RSS

Arquivo da tag: desculpa

Jornal australiano se desculpa após capa recheada de erros e ‘palavrão’

O respeitado jornal australiano Australian Financial Review pediu desculpas aos leitores após publicar uma capa com diversos erros e brincadeiras, incluindo um “palavrão” entre as chamadas.

Jornal pediu desculpas após imprir capa contendo erros e palavrão na Austrália (Foto: Dominique Coorey/AFP)Jornal pediu desculpas após imprir capa contendo erros e palavrão na Austrália (Foto: Dominique Coorey/AFP)

Em uma das chamadas mais bizarras, é possível ler “World is Fukt” (algo como “o mundo está ferrado”, em tradução livre a partir do som das letras no termo).

Além disso, a foto do político Joe Hockey aparece seguida de linhas escritas “chamada aqui”, e, logo abaixo, “três linhas aqui”. Há ainda um intertítulo que escreve o nome da península de Galípoli, na Turquia, de forma incorreta, redigindo com duas letras “l” (‘Gallipolli’).

O editor-chefe da publicação, Michael Stutchbury, pediu desculpas pelos erros grosseiros, e afirmou que o engano foi causado depois que a equipe efetuou um comando para enviar uma página de provas para a gráfica, em vez da capa finalizada.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de abril de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Jornal belga se desculpa após foto mostrando Obama como macaco

Imagem reproduzida no perfil do Twitter da escritora Chika Unigwe mostra a imagem que estaria no jornal belga (Foto: Reprodução/Twitter Chika Unigwe)Imagem reproduzida no perfil do Twitter da
escritora Chika Unigwe mostra a imagem
que estaria no jornal belga
(Foto: Reprodução/Twitter Chika Unigwe)

O jornal belga “De Morgen” pediu desculpas nesta segunda-feira (24) após ter publicado uma imagem dois dias antes mostrando o casal Barack e Michelle Obama, presidente e primeira-dama dos Estados Unidos, como macacos – informou um blog do jornal americano “NewYork Times”. A imagem ironizava a relação de Obama com o presidente russo, Vladimir Putin, e foi divulgada no perfil do Twitter da escritora nigeriana Chika Unigwe.

Segundo o “New York Times”, os editores do jornal flamengo explicaram que a premissa de sua “piada de mau gosto” era de que Putin teria enviado um artigo ao jornal falando que Obama vendia maconha e outro o caracterizando como macaco.

Segundo o Jornal americano, o editorial de desculpas diz que o erro editorial do periódico belga foi de assumir que a piada estava em um contexto satírico bem definido para os leitores e que quando a imagem circulou pela internet, o contexto foi perdido. 

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 26 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Aérea japonesa se desculpa por anúncio com ‘racismo contra brancos’

Trecho do comercial em que japonês aparece 'fantasiado' de branco (Foto: Reprodução/Twitter/ANAGlobalICH)Trecho do comercial em que japonês aparece ‘fantasiado’ de branco (Foto: Reprodução/Twitter/ANAGlobalICH)Na imagem menor, o mesmo ator sem o 'disfarce de ocidental' (Foto: Reprodução/Twitter/ANAGlobalICH)Na imagem menor, o mesmo ator
sem o ‘disfarce de ocidental’
(Foto: Reprodução/Twitter/ANAGlobalICH)

A companhia aérea All Nippon Airways (ANA) disse nesta segunda-feira (20) que modificará um de seus comerciais de TV e pediu desculpas a consumidores que reclamaram que ele usava estereótipos racistas (assista aqui ao vídeo). A empresa disse que não pretendia ofender ninguém.

A nova propaganda foi ao ar pela primeira vez no último sábado. Seu objetivo era promover o aumento de voos internacionais da empresa no Aeroporto de Haneda, em Tóquio, a partir de março. No filme de 30 segundos, dois homens japoneses com uniforme da ANA discutem em inglês como poderiam potencializar a imagem da companhia como transportadora internacional.

Então, um deles diz: “Vamos mudar a imagem do povo japonês”. E ou outro responde “claro”, e aparece com uma peruca loira e um nariz falso. No Japão, os ocidentais brancos são tidos muitas vezes como pessoas com narizes grandes, olhos azuis e cabelos loiros – características que até são consideradas desejáveis no país.

Usuários de redes sociais criticaram o comercial.  “Se você é estrangeiro e planeja vir ao Japão, não escolha uma empresa abertamente racista como a ANA”, reclamava um usuário do Twitter.

O porta-voz da aérea Ryosei Nomura disse que o intuito da propaganda era destacar a importância de expansão dos serviços da empresa em Haneda, além de chamar os japoneses a viajarem pelo mundo.

“Mas recebemos opiniões diferentes da mensagem que queríamos levar. Vamos modificar parte do comercial e vamos lançar a nova versão em breve”, informou. O filme foi exibido entre sábado e segunda-feira, mas agora está fora do ar.

Anteriormente, uma outra porta-voz da ANA disse que consumidores, em sua maioria estrangeiros, ligaram para a empresa para reclamar do filme. “Pedimos desculpas a cada um dos clientes por termos causado sentimentos desconfortáveis e também agradecemos por terem trazido o assunto à tona”, disse essa representante à agência AFP.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Empresa se desculpa após etiqueta de ‘pudim com cocaína’ em mercado

Uma unidade de uma rede multinacional de supermercados na Argentina deixou vários clientes surpresos e virou piada na web ao vender um pudim que, de acordo com a tabela nutricional do produto, continha “12 gramas de cocaína”.

Usuário compartilhou imagem que mostra tabela nutricional de pudim que afirma que produto possui 12 g de cocaína (Foto: Reprodução/Twitter/Marcos Rodriguez)Usuário compartilhou imagem que mostra tabela nutricional de pudim que afirma que produto possui 12 g de cocaína (Foto: Reprodução/Twitter/Marcos Rodriguez)

De acordo com o jornal “Infobae”, de Buenos Aires, um cliente de um hipermercado Carrefour encontrou o pudim com a tabela adulterada em uma das gôndolas, e postou uma foto nas redes sociais. A imagem rapidamente se espalhou, chegando a ser criada a hashtag “#BudínConCocaína” (pudim com cocaína) no Twitter.

“Me dê um pudim de baunilha e outro de cocaína”, escreveu em tom de brincadeira David Arballo, no Twitter. Já outro internauta, identificado como “Relato del Presente”, publicou na rede de microblogs uma imagem na qual simula “cheirar” a sobremesa, fazendo referência à maneira como a droga é consumida. “Juro que é para fins profissionais”, destacou.

O Carrefour reproduziu em sua página no Facebook um comunicado da empresa responsável por fornecer o pudim, no qual a companhia pedia desculpas e tranquilizava os clientes de que não havia entorpecentes no alimento, além de explicar a origem do problema.

“O que aconteceu foi uma sabotagem de um empregado da empresa, que imprimiu etiquetas colocando essa palavra”, explicou Ariel Eduardo Margot, diretor da companhia responsável pelo pudim.

A empresa disse, ainda, que recolheu todos os pudins com os rótulos incorretos, e que deseja que os responsáveis por “esses atos lamentáveis forneçam explicações diante das autoridades judiciais, para que essa situação não acabe em impunidade”.

Usuário finge 'cheirar' pudim após rótulo de produto na Argentina virar piada na web (Foto: Reprodução/Twitter/Relato Del Presente)Usuário finge ‘cheirar’ pudim após rótulo de produto na Argentina ter viado piada na web (Foto: Reprodução/Twitter/Relato Del Presente)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Holanda se desculpa pela detenção de diplomata russo

A Holanda apresentou suas desculpas ante a Rússia por ter detido um diplomata russo durante várias horas no fim de semana passado, anunciou nesta quarta-feira (9) o ministério das Relações Exteriores.

“Com base em relatórios policiais, o ministro das Relações Exteriores Frans Timmermans chegou à conclusão de que a detenção do diplomata russo, que goza de imunidade completa, foi uma violação da Convenção de Viena”, assinalou o porta-voz da chancelaria em um correio eletrônico.

Dessa forma, acrescentou, a Holanda apresentou suas desculpas à Rússia.

Dimitri Borodin, primeiro-secretário da embaixada da Rússia na Holanda, foi detido em sua residência no domingo acusado de maltratar seus filhos, segundo denúncia dos vizinhos.

O presidente russo Vladimir Putin havia exigido desculpas da Holanda.

As relações entre a Rússia e a Holanda se deterioraram depois da prisão em território russo dos militantes do Greenpeace.

A Holanda informou a adoção de iniciativas legais para libertar os ativistas da organização ecológica, em função da convenção das Nações Unidas sobre o direito marítimo.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de outubro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Facebook se desculpa por anúncio que mostrava foto de jovem morta

Canadense tuitou peça publicitária do Facebook que continha a foto de jovem que se suicidou após sofrer bullying virtual. (Foto: Reprodução/Twitter.com)Canadense tuitou peça publicitária do Facebook que continha a foto de jovem que se suicidou após sofrer bullying virtual. (Foto: Reprodução/Twitter.com)

O Facebook pediu desculpas por utilizar em uma peça de publicidade veiculada na rede social a foto de uma adolescente de 17 anos que havia se matado por sofrer bullying virtual. O comunicado foi encaminhado ao G1 nesta quarta-feira (18).

