RSS

Arquivo da tag: dlares

Microsoft diminui em 6,2 bilhões de dólares valor da aQuantive

Empresa anunciou que a aquisição da companhia de marketing online realizada em 2007 não acelerou o crescimento dos negócios da maneira esperada.

A Microsoft anunciou redução do valor contábil [write-down] de 6,2 bilhões de dólares no valor da aQuantive, empresa de marketing online comprada em 2007, e reduziu as expectativas de crescimento das unidades de Internet e Ferramenta de Buscas.

Na época, o negócio foi fechado por 6,3 bilhões de dólares, um dos maiores da história da companhia, para melhorar o negócio de publicidade online e alcançar a rival Google.

“Embora a aquisição da aQuantive continue a fornecer ferramentas para ampliar os esforços de publicidade online da Microsoft, a aquisição não acelerou o crescimento de acordo com nossas expectativas”, disse a Microsoft.

“Ainda que os negócios da Divisão de Serviços Online tenham melhorado, as expectativas da empresa para a expansão futura e a rentabilidade são menores do que as estimativas anteriores”, disse em comunicado. Ainda assim, a fabricante afirmou que esse acontecimento não vai afetar o desempenho financeiro, que deverá ser divulgado em breve.

Especial - IT Leaders 2011

O ITBOARD materializa a nova plataforma de conversas do Século XXI. Concentra o diálogo sobre tecnologia e inovação movido a tweets de quem está imerso nesses assuntos. ENTRE NA CONVERSA

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 20 de julho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Mountain Lion chega em julho por apenas 20 dólares

Durante a palestra de abertura da WWDC a Apple deu mais detalhes sobre seu novo sistema operacional para os Macs, o Mountain Lion, incluindo a data de lançamento do produto. O vice-presidente de engenharia de software da Apple, Craig Federighi, subiu ao palco para anunciar que o software estará pronto para ser baixado pelos consumidores em julho, e destacou também oito novos recursos, incluindo alguns que não haviam sido incluídos no preview do Mountain Lion, lançado em fevereiro deste ano.

iCloud
O OS X Lion já é integrado com o sistema de armazenamento em nuvem da Apple, contudo o Mountain Lion leva essa integração um passo à frente com o Documents in the Cloud. A demonstração feita no começo do ano quase não passava por esse recurso; na apresentação desta segunda-feira, Federighi anunciou que o iCloud será integrado com outros apps da companhia, incluindo o pacote iWork.

Os desenvolvedores poderão habilitar a integração com o iCloud em seus programas usando um SDK (kit de desenvolvimentode software), e o representante da empresa também fez questão de destacar que o serviço também será responsável por sincronizar Lembretes, Notas e Mensagens.

mountainlionicloud.png
Usuário poderá sincronizar seus documentos do Mac com o iCloud

Ditado
Não, o Mac ainda não ganhou o Siri, porém já é possível ditar textos para o computador. De acordo com a empresa, ele funciona em qualquer lugar no qual o Mac puder digitar, incluindo sites e aplicações terceirizadas, “até mesmo no Microsoft Word”, alfinetou Federighi.

Compartilhamento
As funções de compartilhamento já foram bastante discutidas, e Federighi fez apenas um pequeno resumo a respeito delas, mencionando o suporte integrado para compartilhamento no Twitter e Flickr de qualquer lugar em que você consegue abrir a Pré-Visualização de um arquivo. O Mountain Lion finalmente irá introduzir uma integração profunda com o Facebook, recurso que tem aparecido há muito tempo entre os rumores.

Safari
Já havíamos exibido anteriormente a nova barra unificada de pesquisa e o motor de renderização JavaScript no Mountain Lion; na apresentação, no entanto, a companhia focou em um novo recurso chamado iCloud Tabs, que utiliza o sistema de sincronização da Apple para exibir as páginas que estão abertas no navegador em todos os dispositivos que estão com aquela determinada conta do iCloud habilitada.

Central de Notificações
Pegando emprestado mais um conceito do iOS, o Mountan Lion agora possui sua própria Central de Notificações para aplicativos e alertas. Durante a apresentação, também foi exibido um novo ícone de um recurso chamado Do Not Disturb (Não perturbe, em tradução livre), que desabilita os alertas e sons (o botão também está presente no iOS), além de desativar as notificações quando o Mac estiver conectado a um projetor.

notificacoesmountain01.jpg
Alertas são exibidos no canto direito da tela, antes de irem para a Central de Notificações

Power Nap
Exclusivo da nova linha de MacBooks Air e Pro, o Power Nap funciona em segundo plano e mantém seu Mac atualizado enquanto ele estiver em repouso ou ocioso. O recurso é capaz de sincronizar emails, compromissos no calendário, notas, lembretes, Compartilhamento de fotos e outros dados sem precisar ligar totalmente o computador.

AirPlay
Boa notícia para quem faz streaming: os usuários poderão espelhar o Mac para a Apple TV (em resoluções de até 1080p) utilizando uma nova barra de menu do AirPlay. A ferramenta também pode ser usada para enviar músicas para alto-falantes compatíveis.

Game Center
Em mais uma tentativa para unificar o iOS e OS X, você poderá utilizar seu usuário do Game Center do iOS para jogos e conquistas no Mac. Também será possível desafiar seus amigos para partidas, seja entre Macs ou de iOS para Mac (isso caso o game esteja disponível para ambas as plataformas).

O Mountain Lion deverá começar a ser vendido em julho, através da Mac App Store. Qualquer um que adquirir um dos novos laptops poderá fazer o upgrade de graça, porém, usuários mais antigos poderão adquirir o Mountain Lion por apenas 20 dólares caso estejam com o OS X 10.6 ou superior.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 19 de junho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Twitter pode faturar seu primeiro bilhão de dólares em dois anos

A estimativa foi divulgada pela Bloomberg citando fontes da empresa. Habilidade em fazer receita em dispositivos móveis é o grande trunfo.

O Twitter poderár gerar até 1 bilhão de dólares em receita publicitária em 2014, segundo informação do jornalista Jon Erlichman divulgada no programa Street Smart, da Bloomberg Television. Os números de crescimento de receita, segundo ele, foram informados “em off” por duas pessoas próximas à companhia. O desempenho acelerado da receita publicitária do Twitter pode estar diretamente associado ao crescimento do faturamento do microblog com publicidade em plataformas móveis.

Segundo afirmou Dick Costolo, CEO do Twitter, esta semana num evento promovido pela The Economist, a empresa faturou mais com publicidade móvel em vários momentos do trimestre passado do que com publicidade web. Se o movimento se mantiver, o Twitter poderá ser uma das primeiras redes sociais a encontrar o “Santo Graal” do futuro da publicidade, ao conseguir monetizar a audiência que cresce exponencialmente em dispositivos móveis.

Recentemente, por exemplo, a dificuldade de o Facebook em conseguir gerar receita com seus usuários móveis foi vista pelo mercado como um sinal de alerta sobre o futuro da companhia.

Um dos motivos para o sucesso do Twitter em plataformas móveis é o fato de sua publicidade ser harmônica com experiência do usuário em qualquer plataforma, já que está integrada no feed de tweets dos usuários, como tweets patrocinados e hashtags pagas por anunciantes. Adicionalmente, o Twitter permite que os anunciantes escolham comprar publicidade específica para iPhone ou equipamentos Android. Em janeiro de 2012, 55% ds usuários de Twitter acessaram o serviço usando algum dispositivo móvel.

No caso do Facebook, a publicidade ainda está num formato próprio de web e a empresa bate cabeça para achar um modelo compatível com a plataforma móvel. O resultado é que em 2011 o Facebook gerou 85% da sua receita de 3,7 bilhões de dólares in publicidade na web, mas nada vindo das plataformas móveis, ainda que 425 milhões dos seus 845 milhões de usuários ativos em dezembro de 2011 tivessem acessado o site via algum dispositivo móvel.

A primeira incursão do Twitter em publicidade foi em 2010. Em 2012, o site liberou uma plataforma de compra de anúncios selft-service, mirando pequenas empresas e aguçando o interesse de anunciantes interessados em falar diretamente com uma audiência cativa de 140 milhões de usuários. “Anunciantes que já experimentaram alguma oportunidade de publicidade no Twitter ficaram satisfeitos”, disse Nate Elliott, analista da Forrester Research ao site GigaOm.

Se conseguir mesmo faturar 1 bilhão de dólares em 2014, o Twitter terá sido o “mais atrasado da turma” em atingir o número mágico. O Google fez seu primeiro bilhão cinco anos após ter sido lançado, enquanto que o Facebook faturou seu primeiro bilhão seis anos após sua fundação. O Twitter, em 2014, terá oito anos de idade. Mais velho, é certo, mas pelo desempenho com o cenário móvel, mais sábio e mais eficiente em aproveitar o movimento de seus usuários.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 17 de junho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Twitter pode faturar seu primeiro bilhão de dólares em 2014

A estimativa foi divulgada pela Bloomberg citando fontes da empresa. Habilidade em fazer receita em dispositivos móveis é o grande trunfo.

O Twitter poderár gerar até 1 bilhão de dólares em receita publicitária em 2014, segundo informação do jornalista Jon Erlichman divulgada no programa Street Smart, da Bloomberg Television. Os números de crescimento de receita, segundo ele, foram informados “em off” por duas pessoas próximas à companhia. O desempenho acelerado da receita publicitária do Twitter pode estar diretamente associado ao crescimento do faturamento do microblog com publicidade em plataformas móveis.

Segundo afirmou Dick Costolo, CEO do Twitter, esta semana num evento promovido pela The Economist, a empresa faturou mais com publicidade móvel em vários momentos do trimestre passado do que com publicidade web. Se o movimento se mantiver, o Twitter poderá ser uma das primeiras redes sociais a encontrar o “Santo Graal” do futuro da publicidade, ao conseguir monetizar a audiência que cresce exponencialmente em dispositivos móveis.

Recentemente, por exemplo, a dificuldade do Facebook em conseguir gerar receita com seus usuários móveis foi vista pelo mercado como um sinal de alerta sobre o futuro da companhia.

Um dos motivos para o sucesso do Twitter em plataformas móveis é o fato de sua publicidade ser harmônica com experiência do usuário em qualquer plataforma, já que está integrada no feed de tweets dos usuários, como tweets patrocinados e hashtags pagas por anunciantes. Adicionalmente, o Twitter permite que os anunciantes escolham comprar publicidade específica para iPhone ou equipamentos Android. Em janeiro de 2012, 55% ds usuários de Twitter acessaram o serviço usando algum dispositivo móvel.

No caso do Facebook, a publicidade ainda está num formato próprio de web e a empresa bate cabeça para achar um modelo compatível com a plataforma móvel. O resultado é que em 2011 o Facebook gerou 85% da sua receita de 3,7 bilhões de dólares in publicidade na web, mas nada vindo das plataformas móveis, ainda que 425 milhões dos seus 845 milhões de usuários ativos em dezembro de 2011 tivessem acessado o site via algum dispositivo móvel.

A primeira incursão do Twitter em publicidade foi em 2010. Em 2012, o site liberou uma plataforma de compra de anúncios selft-service, mirando pequenas empresas e aguçando o interesse de anunciantes interessados em falar diretamente com uma audiência cativa de 140 milhões de usuários. “Anunciantes que já experimentaram alguma oportunidade de publicidade no Twitter ficaram satisfeitos”, disse Nate Elliott, analista da Forrester Research ao site GigaOm.

Se conseguir mesmo faturar 1 bilhão de dólares em 2014, o Twitter terá sido o “mais atrasado da turma” em atingir o número mágico. O Google fez seu primeiro bilhão cinco anos após ter sido lançado, enquanto que o Facebook faturou seu primeiro bilhão seis anos após sua fundação. O Twitter, em 2014, terá oito anos de idade. Mais velho, é certo, mas pelo desempenho com o cenário móvel, mais sábio e mais eficiente em aproveitar o movimento de seus usuários.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 16 de junho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Twitter pode faturar seu primeiro 1 bilhão de dólares em 2014

A estimativa foi divulgada pela Bloomberg citando fontes da empresa. Habilidade em fazer receita em dispositivos móveis é o grande trunfo.

O Twitter poderár gerar até 1 bilhão de dólares em receita publicitária em 2014, segundo informação do jornalista Jon Erlichman divulgada no programa Street Smart, da Bloomberg Television. Os números de crescimento de receita, segundo ele, foram informados “em off” por duas pessoas próximas à companhia. O desempenho acelerado da receita publicitária do Twitter pode estar diretamente associado ao crescimento do faturamento do microblog com publicidade em plataformas móveis.

Segundo afirmou Dick Costolo, CEO do Twitter, esta semana num evento promovido pela The Economist, a empresa faturou mais com publicidade móvel em vários momentos do trimestre passado do que com publicidade web. Se o movimento se mantiver, o Twitter poderá ser uma das primeiras redes sociais a encontrar o “Santo Graal” do futuro da publicidade, ao conseguir monetizar a audiência que cresce exponencialmente em dispositivos móveis.

Recentemente, por exemplo, a dificuldade do Facebook em conseguir gerar receita com seus usuários móveis foi vista pelo mercado como um sinal de alerta sobre o futuro da companhia.

Um dos motivos para o sucesso do Twitter em plataformas móveis é o fato de sua publicidade ser harmônica com experiência do usuário em qualquer plataforma, já que está integrada no feed de tweets dos usuários, como tweets patrocinados e hashtags pagas por anunciantes. Adicionalmente, o Twitter permite que os anunciantes escolham comprar publicidade específica para iPhone ou equipamentos Android. Em janeiro de 2012, 55% ds usuários de Twitter acessaram o serviço usando algum dispositivo móvel.

No caso do Facebook, a publicidade ainda está num formato próprio de web e a empresa bate cabeça para achar um modelo compatível com a plataforma móvel. O resultado é que em 2011 o Facebook gerou 85% da sua receita de 3,7 bilhões de dólares in publicidade na web, mas nada vindo das plataformas móveis, ainda que 425 milhões dos seus 845 milhões de usuários ativos em dezembro de 2011 tivessem acessado o site via algum dispositivo móvel.

A primeira incursão do Twitter em publicidade foi em 2010. Em 2012, o site liberou uma plataforma de compra de anúncios selft-service, mirando pequenas empresas e aguçando o interesse de anunciantes interessados em falar diretamente com uma audiência cativa de 140 milhões de usuários. “Anunciantes que já experimentaram alguma oportunidade de publicidade no Twitter ficaram satisfeitos”, disse Nate Elliott, analista da Forrester Research ao site GigaOm.

Se conseguir mesmo faturar 1 bilhão de dólares em 2014, o Twitter terá sido o “mais atrasado da turma” em atingir o número mágico. O Google fez seu primeiro bilhão cinco anos após ter sido lançado, enquanto que o Facebook faturou seu primeiro bilhão seis anos após sua fundação. O Twitter, em 2014, terá oito anos de idade. Mais velho, é certo, mas pelo desempenho com o cenário móvel, mais sábio e mais eficiente em aproveitar o movimento de seus usuários.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 15 de junho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Twitter pode faturar seu primeiro 1 bilhão de dólares em 2014

A estimativa foi divulgada pela Bloomberg citando fontes da empresa. Habilidade em fazer receita em dispositivos móveis é o grande trunfo.

O Twitter poderár gerar até 1 bilhão de dólares em receita publicitária em 2014, segundo informação do jornalista Jon Erlichman divulgada no programa Street Smart, da Bloomberg Television. Os números de crescimento de receita, segundo ele, foram informados “em off” por duas pessoas próximas à companhia. O desempenho acelerado da receita publicitária do Twitter pode estar diretamente associado ao crescimento do faturamento do microblog com publicidade em plataformas móveis.

Segundo afirmou Dick Costolo, CEO do Twitter, esta semana num evento promovido pela The Economist, a empresa faturou mais com publicidade móvel em vários momentos do trimestre passado do que com publicidade web. Se o movimento se mantiver, o Twitter poderá ser uma das primeiras redes sociais a encontrar o “Santo Graal” do futuro da publicidade, ao conseguir monetizar a audiência que cresce exponencialmente em dispositivos móveis.

Recentemente, por exemplo, a dificuldade do Facebook em conseguir gerar receita com seus usuários móveis foi vista pelo mercado como um sinal de alerta sobre o futuro da companhia.

Um dos motivos para o sucesso do Twitter em plataformas móveis é o fato de sua publicidade ser harmônica com experiência do usuário em qualquer plataforma, já que está integrada no feed de tweets dos usuários, como tweets patrocinados e hashtags pagas por anunciantes. Adicionalmente, o Twitter permite que os anunciantes escolham comprar publicidade específica para iPhone ou equipamentos Android. Em janeiro de 2012, 55% ds usuários de Twitter acessaram o serviço usando algum dispositivo móvel.

No caso do Facebook, a publicidade ainda está num formato próprio de web e a empresa bate cabeça para achar um modelo compatível com a plataforma móvel. O resultado é que em 2011 o Facebook gerou 85% da sua receita de 3,7 bilhões de dólares in publicidade na web, mas nada vindo das plataformas móveis, ainda que 425 milhões dos seus 845 milhões de usuários ativos em dezembro de 2011 tivessem acessado o site via algum dispositivo móvel.

A primeira incursão do Twitter em publicidade foi em 2010. Em 2012, o site liberou uma plataforma de compra de anúncios selft-service, mirando pequenas empresas e aguçando o interesse de anunciantes interessados em falar diretamente com uma audiência cativa de 140 milhões de usuários. “Anunciantes que já experimentaram alguma oportunidade de publicidade no Twitter ficaram satisfeitos”, disse Nate Elliott, analista da Forrester Research ao site GigaOm.

Se conseguir mesmo faturar 1 bilhão de dólares em 2014, o Twitter terá sido o “mais atrasado da turma” em atingir o número mágico. O Google fez seu primeiro bilhão cinco anos após ter sido lançado, enquanto que o Facebook faturou seu primeiro bilhão seis anos após sua fundação. O Twitter, em 2014, terá oito anos de idade. Mais velho, é certo, mas pelo desempenho com o cenário móvel, mais sábio e mais eficiente em aproveitar o movimento de seus usuários.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de junho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Twitter pode faturar seu primeiro bilhão de dólares em 2014

A estimativa foi divulgada pela Bloomberg citando fontes da empresa. Habilidade em fazer receita em dispositivos móveis é o grande trunfo.

O Twitter poderár gerar até 1 bilhão de dólares em receita publicitária em 2014, segundo informação do jornalista Jon Erlichman divulgada no programa Street Smart, da Bloomberg Television. Os números de crescimento de receita, segundo ele, foram informados “em off” por duas pessoas próximas à companhia. O desempenho acelerado da receita publicitária do Twitter pode estar diretamente associado ao crescimento do faturamento do microblog com publicidade em plataformas móveis.

Segundo afirmou Dick Costolo, CEO do Twitter, esta semana num evento promovido pela The Economist, a empresa faturou mais com publicidade móvel em vários momentos do trimestre passado do que com publicidade web. Se o movimento se mantiver, o Twitter poderá ser uma das primeiras redes sociais a encontrar o “Santo Graal” do futuro da publicidade, ao conseguir monetizar a audiência que cresce exponencialmente em dispositivos móveis.

Recentemente, por exemplo, a dificuldade do Facebook em conseguir gerar receita com seus usuários móveis foi vista pelo mercado como um sinal de alerta sobre o futuro da companhia.

Um dos motivos para o sucesso do Twitter em plataformas móveis é o fato de sua publicidade ser harmônica com experiência do usuário em qualquer plataforma, já que está integrada no feed de tweets dos usuários, como tweets patrocinados e hashtags pagas por anunciantes. Adicionalmente, o Twitter permite que os anunciantes escolham comprar publicidade específica para iPhone ou equipamentos Android. Em janeiro de 2012, 55% ds usuários de Twitter acessaram o serviço usando algum dispositivo móvel.

No caso do Facebook, a publicidade ainda está num formato próprio de web e a empresa bate cabeça para achar um modelo compatível com a plataforma móvel. O resultado é que em 2011 o Facebook gerou 85% da sua receita de 3,7 bilhões de dólares in publicidade na web, mas nada vindo das plataformas móveis, ainda que 425 milhões dos seus 845 milhões de usuários ativos em dezembro de 2011 tivessem acessado o site via algum dispositivo móvel.

A primeira incursão do Twitter em publicidade foi em 2010. Em 2012, o site liberou uma plataforma de compra de anúncios selft-service, mirando pequenas empresas e aguçando o interesse de anunciantes interessados em falar diretamente com uma audiência cativa de 140 milhões de usuários. “Anunciantes que já experimentaram alguma oportunidade de publicidade no Twitter ficaram satisfeitos”, disse Nate Elliott, analista da Forrester Research ao site GigaOm.

Se conseguir mesmo faturar 1 bilhão de dólares em 2014, o Twitter terá sido o “mais atrasado da turma” em atingir o número mágico. O Google fez seu primeiro bilhão cinco anos após ter sido lançado, enquanto que o Facebook faturou seu primeiro bilhão seis anos após sua fundação. O Twitter, em 2014, terá oito anos de idade. Mais velho, é certo, mas pelo desempenho com o cenário móvel, mais sábio e mais eficiente em aproveitar o movimento de seus usuários.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de junho de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,