RSS

Arquivo da tag: games

Evento de games com R$ 80 mil em prêmios atrai 10 mil pessoas em SP

Time de esporte eletrônico Keyd, expoente no Brasil no game on-line 'League of Legends', posa para foto com fã (Foto: Helton Simões Gomes/G1)Time de esporte eletrônico Keyd, expoente no
Brasil no game on-line ‘League of Legends’, posa
para foto com fã (Foto: Helton Simões Gomes/G1)

O campeonato de games X5 Mega Arena, realizado em São Paulo, levou pelo menos 10 mil pessoas nesta quinta-feira (10) ao Centro de Exposições Imigrantes, de acordo com a organização. O público é formado não só por jogadores e aficionados por games. Fãs se empurram para pedir autógrafos aos atletas e, é claro, tirar uma “selfie” ao lado dos ídolos.

“Fã, não. É nego fanático. O cara vai falar contigo tremendo todo”, brinca Filipe Gonçalves da Costa, de 24 anos, o brTT, da equipe profissional Keyd, uma dos expoentes no Brasil no game on-line “League of Legends”. Os jogadores do time, inclusive os coreanos An “SuNo” Sun-ho, de 19 anos, e Park “Winged” Tae-Jin, de 23 anos, atenderam os fanáticos por cerca de 40 minutos.

“A gente já está acostumado com esse carinho do público. Ê muito bom ver o trabalho reconhecido”, diz brTT. “Ninguém sabe que dá para viver disso. Pessoas de mais idade, como a minha mãe, não sabem. No começo era complicado explicar como era, mas hoje em dia ela me apoia.”

“Já tem muito fã. O pessoal move montanhas”, diz Alexandre Borba, um dos idealizadores do X5 Mega Arena. “A gente conseguiu trazer para cá o público que assistia às transmissões.”

Diferentemente de outras competições do gênero, A XMA reúne em um só evento quatro modalidades de games. Além da sensação “League of Legends”, game de batalha, há também partidas de “Cross Fire”, “Point Black”, jogos de tiro em primeira pessoa, e “Combat Arms”, também de tiro.

Os ganhadores levarão para casa muito mais do que histórias sobre lances durante as partidas para contar. “A gente deve dar aqui em premiação por volta de R$ 80 mil para todas as modalidades”, diz o organizador.

Partida do game 'League of Legends', realizada durante o campeonato X5 Mega Arena, em São Paulo (Foto: Helton Simões Gomes/G1)Partida do game ‘League of Legends’, realizada
durante o campeonato X5 Mega Arena, em São
Paulo (Foto: Helton Simões Gomes/G1)

Segundo Borba, a popularidade dos games na internet foi crucial para que organizassem o campeonato, no qual as partidas continuam a ser transmitidas on-line, mas podem ser assistidas ao vivo. “Os números que a gente estava  alcançando eram muito grandes. Na última transmissão de “League of Legends”, na Brasil Game League, mais de 100 mil pessoas acompanhavam”, diz.

Nesta quinta (1º), a organização computava 10 mil visualizações em média das partidas on-line dos games “Cross Fire” e “Combat Arms”. Presencialmente, contava 10 mil visitantes. Isso antes dos jogos de “League of Legends” começarem. Ao todo, os acessos chegavam aos 500 mil visitantes únicos.

Contando a audiência do game on-line de batalhas, a organização espera chegar a cinco milhões de espectadores na internet em todo o torneio. A expectativa é que entre 50 mil e 80 mil pessoas visitem a XMA.

“São públicos diferentes que se encontram no mesmo local. Mesmo que seja um jogo de tiro, o foco não é a violência, mas qual time está se saindo melhor. É algo que o pai vê com o filho, a mãe vê com a filha”, diz Borba.

Apesar de muitas pessoas terem ido ao campeonato, o grosso do público era formado por jovens jogadores. “O esporte eletrônico é totalmente diferente [dos esportes convencionais ]. A única coisa que manda é a habilidade do jogador e a dedicação. Você vê meninos que estão jogando em casa em uma semana e na semana seguinte se classificam para um campeonato brasileiro e podem ser campeões”, diz Borba.

“Para você virar um Neymar é complicadíssimo. Para você virar o melhor jogador de esporte eletrônico aqui no Brasil e até no mundo é algo mais simples.”

Serviço
O que é: X5 Mega Arena;
Quando: de 1º a 4 de maio;
Onde: Centro de Exposições Imigrantes, Rodovia dos Imigrantes, KM 1,5 – Cursino, São Paulo – SP;
Ingressos: R$ 40 por dia ou R$ 112  no pacote para todos os dias do evento;
Mais informações: site oficial (acesse aqui).

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Competição de games Mega Arena começa nesta quinta em São Paulo

Palco do evrnto X5 Mega Arena que acontece em SP neste feriadão (Foto: Divulgação/X5 Mega Arena)Palco do evrnto X5 Mega Arena que acontece em SP neste feriadão (Foto: Divulgação/X5 Mega Arena)

Com as competições de esporte eletrônico se tornando mais populares no Brasil, os fãs de games poderão acompanhar jogadores profissionais e também competir no evento X5 Mega Arena. Ele acontece a partir desta quinta-feira (1º) até o domingo (4) no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo.

A expectativa da organização é ter mais de 80 mil pessoas nos quatro dias de competições divididas entre gamers profissionais e amadores. As disputas serão nos jogos “League of Legends”, game de batalhas em arenas com equipes de cinco jogadores; “CrossFire”, jogo de tiro em primeira pessoa com foco mais tático; “Point Blank”, de tiro em primeira pessoa; e “Combat Arms”, um dos games de tiro mais populares no país.

Além de assistir aos profissionais do esporte eletrônico competindo, os visitantes poderão jogar os games e também participar de torneios. Serão 500 computadores disponíveis para o público. Há quatro espaços de “free-play” com 400 metros quadrados cada e o palco principal tem 20 metros, com direito a um painel LED de 10 x 7 metros.

As partidas serão transmitidas ao vivo por meio do site de transmissão de games “Twitch” em dois canais (acesse aqui e aqui).

Serviço
O que é: X5 Mega Arena;
Quando: de 1º a 4 de maio;
Onde: Centro de Exposições Imigrantes, Rodovia dos Imigrantes, KM 1,5 – Cursino, São Paulo – SP;
Ingressos: R$ 40 por dia ou R$ 112  no pacote para todos os dias do evento;
Mais informações: site oficial (acesse aqui).

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Festival de games independentes BIG acontece em maio em SP e no RS

Festival de jogos independentes brasileiros acontece e maio em SP e no RS (Foto: Divulgação/BIG Festival)Festival de jogos independentes brasileiros
acontece em maio em SP e no RS
(Foto: Divulgação/BIG Festival)

O festival de games independentes Brazil’s Independent Games Festival, o BIG, acontece em maio nas cidades de São Paulo e em Porto Alegre entre os dias 10 e 18 de maio, permitindo que fãs de jogos eletrônicos possam conhecer e testar os principais títulos independentes produzidos no país e no mundo. A novidade em 2014 é que o evento ocorrerá também na capital gaúcha nos dias 14 e 15 de maio. A entrada nos dois locais é gratuita.

Em São Paulo, o BIG Festival ocorrerá no Centro Cultural e, além da exposição dos jogos, terá competição internacional que selecionará os melhores jogos em diversas categorias, workshops, palestras, apresentação de projetos e rodadas de negócios, entre outras atrações. Em Porto Alegre, o evento acontece em dois dias no Centro de Eventos FIERGS. Todas as atividades serão de graça.

Uma das principais atrações do festival será a competição que irá selecionar os melhores jogos do ano. São 20 games do mundo inteiro que serão selecionados para concorrer a prêmios nas categorias Melhor Jogo, Revelação Brasil, Melhor Som, Melhor Arte, Melhor Narrativa, Melhor Game Play, Melhor Demo e Voto Popular. Serão distribuídos pelo menos R$ 45 mil em prêmios.

