RSS

Arquivo da tag: fecha

Governo fecha acordo para nova tecnologia de smartphones no país

O governo brasileiro assinou nesta quinta-feira (8) memorando de entendimento com a Qualcomm Serviços de Telecomunicações, subsidiária de empresa que é uma das líderes mundiais de semicondutores para dispositivos móveis, para para que empresas instaladas no Brasil possam produzir, no fim deste ano, ou em 2015, uma nova tecnologia de “alta performance” para “smartphones” no país, informou o secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Ricardo Schaefer.

O presidente da Qualcomm para a América Latina, Rafael Steinhauser, informou que o acordo fechado com o governo brasileiro prevê a validação, até o fim deste ano, e venda posterior no Brasil, de uma  nova tecnologia para smartphones que ainda não existe no mercado. “Não existe comercialmente ainda, mas não é um semicondutor novo. Pode ter impacto na performance, no tamanho, na velocidade e no custo [dos aparelhos]”, declarou ele, que não quis dar mais detalhes sobre o projeto. Segundo o governo, duas empresas instaladas no Brasil devem levar este projeto adiante.

Steinhauser lembrou que a Qualcomm não tem fábricas próprias e que atua somente no modelo de negócios. “Desenhamos e contratamos uma rede de parceiros que fabricam estes produtos e depois comercializamos. Como não fabricamos, temos uma grande quantidade de empresas que fazem esses dispositivos. A Qualcomm conhece profundamente cadeia de valor, empresas e países onde estão assentados e sabemos quais são as condições mínimas para atrair investimentos”, concluiu ele.

Atração de investimentos
Além do projeto de validação e produção de uma nova tecnologia “smartphones” no país, o governo também assinou outro memorando de entendimentos com a Qualcomm para identificar as condições que o Brasil precisa ofertar para atrair investimentos no setor de semicondutores, que movimenta, anualmente, US$ 351 bilhões. O déficit do Brasil relativo a componentes de semicondutores é de US$ 11 bilhões a US$ 12 bilhões por ano, informou o Ministério do Desenvolvimento.

“O objetivo é realizarmos conjuntamente com a Qualcomm uma avaliação dos instrumentos de politica pública e de condições que o Brasil precisa ofertar para atração de investimentos produtivos dessa cadeia global no Brasil. A Qualcomm tem compreensão como essa cadeia vem se organizando no mundo e quais são as condições inexoráveis que precisamos desenvolver atrair o investimento estrangeiro direto”, explicou Schaefer, do Ministério do Desenvolvimento.

Ele observou que a indústria de semicondutores é “muito complexa” e que demorou décadas para ser implementada em outros países. “O Brasil conseguiu criar um pequeno ecossistema de semicondutores, fruto desse esforço que o governo realizou nos últimos anos. Agora vamos dar um salto de qualidade junto com a Qualcomm, que vai nos ajudar a definir quais são nossos alvos de adensamento da cadeira de semicondutores e quais condições exatas precisamos criar para que esses investimentos venham para o Brasil”, acrescentou Schaefer.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Governo fecha acordo para nova tecnologia de smartphones no país

O governo brasileiro assinou nesta quinta-feira (8) memorando de entendimento com a Qualcomm Serviços de Telecomunicações, subsidiária de empresa que é uma das líderes mundiais de semicondutores para dispositivos móveis, para para que empresas instaladas no Brasil possam produzir, no fim deste ano, ou em 2015, uma nova tecnologia de “alta performance” para “smartphones” no país, informou o secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento, Ricardo Schaefer.

O presidente da Qualcomm para a América Latina, Rafael Steinhauser, informou que o acordo fechado com o governo brasileiro prevê a validação, até o fim deste ano, e venda posterior no Brasil, de uma  nova tecnologia para smartphones que ainda não existe no mercado. “Não existe comercialmente ainda, mas não é um semicondutor novo. Pode ter impacto na performance, no tamanho, na velocidade e no custo [dos aparelhos]”, declarou ele, que não quis dar mais detalhes sobre o projeto. Segundo o governo, duas empresas instaladas no Brasil devem levar este projeto adiante.

Steinhauser lembrou que a Qualcomm não tem fábricas próprias e que atua somente no modelo de negócios. “Desenhamos e contratamos uma rede de parceiros que fabricam estes produtos e depois comercializamos. Como não fabricamos, temos uma grande quantidade de empresas que fazem esses dispositivos. A Qualcomm conhece profundamente cadeia de valor, empresas e países onde estão assentados e sabemos quais são as condições mínimas para atrair investimentos”, concluiu ele.

Atração de investimentos
Além do projeto de validação e produção de uma nova tecnologia “smartphones” no país, o governo também assinou outro memorando de entendimentos com a Qualcomm para identificar as condições que o Brasil precisa ofertar para atrair investimentos no setor de semicondutores, que movimenta, anualmente, US$ 351 bilhões. O déficit do Brasil relativo a componentes de semicondutores é de US$ 11 bilhões a US$ 12 bilhões por ano, informou o Ministério do Desenvolvimento.

“O objetivo é realizarmos conjuntamente com a Qualcomm uma avaliação dos instrumentos de politica pública e de condições que o Brasil precisa ofertar para atração de investimentos produtivos dessa cadeia global no Brasil. A Qualcomm tem compreensão como essa cadeia vem se organizando no mundo e quais são as condições inexoráveis que precisamos desenvolver atrair o investimento estrangeiro direto”, explicou Schaefer, do Ministério do Desenvolvimento.

Ele observou que a indústria de semicondutores é “muito complexa” e que demorou décadas para ser implementada em outros países. “O Brasil conseguiu criar um pequeno ecossistema de semicondutores, fruto desse esforço que o governo realizou nos últimos anos. Agora vamos dar um salto de qualidade junto com a Qualcomm, que vai nos ajudar a definir quais são nossos alvos de adensamento da cadeira de semicondutores e quais condições exatas precisamos criar para que esses investimentos venham para o Brasil”, acrescentou Schaefer.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Donetsk fecha seu espaço aéreo por operação antiterrorista da Ucrânia

AppId is over the quota
AppId is over the quota

A cidade de Donetsk, principal ponto de resistência dos milicianos pró-Moscou, fechou seu espaço aéreo nesta terça-feira (6) por conta da operação antiterrorista lançada pelas autoridades da Ucrânia. O aeroporto Sergei Prokofiev cancelou tanto voos nacionais como internacionais.

“As chegadas e saídas de aeronaves no aeroporto de Donetsk foram suspensas por disposição do Serviço de Aviação Estatal da Ucrânia”, diz um comunicado do aeroporto.

Segundo a nota, todos os voos estão suspensos até o meio-dia (horário local), no entanto, o site do aeroporto também mostra o cancelamento de voos posteriores.

Além disso, seis bancos nas cidades de Slaviansk, Kramatorsk e Konstantinovka, na região de Donetsk, encerraram suas operações por questões de segurança, informaram agências locais.

As autoridades ucranianas prosseguem a ofensiva contra a resistência dos insurgentes pró-russos no leste do país.

O ministro do Interior ucraniano, Arsen Avakov, estimou em mais de 30 os milicianos pró-Moscou que morreram ontem nos combates nos arredores de Slaviansk.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Intoxicação alimentar fecha sétimo melhor restaurante do mundo

O chef Heston Blumenthal, em foto tirada em 12 de março de 2009. O britânico fechou seu restaurante Dinner depois que 24 convidados adoeceram (Foto: Ben Stansall/AFP)O chef Heston Blumenthal, em foto tirada em 12 de março
de 2009. O britânico fechou seu restaurante Dinner depois
que 24 convidados adoeceram (Foto: Ben Stansall/AFP)

O chef britânico Heston Blumenthal fechou durante uma semana seu restaurante londrino “Dinner”, duas estrelas no Guia Michelin, e sétimo melhor do mundo segundo a revista Restaurant, por causa de um vírus intestinal que infectou seus clientes, indicaram neste domingo (2) as autoridades sanitárias locais.

O famoso chef, adepto da cozinha molecular, já teve que fechar em 2009 seu restaurante “The Fat Duck” (3 estrelas), situado em Bray, oeste de Londres, depois que vários clientes foram vítimas de um “norovírus”, que provoca vômitos e diarreia. As autoridades do bairro londrino de Westminster informaram que 24 clientes e 21 funcionários adoeceram.

Várias análises mostraram esta semana a presença do norovírus no restaurante Dinner, no Hotel Mandarin Oriental, situado no bairro de Knightsbridge, informou James Armitage, encarregado da segurança sanitária na câmara de Westminster.

Em seu site na internet, o “Dinner” informou que permanecerá fechado durante uma semana a partir deste domingo (2).

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Brasil fecha 2013 com mais de 271 milhões de linhas de telefonia móvel

O Brasil fechou o ano de 2013 com 580,92 mil novas assinaturas de telefonia móvel – registradas em dezembro -, totalizando 271,10 milhões de linhas ativas, informou nesta segunda-feira (27) a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). No ano, foram 9,92 milhões de novas adesões, um crescimento de 3,55%.

Em dezembro, foram registrados 211,58 milhões de acessos por aparelhos pré-pagos, o equivalente a 78,05% do total. Já as linhas pós-pagas tiveram 59,52 milhões de acessos (21,95% do total).

No último mês de 2013, a banda larga móvel totalizou 103,11 milhões de acessos, dos quais 1,31 milhão foram feitos na rede 4G (LTE).

A operadora Vivo manteve-se na liderança do mercado, com 28,4% de participação, seguida da TIM, com 27,09%. A Claro aparece em terceiro lugar, com uma fatia de 25,34%, seguida pela Oi, com 18,52%.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Facebook fecha 2013 com 67,96% da audiência no Brasil em redes sociais

O Facebook fechou 2013 com 67,96% da audiência no Brasil entre as redes sociais em dezembro, segundo dados da Hitwise divulgados nesta segunda-feira (20). O Facebook é líder no levantamento da ferramenta de inteligência em marketing digital da Serasa Experian desde janeiro de 2012.

Apesar da dominância no Brasil, a rede social de Mark Zuckerberg tem registrado uma debandada de usuários jovens ao redor do mundo. De acordo com a consultoria iStrategy, entre janeiro 2011 e janeiro de 2014, o Facebook perdeu nos Estados Unidos mais de 6,7 milhões de jovens com idades entre 13 e 24 anos. Redes como Instagram, Twitter e aplicativos de mensagens como WhatsApp surgem como favoritos, e o Brasil parece seguir a mesma tendência.

Em comparação com dezembro de 2012, a rede social de Mark Zuckerberg teve uma alta de 4,56%, com tempo médio de visitas de 17 minutos e 42 segundos.

Segundo a Hitwise, o YouTube foi a segunda rede social mais acessada pelos brasileiros em dezembro, com 21,11% da audiência – um crescimento de 2,61% em relação a 2012. Os usuários do Brasil passaram, em média, 12 minutos e 57 segundos no site de vídeos do Google.

O Twitter aparece na terceira posição (1,77%), seguido de Ask.fm (1,69%), Yahoo Respostas Brasil (0,97%), Instagram (0,67%), Orkut (0,64%), Yahoo Answers (0,59%), Badoo (0,54%) e Bate-papo UOL (0,52%). O Google+ ficou só com o 11º lugar, com 0,47% de participação.

Idade
De acordo com a Hitwise, a faixa etária entre 25 e 34 anos respondeu pela maior audiência das redes sociais no Brasil no período de 12 semanas terminado em 28 de dezembro de 2013, com 27,45% de participação. O grupo de 18 a 24 anos fica com o segundo lugar com 23,57%, enquanto a faixa de pessoas com idade entre 35 e 44 anos aparece em terceiro (20,46%).

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

China fecha dezembro com 1,23 bi de assinantes de telefonia móvel

A China, maior mercado de telefonia móvel do mundo, registrou um crescimento mensal de 0,5% em dezembro de 2013, alcançando a marca de 1,23 bilhão de assinantes, de acordo com dados das três operadoras de telecomunicações do país.

A China Mobile encerrou o mês passado com 767,21 milhões de assinantes, seguida pela China Unicom, com 280,98 milhões, e pela China Telecom, com 185,58 milhões de usuários, incluindo 3G.

No dia 17 de janeiro, a Apple lançou o iPhone no país em parceria com a China Mobile. O muito aguardado acordo entre as companhias pode dar mais condições de a empresa norte-americana brigar pelo mercado chinês, frente à dura competição oferecida pela líder de mercado, a sul-coreana Samsung, e a rival local em ascensão Xiaomi Tech.

Para a China Mobile, a chegada do iPhone pode ter efeitos negativos. Alguns analistas prevêem uma custosa guerra de subsídios entre as operadoras rivais para atrair mais consumidores.

Estima-se que as vendas de iPhone da China Mobile cheguem a 12 milhões de unidades no ano fiscal de 2014, mas seus subsídios na venda de aparelhos para clientes saltarão 57% sobre o ano anterior, para 42,4 bilhões de iuanes (US$ 7 bilhões), escreveu a analista Cynthia Meng, da Jefferies, em um relatório em dezembro.

View the original article here

 
1 comentário

Publicado por em 21 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,