RSS

Arquivo da tag: Gartner

Vendas mundiais de PCs caíram 6,9% no 4º trimestre de 2013, diz Gartner

As vendas de PCs em todo o mundo alcançaram 82,6 milhões de unidades no quarto trimestre de 2013, uma redução de 6,9% em relação ao mesmo período de 2012, de acordo com dados do grupo de pesquisas Gartner divulgados nesta terça-feira (14). Este é o sétimo trimestre consecutivo em que as vendas do setor diminuem, influenciado pelas vendas de tablets e de smartphones.

Lenovo e HP estão nas primeiras colocações nas vendas de PC, com 18,1% e 16,4%, respectivamente. Dell (11,8%), Acer Group (7,8%) e Asus (6,5%) fecham a lista. Outras empresas somam 39,3% do mercado.

A fabricante chinesa alcançou a liderança do setor por conta de bons resultados de vendas em todas as regiões, com exceção da Ásia e da China. A HP teve queda de 7,2% nas vendas, prejudicada pela fraca procura por PCs nos Estados Unidos e na América Latina.

Nos Estados Unidos, os PCs venderam 15,8 milhões de unidades no último trimestre do ano, uma queda de 7,5% comparado com o mesmo período em 2012.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 16 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Os 10 melhores provedores de armazenamento na nuvem, segundo o Gartner

Estão na lista empresas como Amazon Web Services, Microsoft, HP e Google. Consultoria avaliou prós e contras dos serviços desses fornecedores.

Aproximadamente 19% das organizações ao redor do mundo estão utilizando a computação na nuvem para produção de aplicações, enquanto outros 20% contratam serviços públicos de armazenamento na cloud, segundo estudo do Gartner.

Os resultados mostram que a nuvem oferece grandes oportunidades de negócios, especialmente para serviços de armazenamento. O instituto de pesquisas estima que as empresas gastaram 109 milhões de dólares com a computação na nuvem em 2012, um crescimento de 20% em comparação com o ano anterior. 

Ao mesmo tempo, a indústria de serviços de nuvem é grande e conta com muitos provedores com estratégias agressivas para conquistar clientes. Para orientar as companhias na hora de selecionar seu parceiro, o Garnter elegeu os dez principais fornecedores de serviços de armazenamento, levando em consideração a capacidade deles de atendimento aos clientes.

Veja a seguir essa listagem com prós e contras da oferta de cada um em ordem alfabética.

Amazon Web Services

Como em muitos outros aspectos da computação em nuvem, a Amazon Web Services é considerada um líder no mercado de armazenamento em nuvem. A empresa é um player precoce e agressiva no mercado. Sua oferta acaba movimentando a concorrência, segundo o Gartner. Seu preço é “benchmark da indústria.” A oferta Simple Storage Service (S3) é o serviço básico de armazenamento, enquanto que Elastic Block Storage é para grandes volumes.

A AWS também inova. No início deste ano, anunciou o Glacier, um serviço de armazenamento de arquivos de longo prazo a baixo custo. Apresentou também recentemente na sua primeira conferência de usuários o Redshift, oferta de armazenamento baseado em dados na nuvem.

Mesmo assim, AWS tem desafios. Apesar de contar com uma ferramenta para vincular os dados que estão nas instalações das empresas em nuvem, chamada de AWS Storage Gateway, a capacidade de criar arquiteturas híbridas com essa funcionalidade ainda está em andamento, diz o Gartner.

A AWS continua lançando produtos e serviços inovadores para manter sua liderança no mercado. Conta também com ofertas orientados para determinados setores como de governo com o seu serviço GovCloud.

AT&T

O serviço da AT&T Synaptic está alinhado com o de armazenamento EMC Atmos, utilizado como instalações de sistemas de armazenamento. Isso cria uma oportunidade para a AT & T vender soluções para a base sólida de clientes da EMC e oferecer recursos de nuvem híbrida.

O Gartner observa que este produto tem focado principalmente pequenas e médias empresas (PMEs). O AT & T Synaptic já abrange várias regiões e a companhia planeja expandir o serviço globalamente. A Europa é a sua próxima parada. Os clientes que utilizam os serviços de VPN da AT & T são liberados dos custos de entrada na nuvem.

Google Cloud Storage

Lançado em 2010, Google Cloud Storage  é o produto de armazenamento subjacente para outros produtos e serviços de nuvem do Google. A oferta inclui o Google App Engine, plataforma de desenvolvimento de aplicativos, Google Compute Engine e BigQuery, que são máquinas virtuais baseadas em cloud e uma ferramenta de análise para Big Data. Os clientes acessam o Google Cloud Storage através de uma API . O serviço está disponível nos EUA e Europa.

Porém, o que está impedindo a plataforma de armazenamento em nuvem do Google de ganhar mais presença no mercado é a falta de suporte direcionado a clientes corporativos, afirma o Gartner. Isso faz com que o Google Cloud Storage seja ideal para clientes sofisticados que querem criar e gerenciar a implantação, bem como para desenvolvedores que procuram alta capacidade de armazenamento para aplicativos do Google.

HP

A HP anunciou a versão beta pública de sua plataforma para armazenamento em nuvem e estreou em maio de 2012. O projeto foi concebido para trabalhar com a rede de computadores e distribuição de conteúdo (CDN) e se associou recentemente com a Akamai. A tecnologia é baseada em OpenStack e a HP oferece suporte via chat 24/7 com garantia de disponibilidade de 99,95%.

“Entre os fornecedores de armazenamento na nuvem com base em OpenStack, a HP está bem posicionada para entender as necessidades de TI dos clientes. Isso em razão de a fabricante ter uma extensa linha de hardware, software e opções de serviço”, avalia o Gartner.

Mas como o Object Storage Cloud é novo, a HP deve evoluir e aperfeiçoar as ofertas de arquitetura e serviços. O sistema replica automaticamente os dados através de três zonas de resiliência disponibilidade (os clientes podem escolher o que fazer na nuvem da Amazon), e a HP processa as informações em seu hardware e em nuvem pública nas instalações de clientes, possibilitando que a configuração de rede híbrida se torne mais fácil.
IBM

O armazenamento em nuvem da IBM é parte de sua oferta empresarial SmartCloud, que inclui outros serviços, tais como o desenvolvimento de aplicativos baseados em nuvem e infraestrutura.

Para o Gartner, a desvantagem principal da IBM é a falta de integração entre os vários aspectos da oferta SmartCloud. Por exemplo, a IBM vende sua solução de backup em nuvem e de recuperação, mas esses serviços não utilizam o Object Storage SmartCloud em seu servidor

Talvez essa integração não aconteça porque a IBM está associada com a Nirvanix, outro fornecedor de armazenamento em nuvem para executar o armazenamento de objteto do SmartCloud armazenamento.

O Gartnert acredita que a heterogeneidade desses serviços sob o guarda-chuva da IBM SmartCloud poderia criar “silos de capacidades” para vários serviços.  Porém, observa que a IBM está comprometida em integrar seus produtos e serviços. Sua experiência em vender para departamentos de TI de grandes empresas dá uma vantagem significativa para que se torne um player importante no mercado de armazenamento corporativo na nuvem.
Internap

A história da Internap é de um provedor de serviços gerenciados que recentemente tornou-se também um player em nuvem. Seu sistema de armazenamento na cloud é o AgileFiles, baseado em plataforma OpenStack Swift e está disponível nos EUA, Europa e Ásia, com planos de expansão futura.

Para diferenciar seu serviço, a Internap tentou separar os recursos avançados de rede em serviço como Manager Internet Route Optimizer (MIRO), que analisa o desempenho das formas possíveis de fornecer e escolher melhor conteúdos. Sua maior limitação, de acordo com o Gartner, é ainda a tímida presença no mercado.
Microsoft

Depois da Amazon Web Services, o Windows Azure Blob Storage da Microsoft, é segundo previsões do Gartner, o segundo serviço de armazenamento mais utilizado. Atualmente, a tecnologia conta com mais de um bilhão de objetos e cresce 200% ao ano. O produto dá suporte para uma ampla gama de recursos, incluindo armazenamento de objetos, tabela, SQL Server e uma rede de entrega de conteúdo (CDN).

O armazenamento Blob Azure está numa verdadeira corrida para oferecer o menor preço, já que a Amazon e Google baixaram seus custos constantemente no ano passado. Seu objetivo é ser o mais competitivo entre os três. O Gartner chama a Microsoft de “rápida seguidora” das características da AWS. Suas opções de suporte atraem clientes de grandes empresas, de acordo com a consultoria, oferecendo uma equipe de apoio prático, baseado em prestações.

A Microsoft recentemente expandiu sua oferta com a compra da StorSimple, fornecedor de  armazenamento em nuvem.
Nirvanix

O fornecedor de armazenamento em nuvem Nirvanix é dedicado exclusivamente a este mercado. O Gartner avalia que o provedor é ideal para empresas que procuram as necessidades de armazenamento de dados intensivos. Entretanto, a consultoria considera inconvenientes para os clientes que procuram um provedor que oferece todos os cálculos em uma plataforma de armazenamento.

Mas o Nirvanix tem algumas características atraentes, segundo o Gartner. O instituto de pesquisa destaca a capacidade do provedor de ter serviços de armazenagem público e ofertas mistas para instalações em companhias com opções suporte de alta qualidade. Apesar disso, pode não ser a opção para as PMEs, que preferem preços sobre a demanda.
Rackspace

O Rackspace é outro player importante no ecossistema de armazenamento em nuvem, com sua oferta Cloud Files, que conta com um robusto conjunto de serviços de apoio, incluindo infraestrutura e rede uma CDN alimentada por Akamai.

Para atender as companhias que necessitam de armazenamento de alto desempenho, o produto do provedor é o Cloud Storage Block. O Rackspace trabalha duro no projeto de código aberto OpenStack e o andamento de seus projetos estão sendo monitorados de perto.

Por causa de seu trabalho no ambiente OpenStack, o Gartner avalia que os serviços públicos de armazenamento em nuvem do Rackspace integram muito bem com nuvens movidas pelo OpenStack, podendo criar cloud híbrida para os clientes.

Softlayer

O sistema de armazenamento CloudLayer da Softslayer é baseado na plataforma OpenStack Swift. O serviço acompanha uma variedade de outros oferecidos pelo Softlayer, incluindo computação e CDN. 

O Softlayer também tem uma oferta SAN com presença internacional. Possui centros de dados em sua sede em Dallas (EUA) em Amisterdã e Cingapura. Mas a falta de ciclos de implementação e suporte turnkey faz com que o produto não seja ainda muito procurado pelo mercado empresarial, afirma o Gartner.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Novo BlackBerry terá dificuldade para vencer concorrentes, diz Gartner

Pesquisadores previram que fatias do BlackBerry no mercado global de smartphones irão permanecer abaixo de 5% até 2016, graças a uma concorrência poderosa e uma plataforma fechada

Analistas do Gartner disseram em um relatório divulgado na segunda-feira (19) que o novo software BlackBerry BB10 não conseguirá grandes resultados em breve. Até mesmo os funcionários da empresa literalmente começaram a cantar os louvores do novo smartphone Z10, que chega ao mercado dos EUA na próxima sexta-feira (22).

Os pesquisadores previram que as fatias do BlackBerry no mercado global de smartphones irão permanecer abaixo de 5% até 2016, graças a uma concorrência poderosa e uma plataforma fechada. Além do mais, a empresa terá que atingir o mercado consumidor e conquistar clientes, que agora estão com Android e iOS, de volta.

“A questão é se a nova plataforma será o suficiente para motivar o comprador a escolher o BlackBerry entre as plataformas que ele conhece. Tudo se resume a quão eficaz o marketing do BB será, e quanto dinheiro a empresa pode gastar para excitar o usuário a favor de um dispositivo BB10”, disseram os pesquisadores.

O Gartner também advertiu que, no mercado empresarial, a incapacidade do BB10 de ser gerido por plataformas de MDM populares poderia torná-lo uma dor de cabeça para a adoção de usuários corporativos. “Hoje, a única solução de MDM forte para dispositivos BB10 é o BES10. Enquanto ele suporta iOS e Android, faz isso usando recursos de gerência de política e não a estratégia que oferece para BB10 dispositivos, nem o BlackBerry oferece as mesmas políticas em dispositivos BB10”, escreveram os analistas.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de maio de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Compras mundiais de TI vão crescer 4,1% em 2013, diz Gartner

O investimento deverá atingir US$ 3,8 trilhões. Consumidores e empresas devem ser afetados pela economia global, mas grandes projetos vão se manter

Segundo nova previsão da empresa de análises de mercado Gartner, o investimento global em Tecnologia da Informação deverá crescer 4,1% emn 2013, gerando um total de 3,8 trilhões de dólares em vendas de produtos e serviços.

O Gartner acredita que consumidores e empresas devem ser afetados pela economia global, mas aposta que grandes projetos de TI não serão interrompidos ao longo do ano. Reduções nos investimentos em TI do governo norte-americano e a crise econômica em Chipre, por exemplo, “provocaram um sentimento de fragilidade mundial para empresas e consumidores que deve persistir”, diz o analista do Gartner, Richard Gordon.

“No entanto, os novos choques devem durar pouco e mesmo que provoquem algumas pausas em gastos específicos no caminho, iniciativas estratégicas de TI vão se manter”, diz Gordon.

Na lista do Gartner por segmento, a área de serviços de telecom deve crescer 2% este ano, respondendo por 1,69 trilhão, depois de ter caído 0,4% no ano anterior. A receita em queda da área de serviços de voz será ultrapassada pelo crescimento do consumo de serviços móveis de dados, segundo o Gartner.

O software corporativo também vai crescer no período, subindo o faturamento em 6,4% para 297 bilhões de dólares, comparado com um crescimento de 3,5% em 2012. Nessa área, software de bancos de dados, integração de dados e supply chain vão crescer mais agressivamente que operações de TI e sistemas operacionais, diz a empresa.

O investimento em serviços de TI cresce 5,5% em 2013, atingindo 918 bilhões de dólares, enquanto que o investimento em sistemas de data center deverá crescer 3,7% para 146 bilhões de dólares. ??O segmento de equipamentos digitais (devices) vai consumir 718 bilhões de dólares este ano, um crescimento de 7,9% sobre 2012.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de maio de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Dez previsões do Gartner para indústria de TI a partir de 2013

Estudo aponta que mobilidade, rede social e nuvem vão pressionar mais as companhias em 2013

26 de dezembro de 2012 – 15h24

As redes sociais, a mobilidade, a nuvem e a análise de informações vão pressionar mais as empresas a partir de 2013 para que mudem processos de negócios, apontam estudos do Gartner. Juntos esses quatro movimentos formam o que a consultoria vem chamando de Nexus das Forças e devem ser abraçados pelos tomadores de decisão para dar respostas mais rápidas ao mercado.

“A maioria das indústrias enfrentará mudanças entre 2013 a 2015. Essas mudanças vão forçar transformações fundamentais nos processos de negócios que, por sua vez, remodelarão as empresas”, prevê Kimberly Harris-Ferrante, vice-presidente e analista do Gartner.

De acordo com ele, as redes sociais, comunicações móveis, computação em nuvem e as informações serão especialmente importantes na transformação da indústria. Esses quatro fatores desafiarão modelos existentes e vai impactar a competitividade, alerta o analista do Gartner.

Para Harris-Ferrante, é importante que CIOs, líderes de TI e de negócios se apoiem nessas quatro forças para entender melhor como o mundo está mudando. Esse entendimento levará ao desenvolvimento de estratégias para lidar com as exigências de um ambiente de negócios em rápida mutação.

Veja a seguir dez previsões da consultoria para o período entre 2013 e 2017:

1- Até 2016, três montadoras anunciarão planos concretos para lançamentos de automóveis baseados em tecnologia para tornar os veículos automáticos.

2- Em 2016, os pacientes serão prejudicados ou colocados em risco por uma violação de segurança em dispositivos médicos.

3- Em 2016, os governos nacionais vão exigir que as instituições de educação adotem ferramentas de Big Data para análise das informações dos curriculos e dados dos alunos para corte de custos.

4- Em 2015, a linguagem de processamento natural (PNL) a ser usada entre grandes organizações de saúde em países de língua Inglês vai quintuplicar, alimentada por documentação, codificação, elaboração de relatórios de qualidade e pesquisa.

5- Em 2016, metade dos clientes de serviços públicos dos Estados Unidos terá acesso a dados padronizados sobre uso de energia, mas apenas 20% irão usá-los.

6- No final do ano de 2014, o sistema de pagamento dos seguros da carro no modelo pay-as-you-drive vai aumentar significativamente. Esse sistema deverá representar 10% do total seguros premium de automóvel registrado anualmente.

7- Em 2014, menos de 2% dos consumidores no mundo estarão adotando a tecnologia Near Field Communication (NFC) para pagamentos móveis.

8- Em 2017, mais de 50% dos anúncios veiculados nos meios de comunicação serão pagos pelas agências de publicidade com base no desempenho de exibições.

9- Em 2015, cerca de 50% do fabricantes de bens de consumdo Tier 1 vão investir em tecnologia de empresas start-ups para acessar o mercado B2C.

10- Em 2016, pelo menos 25% das manufaturas discretas adotarão impressão 3D para produzir partes e peças de produtos.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 12 de fevereiro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Gartner: indústria de chips foi mal em 2012, mas deve se recuperar em 2013

Segundo o instituto de pesquisas, receita do setor terá queda de 3% em relação a 2011. Previsão para o ano que vem é subida de 4,5%

19 de dezembro de 2012 – 09h30

O Gartner reportou que a receita de chips (semicondutores) em todo o mundo vai chegar a 298 bilhões de dólares este ano, queda de 3% em relação aos 307 bilhões de dólares registrados em 2011. Segundo a empresa, esse mercado deve se recuperar em 2013.

Embora fosse esperado que a indústria estagnasse no primeiro semestre de 2012, também era previsto algum crescimento na segunda metade do ano, levando à recuperação em 2013. Mas não foi o que aconteceu.

Durante o terceiro trimestre do ano, os pedidos ficaram abaixo das expectativas sazonais e as previsões para o último trimestre de 2012 também mostram quedas, segundo a Gartner.

Mesmo assim, na semana passada a empresa previu que, apesar do desempenho fraco de 2012, a receita global de semicondutores deve alcançar 311 bilhões de dólares em 2013. Isso representaria aumento de 4,5% sobre este ano.

“A incerteza sobre o estado da economia, juntamente com excesso de estoque permanente, gera ruídos na indústria”, disse o diretor de pesquisas da Gartner, Steve Ohr. “As áreas mais atingidas incluem a cadeia de abastecimento de PCs, memória, e componentes analógicos. O mercado de PC, normalmente em crescimento, apresentou uma queda pela primeira vez em muitos anos – a produção de computadores caiu 2,5% em 2012.”

Smartphones
Ohr também observou que o mercado de smartphones, que foi extremamente forte durante muitos trimestres, começou a diminuir à medida que amadureceu. Ainda assim, ele permanece como o condutor mais forte no crescimento da receita de semicondutores de 2012.

O relatório da Gartner apontou que a Intel – maior fabricante mundial de chips – teve declínio de 2,7% na receita em 2012. Segundo a empresa de pesquisas, a culpa dessa diminuição é do mercado de PC, que luta para se manter de pé.

A Samsung Electronics, segunda maior fabricante de PCs, teve queda de 8,7% na receita este ano.

No entanto, a Gartner informou que a Qualcomm está tendo forte crescimento. A empresa, que passou de sexto lugar em 2011 para o terceiro este ano, aumentou o faturamento em 29,6%.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 12 de fevereiro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Dez previsões do Gartner para indústria de TI a partir de 2013

Estudo aponta que mobilidade, rede social e nuvem vão pressionar mais as companhias em 2013

26 de dezembro de 2012 – 15h24

As redes sociais, a mobilidade, a nuvem e a análise de informações vão pressionar mais as empresas a partir de 2013 para que mudem processos de negócios, apontam estudos do Gartner. Juntos esses quatro movimentos formam o que a consultoria vem chamando de Nexus das Forças e devem ser abraçados pelos tomadores de decisão para dar respostas mais rápidas ao mercado.

“A maioria das indústrias enfrentará mudanças entre 2013 a 2015. Essas mudanças vão forçar transformações fundamentais nos processos de negócios que, por sua vez, remodelarão as empresas”, prevê Kimberly Harris-Ferrante, vice-presidente e analista do Gartner.

De acordo com ele, as redes sociais, comunicações móveis, computação em nuvem e as informações serão especialmente importantes na transformação da indústria. Esses quatro fatores desafiarão modelos existentes e vai impactar a competitividade, alerta o analista do Gartner.

Para Harris-Ferrante, é importante que CIOs, líderes de TI e de negócios se apoiem nessas quatro forças para entender melhor como o mundo está mudando. Esse entendimento levará ao desenvolvimento de estratégias para lidar com as exigências de um ambiente de negócios em rápida mutação.

Veja a seguir dez previsões da consultoria para o período entre 2013 e 2017:

1- Até 2016, três montadoras anunciarão planos concretos para lançamentos de automóveis baseados em tecnologia para tornar os veículos automáticos.

2- Em 2016, os pacientes serão prejudicados ou colocados em risco por uma violação de segurança em dispositivos médicos.

3- Em 2016, os governos nacionais vão exigir que as instituições de educação adotem ferramentas de Big Data para análise das informações dos curriculos e dados dos alunos para corte de custos.

4- Em 2015, a linguagem de processamento natural (PNL) a ser usada entre grandes organizações de saúde em países de língua Inglês vai quintuplicar, alimentada por documentação, codificação, elaboração de relatórios de qualidade e pesquisa.

5- Em 2016, metade dos clientes de serviços públicos dos Estados Unidos terá acesso a dados padronizados sobre uso de energia, mas apenas 20% irão usá-los.

6- No final do ano de 2014, o sistema de pagamento dos seguros da carro no modelo pay-as-you-drive vai aumentar significativamente. Esse sistema deverá representar 10% do total seguros premium de automóvel registrado anualmente.

7- Em 2014, menos de 2% dos consumidores no mundo estarão adotando a tecnologia Near Field Communication (NFC) para pagamentos móveis.

8- Em 2017, mais de 50% dos anúncios veiculados nos meios de comunicação serão pagos pelas agências de publicidade com base no desempenho de exibições.

9- Em 2015, cerca de 50% do fabricantes de bens de consumdo Tier 1 vão investir em tecnologia de empresas start-ups para acessar o mercado B2C.

10- Em 2016, pelo menos 25% das manufaturas discretas adotarão impressão 3D para produzir partes e peças de produtos.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de fevereiro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , ,