RSS

Arquivo da tag: envia

Alibaba envia prospecto nos EUA e pode ser maior IPO de tecnologia

A Alibaba deu a investidores uma visão mais próxima da escala e do crescimento da gigante chinesa de comércio eletrônico num prospecto de uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) enviado na terça-feira (6), o primeiro passo do que pode ser a maior estreia de tecnologia da história.

A expectativa é de que a Alibaba Group Holding, que está por trás de 80% de todo o comércio on-line na segunda maior economia do mundo, levante mais de US$ 15 bilhões e pode superar os US$ 16 bilhões captados pelo Facebook quando fez sua estreia em 2012.

A Alibaba vai estrear em 2014 em um mercado no qual ações mais quentes de tecnologia como Twitter e Amazon têm caído nas últimas semanas em uma venda generalizada que dividiu analistas e investidores, revivendo dúvidas sobre a disparada da valorização de companhias de tecnologia.

Ainda assim, as estimativas do valor de mercado da Alibaba tem subido nos últimos meses, para até acima de US$ 200 bilhões, destacando a ansiedade de Wall Street em testar uma companhia chinesa gigante com crescimento robusto.

A Alibaba manejou mais de 1,5 trilhão de iuanes, cerca de US$ 248 bilhões, em transações para 231 milhões de usuários ativos em seus três mercados on-line chineses em 2013, mais do que a Amazon e o eBay combinados. A Alibaba conseguiu isso com 20.884 funcionários em tempo integral, menos do que o eBay.

“Caso consiga transpor esse tipo de força para fora da China, ela tem o potencial de se tornar uma verdadeira gigante global do comércio eletrônico”, disse Roger Entner, analista chefe e fundador da Recon Analytics. “Todos pensavam que a Amazon poderia conseguir, mas agora temos que repensar a Amazon à luz de ser a companhia mais bem sucedida neste campo nos Estados Unidos — mas não no mundo”.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Em 1º dia de governo, Bachelet envia ao Congresso projeto sobre pobres

Presidente Michelle Bachelet recebe a faixa presidencial da presidente do Senado, Isabel Allende. (Foto: Victor R. Caivano/AP)Presidente Michelle Bachelet recebe a faixa
presidencial da presidente do Senado, Isabel Allende
(Foto: Victor R. Caivano/AP)

Em seu primeiro dia de trabalho como nova presidente do Chile, a socialista Michelle Bachelet enviou ao Congresso no início desta quarta-feira (12) um projeto de lei para instaurar de forma permanente a entrega de dois bônus às famílias mais pobres.

“Estamos retomando uma política social que coloca no centro os direitos dos cidadãos e lhes oferece apoio responsavelmente sustentados no tempo”, disse Bachelet, depois de assinar a iniciativa que deve ser discutida no Congresso, onde seu governo tem maioria simples.

A iniciativa, que considera a entrega de bônus no valor de 80 dólares em março e no inverno a 300.000 beneficiários, tem um custo total de 800 milhões de dólares.

Em março, os custos das famílias chilenas aumentam no início do ano escolar e ocorre o pagamento de impostos ao transporte e aos bens imóveis, entre outros. No inverno, sobem pelas doenças associadas ao frio e aos custos de calefação.

Após a assinatura do projeto, Bachelet liderava seu primeiro Conselho de Gabinete, mediante o qual delineará as ênfases de seu novo governo, no qual fixou três grandes reformas: uma educacional, outra tributária e uma mudança da Constituição herdada da ditadura de Augusto Pinochet (1973-1990).

Nos primeiros 100 dias, a presidente levantou 50 medidas que traçam o caminho para estas reformas, que buscam acabar com o que ela definiu como o único adversário do Chile: a desigualdade social.

“O Chile tem apenas um grande adversário e isso se chama desigualdade, e apenas juntos podemos enfrentá-lo”, afirmou Bachelet na terça-feira, em seu primeiro discurso ao país após assumir seu segundo mandato à frente do Chile, depois de ter governado de 2006 a 2010.

