RSS

Arquivo da tag: esperana

Austrália diz que esperança em achar avião sumido é crescente

VALE ESTE - mapa avião desaparecido malásia - 21.03 (Foto: Arte/G1)

O primeiro-ministro da Austrália, Tony Abbott, disse que existe uma “crescente esperança” em descobrir o que ocorreu com o voo MH370 da Malaysia Airlines e as 239 pessoas desaparecidas que estavam a bordo da aeronave. A declaração ocorreu após a visualização de alguns objetos na zona de busca.

“Ainda é muito cedo para precisar, mas obviamente temos agora um número de pistas muito confiáveis e há uma esperança crescente, nada mais do que esperança, de que estejamos no caminho certo para descobrir o que aconteceu com este avião desafortunado”, disse Abbott, depois de ver vários objetos na área de buscas do Boeing 777, a cerca de 2.500 quilômetros da cidade australiana de Perth.

Consultado sobre detalhes, Abbott se referiu a “uma certa quantidade de pequenos objetos bem próximos uns dos outros dentro da zona de buscas australiana, inclusive, pelo que eu entendo, um pallet de madeira”.

Os comentários vêm à tona horas depois de a Autoridade Marítima de Segurança Australiana (AMSA) anunciar que “novas tentativas serão feitas para estabelecer se os objetos avistados têm relação com o MH370”.

O premier não mencionou especificamente uma imagem capturada por um satélite chinês, datada de 18 de março, e divulgada neste sábado, que mostrou um grande pedaço do que parece ser um destroço flutuando perto de onde imagens anteriores de satélite tinham mostrado dois pedaços de possível fuselagem no remoto oceano.

A confiança de Abbott também se apoiou nos recursos crescentes dedicados às buscas.

Dois aviões chineses e dois Orions japoneses deveriam se juntar, neste domingo, aos seis aviões já envolvidos nesta enorme operação, afirmou o premier.

“Obviamente quanto mais aeronaves tivermos, mais navios tivermos, mais confiantes estaremos de recuperar qualquer material lá embaixo”, declarou.

“Quero dizer que este é realmente um grande esforço internacional e mostra que muitos países são capazes de se unir em um momento de dificuldade”, acrescentou.

Na quinta-feira (20), o primeiro-ministro australiano informou que satélites avistaram no sul do Oceano Índico dois objetos que podem estar relacionados ao Boeing da Malaysia Airlines, cujo voo MH-370 desapareceu em 8 de março, com 239 a bordo, no trajeto entre Kuala Lumpur, na Malásia, e Pequim, na China. Um dos objetos teria cerca de 24 metros.

No entanto, na sexta-feira (21), o país informou que os objetos já poderiam ter afundado.

China também investiga objetos
As autoridades malaias divulgaram neste sábado (22) que satélites chineses flagraram objetos, um deles de 22,5 metros por 13 metros, flutuando ao Sul da área onde estão sendo realizadas buscas do avião desaparecido da Malaysia Airlines.

“Navios chineses foram enviados para a área. Pequim deve fazer um anúncio em poucas horas”, disse o ministro malaio dos Transportes, Hishammuddin Hussein.
O voo MH-370 desapareceu no dia 8 de março com 239 pessoas a bordo (a maioria chineses), no trajeto entre Kuala Lumpur, na Malásia, e Pequim, na China.
A informação inicial é de que os detritos avistados nas fotos teriam sido achados a 120 quilômetros dos possíveis destroços avistados na última quinta-feira no sul do Oceano Índico por autoridades australianas a partir de outras imagens de satélite.

Fonte G1

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Campanha eleitoral no Afeganistão desperta violência e esperança

Hamid Karzai fala durante uma conferência em Cabul, neste sábado (25) (Foto: Reuters/Mohammad Ismail)Hamid Karzai deixará o poder porque lei do
país não permite um terceiro mandato
(Foto: Reuters/Mohammad Ismail)

Candidatos à presidência do Afeganistão começam neste domingo (2) dois meses de campanha, em meio a esperanças do ocidente de que a eleição consolide uma estabilidade frágil enquanto forças militares se preparam para deixar o país após 13 anos de guerra.

O Talibã rejeitou a eleição de 5 de abril e já reforça ataques para sabotá-la. Espera-se que os militantes busquem tirar proveito da situação caso a votação seja marcada por fraudes e rixas entre rivais, que buscam substituir o presidente Hamir Karzai, que não pode concorrer por um terceiro mandato segundo a lei afegã.

Quem o substituí-lo herdará uma nação assolada pela crescente ansiedade sobre a questão da segurança, em um momento em que a maior parte das tropas estrangeiras se prepara para sair do país até o fim do ano, deixando as forças afegãs a sós para combater insurgências.

Ataques mensais na capital, Cabul, onde candidatos devem concentrar esforços para conquistar os votos de mulheres e jovens, estão em seu maior nível desde 2008, afirmou uma embaixada em recente relatório de segurança confidencial.

“O aumento pode ser atribuído a esforços relacionados às eleições presidenciais”, disse a embaixada.

Embora o Afeganistão não tenha uma comunidade majoritária, a etnia Pashtun é considerada a maior delas, e questões étnicas terão um papel importante na decisão sobre o próximo presidente.

Diplomatas ocidentais esperam que o primeiro turno acabe dividido entre um dos vários pashtuns proeminentes e o ex-ministro do Exterior Abdullah Abdullah, da etnia Tajik, que tem apelo junto a essa base de eleitores e que foi o principal adversário de Karzai na última eleição, em 2009.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

México não tem mais esperança de salvar 68 vítimas de deslizamento

O presidente do México, Enrique Peña Nieto, admitiu neste sábado que ‘praticamente não há mais esperança’ de encontrar com vida as 68 pessoas desaparecidas após o deslizamento de terra que sepultou uma localidade no sul do país, atingido por fortes chuvas.

‘Hoje não há praticamente mais esperança de que se possa encontrar alguma pessoa com vida’ em La Pintada, disse o presidente durante entrevista coletiva em Acapulco, no estado de Guerrero, o mais afetado pelas inundações.

‘O volume de terra que praticamente sepultou mais de 40 casas nesta comunidade faz pensar que não há mais gente com vida’, destacou o presidente, que na tarde deste sábado visitou La Pintada, na região montanhosa do Estado de Guerrero.

Elementos da Defesa Civil e do Exército seguem trabalhando em La Pintada, localidade sepultada por toneladas de terra.

A tragédia ocorreu na segunda-feira passada, e o deslizamento de terra atingiu boa parte da localidade de 400 habitantes, que ficou completamente isolada. As equipes de socorro chegaram ao local apenas na quarta-feira.

O México foi castigado por fortes chuvas durante quase uma semana, devido à presença dos ciclones Manuel e Ingrid, que chegaram simultaneamente ao país pela costa do Pacífico e pelo Golfo do México, no Atlântico.

Segundo o último relatório oficial, as inundações e deslizamentos de terra deixaram 101 mortos no México, além dos 68 desaparecidos em La Pintada.

Em Acapulco, as chuvas isolaram o balneário por quase uma semana, provocando o caos em uma cidade repleta de turistas.

Apenas na sexta-feira foi reaberta a estrada entre Acapulco e a cidade do México, permitindo a saída de milhares de turistas, ao final de uma semana de pesadelo no balneário, que ficou sob as águas.

Centenas de pessoas foram resgatadas por helicópteros de tetos de residências e crocodilos acabaram nas ruas após o transbordamento de diversas lagoas.

Após a dissipação das tormentas, o México enfrenta o desafio da reconstrução de estradas e pontes em todo o país.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 22 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , ,