RSS

Arquivo da tag: indiana

Fundação indiana resgata dezenas de serpentes usadas por encantadores

Apanhador de répteis Dharmeshbhai alimenta cobra resgatada na aldeia de Hathijan, a 20 km de Ahmedabad, na Índia (Foto: Sam Panthaky/AFP)Apanhador de répteis Dharmeshbhai usa seringa para alimentar cobra na aldeia de Hathijan,
a 20 quilômetros de Ahmedabad, na Índia, nesta quinta-feira (29) (Foto: Sam Panthaky/AFP)

O Hospital e Abrigo Animal da Fundação Asha, na Índia, resgatou nesta quinta-feira (29) dezenas de serpentes e nove escorpiões usados por encantadores durante uma feira na cidade de Sanand, distrito de Ahmedabad, no centro do país.

Entre os animais recuperados, estão 18 najas e quatro pítons jovens.

Na foto acima, uma das cobras é alimentada com uma seringa pelo apanhador de serpentes Dharmeshbhai, na aldeia de Hathijan, a 20 km da cidade de Ahmedabad, no leste da Índia.

Quando estiverem bem, os animais serão soltos novamente na natureza.

Quatro pítons jovens estão entre os animais recuperados pela fundação (Foto: Sam Panthaky/AFP)Quatro pítons jovens estão entre os animais recuperados pela fundação (Foto: Sam Panthaky/AFP)Serpentes e escorpiões serão tratados e soltos na natureza quando estiverem bem (Foto: Sam Panthaky/AFP)Serpentes e escorpiões serão tratados e soltos quando estiverem bem (Foto: Sam Panthaky/AFP)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de agosto de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Fotógrafo mostra cidade indiana que ‘queima’ há 80 anos devido a carvão

O fotógrafo Arindam Mukherjee fez imagens da cidade de Jharia, no leste da Índia, onde o fogo queima no subsolo há mais de 80 anos devido à presença de carvão. Todos os esforços para acabar com o fogo não funcionaram.

Jharia sofre com fogo, calor, doenças e fumaça tóxica (Foto: Arindam Mukherjee)Jharia sofre com fogo, calor, doenças e fumaça tóxica (Foto: Arindam Mukherjee)

Os moradores sofrem com o calor e o cheiro ruim, que vem dos poços em chamas e das minas.

O fogo e a fumaça tóxica afetam a saúde das pessoas. Mais de 60% da população da região está doente devido aos gases poluentes, fumaça e poeira de carvão.

Depois de anos de muita cobertura da imprensa mostrando as condições terríveis na região, as autoridades finalmente anunciaram um projeto de recuperação.

No entanto, apesar dos alertas, os moradores de favelas locais não têm para onde ir e continuam morando em uma região considerada extremamente perigosa.

Todos os esforços para acabar com o fogo não funcionaram (Foto: Arindam Mukherjee)Todos os esforços para acabar com o fogo não funcionaram (Foto: Arindam Mukherjee)Noradores de favelas locais não têm para onde ir (Foto: Arindam Mukherjee)Noradores de favelas locais não têm para onde ir (Foto: Arindam Mukherjee)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de agosto de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Bebê indiana com hidrocefalia pede ajuda para tratamento na web

A pequena indiana Roona Begum teria nascido com uma doença que a deixou com enorme cabeça pede ajuda pela web para seu tratamento. Mas será que essa história é real?

As fotos apareceram na internet em abril de 2013 e mostram o que parece ser o sofrimento de uma família diante de uma doença que teria feito com que uma criança ficasse com a cabeça muito grande.

Os textos que acompanham as imagens afirmam que a criança estaria com hidrocefalia, quando ocorre o acúmulo de líquido cefalorraquidiano na cavidade craniana.

A família, segundo várias versões do texto, estaria fazendo uma campanha na internet para arrecadar dinheiro para ajudar no tratamento da pequena Roona.

Será que isso é verdadeiro ou falso?

Criança com hidrocefalia pede sua ajuda pela web! Verdadeiro ou falso? (foto: Reprodução/The Sun) Criança com hidrocefalia pede sua ajuda pela web! Verdadeiro ou falso? (foto: Reprodução/The Sun)

Dessa vez, a história é real!

Roona Begum é uma jovem indiana de apenas 18 meses de idade. Algumas semanas após o seu nascimento, os médicos diagnosticaram a doença no bebê e, com o passar dos meses, a cabeça da pequena chegou a medir 91 centímetros de circunferência.

A hidrocefalia (conhecida também como “água no cérebro”) é fatal no primeiro ano de vida na maioria dos casos, pois o acúmulo de líquido no crânio comprime o cérebro afetando gravemente as funções do paciente.

Abdul Rahman, pai da Roona – que ganha apenas U$2,57 por dia como funcionário em uma fábrica de tijolos em Kolkata (a leste da Índia) -, iniciou uma campanha online para tentar arrecadar as 125mil rúpias (cerca de U$2.300) necessárias para fazer o tratamento em sua filha.

Mais detalhes sobre a operação, tratamento e sobre a pequena Roona podem ser vistos no blog da família.

As doações podem ser feitas através do site My Good Act.

Após a história da menina fazer sucesso na web, uma fundação chamada Fortis se prontificou a fazer o tratamento de forma gratuita para a garota.

De acordo com o jornal britânico Daily Mail, o Dr. Sandeep Vaishya – Diretor de Neurocirurgia do Instituto Fortis – disse que ficou surpreso quando viu o bebê pela primeira vez. “Mesmo que eu já tinha visto as fotos dela, não estava esperando que a cabeça dela pudesse ser tão grande!”, afirma o doutor.

No dia 18 de abril de 2013, Roona Begum passou pela primeira fase de seu tratamento que consiste na drenagem do liquido que está em excesso em sua cabeça.

bebe_cabeca2 Os pais da Roona acompanhando no hospital a evolução da filha. (foto: Reprodução)

História semelhante foi pesquisada pelo E-farsas em setembro de 2011. Na época, muitas pessoas estavam repassando fotos de uma criança com a mesma doença da indiana, mas só que a história que acompanhava as fotos era falsa!

A história é real! De fato houve uma campanha online para ajudar no tratamento da criança, mas a família conseguiu ajuda gratuita e o dinheiro arrecadado até agora será usado no pós-operatório, com remédios e demais necessidades da menina.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 17 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Mamãe indiana dá à luz 11 bebês de uma vez! Farsa?

Foto circula pela web mostrando 11 bebês gêmeos que teriam nascido no dia 11/11/2011 na Índia. Mas será que essa história é real? Veja o que descobrimos!

No comecinho de fevereiro de 2012, a notícia apareceu na web! Vários sites e em blogs – além de várias páginas do Facebook – publicaram que uma mulher havia dado à luz 11 crianças de uma só vez!

De acordo com a notícia, a moça seria uma indiana e os partos teriam acontecido todos no dia 11 de novembro de 2011 (11/11/11).

A história inusitada veio acompanhada de uma foto mostrando os 11 rebentos, deitados numa cama. Coisa mais linda!

Indiana deu a luz 11 gêmeos! Será verdade? Indiana deu a luz 11 gêmeos! Será verdade? (foto enviada por e-mail ao E-farsas)

Será que essa história é verdadeira ou falsa?

É uma história muito bonita, mas é mais uma farsa da web! Para chegarmos a essa conclusão, bastaram algumas perguntas:

Qual o nome da super mamãe?Qual o nome de hospital em que ela estava hospitalizada?Por que a notícia só foi aparecer agora, 3 meses depois do ocorrido?

O primeiro site a publicar a falsa notícia foi o Zumart. Lá, podemos ver outras fotos dos recém-nascidos. Ao mesmo tempo, o Tumfweko também publicou a mesma história.

De acordo com o jornal New York Times, uma australiana deu à luz 9 crianças em 1971. Infelizmente, os bebês morreram seis dias depois.

Anos mais tarde, em 1999, uma mulher teve 9 gêmeos na Malásia. Os bebês morreram algumas horas depois de nascidos.

Casos de 11 gêmeos de uma vez, nunca houve!

Se a história da mãe (que nem nome tem) é falsa, o que dizer das imagens? Será que são montagens?

As fotos são reais. Ou seja, não houve manipulação digital nas fotografias.

Acontece que, para comemorar o dia 11/11/11, um grupo de médicos juntou 11 bebês que nasceram exatamente naquele dia em um hospital em Surat na Índia. Mas, antes que você fique confuso, explico:

Os 11 bebês são de mães diferentes!

O site de notícias indiano Banglabox explica que as crianças não são da mesma mamãe e que os pimpolhos da foto são muito grandes para serem de uma mesma gestação.

O jornal The Times of India afirma que os 11 bebês são “de proveta” e foram programados para que seus nascimentos ocorressem exatamente no dia 11 de novembro. As operações foram feitas pelos doutores Purnima Nadkarni e Pooja Dr Nadkarni . Todas as 11 mulheres que fizeram a inseminação In Vitro (a mais velha tem 43 anos de idade!) insistiram que a cegonha lhes entregasse seu bebê na data especial, dia 11/11/11.

Foto real. História falsa!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de março de 2012 em Tecnologia

 

Tags: ,