RSS

Arquivo da tag: freiras

Freiras libertadas por rebeldes após 3 meses chegam a Damasco

As freiras libertadas no domingo (9) na fronteira sírio-libanesa voltaram nesta madrugada para Damasco, informou nesta segunda-feira (10) a agência de notícias oficial síria, Sana. Elas haviam sido sequestradas e ficarem três meses em cativeiro.

As religiosas foram recebidas no bairro de Al Qasaa, na capital síria, pelas autoridades religiosas, divulgou a agência EFE. Elas foram postas em liberdade em uma operação que durou quase nove horas, explicou a madre superiora, Blayaa Sayyaf.

Durante o processo, o grupo rebelde que as tinha sequestradas as entregou na fronteira ao diretor da Segurança Geral do Líbano, Abbas Ibrahim. Após sua libertação, as freiras foram levadas para dentro do Líbano antes de retornar ao território sírio.

As freiras desapareceram do convento de Santa Tecla durante a tomada pelos rebeldes da população de maioria cristã de Malula, ao norte de Damasco, em 2 de dezembro.

O regime sírio acusou “terroristas”, como denomina os opositores, de terem sequestrado as religiosas, que depois foram transferidas à cidade de Yabrud, ao norte da capital síria e perto da fronteira com o Líbano.

Ibrahim ressaltou que uma das condições impostas pelos sequestradores para libertá-las era que as autoridades sírias soltassem 150 pessoas presas em prisões do governo. O regime do presidente sírio, Bashar al Assad, não anunciou por enquanto a libertação desses 150.

O mediador libanês negou qualquer tipo de pagamento de resgate, segundo a a agência oficial libanesa ANN. “O pacto de libertação das monjas estipula uma libertação, em contrapartida, de 150 presas pelo governo da Síria”, afirmu ele.

Fonte G1

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Papa Francisco surpreende freiras da Espanha com telefonema

O Papa Francisco sorri após rezar missa nesta sexta-feira (5) em Roma (Foto: Alberto Pizzoli/AFP)O Papa Francisco sorri após rezar missa em Roma
(Foto: Alberto Pizzoli/AFP)

Um grupo de religiosas na Espanha começou o ano com uma surpresa: uma breve mensagem do Papa Francisco na secretária eletrônica, perguntando por que elas não atendiam o telefone.

“O que vocês tanto fazem que não podem atender o telefone?”, perguntou o Papa, em tom de brincadeira, na mensagem deixada às vésperas do primeiro dia do ano na secretaria eletrônica do convento das Irmãs Carmelitas Descalças de Lucena, divulgada por uma rádio espanhola nesta sexta-feira (3).

“É o Papa Francisco!” – disse em seguida. “Eu queria desejar feliz ano novo a vocês. Vou tentar falar com vocês mais tarde. Que Deus as abençoe”.

A diretora do convento, irmã Adriana, contou à rádio COPE que ela e quatro outras religiosas que estavam no local não atenderam o telefone porque estavam ocupadas com suas preces do meio-dia. Clique para ouvir a mensagem no site da rádio.

Segundo ela, o Papa é um amigo de longa data de algumas das religiosas que, como ele, vêm da Argentina. Atualmente elas dirigem o convento em Lucena, cidade operária nos arredores de Córdoba, no sul da Espanha.

“Quando minhas obrigações finalmente me deixaram atender o telefone, eu quis, literalmente, morrer” ao escutar a mensagem do Papa, confessou irmã Adriana.

“Ouvi a mensagem e mostrei para as outras irmãs. Nós nos dissemos que simplesmente fizemos valer nossas obrigações, isto é, nossas preces. Nunca pensamos que o Papa se lembraria da gente”, contou a religiosa.

Irmã Adriana tentou, em vão, ligar para um bispo e outros conhecidos para tentar retornar a chamada para o Vaticano, mas o Papa Francisco ligou novamente, no início da noite, e conseguiu falar com as religiosas pessoalmente.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

40 freiras e órfãos estão impedidos de sair de convento na Síria

Foto tirada em 18 de setembro mostra vista geral da cidade cristã Maalula, durante conflito entre forças do governo e rebeldes. Convento fica entre colina controlada por rebeldes e praça dominada pelo exército. (Foto: AFP)Foto tirada em 18 de setembro mostra vista geral
da cidade cristã Maalula, durante conflito entre
forças do governo e rebeldes. (Foto: AFP)

Quarenta freiras e órfãos estão impedidos de sair de um convento da cidade cristã síria de Maalula, cenário de tiroteios entre o exército e rebeldes, informou nesta terça-feira (24) o patriarcado greco-ortodoxo de Antioquoia e de todo o Oriente.

Acompanhe a cobertura em tempo real.

“O convento de Mar Takla [Santa Tecla] vive neste momento dias dolorosos porque está situado em meio a uma zona de tiroteios, o que faz com que o abastecimento seja difícil e perigoso”, afirma em um comunicado o patriarcado com sede em Damasco.

“Devido aos tiroteios, o gerador quebrou, o que impede o convento de se abastecer de água e ameaça a vida das pessoas que se encontram em seu interior”, acrescentou o patriarcado.

O patriarcado fez um apelo urgente a ONGs para garantir o abastecimento de mantimentos aos residentes do convento.

O convento se encontra entre a colina de Maalula, controlada pelos rebeldes, e a praça da cidade, sob controle do exército.

Os insurgentes tomaram o controle da cidade em 9 de setembro. Três dias depois, o exército sírio entrou na cidade para expulsá-los e desde então os tiroteios são diários.

Maalula, 55 km de Damasco, é uma das cidades cristãs mais conhecidas da Síria e seus habitantes falam aramaico.

Arte Síria 17/09 (Foto: Arte/G1)Arte Síria 17/09 (Foto: Arte/G1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , ,