RSS

Arquivo da tag: gadget

iPhone 5 é eleito gadget do ano pela revista TIME

O iPhone 5 foi eleito o “gadget do ano” pela revista norte-americana TIME. Outro aparelho da Apple a aparecer no Top 10 da publicação é o MacBook Pro Retina de 15 polegadas.

Em sua descrição sobre o produto, a TIME destaca a tela maior de 4 polegadas e o design mais fino e leve em relação aos modelos anteriores, além da câmera com modo panorama.

“Existem muitos smartphones ótimos por aí, incluindo o impressionante arquirrival do iPhone, o Samsung Galaxy S III. Mas quando se trata de fundir hardware, software e serviços de uma maneira tão firme que as ‘costuras’ desaparecem, a Apple ainda é inigualável”, afirma a TIME.

Também marcam presença na lista de melhores gadgets de 2012 o Samsung Galaxy Note II e o tablet Surface com Windows RT, da Microsoft. O Galaxy S III, citado acima, não aparece na relação.

O iPhone 5 chega ao Brasil nesta sexta-feira, 14/12, com preços entre 2.400 reais e 3 mil reais para os modelos desbloqueados. Com esses preços, o modelo vendido no Brasil é o mais caro do mundo.

Inicialmente, as vendas devem ser feitas apenas pelas operadoras celulares, que abrirão suas lojas na madrugada de quinta para sexta em função do lançamento.

Leia também:

– Guia de compras: saiba qual o Mac ideal para o seu perfil

– Guia de compras: saiba qual o melhor iPod para você

iphone5_435

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 23 de janeiro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Grand Prix Cyber de Cannes vai para curadoria em Twitter e gadget Nike

Adeus banners e virais feitos “para francês ver”. O recado de Cannes para agências é usar mídia digital para criar conversa das marcas com audiência

Sinal dos tempos 1: o líder do júri do Cyber Lion 2012 de Cannes é atual o diretor criativo do Google Creative Lab, Iain Tait, que em vida passada recente foi o mentor da campanha do “Responses” da Old Spice, vencedora do Grand Prix, enquanto trabalhava como diretor global de criação digital da agência Wieden & Kennedy.

Sinal dos tempos 2: quem levou o Grand Prix da Cyber de Cannes este ano foram a tecnologia inovadora do gadget Nike Fuelband+, com campanha da R/GA New York; e a curadoria de conteúdo via Twitter dos cidadãos suecos no projeto “Curators of Sweden”, promovido pelo Swedish Institute e criado pela Volontaire Stockholm.

A Nike Fuelband é uma pulseira com design “limpo” que permite aos seus usuários estabelecer metas e monitorar queima de calorias durante todo o dia, em todas as atividades, não só na academia. A pulseira conecta-se à plataforma online Nike+ e nela os usuários podem ajustar suas metas, acompanhar os resultados e compartilhar com outros usuários que fazem parte da rede Nike+.

A campanha “Curators of Sweden” (curadores da Suécia), lançada no final de 2011, entregou aos cidadãos do país o controle sobre o Twitter oficial da Suécia (@Sweden) no que foi considerada “a conta de Twitter mais democrática do mundo”. A cada semana, um novo curador era escolhido entre a população para cuidar da conta.

A idéia era reforçar o perfil aberto do país dando voz a todos os seus moradores, sem distinção de raça, credo, opção política ou opção sexual. Durante a campanha, um escritor, um padre, um professor, uma motorista de caminhão homossexual foram alguns dos gestores do Twitter nacional por uma semana. A campanha gerou controvérsia com os tweets anti-semitas publicados por uma jovem mãe sueca, chamada Sonja Abrahamsson.

O júri Cyber de Cannes, liderado por Tait, integrou também Rei Inamoto, chief creative officer da AKQA, James Temple, VP Executivo e Diretor de Criação da R/GA; Malcolm Poynton, Chief Creative Officer da SapientNitro e Masashi Kawamura, diretor criativo da Party. A lista de Cyber Lion deste ano entregou 2 Grand Prix, 9 prêmios Gold, 31 prêmos Silver e 45 prêmios Bronze.

O recado para agências, clientes e criativos foi claro: menos storytelling, mais relacionamento contínuo com a audiência. Segundo declaração de Tait, publicada na Advertising Age, as duas peças venceram o Grand Prix não por ostentarem mensagens impactantes ou “barulhentas”, mas por “mostrar marcas criando formas de valorizar e dar poder ao consumidor”. O júri, segundo Tait, não se impressionou com trabalhos de impacto visual que têm barulho mas pouco conteúdo.

“De um lado”, disse Tait, ” a campanha @Sweden é simples, esperta, controversa e corajosa. Dar a voz da Suécia ao povo diz muito sobre o próprio país. Ela não é uma campanha com mensagem complexa ou elaborada, mas quanto mais se pensa sobre ela, mais contagiante ela é.”

Já a campanha da Nike Fuelband, diz Tait, está no “extremo oposto”. “Grande, ambiciosa, com um bocado de pesquisa e desenvolvimento de software envolvidos mas, de novo, é uma coisa que faz parte do dia a dia das pessoas e realmente muda o relacionamento que elas têm com a Nike como marca.”

“Fiquei feliz de ver validado este ano, especialmente com os dois Grand Prix, a mudança fundamental do conceito ‘comunicação 360 graus’ para ‘comunicação 365 dias no ano'”, diz Inamoto. “Existe muita ênfase no conceito de comunicação 360 e integração de mídias, quando na verdade os consumidores e as pessoas não dão a mínima para um outdoor ou para um anúncio de TV”, enfatizou.

Portanto, quem quer levar um Leão para casa em 2013 precisa começar a trabalhar na peça desde já e precisa aprender a usar as ferramentas da internet, especialmente aquelas que estabelecem uma conversa contínua entre as marcas e seus clientes.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de julho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Grand Prix Cyber de Cannes vai para curadoria em Twitter e gadget Nike

Adeus banners e virais feitos “para francês ver”. O recado de Cannes para agências é usar mídia digital para criar conversa das marcas com audiência

Sinal dos tempos 1: o líder do júri do Cyber Lion 2012 de Cannes é atual o diretor criativo do Google Creative Lab, Iain Tait, que em vida passada recente foi o mentor da campanha do “Responses” da Old Spice, vencedora do Grand Prix, enquanto trabalhava como diretor global de criação digital da agência Wieden & Kennedy.

Sinal dos tempos 2: quem levou o Grand Prix da Cyber de Cannes este ano foram a tecnologia inovadora do gadget Nike Fuelband+, com campanha da R/GA New York; e a curadoria de conteúdo via Twitter dos cidadãos suecos no projeto “Curators of Sweden”, promovido pelo Swedish Institute e criado pela Volontaire Stockholm.

A Nike Fuelband é uma pulseira com design “limpo” que permite aos seus usuários estabelecer metas e monitorar queima de calorias durante todo o dia, em todas as atividades, não só na academia. A pulseira conecta-se à plataforma online Nike+ e nela os usuários podem ajustar suas metas, acompanhar os resultados e compartilhar com outros usuários que fazem parte da rede Nike+.

A campanha “Curators of Sweden” (curadores da Suécia), lançada no final de 2011, entregou aos cidadãos do país o controle sobre o Twitter oficial da Suécia (@Sweden) no que foi considerada “a conta de Twitter mais democrática do mundo”. A cada semana, um novo curador era escolhido entre a população para cuidar da conta.

A idéia era reforçar o perfil aberto do país dando voz a todos os seus moradores, sem distinção de raça, credo, opção política ou opção sexual. Durante a campanha, um escritor, um padre, um professor, uma motorista de caminhão homossexual foram alguns dos gestores do Twitter nacional por uma semana. A campanha gerou controvérsia com os tweets anti-semitas publicados por uma jovem mãe sueca, chamada Sonja Abrahamsson.

O júri Cyber de Cannes, liderado por Tait, integrou também Rei Inamoto, chief creative officer da AKQA, James Temple, VP Executivo e Diretor de Criação da R/GA; Malcolm Poynton, Chief Creative Officer da SapientNitro e Masashi Kawamura, diretor criativo da Party. A lista de Cyber Lion deste ano entregou 2 Grand Prix, 9 prêmios Gold, 31 prêmos Silver e 45 prêmios Bronze.

O recado para agências, clientes e criativos foi claro: menos storytelling, mais relacionamento contínuo com a audiência. Segundo declaração de Tait, publicada na Advertising Age, as duas peças venceram o Grand Prix não por ostentarem mensagens impactantes ou “barulhentas”, mas por “mostrar marcas criando formas de valorizar e dar poder ao consumidor”. O júri, segundo Tait, não se impressionou com trabalhos de impacto visual que têm barulho mas pouco conteúdo.

“De um lado”, disse Tait, ” a campanha @Sweden é simples, esperta, controversa e corajosa. Dar a voz da Suécia ao povo diz muito sobre o próprio país. Ela não é uma campanha com mensagem complexa ou elaborada, mas quanto mais se pensa sobre ela, mais contagiante ela é.”

Já a campanha da Nike Fuelband, diz Tait, está no “extremo oposto”. “Grande, ambiciosa, com um bocado de pesquisa e desenvolvimento de software envolvidos mas, de novo, é uma coisa que faz parte do dia a dia das pessoas e realmente muda o relacionamento que elas têm com a Nike como marca.”

“Fiquei feliz de ver validado este ano, especialmente com os dois Grand Prix, a mudança fundamental do conceito ‘comunicação 360 graus’ para ‘comunicação 365 dias no ano'”, diz Inamoto. “Existe muita ênfase no conceito de comunicação 360 e integração de mídias, quando na verdade os consumidores e as pessoas não dão a mínima para um outdoor ou para um anúncio de TV”, enfatizou.

Portanto, quem quer levar um Leão para casa em 2013 precisa começar a trabalhar na peça desde já e precisa aprender a usar as ferramentas da internet, especialmente aquelas que estabelecem uma conversa contínua entre as marcas e seus clientes.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de julho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Curadoria em Twitter e gadget levam Grand Prix Cyber de Cannes

Adeus banners e virais feitos “para francês ver”. O recado de Cannes para agências é usar mídia digital para criar conversa das marcas com audiência

Sinal dos tempos 1: o líder do júri do Cyber Lion 2012 de Cannes é atual o diretor criativo do Google Creative Lab, Iain Tait, que em vida passada recente foi o mentor da campanha do “Responses” da Old Spice, vencedora do Grand Prix, enquanto trabalhava como diretor global de criação digital da agência Wieden & Kennedy.

Sinal dos tempos 2: quem levou o Grand Prix da Cyber de Cannes este ano foram a tecnologia inovadora do gadget Nike Fuelband+, com campanha da R/GA New York; e a curadoria de conteúdo via Twitter dos cidadãos suecos no projeto “Curators of Sweden”, promovido pelo Swedish Institute e criado pela Volontaire Stockholm.

A Nike Fuelband é uma pulseira com design “limpo” que permite aos seus usuários estabelecer metas e monitorar queima de calorias durante todo o dia, em todas as atividades, não só na academia. A pulseira conecta-se à plataforma online Nike+ e nela os usuários podem ajustar suas metas, acompanhar os resultados e compartilhar com outros usuários que fazem parte da rede Nike+.

A campanha “Curators of Sweden” (curadores da Suécia), lançada no final de 2011, entregou aos cidadãos do país o controle sobre o Twitter oficial da Suécia (@Sweden) no que foi considerada “a conta de Twitter mais democrática do mundo”. A cada semana, um novo curador era escolhido entre a população para cuidar da conta.

A idéia era reforçar o perfil aberto do país dando voz a todos os seus moradores, sem distinção de raça, credo, opção política ou opção sexual. Durante a campanha, um escritor, um padre, um professor, uma motorista de caminhão homossexual foram alguns dos gestores do Twitter nacional por uma semana. A campanha gerou controvérsia com os tweets anti-semitas publicados por uma jovem mãe sueca, chamada Sonja Abrahamsson.

O júri Cyber de Cannes, liderado por Tait, integrou também Rei Inamoto, chief creative officer da AKQA, James Temple, VP Executivo e Diretor de Criação da R/GA; Malcolm Poynton, Chief Creative Officer da SapientNitro e Masashi Kawamura, diretor criativo da Party. A lista de Cyber Lion deste ano entregou 2 Grand Prix, 9 prêmios Gold, 31 prêmos Silver e 45 prêmios Bronze.

O recado para agências, clientes e criativos foi claro: menos storytelling, mais relacionamento contínuo com a audiência. Segundo declaração de Tait, publicada na Advertising Age, as duas peças venceram o Grand Prix não por ostentarem mensagens impactantes ou “barulhentas”, mas por “mostrar marcas criando formas de valorizar e dar poder ao consumidor”. O júri, segundo Tait, não se impressionou com trabalhos de impacto visual que têm barulho mas pouco conteúdo.

“De um lado”, disse Tait, ” a campanha @Sweden é simples, esperta, controversa e corajosa. Dar a voz da Suécia ao povo diz muito sobre o próprio país. Ela não é uma campanha com mensagem complexa ou elaborada, mas quanto mais se pensa sobre ela, mais contagiante ela é.”

Já a campanha da Nike Fuelband, diz Tait, está no “extremo oposto”. “Grande, ambiciosa, com um bocado de pesquisa e desenvolvimento de software envolvidos mas, de novo, é uma coisa que faz parte do dia a dia das pessoas e realmente muda o relacionamento que elas têm com a Nike como marca.”

“Fiquei feliz de ver validado este ano, especialmente com os dois Grand Prix, a mudança fundamental do conceito ‘comunicação 360 graus’ para ‘comunicação 365 dias no ano'”, diz Inamoto. “Existe muita ênfase no conceito de comunicação 360 e integração de mídias, quando na verdade os consumidores e as pessoas não dão a mínima para um outdoor ou para um anúncio de TV”, enfatizou.

Portanto, quem quer levar um Leão para casa em 2013 precisa começar a trabalhar na peça desde já e precisa aprender a usar as ferramentas da internet, especialmente aquelas que estabelecem uma conversa contínua entre as marcas e seus clientes.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de julho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Curadoria em Twitter e gadget levam Grand Prix Cyber de Cannes

Adeus banners e virais feitos “para francês ver”. O recado de Cannes para agências é usar mídia digital para criar conversa das marcas com audiência

Sinal dos tempos 1: o líder do júri do Cyber Lion 2012 de Cannes é atual o diretor criativo do Google Creative Lab, Iain Tait, que em vida passada recente foi o mentor da campanha do “Responses” da Old Spice, vencedora do Grand Prix, enquanto trabalhava como diretor global de criação digital da agência Wieden & Kennedy.

Sinal dos tempos 2: quem levou o Grand Prix da Cyber de Cannes este ano foram a tecnologia inovadora do gadget Nike Fuelband+, com campanha da R/GA New York; e a curadoria de conteúdo via Twitter dos cidadãos suecos no projeto “Curators of Sweden”, promovido pelo Swedish Institute e criado pela Volontaire Stockholm.

A Nike Fuelband é uma pulseira com design “limpo” que permite aos seus usuários estabelecer metas e monitorar queima de calorias durante todo o dia, em todas as atividades, não só na academia. A pulseira conecta-se à plataforma online Nike+ e nela os usuários podem ajustar suas metas, acompanhar os resultados e compartilhar com outros usuários que fazem parte da rede Nike+.

A campanha “Curators of Sweden” (curadores da Suécia), lançada no final de 2011, entregou aos cidadãos do país o controle sobre o Twitter oficial da Suécia (@Sweden) no que foi considerada “a conta de Twitter mais democrática do mundo”. A cada semana, um novo curador era escolhido entre a população para cuidar da conta.

A idéia era reforçar o perfil aberto do país dando voz a todos os seus moradores, sem distinção de raça, credo, opção política ou opção sexual. Durante a campanha, um escritor, um padre, um professor, uma motorista de caminhão homossexual foram alguns dos gestores do Twitter nacional por uma semana. A campanha gerou controvérsia com os tweets anti-semitas publicados por uma jovem mãe sueca, chamada Sonja Abrahamsson.

O júri Cyber de Cannes, liderado por Tait, integrou também Rei Inamoto, chief creative officer da AKQA, James Temple, VP Executivo e Diretor de Criação da R/GA; Malcolm Poynton, Chief Creative Officer da SapientNitro e Masashi Kawamura, diretor criativo da Party. A lista de Cyber Lion deste ano entregou 2 Grand Prix, 9 prêmios Gold, 31 prêmos Silver e 45 prêmios Bronze.

O recado para agências, clientes e criativos foi claro: menos storytelling, mais relacionamento contínuo com a audiência. Segundo declaração de Tait, publicada na Advertising Age, as duas peças venceram o Grand Prix não por ostentarem mensagens impactantes ou “barulhentas”, mas por “mostrar marcas criando formas de valorizar e dar poder ao consumidor”. O júri, segundo Tait, não se impressionou com trabalhos de impacto visual que têm barulho mas pouco conteúdo.

“De um lado”, disse Tait, ” a campanha @Sweden é simples, esperta, controversa e corajosa. Dar a voz da Suécia ao povo diz muito sobre o próprio país. Ela não é uma campanha com mensagem complexa ou elaborada, mas quanto mais se pensa sobre ela, mais contagiante ela é.”

Já a campanha da Nike Fuelband, diz Tait, está no “extremo oposto”. “Grande, ambiciosa, com um bocado de pesquisa e desenvolvimento de software envolvidos mas, de novo, é uma coisa que faz parte do dia a dia das pessoas e realmente muda o relacionamento que elas têm com a Nike como marca.”

“Fiquei feliz de ver validado este ano, especialmente com os dois Grand Prix, a mudança fundamental do conceito ‘comunicação 360 graus’ para ‘comunicação 365 dias no ano'”, diz Inamoto. “Existe muita ênfase no conceito de comunicação 360 e integração de mídias, quando na verdade os consumidores e as pessoas não dão a mínima para um outdoor ou para um anúncio de TV”, enfatizou.

Portanto, quem quer levar um Leão para casa em 2013 precisa começar a trabalhar na peça desde já e precisa aprender a usar as ferramentas da internet, especialmente aquelas que estabelecem uma conversa contínua entre as marcas e seus clientes.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de julho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,