RSS

Arquivo da tag: Deslizamento

Sobe número de mortos em deslizamento no México

AppId is over the quota
AppId is over the quota
Desabamento em Huehuetlan El Grande, no México, ocorreu na madrugada desta quinta (1º) (Foto: AFP PHOTO/Jose Castanares)Desabamento em Huehuetlan El Grande, no México, ocorreu na madrugada desta quinta (1º) (Foto: AFP PHOTO/Jose Castanares)

O número de mortos em um deslizamento de terra na madrugada desta quinta-feira (1º) em uma comunidade rural do estado mexicano de Puebla (centro) aumentou para sete, incluindo quatro crianças e uma mulher grávida, informaram autoridades.

“Lamentamos informar que foram encontrados (mais) três corpos em consequência do deslizamento em Huehuetlán e o número de mortos chega a sete”, disse o governador de Puebla, Rafael Moreno, depois de visitar a área.

As três últimas vítimas, duas crianças e uma mulher grávida, foram encontradas em um rio perto do município de Huehuetlán El Grande, de 4.500 habitantes, da mesma forma que duas anunciadas anteriormente.

No total, três mulheres e quatro crianças morreram. De acordo com o governador, embora já não haja mais pessoas desaparecidas, os trabalhos de resgate foram mantidos, já que a localidade é sede de uma peregrinação e pode haver mais vítimas que não sejam moradores.

O deslizamento nesta comunidade, localizada a 165 km da capital mexicana, foi registrado em uma zona de difícil acesso conhecida como “Barranca San Baltazar”, atingida por fortes chuvas nas últimas horas.

Segundo funcionários da Defesa Civil, a tempestade que caiu na noite de quarta-feira formou grandes correntezas que atingiram diversos barrancos.

Funcionários da Defesa Civil e do sistema de urgências médicas se dirigiram ao local na madrugada desta quinta para realizar os trabalhos de resgate, acrescentaram as autoridades.

Homens procuram por corpos após desabamento em Huehuetlan El Grande, no México (Foto: AFP PHOTO/Jose Castanares)Homens procuram por corpos após desabamento em Huehuetlan El Grande, no México (Foto: AFP PHOTO/Jose Castanares)

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , ,

Deslizamento de terra no Afeganistão deixa mortos e desaparecidos

AppId is over the quota
AppId is over the quota

 Pelo menos 350 pessoas morreram na província de Badakhshan, no nordeste do Afeganistão, em um deslizamento de terra nesta sexta-feira (2) causado pelas fortes chuvas, anunciou a missão da Organização das Nações Unidas no país (Unama).

“De 350 a 400 casas foram destruídas no distrito de Argo, como resultado das fortes chuvas que provocaram deslizamentos de terra”, disse Mohammad Baidaar, vice-governador da província montanhosa. O número de mortos poderá aumentar com o trabalho dos socorristas.

“Havia mais de 1.000 famílias morando no vilarejo. Um total de 2.100 pessoas –homens, mulheres e crianças– está soterrado”, disse à agência Reuters Naweed Forotan, porta-voz do governo de Badakhshan.

O deslizamento, que aconteceu após uma semana de chuva forte e num período de derretimento da neve, derrubou centenas de casas e danificou outras centenas, disse ele.

Moradores estavam tentando recuperar seus pertences após um deslizamento menor que atingiu o vilarejo. Ninguém ficou ferido no primeiro deslizamento, segundo autoridades, e o segundo aconteceu poucas horas depois.

O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, determinou o início imediato dos esforços de emergência, informou o governo em comunicado.

A Força Internacional da Otan no Afeganistão (Isaf) está trabalhando com o Exército afegão nas buscas por sobreviventes, informou a ONU.

Badakhshan é uma província remota do nordeste do Afeganistão, na fronteira com Tadjiquistão, China e Paquistão. “A informação que recebemos é que 600 famílias vivem no vilarejo de Aab Bareek, em Argo”, indicou o chefe da Agência de Gestão de Situações de Crise, Mohammad Daim Kakar.

Veja onde fica a região de Badakhshan
new WM.Player( { videosIDs: “3320421”, sitePage: “g1/mundo/videos”, zoneId: “110461”, width: 620, height: 349 } ).attachTo($(“#3320421”)[0]);

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Deslizamento nos EUA tem 14 mortos e 176 desaparecidos

Vista aérea da área atingida pelo deslizamneto de terra no estado de Washington. (Foto: Ted S. Warren/AP)Vista aérea da área atingida pelo deslizamneto de terra no estado de Washington. (Foto: Ted S. Warren/AP)

O número de mortos no gigantesco deslizamento de terra que no sábado (22) devastou uma localidade do estado de Washington subiu para 14 nesta segunda-feira (24), informou a polícia local, acrescentando que há 176 pessoas desaparecidas.

De acordo com o último relatório das autoridades, o deslizamento que atingiu a comunidade rural a nordeste de Seattle deixou 176 desaparecidos e não 108, como foi noticiado a princípio.

Segundo Travis Hots, chefe do Corpo de Bombeiros do condado de Snohomish, “ainda estamos no modo de resgate aqui, e a situação é muito preocupante”. “Temos esperança de encontrar pessoas que ainda estejam vivas, mas não encontramos ninguém vivo desde sábado”.

O diretor do Departamento de Controle de Emergências do condado, John Pennington, declarou que o número de desaparecidos deve ser considerado com cautela, já que inclui todas as pessoas que possam ter estado na área e não foram localizadas até o momento, mas que não desapareceram necessariamente no deslizamento.

Ele afirmou ainda que 49 casas de diversos tipos foram afetadas, e que, provavelmente, havia mais pessoas em suas casas do que o normal por se tratar de um fim de semana.

Segundo Pennington, “não significa” que os desaparecidos estejam mortos ou feridos.

Flores em homenagem às vítimas são deixadas sobre o banco de um veículo abandonado. (Foto: Joshua Trujillo/Seattlepi.com/AP)Flores em homenagem às vítimas são deixadas sobre o banco de um veículo abandonado. (Foto: Joshua Trujillo/Seattlepi.com/AP)

Escombros
Os escombros deixados pelo deslizamento alcançam uma área de cerca de 2,4 quilômetros de extensão, informou o jornal ‘The Seattle Times’.

As equipes de resgate reportaram ter ouvido vozes pedindo ajuda no sábado (22), mas Host informou à imprensa que eles “não viram, ou escutaram sinais de vida” no domingo.

Um bebê de quatro meses e sua avó estão entre os desaparecidos, segundo médicos locais.

“Estamos empregando o máximo de pessoas possível”, garantiu o governador de Washington, Jay Islee, que determinou estado de emergência para a área, em entrevista coletiva no domingo.

A área é tão irregular que alguns membros da equipe de resgate “ficaram presos literalmente até as axilas”, e tiveram de ser resgatados, segundo Islee.

Ajuda federal
O presidente Barack Obama declarou emergência no estado de Washington, o que permite a entrega de fundos federais para enfrentar a catástrofe.

A Agência Federal de Gestão de Emergências (FEMA) ajudará “a salvar vidas, a proteger a propriedade e a saúde, e a aliviar o impacto da catástrofe sobre o condado de Snohomish”, destacou a Casa Branca.

Helicópteros, overcrafts e socorristas trabalham na zona, onde as operações de resgate são extremamente delicadas devido à instabilidade do terreno e ao risco de novos deslizamentos.

Equipes de resgate vasculham escombros em área atingida por um deslizamento de terra nos EUA. (Foto: Joshua Trujillo/Seattlepi.com/AP)Equipes de resgate vasculham escombros em área atingida por um deslizamento de terra nos EUA. (Foto: Joshua Trujillo/Seattlepi.com/AP)

Deslizamento em segundos
Entre os feridos, estão um bebê de seis meses e um homem de 81 anos, ambos hospitalizados em estado crítico em um hospital de Seattle, informaram médicos locais.

“O som foi como um trem de carga”, contou Dan Young ao canal Komo4News. “Durou apenas 35, ou 45 segundos”, acrescentou. Sua casa ficou inundada, mas permaneceu de pé.

“É muito pior do que todo o mundo está dizendo”, declarou um bombeiro, que não quis se identificar, ao ‘The Seattle Times’.

“O deslizamento teve 1,6 quilômetro de largura. Bairros inteiros desapareceram. Quando chegou ao rio (Stillaguamish), foi como um tsunami”, descreveu.

A chuva tem sido particularmente forte na região das montanhas Cascade nas últimas semanas, e os serviços meteorológicos apostam em que a situação vai continuar pelos próximos dias.

A senadora Patty Murray (Washington) garantiu que haverá recursos federais para ajudar a região. Também aproveitou para agradecer aos socorristas e dar suas condolências às famílias da comunidade devastada.

Homens procuram pertences em casa destruída perto de Oso, Washington. Deslizamento de terra nos EUA deixa pelo menos 8 mortos (Foto: Genna Martin/The Herald/AP)Homens procuram pertences em casa destruída perto de Oso, Washington. Deslizamento de terra nos EUA deixa pelo menos 8 mortos (Foto: Genna Martin/The Herald/AP)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 26 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , ,

Deslizamento de terra deixa três mortos nos Estados Unidos

Vista aérea mostra os danos do deslizamento após ser retirado um pedaço de terra do lado da colina de frente ao Rio de Stillaguamish (Foto: AP/ Marcus Yam/ The Seattle Times)Vista aérea mostra os danos do deslizamento após ser retirado um pedaço de terra do lado da colina de frente ao Rio de Stillaguamish (Foto: AP/ Marcus Yam/ The Seattle Times)

Equipes de resgate trabalhavam na remoção de uma grande quantidade de lama, pedras e árvores neste domingo (23) em uma tentativa de resgatar sobreviventes após um deslizamento de terra que causou a morte de três pessoas no noroeste dos Estados Unidos.

Pelo menos oito pessoas ficaram feridas, incluindo um bebê de seis meses, quando parte de uma montanha veio abaixo devido às chuvas torrenciais que atingem a região, destruindo seis casas na comunidade rural de Oslo, nordeste de Seattle, no estado de Washington, informaram a polícia local e os bombeiros.

‘Há pessoas pedindo ajuda e estamos nisto’, disse à imprensa neste domingo Travis Hots, chefe dos bombeiros do distrito localizado no condado de Snohomish.

‘Enfrentamos em uma situação muito instável’, disse Hots.

As equipes de emergência estão utilizando câmeras de imagem térmica para ajudar nos trabalhos de resgate, informou o gabinete do xerife do condado de Snohomish em um comunicado.

Os temporais das últimas semanas foram mais intensos na região de Cascade Mountains, segundo as autoridades. A previsão indica que as condições serão melhores neste domingo, mas pancadas de chuva ainda devem ser registradas durante a semana.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

México não tem mais esperança de salvar 68 vítimas de deslizamento

O presidente do México, Enrique Peña Nieto, admitiu neste sábado que ‘praticamente não há mais esperança’ de encontrar com vida as 68 pessoas desaparecidas após o deslizamento de terra que sepultou uma localidade no sul do país, atingido por fortes chuvas.

‘Hoje não há praticamente mais esperança de que se possa encontrar alguma pessoa com vida’ em La Pintada, disse o presidente durante entrevista coletiva em Acapulco, no estado de Guerrero, o mais afetado pelas inundações.

‘O volume de terra que praticamente sepultou mais de 40 casas nesta comunidade faz pensar que não há mais gente com vida’, destacou o presidente, que na tarde deste sábado visitou La Pintada, na região montanhosa do Estado de Guerrero.

Elementos da Defesa Civil e do Exército seguem trabalhando em La Pintada, localidade sepultada por toneladas de terra.

A tragédia ocorreu na segunda-feira passada, e o deslizamento de terra atingiu boa parte da localidade de 400 habitantes, que ficou completamente isolada. As equipes de socorro chegaram ao local apenas na quarta-feira.

O México foi castigado por fortes chuvas durante quase uma semana, devido à presença dos ciclones Manuel e Ingrid, que chegaram simultaneamente ao país pela costa do Pacífico e pelo Golfo do México, no Atlântico.

Segundo o último relatório oficial, as inundações e deslizamentos de terra deixaram 101 mortos no México, além dos 68 desaparecidos em La Pintada.

Em Acapulco, as chuvas isolaram o balneário por quase uma semana, provocando o caos em uma cidade repleta de turistas.

Apenas na sexta-feira foi reaberta a estrada entre Acapulco e a cidade do México, permitindo a saída de milhares de turistas, ao final de uma semana de pesadelo no balneário, que ficou sob as águas.

Centenas de pessoas foram resgatadas por helicópteros de tetos de residências e crocodilos acabaram nas ruas após o transbordamento de diversas lagoas.

Após a dissipação das tormentas, o México enfrenta o desafio da reconstrução de estradas e pontes em todo o país.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 22 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Deslizamento de terra deixa ao menos 12 mortos no México

Pelo menos 12 pessoas morreram nesta segunda-feira (16) em um deslizamento de terra causado pelas fortes chuvas no estado de Veracruz, a leste da Cidade do México.  O furacão Ingrid e a depressão tropical Manuel atingiram o país no domingo, ocasionando inundações e desmoronamentos que já haviam deixado outros 22 falecidos. Assim, o número de mortos subiu para ao menos 34.

“Temos 12 pessoas falecidas e sete hospitalizadas”, das quais quatro continuam em tratamento, disse à agência AFP Ricardo Maza Limón, diretor do setor de emergências da Secretaria da Defesa Civil nacional.

O deslizamento aconteceu no município de Altotonga, situado 180 km ao norte do porto de Veracruz e a 280 km a leste da Cidade do México.

O deslizamento aconteceu quando um grupo de pessoas tentava liberar uma estrada cortada por um deslizamento anterior e um ônibus aguardava para seguir caminho.

O norte de Veracruz está em alerta vermelho devido a Ingrid, que na manhã desta segunda-feira atingiu a terra como tempestade tropical pela costa do estado de Tamaulipas (nordeste), vizinho de Veracruz, depois de ter chegado a ser um furacão de categoria 1.

Em Veracruz há 23 mil pessoas retiradas de suas casas e 9 mil em abrigos, e o governo suspendeu as aulas de terça.

O México sofre os efeitos “históricos” de dois ciclones, Ingrid e Manuel, que atingiram simultaneamente dois terços de seu território e já deixaram no total 34 mortos e mais de 230 mil pessoas afetadas.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 17 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,