Todos os jogos selecionados para o festival estarão disponíveis em computadores, tablets, smartphones para teste em uma exposição aberta ao público. Os visitantes poderão votar nos melhores títulos.

Paralelamente ao Festival aberto ao público, haverá atrações voltadas aos negócios, exclusivas para profissionais da área. Durante três dias em São Paulo e dois dias em Porto Alegre (RS), o BIG Business Forum contará com palestras, workshop e irá reunir desenvolvedores, governo, associações e profissionais do mercado para apresentar projetos, discutir parcerias e aspectos comerciais. O objetivo é fortalecer a indústria de games no Brasil, buscando novas oportunidades de negócios no mercado internacional, além de capacitação e intercâmbio de produtos e profissionais. A Apex-Brasil, Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, por meio do projeto Brazilian Game Developers realizado com a Abragames, é parceira nessa iniciativa.

Os desenvolvedores interessados em participar do BIG Festival com seus jogos tem até a segunda-feira (31) para enviar seus projetos (clique aqui para acessar).

Serviço
O que é: 2º BIG Festival (Brazil’s Independent Games Festival);
Quando: de 10 a 18 de maio (segunda-feira, 12, não abre para o público, apenas profissionais cadastrados no Fórum de Negócios);
Horário: de terça a sexta, das 10h às 20h. Sábado e domingo, das 10h às 18h;
Onde: no Centro Cultural São Paulo – Rua Vergueiro 1000 – Paraíso, SP;
Quanto: a entrada é gratuita.

Em Porto Alegre (RS):
Quando: dias 14 e 15 de maio;
Onde: no Centro de Eventos FIERGS – Av. Assis Brasil, 8787 – Bairro Sarandi.

View the original article here

 
1 comentário

Publicado por em 25 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

26 empresas brasileiras participam da GDC, evento para criadores de games

A feira Game Developers Conference (GDC), que acontece na cidade de San Francisco, nos Estados Unidos, até a sexta-feira (21) terá 26 empresas brasileiras e mais de 50 empresários do país no evento voltado para desenvolvedores de games.

A iniciativa foi organizada pelo Projeto de Exportação Brazilian Game Developers, uma parceria da Abragames, Associação Brasileira de Desenvolvedoras de Jogos Digitais, com a Apex-Brasil, Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos.

De acordo com Eliana Russi, gerente Executiva do Brazilian Game Developers, o objetivo é “abrir novas oportunidades de negócios no mercado internacional, nesse, que é o maior evento de desenvolvimento de games da América do Norte”.

No evento, os estúdios mostrarão seus trabalhos para companhias internacionais e tentarão fechar negócios. O GameConnection, a parte de negócios da GDC, tem reuniões e encontros para esta finalidade.

Veja a lista de empresas brasileiras que estarão na GDC 2014: 2MUNDOS; 44Toons Interactive; Aquiris Game Studio; Behold Studios; BigHut Games; CatNigiri; ClickJogos; DayDreamLab;
FiraGames; Fire Horse; Fisiogames; GameBiz; Insolita; Kokku; Manifesto Game Studio; Napalm; Oktagon; Palmsoft; Pandora Game Studio; Petit Fabrik Game Studio; Pocket Trap;
Sioux; Swordtales; Trendstockr; Virgo Game Studios; Webcore Games.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 18 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

‘The Last of Us’ é eleito melhor game de 2013 pela BAFTA Games Awards

'The Last of Us' (Foto: Divulgação)‘The Last of Us’ recebeu o BAFTA de melhor game
de 2013(Foto: Divulgação)

O game “The Last of Us”, do estúdio Naughty Dog e exclusivo do videogame PlayStation 3, recebeu o prêmio de melhor jogo de 2013 pela British Academy of Film and Television Arts, a BAFTA. Ele concorria em dez  categorias do evento que foi realizado na noite desta quarta-feira (12) em Londres.

Além do prêmio de melhor game do ano passado, o título recebeu o troféu de melhor perfomance para a atriz Ashley Johnson, que interpretou Ellie no título, melhor jogo de ação/aventura, excelência em áudio e melhor história.

Considerado um dos melhores jogos exclusivos do PlayStation 3, “The Last of Us” é um jogo de ação que se passa em um mundo onde quase todos os seres humanos sofreram uma infecção misteriosa e se transformaram em monstros. No papel de Joel, o jogador deve lutar por sua vida nesse cenário pós-apocalíptico ao lado da jovem Ellie.

Trevor vai em balada em 'GTA V' (Foto: Divulgação/Rockstar)Trevor vai em balada em ‘GTA V’
(Foto: Divulgação/Rockstar)

Outro game que concorria ao maior número de categorias, “Grand Theft Auto V”, da Rockstar, recebeu o BAFTA de melhor jogo desenvolvido por um estúdio britânico, game design e melhor multiplayer (modo de partidas online).

“BioShock Infinite”, da 2K Games, que concorria nas principais categorias, recebeu apenas o prêmio de melhor música e foi a decepção da noite.

O jogo portátil “Tearaway”, do PS Vita, ficou com o BAFTA de melhor jogo portátil, game para a família e excelência artística.

Em outras categorias, “Fifa 14” foi eleito melhor game de esportes; “Papers, Please” foi o melhor game de estratégia e simulação, “Gone Home” melhor nova franquia e “Brothers: A Tale of Two Sons” foi eleito o game que teve a maior inovação.

Veja os vencedores do BAFTA dos games:
– Game do ano: “The Last of Us”;
– Música: “BioShock Infinite”;
– Game de ação: “The Last of Us”;
– Estratégia: “Papers, please”;
– Inovação: “Brothers: A Tale of Two Sons”;
– Arte: “Tearway”;
– Portátil: “Tearaway”;
– Áudio: “The Last of Us”;
– Game promissor: “Size Does Matter”;
– Partida on-line: “Grand Theft Auto V”;
– Game britânico: “Grand Theft Auto V”;
– Estreia: “Gone Home”;
– Esporte: “FIFA 14”;
– Família: “Tearaway”;
– História: “The Last of Us;
– Prêmio especial: Roskstar Games;
– Design: “Grand Theft Auto V”.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Após quase 4 meses de lançamento, lojas do Brasil recebem games de PS4

Loja Fnac da Av. Paulista tinha jogos de PS4 quase 4 meses após lançamento do videogame no país (Foto: Gustavo Petró/G1)Loja Fnac da Av. Paulista tinha jogos de PS4 quase
4 meses após lançamento do videogame no país
(Foto: Gustavo Petró/G1)

Após quase quatro meses de lançamento do PlayStation 4 no Brasil – videogame que custa R$ 4 mil -, jogos em versão física (em caixinha) começaram a aparecer, mesmo que aos poucos, nas lojas brasileiras.

Até então, os gamers do país tinham que comprar jogos em sua versão digital, por download, optar por consegui-los no mercado cinza ou comprá-los no exterior.

O G1 viu os jogos na loja Fnac da Avenida Paulista, em São Paulo. Os títulos eram “Assassin’s Creed IV: Black Flag”, “Call of Duty: Ghosts” e “Knack”. Todos são vendidos por R$ 200. “Killzone: Shadow Fall”, jogos de lançamento do PS4 da própria Sony, não foi encontrado.

Jogos como “Assassin’s Creed IV” e “Call of Duty” já apareceram há alguns meses nas lojas do país, mas “Knack”, da própria Sony, por exemplo, não era encontrado.

Jogos já lançados para o console como “Battlefield 4”, “FIFA 14”, “Injustice: Ultimate Edition”, “NBA 2K14”, “Just Dance 2014”, “Lego Marvel Super Heroes”, “Madden NFL 25”, “NBA Live 2014”, “Need for Speed: Rivals”, “Skylanders: Swap Force”, incluindo, “Thief”, lançamento mais recente para a plataforma, não foram vistos até o momento.

O lançamento do PlayStation 4 no Brasil em 29 de novembro de 2013 foi diferente do que aconteceu com os concorrentes da Sony, Microsoft e Nintendo, com seu Xbox One e Wii U, respectivamente, no país. Para o Xbox One, por exemplo, houve evento, com lojas abrindo as portas no primeiro minuto do dia de lançamento. Houve também um grande investimento em anúncios na TV aberta. Já a Nintendo realizou um evento aberto ao público na cidade de São Paulo para que todos os interessados jogassem o Wii U e seus principais títulos. A Sony não realizou nenhuma atividade para os fãs e tampouco divulgou o lançamento.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Games de exercícios físicos ajudam a fortalecer o corpo divertindo o jogador

Os videogames oferecem há bastante tempo jogos em que os joysticks são deixados de lado e os jogadores têm que se levantar do sofá e mexer o corpo para controlar o personagem ou cumprir objetivos das fases. A evolução natural dos sensores de movimento foi trazer exercícios físicos para os videogames.

Praticar exercícios usando os videogames pode ser bastante divertido, dependendo do jogo escolhido, além de ajudar a fortalecer o corpo e a perder alguns quilos. Dentre a nova safra de games de malhação está o “Wii Fit U”, para o videogame Wii U, da Nintendo, que combina os controles com sensibilidade a movimentos Wii Remote, a balança Wii Balance Board e o GamePad, controle que lembra um tablet.

'Wii Fit U' usa a balança Balance Board para fazer exercícios físicos (Foto: Divulgação/Nintendo)‘Wii Fit U’ usa a balança Balance Board para fazer
exercícios físicos (Foto: Divulgação/Nintendo)

A diferença deste jogo para outros do gênero é que ele consegue com eficácia aliar os exercícios físicos com a diversão, usando minigames que envolvem brincar de bambolê, a descida n gelo com o “bobsled” e a brincar de boxe. Até mesmo fazer ioga é divertido no game. Há treinos para fortalecer os músculos, treinos aeróbicos e de dança.

O jogo usa a Balance Board, uma balança que mostra o equilíbrio do jogador e seu peso. Desse modo, os jogos exigem fazer esforço com pernas e abdômen para manter o ponto de apoio do jogador em um determinado ponto da tela. É assim que o “Wii Fit U” mostra que o exercício está sendo feito corretamente. Com a ajuda do GamePad, é possível ver os movimentos e, com a câmera desse acessório, o jogador se vê como em um espelho para tentar repetir os movimentos que a professora virtual mostra. Com o Wii Remote, usado em algumas atividades, o jogador também exercita os braços.

Boxe ganha um minigame divertido em 'Wii Fit U' (Foto: Divulgação/Nintendo)Boxe ganha um minigame divertido em ‘Wii Fit U’
(Foto: Divulgação/Nintendo)

Um contador de passos chamado Fit Meter apresenta as calorias e pode ser sincronizado com o jogo.

Toda a atividade realizada e as calorias queimadas, inclusive as calculadas pelo Fit Meter, são armazenadas pelo game e a evolução do jogador é apresentada em gráficos. Assim, sabe-se quanto tempo falta para atingir os objetivos como a redução de peso, por exemplo.

No Brasil, “Wii Fit U” sai por R$ 400 com a balança e o jogo sozinho é vendido por R$ 180.

Xbox Fitness traz vídeos de malhação e usa Kinect para 'ver' movimentos do usuário (Foto: Divulgação/Microsoft)Xbox Fitness traz vídeos de malhação e usa Kinect
para ‘ver’ movimentos do usuário
(Foto: Divulgação/Microsoft)

Outras opções
Os donos do Xbox One, novo videogame da Microsoft, tem uma opção para realizar exercícios físicos em casa. O console tem uma versão gratuita do “Xbox Fitness”, que traz vídeos com rotinas de aeróbica como se fossem aqueles vídeos com o professor mostrando o que fazer.

A diferença é que o sensor Kinect, que acompanha o console, consegue captar os movimentos do jogador e corrigi-lo com um aviso. Até mesmo os batimentos cardíacos são captados pelo Kinect.

Há rotinas gratuitas, mas outras podem ser compradas diretamente pelo game.

Os jogos de dança como os da série “Just Dance”, da Ubisoft, e “Zumba Fitness”, da Majesco, possuem modos de malhação, que pegam as músicas mais energéticas e as usam para criar uma série de exercícios. Difícil não ficar suado com as coreografias.

new WM.Player( { videosIDs: “3123006”, sitePage: “g1/tecnologia/games/videos”, zoneId: “110461”, width: 620, height: 349 } ).attachTo($(“#3123006”)[0]);

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , , ,

Amazon compra estúdio dos games ‘Killer Instinct’ e ‘Strider’, diz site

Cena de 'Killer Instinct', game para Xbox One da Double Helix (Foto: Divulgação/Microsoft)Cena de ‘Killer Instinct’, game para Xbox One da Double Helix (Foto: Divulgação/Microsoft)

A varejista on-line Amazon comprou o estúdio Double Helix Games, responsável pelos novos jogos das séries “Killer Instinct” e “Strider”, segundo o “TechCrunch”. De acordo com o site especializado, o anúncio da aquisição seria feito no dia 13. O valor da negociação não foi revelado.

A possível compra da Double Helix, estúdio que trabalha com os videogames de nova geração PlayStation 4 e Xbox One, reforça o rumor de que a gigante on-line pretende lançar um videogame próprio. Em 28 de janeiro, o site “VG247” afirmou citando fontes que o aparelho da Amazon irá rodar o sistema operacional Android e custar menos de US$ 300, oferecendo “streaming” e download de jogos, música, filmes e conteúdo para TV e “competindo diretamente com Sony, Microsoft e Nintendo”.

Ao “TechCrunch”, a Amazon confirmou o negócio e disse que “adquiriu a Double Helix como parte de nosso compromisso constante em criar jogos inovadores para os consumidores”. O G1 procurou a representação nacional da empresa para confirmar a transação.

Capcom anunciou novo game do ninja Strider Hiryu; 'Strider' deve chegar no início de 2014 (Foto: Divulgação/Capcom)Double Helix trabalhou em novo game do ninja
Strider Hyriu (Foto: Divulgação/Capcom)

Mesmo com a compra, a Amazon afirmou que irá continuar oferecendo suporte aos jogos atuais e aos projetos futuros da Double Helix, segundo o “TechCrunch”. “Killer Instinct”, atualmente o título mais popular do estúdio, é um “remake” do clássico jogo de luta da década de 90 e foi lançado gratuitamente junto do Xbox One, em 22 de novembro. Já “Strider”, outra reincarnação de um game clássico, será lançado para PlayStation 3 e PS4 em 18 de fevereiro e no dia seguinte para Xbox 360, Xbox One e PCs.

Segundo o “TechCrunch”, os 75 funcionários da Double Helix se tornarão empregados da Amazon e continuarão a trabalhar de seu escritório na Califórnia (EUA). O estúdio foi fundado em 2007 a partir de outras duas empresas: The Collective e Shiny Entertainment, esta última criadora das franquias “Earthworm Jim” e “MDK”.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de fevereiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Adaptação de ‘Uncharted’ pode ter diretor de filme sobre games, diz site

Uncharted 3 (Foto: Divulgação)Diretor de ‘The king of kong’ pode dirigir adaptação
de ‘Uncharted’ para o cinema (Foto: Divulgação)

O cineasta Seth Gordon, diretor do documentário sobre games “The king of kong” e de comédias como “Quero matar meu chefe”, está negociando com a Sony Pictures para dirigir a adaptação para a tela grande dos jogos da série “Uncharted”. A informação é do site “Deadline”.

O filme baseado nos games da desenvolvedora Naughty Dog para PlayStation 3 e PS Vita chegou a ter David O. Russell no comando, mas o diretor de “O vencedor” e “O lado bom da vida” deixou a produção em 2011 para dirigir “Trapaça”, indicado ao Oscar deste ano. Posteriormente, Neil Burger, de “O ilusionista” e “Sem limites”, foi nomeado para o cargo, mas o cineasta também acabou abandonando o projeto em 2012.

Apesar de seu passado em comédias de gosto duvidoso, o possível envolvimento de Seth Gordon na adaptação de “Uncharted” é um alento para os fãs de games. Em “The king of kong” (2007), o cineasta narra com atenção a história de dois competidores norte-americanos pelo recorde mundial no jogo clássico “Donkey kong”.

De acordo com o “Deadline”, o esboço mais recente de “Uncharted” foi escrito pelo roteirista David Guggenheim, homem por trás de “Protegendo o inimigo” e “Bad boys 3”. Os produtores buscam agora um intérprete para o protagonista Nathan Drake – Mark Wahlberg chegou a ser indicado ao papel quando Russell ainda era o diretor – para tentar iniciar a produção do filme ainda em 2014.

Na adaptação, Nathan Drake, um jovem caçador de tesouros, busca encontrar a cidade lendária de El Dorado.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 6 de fevereiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Empresa de games sociais Zynga anuncia recuo de prejuízo no 4º tri

Com o novo site da Zynga, será possível jogar FarmVille sem usar os dados do Facebook (Foto: Divulgação)Zynga desenvolve games sociais, como ‘Farmville’
(Foto: Divulgação)

A Zynga, desenvolvedora de jogos para redes sociais, como “Farmville”, antecipou em uma semana a divulgação do resultado do quarto trimestre de 2013 e anunciou um recuo do prejuízo, mais demissões e uma grande aquisição. Em resposta, as ações subiram 23% no pós-mercado da bolsa de tecnologia Nasdaq, cotadas a US$ 4,38.

De outubro a dezembro de 2013, a empresa registrou prejuízo líquido de US$ 25,2 milhões, ante perdas de US$ 48,6 milhões apuradas um ano antes. A receita líquida recuou 43% no trimestre, em bases anuais, para US$ 176,4 milhões.

O faturamento com jogos on-line caiu 44%, para US$ 152 milhões, enquanto a receita com publicidade somou US$ 24 milhões, queda de 35%. Ambas as comparações levam em conta os três meses encerrados em dezembro de 2012 e 2013.

A Zynga apresentou um plano para reduzir em 15% o total de funcionários, ou 314 pessoas, com foco na parte administrativa, de suporte e manutenção. Em junho de 2013, a companhia já havia anunciado um corte de 18% de sua equipe, para se focar em jogos para celular.

Quando abriu capital, em 2011, a maior parte de jogos da Zynga eram projetados para o Facebook. Em meses, o crescimento começou a desacelerar, pois os usuários deixaram de jogar em computadores de mesa para usar aparelhos móveis. Agora, a empresa tenta correr atrás do prejuízo.

Foi anunciada na quinta-feira (30) a aquisição da desenvolvedora de jogos para aparelhos móveis NaturalMotion, por US$ 527 milhões, a serem pagos em ações e dinheiro. A empresa adquirida produz jogos como o “CSR Racing”, de corridas de automóveis, e “Clumsy Ninja”, em que jogadores podem treinar seu personagem para transformá-lo em um mestre de artes marciais.

Para o primeiro trimestre, a Zynga projeta perdas entre US$ 56 milhões e US$ 49 milhões. A receita é esperada entre US$ 155 milhões e US$ 165 milhões, incluídos os resultados da NaturalMotion.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de fevereiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,