RSS

Arquivo da tag: inicia

Austrália inicia buscas por ‘melhor pista’ de avião desaparecido

Austrália, Noruega, Estados Unidos e Nova Zelândia buscam por objetos presentes em imagens de satélite (Foto: Getty Images)Austrália, Noruega, Estados Unidos e Nova
Zelândia buscam por objetos presentes em
imagens de satélite (Foto: Getty Images)

Autoridades australianas estão investigando dois objetos vistos por satélite que podem estar ligados ao desaparecimento do voo MH370 da Malaysia Airlines.

O avião decolou em 8 de março de Kuala Lampur rumo a Pequim, na China, com 239 pessoas a bordo e perdeu contato com a torre de controle quando sobrevoava o Mar do Sul da China, na divisa dos espaços aéreos da Malásia e do Vietnã.

Nesta quinta-feira, autoridades do país afirmaram que este objetos podem ser a ‘melhor pista’ do que aconteceu com o aeronave.

Um navio da Noruega se juntou aos aviões da Austrália, Nova Zelândia e dos Estados Unidos nas buscas pelos objetos em uma área localizada a cerca de 2,5 mil quilômetros da cidade de Perth, na costa sudoeste australiana.

As buscas foram interrompidas com o cair da noite, sem que os objetos tenham sido avistados. Segundo as equipes envolvidas, o mau tempo tem prejudicado seu trabalho e esperam retomá-lo na sexta-feira.

Imagens de satélite

Mais cedo, o primeiro-ministro australiano, Tony Abbott, anunciou a presença destes dois objetos em imagens de satélite do mar feitas em 16 de março.

‘A Autoridade de Segurança Marítima Australiana (Amsa) recebeu informações com base em dados de satélite sobre objetos que possivelmente estão relacionados às buscas’, disse Abbott.

‘Após análises destas imagens por especialistas, dois objetos potencialmente ligados à aeronave foram identificados’.

Segundo o diretor da Amsa, John Yong, os objetos seriam de um tamanho ‘razoável’. Um deles teria cerca de 24 metros.

‘Os objetos são relativamente diferentes e têm afundado e retornado à superfície’, afirmou Yong.

‘Estas são provavelmente as melhores pistas que temos agora. Mas precisamos chegar até lá, encontrá-las, vê-las e avaliá-las para saber se realmente são significativas ou não’, acrescentou Young, alertando que a baixa visibilidade na área pode atrapalhar as buscas.

A Amsa disse ter coberto uma área de 23 mil km² nesta quinta-feira, mas que o mar turbulento e os ventos fortes dificultaram as buscas.

Sinal positivo

A Austrália informou as autoridades malaias sobre os novos desdobramentos nas investigações.

‘Nós temos seguido todos os passos e desta vez eu espero que seja um sinal positivo’, disse o ministro interino do Transporte da Malásia, Hishammuddin Hussein.

Segundo autoridades malaias, após sumir das telas de controle de tráfego aéreo, a aeronave teria então seguido para oeste e sua última posição, de acordo com radares militares, teria sido detectada quando sobrevoava o Estreito de Malaca, na direção oposta a seu plano de voo.

Investigadores indentificaram dois corredores de território onde as buscas deveriam ser realizadas – um ao norte e outro ao sul – para tentar abranger todas as possíveis posições do avião até sete horas após a decolagem.

No início desta semana, a Malásia pediu à Austrália que ficasse responsável pelas buscas no ‘corredor sul’.

Atualmente, 26 países estão envolvidos na procura por sinais do voo MH370.

Fonte G1

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

China inicia busca em seu território por pistas de avião que desapareceu

A China começou a procurar dentro do território do seu país por pistas que levem ao Boeing 777 da Malaysia Airlines, que desapareceu com 239 pessoas a bordo, informou a agência de notícias Reuters citando o embaixador chinês na Malásia Huang Huikang.

Arte avião MH370 17/03 sumido malásia (Foto: Arte G1)

A busca pelo Boeing se concentra em dois amplos corredores em terra e mar (veja mapa ao lado). O corredor sul é o privilegiado pelas autoridades, enquanto o norte passa sobre vários países cujos radares militares podem ter detectado um Boeing 777.

O território chinês está entre uma das possíveis rotas . A Malásia já pediu ajuda aos 11 países que compõem este caminho para saber se seus radares captaram algum voo que não estava programado. Índia e Paquistão já responderam que não registraram a presença do 777.

Em busca de informações que pudessem esclarecer o mistério sobre o voo MH370, Pequim investigou a vida de passageiros chineses e descartou qualquer envolvimento deles no sumiço do avião.

Segundo a agência France Presse, não há “elementos” que liguem os cidadãos chineses ao episódio. “Nós não encontramos nenhuma evidência de que os passageiros chineses foram capazes de sequestrar o avião ou serem autores de um ataque, disse o embaixador chinês na Malásia, de acordo com a agência oficial Xinhua.

Pilotos
As investigações se concentram na cabine dos pilotos e nas últimas palavras recebidas em terra, pronunciadas pelo copiloto, que coincidiram com o momento em que os principais sistemas de comunicação da aeronave foram  desligados.

À 1H19 de sábado 8 de março (14h19 de sexta-feira no horário de Brasília), 38 minutos após a decolagem do Boeing 777 de Kuala Lumpur com destino a Pequim, o controle aéreo registrou a última comunicação oral a partir da cabine do piloto: “Tudo bem, boa noite”.

O sistema ACARS (Aircraft Communication Addressing e Reporting System), que permite a troca de informações entre a aeronave em voo e o centro operacional de uma companhia aérea, emitiu um último sinal à 1h07. Ele deveria voltar a emitir meia hora depois, à 1h37. A desativação deste sistema é necessariamente realizada por um piloto ou uma pessoa com conhecimentos na área, de acordo com especialistas.

‘Míssil’
O transponder, um outro dispositivo crucial, que envia informações sobre a posição da aeronave, foi deliberadamente desligado dois minutos após a mensagem atribuída ao copiloto. O avião desapareceu dos radares civis à 1h30. Os dados coletados desde então permitem afirmar que o avião mudou de direção entre a Malásia e o Vietnã e continuou voando por quase sete horas.

Radares militares malaios detectaram um sinal na mesma madrugada, posteriormente identificado como vindo do voo MH370

“Algo aconteceu com o piloto”, afirmou em Washington o presidente do Comitê de Segurança Interna na Câmara dos Representantes, Michael McCaul, que disse contar com relatórios da “segurança interna” do serviço de contra-terrorismo e inteligência’. Ele também especulou que o avião pode ter sido sequestrado e escondido para uso posterior de “míssil”.

Autoridades malaias enfatizam que o histórico de todas as 239 pessoas a bordo, incluindo 227 passageiros, foi analisado.

O copiloto teria convidado uma jovem passageira à cabine durante um voo entre a Tailândia e Kuala Lumpur em 2011, uma atitude contrária aos regulamentos desde os ataques de 11 de setembro nos Estados Unidos.

Familiar de passageiros chineses voavam no avião da Malásia Airlines que segue desaparecido. (Foto: Andy Wong / AP Photo)Familiar de passageiros chineses voavam no avião da Malásia Airlines que segue desaparecido (Foto: Andy Wong / AP Photo)

Dois caminhos
Mas os dois pilotos não pediram para trabalhar juntos neste voo e nada durante as buscas em suas casas foi encontrado que possa incriminá-los, insistiram as autoridades da Malásia.

Um sinal de satélite teria mostrado o Boeing 777 em um espaço pouco provável, entre o norte da Tailândia e a Ásia central, tendo como destinos Índia ou Cazaquistão. Outra possibilidade, mais lógica, é uma área entre a Indonésia e o Oceano Índico.

Mas o primeiro-ministro da Austrália, Tony Abbott, afirmou nesta segunda-feira que não recebeu nenhuma informação sobre a possibilidade de que o Boeing 777 da Malaysia Airlines tenha sobrevoado as costas do país.

O número de países envolvidos nos esforços para encontrar a aeronave chega a 26. A França enviou três investigadores especializados, entre eles Jean-Paul Troadec, ex-diretor do Escritório de Investigação a Análise (BEA) que investigou o acidente do voo AF447 Rio-Paris da Air France em junho de 2009.

O colégio francês de Pequim, onde estudavam três adolescentes a bordo do MH370, recebeu nesta segunda-feira uma equipe de especialistas, que pretendem fornecer assistência psicológica aos alunos. As famílias dos passageiros chineses expressavam sua indignação, acusando as autoridades malaias de dissimulação e de ‘dizer qualquer besteira’.

‘Apenas o governo malaio sabe a verdade. Ele tem dito qualquer besteira desde o início’, reclamou Wen Wancheng, de 63 anos, cujo filho estava a bordo do Boeing 777.

new WM.Player( { videosIDs: “3219923”, sitePage: “g1/mundo/videos”, zoneId: “110461” } ).attachTo($(“#3219923”)[0]);

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 19 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Com Kindle, Amazon inicia venda on-line de produtos físicos no Brasil

Vice-presidente da Amazon no Brasil, Alexandre Szapiro, segura um Kindle Paperwhite, aparelho que a empresa começa a vender e, assim, inaugura sua operação comercial de produtos físicos no país. (Foto: Divulgação/Amazon)Vice-presidente da Amazon no Brasil, Alexandre Szapiro segura um Kindle Paperwhite, aparelho que inaugura a operação comercial da empresa de produtos físicos no país (Foto: Divulgação/Amazon)

Depois de ter chegado ao Brasil há um ano e dois meses, a Amazon começará a vender produtos físicos no país. A maior varejista do comércio eletrônico do mundo, que até então só comercializava bens digitais no país, inicia nesta sexta-feira (7) a venda on-line de seu leitor eletrônico Kindle.

“A gente está abrindo uma operação de varejo tradicional, como todo mundo conhece: com armazém, logística”, disse ao G1 Alexandre Szapiro, vice-presidente da Amazon no Brasil.

A companhia que faturou US$ 74,5 bilhões no ano passado chegou ao Brasil em dezembro de 2012 vendendo apenas livros digitais. No mesmo mês, o Kindle começou a ser vendido por outras lojas, como Ponto Frio e Livraria da Vila. Em novembro, a Amazon ampliou sua operação on-line e iniciou a venda de aplicativos para o sistema Android.

Kindle Paperwhite, sexta geração do leitor digital da Amazon. (Foto: Divulgação/Amazon)Kindle Paperwhite, sexta geração do leitor digital
da Amazon (Foto: Divulgação/Amazon)

Segundo Szapiro, antes de começar a venda de bens físicos, a Amazon teve que trabalhar em processos internos: criar padrões de atendimento ao consumidor, bem como estruturar processos de logística e de armazenamento dos eletrônicos. “A gente dá um passo quando achamos que estamos prontos para dá-lo”, afirmou.

Lista de presentes
Além de iniciar a venda do Kindle, a empresa traz outras duas novidades. Uma delas é o pré-registro. Os consumidores que já tiverem conta na Amazon e comprarem um Kindle na loja on-line da empresa receberão o aparelho com todos seus dados e biblioteca de e-books já registrados nele.

A outra novidade é que os clientes da Amazon poderão criar listas de desejos no site da empresa no Brasil. Ou seja, os usuários poderão gravar produtos que pretendem comprar e foram vistos em outros sites. Apesar de esse ser um bom indício de que a Amazon pode estar se preparando para aumentar o número de produtos físicos no Brasil, Szapiro prefere não comentar.

Por ora, logística e armazenamento serão feitos por empresas terceirizadas, mas, segundo Szapiro, “como toda a tecnologia que está em volta de tudo aquilo que a gente aprendeu em outros mercados nos últimos 19 anos”.

Serão três os modelos de Kindle vendidos pela Amazon no Brasil. O mais básico deles custa R$ 300. Com maior tela e contraste, o novo Kindle Paperwhite sai por R$ 480. Por fim, o Paperwhite com conexão gratuita à rede de internet 3G é vendido por R$ 700. Pesando cerca de 200 gramas, todos possuem suporte à conexão Wi-Fi. O frete é gratuito.

‘Brasileiro gosta de ler
Agora, com a venda própria de Kindle, o Brasil se torna o primeiro país da América Latina onde a Amazon possui operação varejista de bens físicos. No México, a empresa norte-americana opera apenas com livros virtuais. Isso quer dizer que a trajetória de maior varejista do mundo foi construída pela Amazon com presença em apenas em 12 países (Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, Japão, França, Canadá, China, Itália, Espanha, índia e Austrália).

Desde que chegou ao país, a Amazon ampliou seu portfólio de livros digitais de 13 mil para 28 mil títulos. Caso o consumidor não tenha um Kindle, é possível ler os livros comprados na  Amazon por meio do aplicativo gratuito Kindle, disponível para smartphones, tablets e computadores.

Apesar de não mencionar quantos e-books ou Kindles foram vendidos, Szapiro diz estar muito otimista. “O Brasileiro é apaixonado pela leitura, quem lê realmente adora ler”.

“Quando a gente vai a áreas remotas do Brasil, a gente sabe de casos de leitores que têm de pegar o carro e percorrer 150 km para chegar ao primeiro local onde tem livraria”.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de fevereiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , , ,

Operadora de telefonia inicia testes de tecnologia 4G em Macapá

Ligações de celular vão ganhar mais um número (Foto: Maiara Pires/G1)Tecnologia 4G poderá ser acessada por celulares
do Amapá (Foto: Maiara Pires/G1)

A empresa de telefonia Vivo anunciou que os testes de banda larga de tecnologia de quarta geração, também chamada de 4G, já iniciaram em Macapá. O serviço deve ser comercializado ainda no primeiro semestre de 2014. A implantação da tecnologia na capital amapaense conta com parceria da operadora Tim. A intenção é aumentar a velocidade da rede de 360 megabits por segundo para 40 mil megabits por segundo, número 130 vezes maior, segundo a empresa. Atualmente os testes da nova tecnologia estão sendo realizados em dois bairros de Macapá para depois o serviço ser levado ao restante da cidade, conforme informou a operadora Vivo.

A tecnologia pretende oferecer ainda “mais estabilidade nas ligações, com drástica redução do número de quedas e ruídos, além de maior velocidade na conexão de internet”, garantiu.

A rede de fibra ótica que coloca o Amapá no circuito de banda larga tem extensão de 300 quilômetros, interligando Jurupari, no Pará, à cidade de Macapá. O trecho faz parte do entroncamento Belém/Manaus/Macapá. 

A rota é composta por uma rede de cabos aéreos que usam como suportes torres de linhas de transmissão de energia elétrica. O acesso nas cidades são efetuados por meio de cabos subterrâneos.

Em agosto de 2013, a Vivo concluiu a rede de fibra ótica que liga Belém a Manaus, com mais de 2,1 mil quilômetros. A instalação do serviço ampliou a capacidade da rede de dois gigabits para 40 gigabits, aumentando 2.000%.

“No Amapá, onde somos líderes de mercado com 61,38%, temos 573 mil clientes no estado, e em breve, lançaremos ainda a nossa rede 4G em Macapá”, afirma o diretor regional da Vivo, Emerson Rodrigues.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 16 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Zoo de Londres inicia a tradicional contagem anual de bichos; veja fotos

Funcionário do zoo de Londres observa animais aquário da instituição, durante tradicional censo anual (Foto: Leon Neal/AFP)Funcionário do zoo de Londres observa animais aquário da instituição, durante tradicional censo anual (Foto: Leon Neal/AFP)

O ano novo começou com muito trabalho para os tratadores do zoológico de Londres, na Inglaterra. Eles iniciaram nesta quinta-feira (2) a tradicional contagem de animais que vivem no local.

Não será uma tarefa fácil, já que mais de 850 diferentes espécies vivem no zoo. No entanto, a maioria das espécies tem microchips instalados em seus corpos, o que facilita a contagem.

Mas existem algumas complicações para saber qual o número exato da população de peixes e animais com propriedades de camuflagem, como insetos.

Já as formigas não são contabilizadas como indivíduos e sim como colônia. O censo animal deve demorar algumas semanas para ser finalizado.

Pinguim morde prancheta de tratador no zoológico de Londres durante tradicional censo animal (Foto: Leon Neal/AFP)Pinguim tenta atacar prancheta de tratador no zoológico de Londres durante tradicional censo animal (Foto: Leon Neal/AFP)Kumbuka, um exemplar macho de gorila, é visto próximo a placa que indica a confirmação de sua presença e de outros três primatas que vivem no zoológico de Londres (Foto: Kirsty Wigglesworth/AP)Kumbuka, um exemplar macho de gorila, é visto segurando placa que indica a confirmação de sua presença e de outros três primatas que vivem no zoológico de Londres (Foto: Kirsty Wigglesworth/AP)Exemplar de coruja é segurada por tratador durante tradicional censo animal do zoológico de Londres (Foto: Kirsty Wigglesworth/AP)Exemplar de coruja é segurada por tratador durante tradicional censo animal do zoológico de Londres (Foto: Kirsty Wigglesworth/AP)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Integrante presa da banda russa Pussy Riot inicia greve de fome

Tribunal de Zubova Polyan negou nesta sexta-feira (26) a libertação de Nadezhda Tolokonnikova (Foto: Mikhail Metzel/AP)Nadezhda Tolokonnikova está presa na Rússia por
protestar contra o governo (Foto: Mikhail Metzel/AP)

Uma integrante da banda russa Pussy Riot, que está presa, afirmou nesta segunda-feira (23) que vai começar uma greve de fome contra o “trabalho escravo” ao qual é submetida na colônia penal em que está e onde também disse ter sido ameaçada de morte por um funcionário da prisão.

Nadezhda Tolokonnikova foi condenada a dois anos de prisão em agosto de 2012 depois de ter realizado um protesto em uma catedral de Moscou, que a banda chamou de “oração punk”, contra o presidente Vladimir Putin em meio a manifestações de rua contra o governo.

“A partir de 23 de setembro, eu vou começar uma greve de fome e me recusarei a participar do trabalho escravo na colônia”, escreveu Tolokonnikova em uma carta que foi divulgada pelo marido, Pyotr Verzilov.

“Eu vou fazer isto até que a administração obedeça a lei e pare de tratar as mulheres encarceradas como gado”, escreveu.

Nadezhda Tolokonnikova está na colônia penal número 14, na região da Mordóvia, sudeste de Moscou. Ela afirmou que as detentas são forçadas a trabalhar até 17 horas por dia, costurando uniformes policias.

Segundo a integrante da banda, elas não dormem mais de quarto horas por noite e os agentes prisionais usam detentas mais antigas para colocar ordem em um sistema que é uma reminiscência da Gulag, sistema penal de trabalho forçado da antiga União Soviética.

“Suas mãos são furadas pelas agulhas e cobertas de arranhões, o sangue fica espalhado por toda a mesa de trabalho, mas mesmo assim você continua costurando”, escreveu.

As autoridades carcerárias da região da Mordóvia acusaram Verzilov e a advogada de Tolokonnikova, Irina Khrunova, de chantagem e de tentar pressionar a colônia penal a dar um tratamento especial à integrante da banda.

Nadezhda deve ser libertada em março, bem como sua colega da banda Maria Alyokhina. Uma outra integrante do grupo teve a sentença suspensa.

Ela já havia feito greve de fome este ano, depois que autoridades não a deixaram participar de uma audiência. Nadezhda teve de ser internada no fim de maio e encerrou o protesto dias depois que autoridades prisionais aceitaram as demandas dela, disse Verzilov.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Itaú inicia testes de projeto de pagamento móvel e novas tecnologias para cartões

Banco está desenvolvendo tecnologias para mudar a forma como as pessoas efetuam pagamentos. Itaú QR Card, Itaú Mobile Card estão entre as novidades.

Em parceria com a Redecard e a MasterCard, o Itaú está desenvolvendo tecnologias que prometem mudar a forma de efetuar pagamentos com cartão, seja ele de débito, crédito ou pré-pago. Itaú QR Card, Itaú Mobile Card, e pagamento com tecnologia NFC são as apostas do banco. As novidades já estão sendo testadas, informa o Itaú.

Segundo o Itaú, o projeto piloto para a aplicação dessas tecnologias teve início no fim de novembro de 2012 junto a um grupo de pessoas selecionadas pelas empresas envolvidas. Redes de varejo parceiras também fazem parte do projeto. O principal objetivo é gerar aprendizado sobre as tecnologias, capacitar colaboradores internos e avaliar as percepções e necessidades em relação ao apelo e usabilidade das soluções.  

O Itaú QR Card é um aplicativo desenvolvido em parceria com a MasterCard, que permite o pagamento de compras a partir do celular por meio do escaneamento do QR Code, um tipo específico de código de barras. Clientes podem efetuar compras com seu cartão de crédito Itaú Mastercard cadastrado e também definir o endereço de recebimento do produto no momento da compra.

O programa piloto do Itaú QR Card está em andamento com Polishop e Livraria Cultura apenas para compras feitas pela internet e envolve um total de 30 mil clientes Itaú da cidade de São Paulo e região.

Já o Itaú Mobile Card é um aplicativo para smartphones que permite o pagamento de compras via celular. Esse substitui o cartão de plástico. Basta cadastrar o número do cartão no aplicativo e realizar o pagamento via celular. Testes com essa tecnologia começaram no início de 2013, informa o banco.

O pagamento via NFC, diz o Itaú, idealizado em parceria com Redecard, TIM, MasterCard e Gemalto, fornecedora da tecnologia de SIM cards, refere-se a um sistema móvel para pagamento de compras. Com a aproximação de dois dispositivos eletrônicos compatíveis, um no POS Redecard do estabelecimento e outro no smartphone do cliente habilitado com a solução Mobile PayPass da MasterCard. O projeto piloto dessa tecnologia está previsto para o início desse ano e envolverá cem estabelecimentos.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 17 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,