A foto da adolescente Rehtaeh Parsons estava sendo utilizada para promover a página de encontros ionechat.com. A imagem aparecia ao da frase: “Conheça as meninas e mulheres canadenses para amizade, namoro ou relacionamentos”. Acima da foto da garota: “Encontre amor no Canadá!”.

“Este foi um exemplo extremamente infeliz de um anunciante utilizando uma imagem da internet para sua campanha. É uma violação clara de nossa política de publicidade e removemos o anúncio permanentemente da conta do anunciante. Nos desculpamos por qualquer dano que essa situação tenha causado”, afirma o Facebook no comunicado.

O vietnamita Anh Dung, proprietário do site ionechat.com, afirmou ao jornal “Toronto Sun” nesta quarta-feira que ele encontrou a foto de Parsons na busca de imagens do Google e não tinha conhecimento de sua história.

A jovem morreu em abril deste ano. Segundo a família, moradora de Nova Escócia, uma das províncias do Canadá, a garota se matou após ser alvo de bullying por meses após ter sido estuprada.

“Meu Deus, isso é tão nojento. Quem poderia fazer algo tão doente assim?”, escreveu o pai de Rehtaeh, Glen Cannning em seu blog nesta quarta-feira (18). Também em um post em seu blog, datado de agosto, Canning descreve o que a filha disse à mãe.

O caso
Segundo ele, em novembro de 2011, sua filha participou de uma festa em que bebeu demais. Aproveitando da situação, quatro garotos a estupraram –dois deles eram ex-namorados dela.  Um deles tirou uma fotografia que começou a circular pelas redes sociais (Leia o relato em inglês aqui).

Segundo Canning, o Facebook foi avisado nesta terça por Andrew Ennals, que tuitou duas as propagandas que utilizam fotos da garota. “Supremo mau gosto: um anúncio de um site de relacionamento está usando uma foto de Rehteah Parsons”, escreveu o jovem.

O suicídio da jovem provocou uma repercussão nacional. Devido ao alcance do caso, o ministério da Justiça do Canadá propôs uma reformulação das leis para conter o bullying virtual.

“Após o trágico suicídio de Rehtaeh Parsons, em abril, os governos federal, provinciais e territoriais concordaram, por unanimidade, acelerar a revisão de nossas leis que cercam o cyberbullying”, afirmou em julho o ministro da Justiça, Peter MacKay.

A morte da jovem forçou o governo da Nova Escócia a aprovar uma lei que permite às pessoas processarem indivíduos que estejam importunando seus filhos ou buscar proteção da Justiça caso sejam alvos do chamado ciberbullying.

“Lembre-se, apenas porque essas imagens no Facebook são gratuitas não quer dizer que elas custarão nada, especialmente se você levantar imagens de menores”, escreveu o paí da garota.

Outros casos
Recentemente, Facebook foi condenado a pagar US$ 20 milhões por ter veiculado imagens de usuários em peças publicitárias, as chamadas “Histórias Patrocinadas”. Após o fato, a rede social sugeriu mudanças de seus termos de uso, a fim de esclarecer como os informações dos membros do site são utilizados para o direcionamento de propagandas.

A iniciativa, no entanto, foi alvo de contestação de associações de privacidade e causou uma investigação da Comissão Federal do Comércio (FTC, na sigla em inglês).

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 22 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Apresentador se desculpa ao chamar jogador de ‘gordo como um porco’

O apresentador de TV belga Stéphane Pauwels fez um pedido de desculpas depois que ofendeu o jogador francês Harlem Gnohere, da equipe Charleroi, da Bélgica.

Stéphane Pauwels se desculpou após chamar jogador de 'gordo como um porco' (Foto: Reprodução/Twitter/Stephane Pauwels)Stéphane Pauwels se desculpou após chamar jogador de ‘gordo como um porco’ (Foto: Reprodução/Twitter/Stephane Pauwels)

Pauwels descreveu Gnohere como sendo “gordo como um porco” durante a partida do último sábado, em que o Charleroi perdeu por 2 a 1 para o KV Kortrijk.

O atacante francês é conhecido como “Bisão”. O apresentador afirmou ainda que o “Bisão” estaria 15 quilos acima do peso.

Após ofensa, Harlem Gnohere disse que iria contratar um advogado e processar o jornalista.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 23 de agosto de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,