RSS

Arquivo da tag: histrica

Retorno da Crimeia à Rússia restaura ‘verdade histórica’, diz Putin

AppId is over the quota
AppId is over the quota
Putin e o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, passam em revista navios da frota russa em Sebastopol durante visita à Crimeia nesta sexta-feira (9) (Foto: Maxim Shemetov/Reuters)Putin e o ministro da Defesa russo, Sergei Shoigu, passam em revista navios da frota russa em Sebastopol durante visita à Crimeia nesta sexta-feira (9) (Foto: Maxim Shemetov/Reuters)

O presidente russo, Vladimir Putin, declarou que o retorno da Crimeia à Rússia restaura “a verdade histórica”, em um discurso a milhares de habitantes de Sebastopol, na península ucraniana anexada em março à Rússia. O presidente também disse que os direitos dos russos, incluindo o da autodeterminação, deveria ser tratado com respeito.

“O ano de 2014 vai ficar na história como o ano que viu os povos que vivem aqui decidir com firmeza de estar junto a Rússia, confirmando sua fidelidade à verdade histórica e à memória de nossos ancestrais”, declarou Putin por ocasião da celebração da vitória em 1945 sobre os nazistas.

“Nós tratamos todos os países, todas as pessoas com respeito. Respeitamos seus direitos, incluindo, da mesma forma, a restauração da justiça histórica e o direito à autodeterminação”

A visita ocorre a apenas três dias da realização de um referendo em outras cidades do leste da Ucrânia sobre seu status e possível adesão à Rússia.

O Ministério das Relações Exteriores ucraniano condenou a ida à Crimeia, classificando-a como uma deliberada escalada da crise entre os dois países. “Essa provocação é outra confirmação de que a Rússia está deliberadamente perseguindo mais tensões nas relações entre ucranianos e russos”, disse o ministério em comunicado.

O secretario-geral da Otan, Fogh Rasmussen, também condenou a visita de Putin à Crimeia, cuja anexação, em março, não foi reconhecida por potências ocidentais. Ele questionou informações sobre uma declaração do Kremlin de que havia retirado tropas da fronteira ucraniana e classificou a viagem como “inapropriada”.

A Crimeia, até o início deste ano uma região autônoma da Ucrânia, foi anexada pela Rússia em março deste ano após fortes levantes separatistas que culminaram em um referendo no qual a adesão à Federação Russa foi aprovada.

A maior parte da população é de origem russa, e o separatismo se tornou mais forte após a derrubada do governo pró-russo de Kiev em fevereiro deste ano.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Turistas são ‘presos’ em celas de penitenciária histórica na Austrália

Visitantes são 'fichados' na antiga prisão (Foto: Flávia Mantovani/G1)Visitantes brincam de serem  fichados na antiga prisão (Foto: Flávia Mantovani/G1)

Os corredores cheios de celas da Old Melbourne Gaol, prisão histórica aberta à visitação na Austrália, estão repletos de placas informativas sobre como era a rotina da casa de detenção durante seus mais de cem anos de funcionamento.

Mas, para os turistas que quiserem ir além das informações escritas, o estabelecimento da cidade de Melbourne oferece também uma opção extra: a chance de sentir na pele o que significa estar preso.

A simulação começa já na entrada no recinto. Sob o comando de um guarda uniformizado, os visitantes são dispostos em fileira e precisam deixar seus pertences no chão. Com cara de poucos amigos e as algemas no seu cinto tilintando enquanto caminha, ele vistoria o grupo, chama a atenção de algumas pessoas, dá ordens a todos.

Os “prisioneiros” são colocados então nas celas coletivas, que têm apenas um banco, uma privada, uma pequena janela gradeada e inscrições por todos os lados – essas, feitas por presos reais. A pesada porta é trancada e poucos minutos depois a luz se apaga e todos ficam às escuras.

Depois de um tempo, a porta se abre e os turistas são levados para a ala feminina, onde o ator que interpreta o guarda conta detalhes sobre a história da prisão e responde às perguntas do público.

A experiência dura pouco, mas pode ser aflitiva para os mais sensíveis. No dia da visita do G1, uma mãe tentava acalmar o filho de cerca de 4 anos que chorava durante o passeio. Mas no geral, a “Watch House Experience”, como é chamada a encenação, é um sucesso, e se tornou uma das atrações turísticas mais procuradas de Melbourne.

Cela de Ned Kelly, bandido para uns, herói para outros (Foto: Flávia Mantovani/G1)Cela de Ned Kelly, bandido para uns, herói para
outros (Foto: Flávia Mantovani/G1)

No final do tour, os visitantes podem tirar fotos como se estivessem sendo fichados pela polícia, segurando uma placa e com a marcação de sua altura no fundo.

Ned Kelly
O Old Melbourne Gaol funcionou entre 1845 e 1994. O detento mais famoso que passou por lá foi Ned Kelly, um fora-da-lei que é tido como herói por muitos australianos. Kelly, cuja história já inspirou diversos filmes, foi preso e executado por enforcamento no edifício em 1880.

Visitantes observam o edifício histórico (Foto: Flávia Mantovani/G1)Visitantes observam o edifício histórico (Foto: Flávia Mantovani/G1)Passeio pelo Old Melbourne Gaol (Foto: Flávia Mantovani/G1)Passeio pelo Old Melbourne Gaol (Foto: Flávia Mantovani/G1)Passeio pelo Old Melbourne Gaol (Foto: Flávia Mantovani/G1)Inscrições na parede da cadeia (Foto: Flávia Mantovani/G1)Passeio pelo Old Melbourne Gaol (Foto: Flávia Mantovani/G1)Banheiro e grades da antiga penitenciária (Foto: Flávia Mantovani/G1)

Fonte G1

 
1 comentário

Publicado por em 30 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Congresso do México aprova histórica reforma energética

A histórica reforma energética do México foi aprovada de forma definitiva nesta quinta-feira (12) depois que o Congresso submeteu a uma última votação mudanças constitucionais importantes que permitem o investimento privado nacional e estrangeiro no setor.

A reforma foi aprovada por 353 votos a favor e 134 contra, principalmente da esquerda, que considera a norma ‘um assalto à nação’, disseram os legisladores ao declarar seus votos.

Na quarta-feira (11), a Câmara dos Deputados já havia aprovado a reforma, que abre as portas ao capital privado para a exploração de combustíveis, mas ainda restavam alguns pontos que precisam ser debatidos.

Após a aprovação no Senado sem os votos da esquerda, a polêmica reforma foi aprovada em termos gerais na Câmara com 354 votos a favor e 134 contrários. A votação foi tensa e aconteceu em meio a gritos e ofensas.

A reforma é considerada a mais importante das mudanças estruturais defendidas pelo presidente Enrique Peña Nieto para estimular o crescimento econômico e social do país.A reforma, aprovada graças aos votos do Partido Revolucionário Institucional (PRI), no poder, e do Partido Ação Nacional (PAN), pretende acabar com 75 anos de monopólio estatal do setor de energia e abrir ao capital privado nacional e estrangeiro a exploração e extração de combustíveis.

O projeto prevê diferentes tipos de contrato, de serviços, de utilidade e de produção compartilhada ou de licença, o que a esquerda considera uma ‘privatização’ do setor e a abertura a concessões dissimuladas.

A reforma também inclui a criação de um fundo que administrará os recursos petroleiros, levando em consideração que a Pemex, a empresa estatal do setor, destina atualmente 67% do lucro aos cofres públicos.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Rebeldes tomam controle de cidade cristã histórica na Síria

Os rebeldes sírios tomaram o controle da cidade cristã histórica Malula, ao norte da capital Damasco, após confrontos com as forças do governo, informou neste domingo (8) o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

O grupo, com sede em Londres, mas com uma ampla rede de ativistas na região, disse que morreram 17 rebeldes e mais de cem ficaram feridos, enquanto o regime sírio registrou dezenas de mortos e feridos.

“Durante a noite, as forças do regime enviaram tropas, mas os rebeldes mandaram reforços e conseguiram tomar o controle de toda a cidade”, disse Rami Abdel Rahman, chefe do Observatório. Um morador confirmou à EFE por telefone a retirada do exército e a presença das forças rebeldes na cidade.

De acordo com o Observatório, “ocorreram intensos combates entre as forças do regime e rebeldes durante a noite, antes que os soldados se retiraram para a periferia”.

Nos últimos dias, rebeldes já haviam tomado a entrada da cidade, mas foram obrigados a deixá-la após ofensiva das forças do regime de Assad, na sexta-feira (6).

Malula, a 55 km de Damasco, é uma das cidades cristãs mais conhecidas da Síria e seus habitantes falam aramaico, o idioma usado por Jesus Cristo. A cidade tem os monumentos religiosos e arqueológicos, sendo que algumas áreas da datam dos primeiros séculos do cristianismo. A maioria dos 5 mil habitantes é de cristãos grego-católicos.

A guerra civil na Síria já deixou mais de cem mil mortos, dois milhões de refugiados e 4,2 milhões de refugiados internos, segundo dados da ONU.

arte síria 3/9 (Foto: 1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,