RSS

Arquivo da tag: gratuitas

Chamadas de vídeo em grupo no Skype se tornam gratuitas

Skype agora oferece chamadas de vídeo em grupo gratuitamente (Foto: Divulgação/Skype)Skype agora oferece chamadas de vídeo em
grupo gratuitamente (Foto: Divulgação/Skype)

O Skype liberou nesta segunda-feira (28) as chamadas de vídeo em grupo para todos os usuários. Antes o serviço era cobrado separadamente dos créditos para ligações.

O serviço em computadores com Windows e Mac OS e no videogame Xbox One já podem falar com até dez contatos sumultâneos em vídeo sem custo adicional.

As ligações em vídeo para mais de um usuário ao mesmo tempo era parte do serviço Skype Premium e custava US$ 9 ao mês.

A mudança do serviço pela Microsoft foi para tentar fazer o Skype ser mais competitivo. O Google, por exemplo, oferece o serviço Hangouts no PC, que permite videoconferência com diversas pessoas, gratuitamente há anos.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de abril de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Com mensagens em alta, Viber estende ligações gratuitas no Brasil

Viber (Foto: Divulgação)Viber estende ligaçoes gratuitas até 17 de março
(Foto: Divulgação/Viber)

O Viber anunciou nesta segunda-feira (17) que estenderá por mais uma semana o recurso que permite aos brasileiros fazerem ligações gratuitas para telefones fixos por meio do aplicativo até o dia 24 de março. O motivo, segundo a empresa, é que a meta de aumentar em 25% o número de envio de mensagens pelo serviço foi alcançada.

As ligações gratuitas entram em sua quarta semana consecutiva. A promoção poderá ser renovada mais vezes caso a meta de envio de mensagens de texto seja alcançada.

Desde o começo da ação, em 25 de fevereiro de 2014 foram efetuadas quase 10 milhões de ligações, acumulando por volta de 40 milhões de minutos no total.

As ligações gratuitas foram lançadas para combater o sucesso do WhatsApp, que foi comprado por mais de US$ 16 bilhões pelo Facebook e anunciou ligações telefônicas gratuitas para seus usuários.

“Nós queremos ser o maior aplicativo de mensagens do mundo. Essa é a nossa ambição. Se eles querem ter mais de um bilhão, a gente quer ter mais do que o um bilhão deles”, disse Luiz Felipe Barros, diretor geral do Viber no Brasil, ao G1, respondendo a Zuckerberg. Enquanto o WhatsApp possui 465 milhões de usuários, o Viber afirma ser usado por quase 400 milhões.

“Quem precisa se defender é o WhatsApp. Eles estão três anos atrasados em relação a gente, que libera ligações gratuitas entre os usuários desde o lançamento. Sabe-se lá quanto tempo eles ainda vão demorar para liberar ligação de voz para usuários de fora do WhatsApp”, afirmou o executivo.

View the original article here

 
1 comentário

Publicado por em 19 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Viber estende por uma semana ligações gratuitas pelo aplicativo

Viber (Foto: Divulgação)Viber estende ligaçoes gratuitas até 17 de março
(Foto: Divulgação/Viber)

Após anunciar que seus usuários no Brasil poderiam fazer ligações gratuitas para telefones celulares e fixos a partir de 25 de fevereiro, o Viber anunciou que estendeu até o dia 17 de março o recurso, já que a meta de aumentar em 25% o envio de mensagens foi alcançada, de acordo com a empresa.

Foram feitas mais de 6,5 milhões de ligações gratuitas acumulando um tempo total de 25 milhões de minutos em chamadas durante a ação.

A liberação das ligações seria encerrada nesta segunda-feira (10) mas foi renovada até 17 de março. O Viber afirma que existe a possibilidade de as ligações gratuitas serem renovadas ao final de cada semana de acordo com um único critério: o fluxo de mensagens de texto deve crescer 25% por semana. Ou seja, quanto mais mensagens trocadas pelos usuários do Viber, por mais tempo a ação fica vigente.

As ligações gratuitas foram lançadas para combater o sucesso do WhatsApp, que foi comprado por mais de US$ 16 bilhões pelo Facebook e anunciou ligações telefônicas gratuitas para seus usuários.

“Nós queremos ser o maior aplicativo de mensagens do mundo. Essa é a nossa ambição. Se eles querem ter mais de um bilhão, a gente quer ter mais do que o um bilhão deles”, disse Luiz Felipe Barros, diretor geral do Viber no Brasil, ao G1, respondendo a Zuckerberg. Enquanto o WhatsApp possui 465 milhões de usuários, o Viber afirma ser usado por quase 400 milhões.

“Quem precisa se defender é o WhatsApp. Eles estão três anos atrasados em relação a gente, que libera ligações gratuitas entre os usuários desde o lançamento. Sabe-se lá quanto tempo eles ainda vão demorar para liberar ligação de voz para usuários de fora do WhatsApp”, afirmou o executivo.

View the original article here

 
1 comentário

Publicado por em 11 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Carreira: Formas simples e gratuitas de estudar para certificações em TI

Encontre recursos de baixo custo, obtenha experiência prática e prepare-se para as provas que atestam seu conhecimento no mercado

Por muitos anos, certificações em tecnologia da informação (TI) têm sido debatidas por profissionais da área. Alguns acreditam que elas são a chave para um emprego ou um salário melhor. Enquanto outros afirmam que elas só valem no papel. 

Para profissionais da área que estão em busca de certificação para colocar um tempero a mais em suas capacidades, há maneiras de estudar para as provas sem gastar muito ou até sem gastar nada.

Afinal, não há como negar. O investimento em cursos para estudar para exames de certificação é, muitas vezes, caro, observa Tim Warner, um veterano de 15 anos de TI, escritor e treinador no CBT Nuggets, especializada em treinamento de TI. 

Depois de frequentar aulas, você ainda tem de pagar para fazer os exames. “Em média, os preços da prova variam entre 150 dólares e 350 dólares, por tentativa”, diz Warner. “Alguns fornecedores de TI, como a Microsoft têm promoções que diminuem pela metade o custo de inscrição. Mas, de qualquer forma, pode ser caro para muitos profissionais”, ressalta. Felizmente, há uma série de recursos livres e de baixo custo que podem ajudá-lo a estudar para realiza os exames de certificação. Veja abaixo.

Estude as possibilidades com seu empregador atual

Se você estiver em uma posição que sua empresa pode pagar por um curso de formação, fornecer materiais de estudo, ou oferecer outros recursos para obter certificações, não custa tentar. E mesmo que o empregador não pague, ele pode ser oferecer descontos e outras facilidades se for membro de uma organização que oferece tais benefícios. 

Verifique os recursos de sua escola

Se você está atualmente matriculado em um curso de TI, pode verificar se seu departamento acadêmico tem recursos disponíveis, como acesso gratuito a ferramentas de desenvolvimento de software, sistemas operacionais, bem como quaisquer descontos de computadores e hardware.

Aproveite as edições de software voltado para estudantes. E não se esqueça da biblioteca da escola, onde você pode encontrar guias de certificação de estudo ou outros recursos úteis.

Considere programas do governo

Verifique os recursos que as organizações governamentais estão oferecendo. O programa do governo Brasil Mais TI oferece periodicamente cursos gratuitos para profissionais de TI. Dos 500 milhões de reais do governo federal destinados ao TI Maior, uma parcela de 1,4 milhão de reais foi direcionada para capacitação de jovens talentos. Esses novos profissionais receberão treinamento a distância pelo portal do programa. 

Assine o Safari Books Online 

Esta biblioteca digital on demand oferece uma coleção de mais de 20 mil títulos de tecnologia, que incluem mídia digital e livros de desenvolvimento profissional e vídeos da O’Reilly Media, Addison-Wesley, Peachpit Press, Microsoft Press e muito mais.

O conteúdo é em inglês e você pode ler e assistir vídeos no computador ou tablet. Depois de um teste gratuito de dez dias ou mil visualizações de páginas, as taxas variam de 20 dólares a 43 dólares por mês ou 300 dólares a 473 dólares por ano.

Junte-se à IEEE Computer Society

Dedicado ao ensino técnico e colaboração, esse braço do Instituto de Engenheiros Elétricos e Eletrônicos nos Estados Unidos oferece inúmeros recursos que você pode usar para estudar. 

O site conta com mais de 600 livros online via Safari Books, 500 livros online da Element K e descontos em livros sobre TI. Também oferece 4,3 mil cursos online para muitas certificações técnicas e de negócios e exames de proficiência da Brainbench.

O site tem diferentes planos para assinantes, que variam de 49,50 dólares a 99 dólares (para profissionais), a 20 dólares a 40 dólares (para estudantes).

Participe de fóruns de discussão online

Quem melhor para obter conselhos de estudo e aprovação no exame de certificação do que outros que já passaram por isso? Os participantes de fóruns de discussão muitas vezes compartilham exatamente o que eles acharam útil ao estudar e fornecem um feedback geral sobre o exame.

Mas lembre-se que as questões exatas, provavelmente, diferem em cada exame. Importante: obter ou publicar questões literais de exames geralmente é estritamente proibido por aqueles que aplicam os exames.

Verifique se os fornecedores de TI oferecem recursos para certificação 

A maioria dos fornecedores de certificação fornece pelo menos alguns recursos livres básicos no site que você pode usar quando estiver estudando. Embora você provavelmente não encontre profundidade em materiais livres, pode ter acesso a artigos, blogs, vídeos, webinars, fóruns de discussão e outros conteúdos que podem ajudar.

Por exemplo, a Cisco oferece o Cisco Learning Network, a Microsoft oferece o TechNet e o Microsoft Developer Network, a CompTIA o IT Pro Community e o CWNP provê acesso a recursos de aprendizagem sobre Wi-Fi.

Procure cursos online gratuitos de universidades 

A tendência crescente das universidades, incluindo o Massachusetts Institute of Technology (MIT), é oferecer aulas gratuitas online sobre temas de tecnologia. Embora a maioria desses cursos não é focada especificamente em certificações de tecnologia, eles podem ajudar na aprendizagem de uma variedade de tópicos em TI. A Coursera, por exemplo, realiza parcerias com várias universidades para oferecer cursos de sistemas de computadores, segurança e networking.

Verifique o acervo da biblioteca pública de sua cidade

Não se esqueça da biblioteca local. Você pode não encontrar livros atualizados para todas as certificações de TI ou tópicos, mas não faz mal verificar. Também consulte o site da biblioteca e parceiros que possam oferecer uma seleção maior.

Avalie o seu conhecimento com testes práticos

Não desperdice dinheiro para fazer um exame antes de estar pronto. Tire proveito de testes práticos para avaliar o que você sabe e o que precisa estudar mais. Apesar de as perguntas não serem as do exame real, elas devem cobrir temas semelhantes com base nos objetivos do exame.

Se você responder uma pergunta errada, tente compreender por qual razão a sua resposta está errada e as razões por trás da resposta correta. Uma rápida pesquisa no Google irá revelar muitos sites que oferecem esses testes, e você também pode encontrá-los em guias de estudo.

Ganhe experiência

Embora os métodos tradicionais de estudo sejam uma parte importante da preparação para um exame de certificação, contar com experiência prática da tecnologia que você está estudando é essencial para obter uma compreensão mais profunda sobre o tema. 

Obter essa experiência pode ser relativamente fácil para aqueles que trabalham com TI, mas pode parece assustador para os outros. Confira as dicas abaixo.

Ferramentas de cloud

Para obter experiência prática sem ter de comprar e configurar o hardware necessário, considere o uso de nuvem. Por exemplo, o uso gratuito do Amazon EC2 Cloud permite acesso livre a plataformas Linux e Windows. Assim, você pode praticar comandos do Linux ou do Windows Server Administration. O Windows Azure oferece um teste de três meses que você pode usar para desenvolver software ou banco de dados. 

Virtualização, Linux e particionamento

Quando você precisa trabalhar com outro software de virtualização de sistema operacional, como VMware Player, Windows Virtual PC ou VirtualBox é possível executar também outro sistema operacional – e suas apps – direito dentro do Windows. 

Para sistemas operacionais baseados em Linux, você também pode começar a partir de um CD, que não requer a instalação de disco. Se você preferir fazer uma instalação completa de um sistema operacional, pode criar um dual-boot no PC.

Abaixo estão algumas dicas sobre maneiras baratas de ganhar alguma experiência prática por especialidade.

Rede

• Considere a criação de roteadores de código aberto ou livre como RouterOS, ZeroShell ou Endian para obter experiência de rede geral.

• Se você está estudando para uma certificação de rede – da Cisco ou Juniper, por exemplo – use emuladores para praticar comandos e simular configurações de rede. O código fonte aberto GNS3 Graphical Network Simulator, por exemplo, suporta Cisco IOS/IPS/PIX/ASA e Juniper JunOS.

• Para ganhar experiência com autenticação 802.1X ou para RADIUS, tente o open source FreeRADIUS ou o freeware TekRADIUS.

• Para a segurança da rede, considere fazer alguns testes de penetração em sua própria rede com o BackTrack.

Administração de Windows

Além das ferramentas baseadas em nuvem relacionadas acima, a Microsoft oferece testes gratuitos de Windows Server, Windows Small Business Server e outros produtos. Você também pode se inscrever para ter acesso aos recursos do Windows Server no site TechNet da Microsoft.

Banco de dados

Instale um servidor e manipule alguns dados, baixando a versão open source ou trial de seu banco de dados desejado, como MySQL, SQLite, PostgreSQL, Microsoft SQL Server, DB2, ou de produtos de banco de dados Oracle ou Sybase.

Desenvolvimento de software

• Considere efetuar o download da versão de avaliação gratuita de 90 dias do Microsoft Visual Studio para configurar um servidor web com Apache, por exemplo.

• Alunos, educadores e instituições, também têm em mente o programa DreamSpark da Microsoft, que oferece ferramentas de desenvolvimento de forma gratuita. Uma vez que você se inscreve no DreamSpark também pode receber 90 dias de acesso gratuito ao curso de .NET para Pluralsight, que é oferecido por dez dias gratuitamente para o público em geral.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Carreira: Formas simples e gratuitas de estudar para certificações em TI

Encontre recursos de baixo custo, obtenha experiência prática e prepare-se para as provas que atestam seu conhecimento no mercado

Por muitos anos, certificações em tecnologia da informação (TI) têm sido debatidas por profissionais da área. Alguns acreditam que elas são a chave para um emprego ou um salário melhor. Enquanto outros afirmam que elas só valem no papel. 

Para profissionais da área que estão em busca de certificação para colocar um tempero a mais em suas capacidades, há maneiras de estudar para as provas sem gastar muito ou até sem gastar nada.

Afinal, não há como negar. O investimento em cursos para estudar para exames de certificação é, muitas vezes, caro, observa Tim Warner, um veterano de 15 anos de TI, escritor e treinador no CBT Nuggets, especializada em treinamento de TI. 

Depois de frequentar aulas, você ainda tem de pagar para fazer os exames. “Em média, os preços da prova variam entre 150 dólares e 350 dólares, por tentativa”, diz Warner. “Alguns fornecedores de TI, como a Microsoft têm promoções que diminuem pela metade o custo de inscrição. Mas, de qualquer forma, pode ser caro para muitos profissionais”, ressalta. Felizmente, há uma série de recursos livres e de baixo custo que podem ajudá-lo a estudar para realiza os exames de certificação. Veja abaixo.

Estude as possibilidades com seu empregador atual

Se você estiver em uma posição que sua empresa pode pagar por um curso de formação, fornecer materiais de estudo, ou oferecer outros recursos para obter certificações, não custa tentar. E mesmo que o empregador não pague, ele pode ser oferecer descontos e outras facilidades se for membro de uma organização que oferece tais benefícios. 

Verifique os recursos de sua escola

Se você está atualmente matriculado em um curso de TI, pode verificar se seu departamento acadêmico tem recursos disponíveis, como acesso gratuito a ferramentas de desenvolvimento de software, sistemas operacionais, bem como quaisquer descontos de computadores e hardware.

Aproveite as edições de software voltado para estudantes. E não se esqueça da biblioteca da escola, onde você pode encontrar guias de certificação de estudo ou outros recursos úteis.

Considere programas do governo

Verifique os recursos que as organizações governamentais estão oferecendo. O programa do governo Brasil Mais TI oferece periodicamente cursos gratuitos para profissionais de TI. Dos 500 milhões de reais do governo federal destinados ao TI Maior, uma parcela de 1,4 milhão de reais foi direcionada para capacitação de jovens talentos. Esses novos profissionais receberão treinamento a distância pelo portal do programa. 

Assine o Safari Books Online 

Esta biblioteca digital on demand oferece uma coleção de mais de 20 mil títulos de tecnologia, que incluem mídia digital e livros de desenvolvimento profissional e vídeos da O’Reilly Media, Addison-Wesley, Peachpit Press, Microsoft Press e muito mais.

O conteúdo é em inglês e você pode ler e assistir vídeos no computador ou tablet. Depois de um teste gratuito de dez dias ou mil visualizações de páginas, as taxas variam de 20 dólares a 43 dólares por mês ou 300 dólares a 473 dólares por ano.

Junte-se à IEEE Computer Society

Dedicado ao ensino técnico e colaboração, esse braço do Instituto de Engenheiros Elétricos e Eletrônicos nos Estados Unidos oferece inúmeros recursos que você pode usar para estudar. 

O site conta com mais de 600 livros online via Safari Books, 500 livros online da Element K e descontos em livros sobre TI. Também oferece 4,3 mil cursos online para muitas certificações técnicas e de negócios e exames de proficiência da Brainbench.

O site tem diferentes planos para assinantes, que variam de 49,50 dólares a 99 dólares (para profissionais), a 20 dólares a 40 dólares (para estudantes).

Participe de fóruns de discussão online

Quem melhor para obter conselhos de estudo e aprovação no exame de certificação do que outros que já passaram por isso? Os participantes de fóruns de discussão muitas vezes compartilham exatamente o que eles acharam útil ao estudar e fornecem um feedback geral sobre o exame.

Mas lembre-se que as questões exatas, provavelmente, diferem em cada exame. Importante: obter ou publicar questões literais de exames geralmente é estritamente proibido por aqueles que aplicam os exames.

Verifique se os fornecedores de TI oferecem recursos para certificação 

A maioria dos fornecedores de certificação fornece pelo menos alguns recursos livres básicos no site que você pode usar quando estiver estudando. Embora você provavelmente não encontre profundidade em materiais livres, pode ter acesso a artigos, blogs, vídeos, webinars, fóruns de discussão e outros conteúdos que podem ajudar.

Por exemplo, a Cisco oferece o Cisco Learning Network, a Microsoft oferece o TechNet e o Microsoft Developer Network, a CompTIA o IT Pro Community e o CWNP provê acesso a recursos de aprendizagem sobre Wi-Fi.

Procure cursos online gratuitos de universidades 

A tendência crescente das universidades, incluindo o Massachusetts Institute of Technology (MIT), é oferecer aulas gratuitas online sobre temas de tecnologia. Embora a maioria desses cursos não é focada especificamente em certificações de tecnologia, eles podem ajudar na aprendizagem de uma variedade de tópicos em TI. A Coursera, por exemplo, realiza parcerias com várias universidades para oferecer cursos de sistemas de computadores, segurança e networking.

Verifique o acervo da biblioteca pública de sua cidade

Não se esqueça da biblioteca local. Você pode não encontrar livros atualizados para todas as certificações de TI ou tópicos, mas não faz mal verificar. Também consulte o site da biblioteca e parceiros que possam oferecer uma seleção maior.

Avalie o seu conhecimento com testes práticos

Não desperdice dinheiro para fazer um exame antes de estar pronto. Tire proveito de testes práticos para avaliar o que você sabe e o que precisa estudar mais. Apesar de as perguntas não serem as do exame real, elas devem cobrir temas semelhantes com base nos objetivos do exame.

Se você responder uma pergunta errada, tente compreender por qual razão a sua resposta está errada e as razões por trás da resposta correta. Uma rápida pesquisa no Google irá revelar muitos sites que oferecem esses testes, e você também pode encontrá-los em guias de estudo.

Ganhe experiência

Embora os métodos tradicionais de estudo sejam uma parte importante da preparação para um exame de certificação, contar com experiência prática da tecnologia que você está estudando é essencial para obter uma compreensão mais profunda sobre o tema. 

Obter essa experiência pode ser relativamente fácil para aqueles que trabalham com TI, mas pode parece assustador para os outros. Confira as dicas abaixo.

Ferramentas de cloud

Para obter experiência prática sem ter de comprar e configurar o hardware necessário, considere o uso de nuvem. Por exemplo, o uso gratuito do Amazon EC2 Cloud permite acesso livre a plataformas Linux e Windows. Assim, você pode praticar comandos do Linux ou do Windows Server Administration. O Windows Azure oferece um teste de três meses que você pode usar para desenvolver software ou banco de dados. 

Virtualização, Linux e particionamento

Quando você precisa trabalhar com outro software de virtualização de sistema operacional, como VMware Player, Windows Virtual PC ou VirtualBox é possível executar também outro sistema operacional – e suas apps – direito dentro do Windows. 

Para sistemas operacionais baseados em Linux, você também pode começar a partir de um CD, que não requer a instalação de disco. Se você preferir fazer uma instalação completa de um sistema operacional, pode criar um dual-boot no PC.

Abaixo estão algumas dicas sobre maneiras baratas de ganhar alguma experiência prática por especialidade.

Rede

• Considere a criação de roteadores de código aberto ou livre como RouterOS, ZeroShell ou Endian para obter experiência de rede geral.

• Se você está estudando para uma certificação de rede – da Cisco ou Juniper, por exemplo – use emuladores para praticar comandos e simular configurações de rede. O código fonte aberto GNS3 Graphical Network Simulator, por exemplo, suporta Cisco IOS/IPS/PIX/ASA e Juniper JunOS.

• Para ganhar experiência com autenticação 802.1X ou para RADIUS, tente o open source FreeRADIUS ou o freeware TekRADIUS.

• Para a segurança da rede, considere fazer alguns testes de penetração em sua própria rede com o BackTrack.

Administração de Windows

Além das ferramentas baseadas em nuvem relacionadas acima, a Microsoft oferece testes gratuitos de Windows Server, Windows Small Business Server e outros produtos. Você também pode se inscrever para ter acesso aos recursos do Windows Server no site TechNet da Microsoft.

Banco de dados

Instale um servidor e manipule alguns dados, baixando a versão open source ou trial de seu banco de dados desejado, como MySQL, SQLite, PostgreSQL, Microsoft SQL Server, DB2, ou de produtos de banco de dados Oracle ou Sybase.

Desenvolvimento de software

• Considere efetuar o download da versão de avaliação gratuita de 90 dias do Microsoft Visual Studio para configurar um servidor web com Apache, por exemplo.

• Alunos, educadores e instituições, também têm em mente o programa DreamSpark da Microsoft, que oferece ferramentas de desenvolvimento de forma gratuita. Uma vez que você se inscreve no DreamSpark também pode receber 90 dias de acesso gratuito ao curso de .NET para Pluralsight, que é oferecido por dez dias gratuitamente para o público em geral.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 20 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Veja formas simples e gratuitas de estudar para certificações em TI

Encontre recursos de baixo custo, obtenha experiência prática e prepare-se para as provas que atestam seu conhecimento no mercado.

20 de fevereiro de 2013 – 07h30

Por muitos anos, certificações em tecnologia da informação (TI) têm sido debatidas por profissionais da área. Alguns acreditam que elas são a chave para um emprego ou um salário melhor. Enquanto outros afirmam que elas só valem no papel. 

Para profissionais da área que estão em busca de certificação para colocar um tempero a mais em suas capacidades, há maneiras de estudar para as provas sem gastar muito ou até sem gastar nada.

Afinal, não há como negar. O investimento em cursos para estudar para exames de certificação é, muitas vezes, caro, observa Tim Warner, um veterano de 15 anos de TI, escritor e treinador no CBT Nuggets, especializada em treinamento de TI. 

Depois de frequentar aulas, você ainda tem de pagar para fazer os exames. “Em média, os preços da prova variam entre 150 dólares e 350 dólares, por tentativa”, diz Warner. “Alguns fornecedores de TI, como a Microsoft têm promoções que diminuem pela metade o custo de inscrição. Mas, de qualquer forma, pode ser caro para muitos profissionais”, ressalta. Felizmente, há uma série de recursos livres e de baixo custo que podem ajudá-lo a estudar para realiza os exames de certificação. Veja abaixo.

Estude as possibilidades com seu empregador atual

Se você estiver em uma posição que sua empresa pode pagar por um curso de formação, fornecer materiais de estudo, ou oferecer outros recursos para obter certificações, não custa tentar. E mesmo que o empregador não pague, ele pode ser oferecer descontos e outras facilidades se for membro de uma organização que oferece tais benefícios. 

Verifique os recursos de sua escola

Se você está atualmente matriculado em um curso de TI, pode verificar se seu departamento acadêmico tem recursos disponíveis, como acesso gratuito a ferramentas de desenvolvimento de software, sistemas operacionais, bem como quaisquer descontos de computadores e hardware.

Aproveite as edições de software voltado para estudantes. E não se esqueça da biblioteca da escola, onde você pode encontrar guias de certificação de estudo ou outros recursos úteis.

Considere programas do governo

Verifique os recursos que as organizações governamentais estão oferecendo. O programa do governo Brasil Mais TI oferece periodicamente cursos gratuitos para profissionais de TI. Dos 500 milhões de reais do governo federal destinados ao TI Maior, uma parcela de 1,4 milhão de reais foi direcionada para capacitação de jovens talentos. Esses novos profissionais receberão treinamento a distância pelo portal do programa. 

Assine o Safari Books Online 

Esta biblioteca digital on demand oferece uma coleção de mais de 20 mil títulos de tecnologia, que incluem mídia digital e livros de desenvolvimento profissional e vídeos da O’Reilly Media, Addison-Wesley, Peachpit Press, Microsoft Press e muito mais.

O conteúdo é em inglês e você pode ler e assistir vídeos no computador ou tablet. Depois de um teste gratuito de dez dias ou mil visualizações de páginas, as taxas variam de 20 dólares a 43 dólares por mês ou 300 dólares a 473 dólares por ano.

Junte-se à IEEE Computer Society

Dedicado ao ensino técnico e colaboração, esse braço do Instituto de Engenheiros Elétricos e Eletrônicos nos Estados Unidos oferece inúmeros recursos que você pode usar para estudar. 

O site conta com mais de 600 livros online via Safari Books, 500 livros online da Element K e descontos em livros sobre TI. Também oferece 4,3 mil cursos online para muitas certificações técnicas e de negócios e exames de proficiência da Brainbench.

O site tem diferentes planos para assinantes, que variam de 49,50 dólares a 99 dólares (para profissionais), a 20 dólares a 40 dólares (para estudantes).

Participe de fóruns de discussão online

Quem melhor para obter conselhos de estudo e aprovação no exame de certificação do que outros que já passaram por isso? Os participantes de fóruns de discussão muitas vezes compartilham exatamente o que eles acharam útil ao estudar e fornecem um feedback geral sobre o exame.

Mas lembre-se que as questões exatas, provavelmente, diferem em cada exame. Importante: obter ou publicar questões literais de exames geralmente é estritamente proibido por aqueles que aplicam os exames.

Verifique se os fornecedores de TI oferecem recursos para certificação 

A maioria dos fornecedores de certificação fornece pelo menos alguns recursos livres básicos no site que você pode usar quando estiver estudando. Embora você provavelmente não encontre profundidade em materiais livres, pode ter acesso a artigos, blogs, vídeos, webinars, fóruns de discussão e outros conteúdos que podem ajudar.

Por exemplo, a Cisco oferece o Cisco Learning Network, a Microsoft oferece o TechNet e o Microsoft Developer Network, a CompTIA o IT Pro Community e o CWNP provê acesso a recursos de aprendizagem sobre Wi-Fi.

Procure cursos online gratuitos de universidades 

A tendência crescente das universidades, incluindo o Massachusetts Institute of Technology (MIT), é oferecer aulas gratuitas online sobre temas de tecnologia. Embora a maioria desses cursos não é focada especificamente em certificações de tecnologia, eles podem ajudar na aprendizagem de uma variedade de tópicos em TI. A Coursera, por exemplo, realiza parcerias com várias universidades para oferecer cursos de sistemas de computadores, segurança e networking.

Verifique o acervo da biblioteca pública de sua cidade

Não se esqueça da biblioteca local. Você pode não encontrar livros atualizados para todas as certificações de TI ou tópicos, mas não faz mal verificar. Também consulte o site da biblioteca e parceiros que possam oferecer uma seleção maior.

Avalie o seu conhecimento com testes práticos

Não desperdice dinheiro para fazer um exame antes de estar pronto. Tire proveito de testes práticos para avaliar o que você sabe e o que precisa estudar mais. Apesar de as perguntas não serem as do exame real, elas devem cobrir temas semelhantes com base nos objetivos do exame.

Se você responder uma pergunta errada, tente compreender por qual razão a sua resposta está errada e as razões por trás da resposta correta. Uma rápida pesquisa no Google irá revelar muitos sites que oferecem esses testes, e você também pode encontrá-los em guias de estudo.

Ganhe experiência

Embora os métodos tradicionais de estudo sejam uma parte importante da preparação para um exame de certificação, contar com experiência prática da tecnologia que você está estudando é essencial para obter uma compreensão mais profunda sobre o tema. 

Obter essa experiência pode ser relativamente fácil para aqueles que trabalham com TI, mas pode parece assustador para os outros. Confira as dicas abaixo.

Ferramentas de cloud

Para obter experiência prática sem ter de comprar e configurar o hardware necessário, considere o uso de nuvem. Por exemplo, o uso gratuito do Amazon EC2 Cloud permite acesso livre a plataformas Linux e Windows. Assim, você pode praticar comandos do Linux ou do Windows Server Administration. O Windows Azure oferece um teste de três meses que você pode usar para desenvolver software ou banco de dados. 

Virtualização, Linux e particionamento

Quando você precisa trabalhar com outro software de virtualização de sistema operacional, como VMware Player, Windows Virtual PC ou VirtualBox é possível executar também outro sistema operacional – e suas apps – direito dentro do Windows. 

Para sistemas operacionais baseados em Linux, você também pode começar a partir de um CD, que não requer a instalação de disco. Se você preferir fazer uma instalação completa de um sistema operacional, pode criar um dual-boot no PC.

Abaixo estão algumas dicas sobre maneiras baratas de ganhar alguma experiência prática por especialidade.

Rede

• Considere a criação de roteadores de código aberto ou livre como RouterOS, ZeroShell ou Endian para obter experiência de rede geral.

• Se você está estudando para uma certificação de rede – da Cisco ou Juniper, por exemplo – use emuladores para praticar comandos e simular configurações de rede. O código fonte aberto GNS3 Graphical Network Simulator, por exemplo, suporta Cisco IOS/IPS/PIX/ASA e Juniper JunOS.

• Para ganhar experiência com autenticação 802.1X ou para RADIUS, tente o open source FreeRADIUS ou o freeware TekRADIUS.

• Para a segurança da rede, considere fazer alguns testes de penetração em sua própria rede com o BackTrack.

Administração de Windows

Além das ferramentas baseadas em nuvem relacionadas acima, a Microsoft oferece testes gratuitos de Windows Server, Windows Small Business Server e outros produtos. Você também pode se inscrever para ter acesso aos recursos do Windows Server no site TechNet da Microsoft.

Banco de dados

Instale um servidor e manipule alguns dados, baixando a versão open source ou trial de seu banco de dados desejado, como MySQL, SQLite, PostgreSQL, Microsoft SQL Server, DB2, ou de produtos de banco de dados Oracle ou Sybase.

Desenvolvimento de software

• Considere efetuar o download da versão de avaliação gratuita de 90 dias do Microsoft Visual Studio para configurar um servidor web com Apache, por exemplo.

• Alunos, educadores e instituições, também têm em mente o programa DreamSpark da Microsoft, que oferece ferramentas de desenvolvimento de forma gratuita. Uma vez que você se inscreve no DreamSpark também pode receber 90 dias de acesso gratuito ao curso de .NET para Pluralsight, que é oferecido por dez dias gratuitamente para o público em geral.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de maio de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

10 revistas brasileiras gratuitas para ler no iPad

AppId is over the quota

Que tal ler uma revista deitado na rede ou na beira da piscina? Pois quem tem iPad conta com muitas opções de conteúdo para curtir nas férias – inclusive para quem não quer gastar.

Enquanto a maioria das editoras simplesmente oferece um aplicativo gratuito, que serve apenas para que você tenha acesso a edições pagas, publicações como Istoé, Trip, Dinheiro e até Sexy oferecem as ultimas edições em formato digital, sem custo (pelo menos por enquanto).

Há desde publicações que simplesmente transportam o conteúdo para a tela do tablet, sem o uso dos recursos multimídia, a revistas que ganham vídeos e gráficos interativos. E também tem webapps, como o da Sexy, que usou o recurso para conseguir levar seu conteúdo erótico (com muitas fotos) ao tablet, “driblando” o controle da Apple.

Escolha a sua revista em nossa galeria e boa leitura. Confira todas as nossas galerias clicando aqui.

Leia também:

– Donos de iPhone 4S são os maiores “devoradores de dados”, diz estudo

– Como baixar vídeos do YouTube com Firefox ou Safari

revistasipad03-390.jpg

Sexy: versão webapp para driblar o controle da Apple

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de fevereiro de 2012 em eletrônicos, Mac, Tecnologia

 

Tags: , ,