RSS

Arquivo da tag: editar

Dica: Saiba como editar vídeo sem sair do navegador com o WeVideo

Serviço “na nuvem” permite escolher temas, adicionar áudio, recortar clipes e compartilhar projetos com amigos e colegas de trabalho

A nuvem está na moda ultimamente. E-mail, backup, gerenciamento de projetos, edição de imagem e praticamente tudo o mais de que você precisa estão disponíveis online sem que você precise instalar um bit sequer em seu PC. O WeVideo quer adicionar mais uma atividade à lista: edição de vídeo.

O problema com a ideia é que é necessário, de alguma forma, enviar seus material bruto para o editor. Um bom vídeo de cinco minutos pode exigir horas de material em sua criação. E como a maioria dos usuários de banda larga doméstica tem conexões assimétricas, com banda de upload muito inferior a de download, você pode acabar tendo de passar horas a fio fazendo o upload de vídeos antes de sequer começar a editá-los. Felizmente a integração transparente do WeVideo com o DropBox e outros serviços de armazenamento online ameniza o problema.

Por exemplo, quando gravo vídeo com meu Galaxy S III ele é automaticamente enviado para o Dropbox. O upload é demorado, mas acontece em segundo plano de forma transparente: não preciso me preocupar com ele ou fazer qualquer coisa para que ele aconteça. E, uma vez que os arquivos estejam dentro do Dropbox, só preciso apontar o WeVideo na direção deles para importá-los rapidamente. Importar 1 GB de vídeo para o WeVideo levou menos de 10 minutos.

wevideo_advanced-360px.jpg
A interface do WeVideo é similar à de um editor de vídeo convencional

Depois de fazer o upload dos vídeos, editá-los é uma experiência simples e agradável. O WeVideo tem uma linha do tempo para onde você pode arrastar os clipes, e é fácil cortá-los quando necessário e adicionar transições. Também há uma rica biblioteca de trilhas de áudio que você pode usar. Criar um efeito de “fade” no áudio (redução ou aumento gradual no volume) exige apenas alguns cliques. O programa sempre respondeu bem aos comandos, e será familiar para qualquer um que já teve algum contato com aplicativos desktop para edição de vídeo.

Uma vantagem da natureza online do WeVideo é a colaboração. Você pode convidar amigos para que enviem clipes para seu projeto, e até criar diferentes versões baseadas nos mesmos clipes. Este é um dos principais pontos fortes do serviço.

Depois de terminar a edição de um clipe é hora de exportar os resultados. As contas gratuitas só podem exportar em resolução baixa (480p) com uma marca d’água sobre a imagem. Entendo os motivos por trás da limitação, mas gostaria que a WeVideo fosse mais explícita quando a elas durante a criação da conta, em vez de revelá-la no último minuto, quando a edição já está concluída.

É fácil conectar o WeVideo ao YouTube e outros serviços de compartilhamento online, então você não precisa baixar sua obra prima e enviá-la manualmente para o YouTuve ou Vimeo. O WeVideo faz todo o trabalho sozinho.

Se você precisa colaborar em um projeto de vídeo com uma equipe remota, o WeVideo tem recursos importantes e permite compartilhar clipes e edições de formas que não são possíveis em outros serviços. Ele também pode vir a calhar para ocasionais projetos pessoais, desde que você não se importe em perder um tempo fazendo o upload de material antes da edição.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 25 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Como editar arquivos do PowerPoint no seu iPad

Já que a Microsoft não planeja lançar versão do Office para iOS, a solução é recorrer a alternativas. Lista inclui aplicativos da Apple e de terceiros.Você adora seu iPad, e existem boas chances de que precise usar o pacote Microsoft Office para trabalhar. Existem várias opções para editar documentos criados no Word e no Excel no seu tablet, mas e o terceiro programa principal do suite, o PowerPoint?

Caso você só precise visualizar um documento do PowerPoint, pode usar quase todo aplicativo iOS que exibe documentos (incluindo o Mail e o Safari, da Apple). O iOS pode exibir de forma nativa, mas não editar, documentos PowerPoint (.ppt e .pptx) – mas eles são mostrados como um scroll contínuo em vez de slides individuais. Também não é possível visualizar animações, transições, ou outros recursos especiais. Para exibir uma apresentação do PowerPoint já existente, uma boa escolha é o app gratuito SlideShark, que preserva a maioria dos recursos principais do software da Microsoft – mas não permite a edição de arquivos.

Quando precisar editar uma apresentação do PowerPoint (ou até mesmo criar uma “do zero”), suas alternativas caem em três categorias principais:  o Keynote (da Apple), um pacote de produtividade de terceiros, ou uma cópia virtual do PowerPoint para Windows.

Use o Keynote

O aplicativo da Apple para iOS é uma boa ferramenta para criar, editiar, e exibir apresentação. Essa versão móvel do Keynote (US$10) não possui todos os recursos da edição desktop do software, e se você importar uma apresentação (seja ela criada no Keynote no OS X ou no PowerPoint), pode perder alguns conteúdos importantes. Por exemplo, diga adeus a fontes, transições e criações que não estejam disponíveis no iPad, assim como áudio e outras coisas. Mesmo assim, usar o Keynote é provavelmente a melhor maneira para editar uma apresentação do PowerPoint no iPad. Isso porque o aplicativo oferece ferramentas de edição mais poderosas do que qualquer outro aplicativo de apresentação nativo para iPad, e possui uma melhor interface touchscreen do que uma cópia virtual do PowerPoint.

ipadpowerpoint02.png

No entanto, se você precisar ficar movendo uma apresentação entre um iPad e um Mac ou PC, onde vai editá-la usando o PowerPoint, a falha do Keynote em preservar a formatação pode representar um problema muito grande.

Use um pacote de produtividade

A próxima opção é usar um aplicativo de produtividade compatível com o Office. Atualmente, temos cinco concorrentes principais, e cada um deles oferece pelo menos as capacidades mínimas de edição para documentos PowerPoint. Todos te permitem inserir, duplicar, apagar, e (com uma exceção) rearranjar os slides de apresentações importadas do PowerPoint. E todos podem exibir apresentações, mas sem transições, animações, ou criações.

Documents To Go Premium (US$17): O aplicativo da Data Viz te permite editar apenas o texto de apresentações importadas do PowerPoint (incluindo as notas do apresentador); não é possível alterar formatação, layout, gráficos, ou qualquer atributo visual.

Office2 HD (US$8):  Já com o software da Byte Squared é possível mudar o texto, formação, e alinhamento – mas estranhamente, para uma ferramenta de apresentação, não oferece listas numeradas ou com tópicos (bulleted). É possível adicionar formatos e gráficos, mudar o arranjo dos elementos em um slide, e configurar o segundo plano de um slide para uma imagem ou cor sólida.

Polaris Office (US$13): Desenvolvido pela Infraware, esse programa oferece ferramentas razoavelmente abrangentes de arranjo para gráficos e formatação. Mas assim como o Office HD, não traz uma maneira automática para criar listas com tópicos ou números (apesar de as listas importadas aparecerem de forma correta). E assim como o Smart Office 2, o utilitário renderiza algumas fontes de forma estranha. Apesar de ser fácil adicionar, duplicar, ou apagar sliders, não consguimos encontrar uma maneira para rearranjá-los.

Quickoffice Pro HD (US$20): Esse programa te permite mudar atributos de textos (incluindo listas por tópicos), adicionar imagens e formas, e rearranjar elementos visuais. No entanto, o software não fornece um modo para mudar o fundo de um slide.

ipadpowerpoint03.png

Smart Office 2 (US$10): O software da Picsel fornece ferramentas de edição parecidas com as do Quickoffice Pro HD, mas renderizou algumas fontes de forma estranha em nossos testes.

Todos esses aplicativos devem poder editar documentos PowerPoint sem perder a formatação. Ou seja, mesmo que eles não tenham suporte para todos os recursos do PowerPoint, quando você enviar os arquivos de volta ao seu Mac ou PC, os documentos continuarão com a formatação que tinham quando você os importou na primeira vez. No entanto, vale notar que tivemos resultados variados com o Smart Office 2; alguns arquivos do PowerPoint que modifiquei e salvei no Dropbox não abriram no Mac. O Quickoffice é o nosso favorito da lista, mas sua escolha pode variar de acordo com as suas necessidades.

Use uma versão virtual do PowerPoint para Windows

Se você não está satisfeito com o grau de compatibilidade com o PowerPoint oferecido pelos apps para iPad, que tal então usar o próprio software da Microsoft? Apesar de a empresa criada por Bill Gates não ter planos de lançar uma versão para iPad do seu pacote Office, vários aplicativos te permitem conectar-se a servidores virtuais do Windows na nuvem – o que significa que você pode usar a versão completa do PowerPoint para Windows diretamente no seu iPad. Os apps que permitem essa “mágica” são CloudOn, Nivio, e OnLive Desktop.

ipadpowerpoint04.png

Outra opção nessa categoria é o AlwaysOnPC Personal Cloud Desktop (US$25). Em vez de apresentar a um desktop virtual Windows, o software usa o Linux. E em vez do Office, você terá o OpenOffice.org (um pacote open-source compatível com o Office).

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 17 de junho de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , ,

Vídeo: Veja como editar vídeos completos diretamente no iPad

A Dica de App desta semana é um aplicativo que permite editar vídeos completos diretamente no iPad. Primeira incursão da Avid no iOS, o Avid Studio (US$5) é uma boa opção para quem precisa de mais recursos para edição no tablet.

O aplicativo que custa 5 dólares lembra um software de edição tradicional de computadores e supera o Movie Maker (Windows) e até mesmo a versão mobile do iMovie, da Apple, que sai pelo mesmo preço.

Com o software, é possível criar vídeos de forma prática e intuitiva na tela de 10 polegadas do iPad. Quando aberto, o aplicativo escaneia todos os arquivos de mídia da sua biblioteca no aparelho.

A interface do Avid Studio é parecida com a do iMovie, permitindo a inserção de trilhas, efeitos de transição, imagens, fotos, e textos.

Para saber tudo sobre o aplicativo, assista ao vídeo abaixo e veja como editar vídeos completos  diretamente no iPad.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de setembro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , ,