis e responsabilidades, métricas comuns e apresentação de relatórios, ferramentas de gestão compartilhada, planejamento de gestão de risco e incentivos de colaboração.

Se tal disciplina é fornecida em casa ou por um terceiro, o importante é saber que se trata de uma necessidade, diz Keppel. Segundo ele, todos os sinais apontam para multisourcing, sendo os modelos information technology outsourcing (ITO) e BPO os dominantes em um futuro próximo. “O desenvolvimento de centros de excelência para o abastecimento e gestão de serviços, e a terceirização de alguns dos elementos centrais de controle de provedor, agora são componentes-chave de abordagens best-of-breed para toda a empresa de terceirização”, finaliza Keppel.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de janeiro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , ,