RSS

Arquivo da tag: iniciam

Forças ucranianas iniciam operação para retomar cidade de separatistas

AppId is over the quota
AppId is over the quota
Separatista pró-Rússia faz guarda armada em barricada na cidade de Slaviansk, no sudeste da Ucrânia (Foto: Baz Ratner/Reuters)Separatista pró-Rússia faz guarda armada em barricada na cidade de Slaviansk, no sudeste da Ucrânia (Foto: Baz Ratner/Reuters)

As Forças Armadas da Ucrânia começaram na madrugada desta sexta-feira (2) uma operação militar em Slaviansk, no sudeste do país, para retomar o controle da cidade, que está nas mãos dos separatistas pró-russos, segundo meios russos e ucranianos.

De acordo com as agências russas, os milicianos pró-Moscou derrubaram dois helicópteros e um piloto morreu, enquanto outro foi capturado, de acordo com o autoproclamado prefeito da cidade, Viacheslav Ponomariov.

O Ministério do Interior da Ucrânia confirmou que as aeronaves foram destruídas e que dois militares morreram e vários ficaram feridos na operação até o momento.

O porta-voz do presidente russo, Vladimir Putin, disse que o Kremlin estava “extremamente preocupado” porque não tinha notícias de um representante que Putin enviara à cidade para ajudar a libertar reféns estrangeiros.

Ele disse que uma “operação punitiva” organizada por forças ucranianas acabou com um plano de paz acertado com potências ocidentais duas semanas atrás.

O líder das chamadas “forças de autodefesa”, Igor Strelkov, afirmou que a cidade está agora bloqueada pelas tropas ucranianas, que utilizaram 20 helicópteros na ofensiva.

Helicóptero militar ucraniano pousa em um posto de controle da Ucrânia, perto da cidade de Slaviansk (Foto: AFP)Helicóptero militar ucraniano pousa em um posto de controle da Ucrânia, perto da cidade de Slaviansk (Foto: AFP)

“Todas as estradas estão interrompidas e de todas as direções chegam blindados e soldados. Eles estão utilizando contra nós até 20 helicópteros, de combate e de transporte de tropas. O inimigo bloqueou a cidade totalmente, as entradas e as saídas”, disse Strelkov ao canal russo de televisão ‘Rossia 24’.

Outros meios informam que uma sirene soou na cidade e que era possível ouvir tiros e explosões.

Um porta-voz dos pró-russos disse à agência ‘RIA Novosti’ que “o ataque tem como alvos vários postos de controle ao mesmo tempo. Chegaram alguns blindados e veículos militares, e soldados desembarcaram de helicópteros e atacaram os postos de controle”.

Segundo a ‘Interfax’, há vários feridos entre os milicianos pró-russos.

Slaviansk se transformou no bastião do levante pró-russo no sudeste da Ucrânia contra o governo de Kiev. Seis inspetores militares europeus e um intérprete continuam retidos nessa cidade, acusados pelos separatistas de serem espiões da Otan.

O governo de Kiev não confirmou a operação e os meios ucranianos fazem seus relatos com base nas informações da imprensa russa.

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia advertiu que se autoridades de Kiev fizessem uma ofensiva no sudeste da Ucrânia poderia trazer “consequências catastróficas”.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

União Europeia e Cuba iniciam negociações para acordo comercial

União Europeia e Cuba iniciaram nesta terça-feira (29) as negociações para intensificar o diálogo político e a cooperação, em uma tentativa de deixar para trás os conflitos sobre direitos humanos.

Um acordo com a UE seria particularmente positivo para Cuba, afetada por um bloqueio econômico dos Estados Unidos desde 1962, porque aumentaria a participação internacional do país, em um cenário de dúvidas sobre o futuro da ajuda atualmente recebida da Venezuela, segundo especialistas.

A primeira rodada de negociações será iniciada às 15h locais (16h, no horário de Brasília) desta terça, e será comandada pelo diretor-geral para as Américas do Serviço de Ações Exteriores da UE, Christian Leffler, e pelo vice-chanceler cubano, Abelardo Moreno, de acordo com fontes europeias.

O encontro vai durar dois dias, e será focado em “estabelecer modalidades e um roteiro para as negociações”, sendo seguido por reuniões alternadas entre Bruxelas e Havana, acrescentaram as fontes. A duração total do processo é estimada entre um e dois anos.

“As negociações do acordo de cooperação e diálogo com a União Europeia servem às prioridades da política externa cubana a longo prazo, na busca por uma autonomia maior, através da diversificação de sócios”, avaliou Arturo López-Levy, professor da Universidade de Denver (em Colorado, nos EUA).

“Um acordo com a União Europeia daria a Cuba maior espaço, para não ser tão dependente da Venezuela, onde elementos de instabilidade podem obrigar o governo de Nicolás Maduro a não cumprir alguns compromissos de colaboração”, acrescentou.

O novo acordo permitirá “promover o comércio e as relações econômicas”, principalmente no setor turístico. A UE, no entanto, pretende manter a “Posição Comum” de 1996, que condiciona sua cooperação com o país à situação dos direitos humanos na ilha.

Cuba é o único país da América Latina que não tem um acordo desse tipo com o bloco europeu, que suspendeu sua cooperação com o país depois de detenção de 75 dissidentes cubanos em 2003.

O diálogo foi retomado em 2008, e, deste então, o governo cubano assinou acordos bilaterais com 15 países da UE. Somente neste ano, a União Europeia já enviou 80 milhões de euros (US$ 110 milhões) em ajuda para Cuba.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 29 de abril de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

EUA iniciam exercício naval no Mar Negro perto da Crimeia

Um exercício conjunto envolvendo as Marinhas dos Estados Unidos, Bulgária e Romênia começou nesta quarta-feira (12) nas águas do mar Negro em frente à península da Crimeia, onde grupos militares russos tomaram o controle das mãos do governo ucraniano.

Os EUA dizem que os exercícios navais já estavam previstos antes da crise na Ucrânia. Mas a atividade manda uma mensagem de firmeza aos membros da Otan preocupados com as intenções da Rússia em seu antigo quintal da Guerra Fria.

A Marinha búlgara disse à Reuters que os exercícios começaram após adiamento de um dia devido a condições climáticas adversas. A Marinha da Romênia recusou comentar.

O US Truxtun, um destróier norte-americano com mísseis teleguiados que faz parte da Sexta Frota dos EUA, sediada na Itália, juntou-se às manobras com a fragata búlgara Drazki e três embarcações romenas no mar Negro.

O exercício não deve incluir nenhum disparo com armas de fogo.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Bradesco e Claro iniciam oferta nacional de conta-corrente pré-paga

O Bradesco e a Claro anunciaram nesta terça-feira (28) o início da comercialização da conta de pagamento pré-paga em todo território nacional.  Batizado de “Meu Dinheiro Claro”, o serviço é uma espécie de conta-corrente que permite a realização de transações financeiras e compras diretamente pelo celular. Entre as funções permitidas estão compras em estabelecimentos comerciais, transferências entre clientes, saques e recargas.

Segundo as empresas, a adesão ao produto é gratuita e o uso da tecnologia não consome os créditos ou a franquia de dados da linha de celular.

“O cliente pode fazer cargas de valores e operações do Meu Dinheiro Claro em uma ampla rede de atendimento, incluindo mais de 47 mil unidades do Bradesco Expresso, correspondentes no País que funcionam em estabelecimentos comerciais em todo o Brasil, nos mais de 35 mil terminais de Autoatendimento Bradesco Dia & Noite, 14 mil Banco24horas, entre outras opções”, informaram o Bradesco e a Claro.

As empresas explicam que o produto foi concebido em conformidade com as novas regras de meios de pagamento anunciadas pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) em 2013, permitindo a adesão através de cadastro simplificado, sem a necessidade de documentação, ou conta-corrente.

Um dos objetivos do novo serviço é incentivar a inclusão de mais de 55 milhões de brasileiros no sistema financeiro.

O lançamento acontece após a realização de um projeto piloto, iniciado em outubro de 2013, nas cidades de Belford Roxo, São João do Meriti e Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, e Goiânia, em Goiás.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Forças nacionais iniciam operação para desocupar área dos Awá no MA

Indígena segura faixa em que está escrito 'nós existimos!' no idioma dos Awa-Guajá. O grupo, considerado um dos mais ameaçados do munso, está localizado em uma região do Maranhão muito pressionada pelo desmatamento (Foto: Eliza Capai/Greenpeace)Em foto de arquivo, indígena da etnia Awá segura faixa em que está escrito ‘nós existimos!’ no idioma dos Awa-Guajá. Operação realizada pelo governo quer expulsar moradores ilegais da terra indígena, localizada no Maranhão (Foto: Eliza Capai/Greenpeace)

Forças nacionais de segurança iniciaram operação nesta segunda-feira (6) para notificar moradores não índios que vivem no Território indígena Awá-Guajá, no Maranhão, e pedir sua saída voluntária da área protegida em até 40 dias, em cumprimento à decisão judicial expedida em dezembro.

O objetivo da Justiça é conter o desmatamento na região, que segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) já afetou 34% do território indígena, com perímetro de 1.700 km² (área pouco maior que o território da cidade de São Paulo), e ameaça a proteção da etnia, considerada por organizações ambientais como uma das mais ameaçadas.

A sentença do juiz federal José Carlos do Vale Madeira, do último dia 16, ordena que empresas madeireiras ou agrícolas que atuem na área finalizem suas atividades e autoriza mandados de busca e apreensão a materiais usados na extração, beneficiamento ou transporte de madeira.

Além disso, moradores que não saírem de forma voluntária estarão sujeitos a mandados de remoção, que permitem a destruição de construções, cercas, estradas ou quaisquer benfeitorias no interior da terra indígena. Segundo levantamento feito pelo Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), há cerca de 300 construções ilegais dentro do território dos Awá.

Mapa em verde mostra área do Território indígena Awá-Guajá, que será desocupado após decisão da Justiça Federal (Foto: Reprodução/Funai)Àrea na cor verde mostra Território indígena Awá-
Guajá, na fronteira entre o Maranhão e Pará, que será
desocupada após decisão da Justiça Federal
(Foto: Reprodução/Funai)

Operação dura 15 dias
De acordo com a Fundação Nacional do Índio (Funai), a ação coordenada pelo gabinete da Presidência da República assegura a posse definitiva aos Awá-Guajá e tenta evitar o contato desta população com o homem branco, já que muitos deles ainda estão isolados.

Cerca de 200 homens do Exército, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, além de agentes do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária, o Incra, e do Ministério do Meio Ambiente atuam na notificação.

A autuação das famílias e empresas deve seguir por 15 dias pelo território indígena, localizado próximo à fronteira do Maranhão com o Pará e que abrange os municípios de Centro Novo do Maranhão, Governador Newton Bello, São João do Caru e Zé Doca. O território indígena representa pouco mais que 0,5% da área do estado do Maranhão.

Segundo Sarah Shenker, pesquisadora e porta-voz da organização não-governamental Survival International, que há trabalha há mais de quatro décadas com campanhas que pedem a proteção desta etnia, a operação é “o grande momento para o qual os Awá têm lutado há tempos”.

“Somente com o despejo dos invasores e a proteção permanente da terra é que os Awá podem sobreviver na sua floresta. É uma questão de vida ou morte para a tribo mais ameaçada do mundo e é o dever do governo brasileiro de salvá-los da extinção”, disse ela ao G1. Saiba mais sobre a campanha aqui.

Moradores ilegais serão assistidos pelo governo
Todos os não índios que moram ilegalmente na área, de acordo com o governo e, por isso, não têm direito à indenização. Contudo, de acordo com a Funai, órgãos federais vão reassentar pequenos agricultores que ocupavam a terra e se encaixam nos critérios do Plano Nacional de Reforma Agrária.

De acordo com a Funai, em junho o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) e o Exército realizaram operação para fiscalizar unidades de conservação que ficam em torno da área indígena dos Awá-Guajá e constatou focos de desmatamento.
Na época, foram fechadas 27 serrarias e aplicadas multas equivalentes a R$ 2,5 milhões.

Imagem de arquivo feita pela ONG Survival International mostra atividade de exploração madeireira dentro do território indígena dos Awá (Foto: Greenpeace/ Bruno Kelly/ Survival)Imagem de arquivo feita pela ONG Survival International mostra atividade de exploração madeireira dentro do território indígena dos Awá (Foto: Greenpeace/ Bruno Kelly/ Survival)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Inspetores de armas químicas iniciam terceiro dia de missão na Síria

Nove especialistas responsáveis por verificar o arsenal químico sírio antes do desmantelamento deixaram o hotel de Damasco na manhã desta quinta-feira (3) para o terceiro dia de trabalhos.

Os inspetores da Organização para a Proibição de Armas Químicas (OPAQ) deixaram o hotel em três veículos da ONU. O destino dos especialistas não foi divulgado.

Os nove especialistas integram uma equipe de 19 pessoas, presentes no país desde terça-feira (1) para assegurar a aplicação da resolução 2118 da ONU, que ordena a destruição do arsenal químico da Síria, aprovada após um ataque químico que provocou centenas de mortes em agosto em uma área controlada por forças rebeldes.

A primeira missão da equipe será verificar as informações divulgadas pelo regime de Bashar al-Assad sobre seu arsenal.

Os inspetores da Opaq chegaram ao país um dia após a partida dos especialistas da ONU, que investigaram sete supostos casos de utilização de armas químicas denunciados pelo regime ou pela oposição. Eles entregarão seu relatório no fim de outubro.

Segundo especialistas em desarmamento, a Síria possui mais de mil toneladas de armas químicas, entre elas 300 toneladas de gás mostarda e sarin, distribuídas em 45 locais diferentes.

Arte Síria 17/09 (Foto: Arte/G1)

Fonte G1

 
1 comentário

Publicado por em 4 de outubro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

CPqD e distribuidora de energia iniciam projeto de segurança em medidores inteligentes

Iniciativa inclui a criação do primeiro laboratório no País voltado para a certificação desses dispositivos.

12 de novembro de 2012 – 15h45

O CPqD e a Elektro, distribuidora de energia que atende parte dos estados de São Paulo e de Mato Grosso do Sul, estão trabalhando em um projeto para garantir a segurança em medidores inteligentes. Com duração prevista de 24 meses, o projeto tem como principal objetivo desenvolver uma metodologia de avaliação e testes de segurança cibernética para medidores eletrônicos e smart meters. 

Com a implementação de smart grid no País, os atuais medidores de consumo de energia serão substituídos por outros inteligentes, que registram o consumo em intervalos de tempo mais curtos e transmitem a informação diretamente para os sistemas da concessionária. Isso permitirá a introdução da cobrança diferenciada de energia por consumidor, mas, por ser uma tecnologia nova, traz vulnerabilidades e riscos à segurança da informação.

O acordo entre CPqD e o Elektro prevê a definição de requisitos mínimos de segurança para os sistemas embarcados nesses medidores. “Atualmente, não existe uma regulamentação definindo padrões mínimos de segurança da informação para medidores inteligentes, que são vulneráveis a diversos tipos de ataques lógicos”, afirma Rafael de Simone Cividanes, consultor em Segurança da Informação do CPqD.

O projeto, financiado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), também inclui a implementação, no CPqD, do primeiro laboratório do País voltado para a certificação de segurança desses dispositivos. O espaço deverá entrar em operação no final de junho de 2013.

A metodologia e o conhecimento gerados a partir da parceria ficarão disponíveis para todo o setor elétrico, por intermédio da Aneel, informam.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de janeiro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,