Com um crescimento médio de 5,4% nos últimos quatro anos, o Chile é um dos países mais ricos e estáveis da região. Sua renda per capita chega a 20.000 dólares, mas tem um dos maiores índices de desigualdade social da região.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Google envia carta ao governo e diz ter pago R$ 733 milhões em imposto

O Google enviou uma carta ao gabinete do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, em que diz ter pago R$ 733 milhões em impostos no ano passado, segundo comunicado da empresa.

No próprio documento, a empresa diz ter escrito ao governo porque reportagens publicadas “nos principais jornais brasileiros, algumas inclusive com citações atribuídas a V. Sa. (o ministro), levantaram dúvidas sobre o recolhimento de impostos por parte da operação do Google no Brasil”.

A carta, assinada pelo diretor geral do Google no Brasil, diz que todas as operações de venda feitas no Brasil são faturadas no país e que as informações de recolhimento de tributos são registradas junto às autoridades federal, estadual e municipal.

A empresa diz já ter aberto o sigilo fiscal por questionamentos anteriores e ter divulgado o pagamento de R$ 540 milhões em 2012.

Procurado pelo G1, o ministério disse que o ministro Paulo Bernardo recebeu a carta enviada pelo Google e também falou ao telefone com o presidente da companhia, Fabio Coelho. “Na conversa, o ministro constatou que o montante de impostos pagos pelo Google Brasil é expressivo, embora esse seja um assunto da alçada da Receita Federal”, disse o ministério, por meio da assessoria de imprensa.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Sensor em raquete de tênis envia desempenho de atleta a smartphone

Raquetes de tênis se tornam 'inteligentes' com sensor (Foto: Gustavo Petró/G1)Raquetes de tênis se tornam ‘inteligentes’ com sensor (Foto: Gustavo Petró/G1)

Um bom resultado nos esportes é resultado de muito treino, e a tecnologia sempre esteve presente para ajudar os atletas profissionais e amadores. No caso do tênis, a feira Consumer Electronics Show (CES) 2014, em Las Vegas, trouxe um pequeno dispositivo que é acoplado na parte inferior da raquete para monitorar todos os movimentos do tenista e enviar as informações a um smartphone.

Chamado de “Tennis Sensor”, o acessório é uma bolinha muito leve que vai encaixada no cabo da raquete e é capaz de detectar movimentos e vibrações. Segundo a Sony, dona do dispositivo, o peso adicional do sensor é insignificante e não atrapalha o desempenho do tenista.

Desse modo, o “Tennis Sensor” consegue determinar o tipo e a velocidade do movimento que o tenista executou, se foi uma rebatida boa ou ruim e em qual ponto da raquete a bola acertou.

Interface do aplicativo para smartphones que usa o sensor para monitorar desempenho no tênis (Foto: Gustavo Petró/G1)Interface do aplicativo para smartphones que usa o
sensor para monitorar desempenho no tênis
(Foto: Gustavo Petró/G1)

Todos esses dados são enviados em tempo real para um smartphone ou tablet, que deve rodar um aplicativo próprio para se conectar por meio de Bluetooth com o sensor. O dispositivo pode ser facilmente removido da raquete para ter recarregada sua bateria, que dura cerca de 10 horas.

O “Tennis Sensor” ainda está em fase de desenvolvimento e não tem previsão de lançamento.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Traficante envia SMS a policial por engano e é preso nos EUA

Nicholas Delear Jr enviou mensagem por engano e acabou avisando policiais sobre venda de droga (Foto: Divulgação/Sparta, NJ Police Department)Nicholas Delear Jr enviou mensagem por engano e
acabou avisando policiais sobre venda de droga
(Foto: Divulgação/Sparta, NJ Police Department)

Um traficante de 33 anos de Nova Jérsei enviou uma mensagem de texto para o número errado e acabou dando informações sobre uma negociação de drogas para um policial, possibilitando que o criminoso fosse preso.

De acordo com as autoridades locais, um detetive recebeu um SMS de Nicholas Delear Jr à noite, afirmando que possuía pouco mais de 100 g de maconha à venda, e que queria fazer a venda em uma pizzaria.

Os policiais confirmaram o encontro e um oficial disfarçado foi ao encontro de Nicholas. O traficante, no entanto, se sentiu desconfiado e fugiu, e foi parado novamente dentro de seu carro.

Mesmo recusando que os policiais fizessem buscas em seu carro, um cão farejador indicou que havia drogas com o americano, o que permitiu que os policiais abrissem o veículo. Com Delear, foram encontrados 4 sacos com maconha e objetos utilizados para consumo da droga.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Aplicativo ‘iMessage Chat’ para Android envia dados para a China

Especialistas alertaram sobre problemas com o aplicativo “iMessage Chat” para smartphones com sistema operacional Android, que promete permitir que donos de telefones com o sistema se comuniquem com usuários do iMessage no iPhone. O “app”, que não é desenvolvido pela Apple, redireciona todos os dados a um servidor na China, cuja função é desconhecida. O aplicativo não está mais presente na Play Store, loja virtual de aplicativos do Google.

O alerta sobre o aplicativo foi dado pelos programadores Jay Freeman e Adam Bell. Segundo Freeman, a existência do servidor intermediário indica que o responsável pelo aplicativo, registrado como “Daniel Zweigart”, teria acesso aos  conteúdos das mensagens transmitidas e também às credenciais Apple ID de quem fizer uso do aplicativo.

Segundo o site “The Verge”, o app nem sempre funciona para transmitir a mensagem entre usuários de iPhone e Android, apenas entre usuários do próprio Android.

Adam Bell disse que as mensagens transmitidas pelo app, intermediadas pelo servidor chinês, são mascaradas como se tivessem sido enviadas por um Mac Mini. Ele disse que o “app” também tem a capacidade de baixar e executar outros arquivos APK (softwares do Android).

Baixado mais de dez mil vezes, o “iMessage Chat” não está mais disponível na Play Store.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Síria envia à ONU pedido para aderir a convenção antiarmas químicas

A ONU recebeu documentos do governo da Síria a respeito da entrada do país na convenção antiarmas químicas, disse um porta-voz nesta quinta-feira (12). A adesão é uma das condições propostas por um plano russo para evitar um ataque militar dos EUA à Síria.

Acompanhe a cobertura em tempo real.

“Nas últimas horas, recebemos um documento do governo da Síria, que está sendo traduzido, e que se trata de uma documento de pedido de acesso à Convenção de Armas Químicas”, disse o porta-voz Farhan Haq a jornalistas.

Pouco antes, em entrevista à TV russa, o presidente sírio Bashar al-Assad havia manifestado a intenção de aderir à convenção e entregar documentos sobre as armas químicas.

Mas ele condicionou essa adesão a que os EUA parassem de ameaçar o país militarmente, o que os americanos não fizeram.

O governo Assad não vai se incorporar imediatamente à convenção de 1993, que proíbe a produção e o armazenamento destas armas, disse Farhan Haq.

Segundo especialistas da ONU, a adesão ocorre no momento em que um país aceita os termos do tratado e, normalmente, tem o mesmo efeito que uma ratificação do mesmo.

Haq disse que esta será apenas aa primeira etapa para o país árabe se tornar membro pleno da convenção e que serão necessários “alguns dias” para que a Síria se integre formalmente.

Discussão diplomática
A proposta da Rússia está sendo discutida diplomaticamente com os EUA, que aceitaram adiar um possível ataque militar às forças sírias por conta da negociação.

Os EUA acusam o regime sírio de ter realizado um ataque químico que matou pelo menos 1.429 civis, nos subúrbios de Damasco, em 21 de agosto, em meio à guerra civil que assola o país.

O presidente americano, Barack Obama, anunciou que iria atacar as forças sírias em represália ao ataque químico. Mas ele resolveu dar tempo à diplomacia para analisar a proposta russa, apesar de a encarar com “ceticismo”.

O regime sírio nega responsabilidade pelo ataque químico e diz que é vítima de terroristas ligados à rede da Al-Qaeda, que tentam “desestabilizar” o país.

A guerra civil síria criou uma crise humanitária e de refugiados e ameaça a estabilidade política da região, além de ter revivido o fantasma da Guerra Fria, colocando Rússia e EUA em campos opostos.

arte síria 3/9 (Foto: 1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,