RSS

Arquivo da tag: denuncia

População denuncia vazamento de minério em igarapé do Pará

Empresa reconhece vazamento, mas diz que incidente teve pequena proporção (Foto: Divulgação / MPF)Empresa reconhece vazamento, mas diz que incidente teve pequena proporção (Foto: Divulgação / MPF)

Moradores de Barcarena, Nordeste do Pará, denunciam vazamento de caulim, um minério utilizado na produção de materiais como papel e cerâmica, no igarapé Curuperé. Segundo a população, o vazamento foi descoberto na noite de terça-feira (6), e começou na empresa Imerys, que beneficia caulim perto do Igarapé. Em nota, a empresa reconhece que houve vazamento, mas diz que o incidente foi de pequena proporção, e alega que o material não é tóxico.

Igarapé ficou tingido de branco por causa do caulim (Foto: Divulgação / MPF)Igarapé ficou tingido de branco por causa do caulim
(Foto: Divulgação / MPF)

O caso está sendo investigado pelos ministérios públicos do Estado (MPE) e Federal (MPF), que visitaram o local nesta quarta-feira (7). Segundo o MP, as famílias ribeirinhas que dependem do igarapé estão desde ontem sem acesso a água própria para o consumo.

A Delegacia de Meio Ambiente (DEMA) abriu inquérito para apurar se houve crime ambiental. Equipes das Secretarias de Meio Ambiente do Estado e do Município de Barcarena também estiveram no local.  Equipes do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves foram enviadas para Barcarena, e o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente também foi acionado.

A Promotoria de Justiça de Barcarena instaurou um procedimento para investigar a extensão do vazamento, que pode ter atingido o igarapé Dendê, onde também moram famílias ribeirinhas. Esta não é a primeira vez que a população denuncia este tipo de ocorrência em Barcarena: o MPF já tem um procedimento que apura a poluição causada pelo pólo industrial de Barcarena.

Veja, na íntegra, a nota da Imerys
A Imerys informa que registrou o vazamento de um pequeno volume de caulim na planta industrial de Barcarena na noite desta terça-feira (06). O mesmo durou de 20h54 às 21h03 (9 minutos), quando foi totalmente contido. A causa do incidente está sendo investigada pela empresa.

“A ação da equipe da Imerys foi ágil reestabelecendo rapidamente a normalidade. Reiteramos o comprometimento com a segurança das nossas atividades e com o esclarecimento dos fatos às autoridades, que visitaram hoje a planta de Barcarena”, afirmou Isabela Malpighi, Diretora de Meio Ambiente, Saúde, Segurança e Sustentabilidade da empresa.

Não é verdadeira a informação de que houve risco de rompimento das bacias da empresa. Também não possui fundamento afirmações de danos provocados à pele pelo caulim. O caulim é inerte e não tóxico.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Estudo denuncia como ‘praga’ corte ilegal de árvores na Amazônia do Peru

Imagem de satélite mostra desmatamento em parte da Amazônia no Peru devido à extração de ouro naquela região. (Foto: Divulgação/Nasa)Imagem de satélite mostra desmatamento em parte da Amazônia no Peru  (Foto: Divulgação/Nasa)

A política do governo do Peru para proteger as florestas do corte ilegal de madeira há 14 anos provocou, de forma indireta, um saque de recursos em larga escala, de acordo com estudo publicado na revista “Scientific Reports”.

Os pesquisadores do Centro de Direito Ambiental Internacional em Washington asseguram que o corte ilegal é uma “praga” na bacia do Rio Amazonas, paraíso da biodiversidade e de espécies de madeiras preciosas como o mogno e o cedro.

A legislação vigente no Peru faculta ao governo dar concessões de até 40 anos em terras públicas de 4.000 a 50.000 hectares. Estes contratos incluem condições: os madeireiros devem apresentar uma estratégia de corte de cinco anos, com um plano muito detalhado, que ano a ano identifica cada árvore a cortar mediante um sistema de localização por satélite (GPS).

Ilegalidade
Mas segundo a equipe chefiada por Matt Finer, ‘grande parte da madeira que sai da Amazônia peruana se obtém fora das áreas de concessão autorizadas’.

Os pesquisadores rastrearam dados oficiais e descobriram que, em setembro de 2013, as autoridades peruanas só tinham controlado 388 das 609 concessões madeireiras. Em mais de 68% dos casos estudados foram detectadas “grandes violações” da legislação.

As licenças de exploração foram revogadas em 181 casos. Mais da metade dos cortes ilegais registrados foram para cortar árvores em uma área fora da concessão ou para a extração ilegal de mogno e cedro. A verificação destes abusos por satélite confirma a fraude maciça.

A investigação critica o sistema de controle do governo peruano, que se baseia essencialmente em documentos e no controle portuário ao invés de chegar ao próprio local da concessão.

Estas conclusões deixam claro as dificuldades de se proteger as florestas tropicais, que capturam carbono, um dos objetivos da ONU para combater as mudanças climáticas.

Alguns observadores afirmam que a solução seria colocar as florestas sob o controle das populações locais, que poderiam fazer um acompanhamento mais confiável dos recursos.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de abril de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Indiana denuncia estupro coletivo como punição por militância política

Uma indiana muçulmana denunciou que mais de 12 homens a estupraram para puni-la por seu trabalho em favor da oposição nacionalista hindu nas eleições legislativas, informou a polícia nesta terça-feira (29).

A mulher, do estado oriental de Jharkhand, denunciou à polícia que um grupo de homens a atacou em sua casa na segunda-feira e também agrediu sua filha de 13 anos.

Seu marido teria sido amarrado durante o ataque.

Anurag Gupta, porta-voz da polícia de Jharkhand, declarou que o caso estava sendo investigado, mas disse que era muito cedo para confirmar se o ataque foi motivado por razões políticas.

“É muito difícil dizer neste momento qual foi a razão exata por trás do incidente”, disse à AFP.

A vítima, de 30 anos, faz parte de uma ala “minoritária” do Partido Bharatiya Janata (BJP), que tenta atrair os eleitores muçulmanos a esta organização, favorita nas eleições.

Poucos muçulmanos são esperados para votar em favor do BJP, liderado pelo político linha-dura Narendra Modi, cuja reputação foi afetada pelos distúrbios religiosos em seu estado natal de Gujarat, em 2002.

Modi, que segundo as pesquisas deve ser eleito primeiro-ministro em 16 de maio, era o chefe do Governo deste estado no momento em que conflitos religiosos explodiram, deixando mais de 1.000 mortos, em sua maioria muçulmanos.

A situação das mulheres é uma prioridade na agenda eleitoral, após a morte de um estudante devido a um estupro coletivo em um ônibus em Nova Delhi, em dezembro de 2012. Este caso provocou um debate nacional sobre a violência sexual no país.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de abril de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Presidente turco denuncia bloqueio do Twitter pelo governo

O presidente turco, Abdullah Gul, enviou nesta sexta-feira (21) uma mensagem no Twitter denunciando o bloqueio durante a noite desta rede social por parte do governo islamita conservador do primeiro-ministro, Recep Tayip Erdogan, atingido por um escândalo de corrupção.

“Não podemos aprovar um bloqueio total de uma plataforma de redes sociais (…) Espero que esta situação não dure muito tempo”, escreveu o presidente.

A Turquia bloqueou, na noite de quinta-feira (20), o acesso ao Twitter, algumas horas após Erdogan ameaçar proibir a rede social, havia informado o jornal local Hurriyet.

“Nós vamos bloquear o Twitter. Não estou nem aí para o que a comunidade internacional vai dizer”, afirmou Erdogan diante de milhares de simpatizantes durante um comício realizado a 10 dias das eleições municipais, previstas para o próximo dia 30 de março.

“Eles verão a força da Turquia”, provocou.

O Twitter reagiu imediatamente e explicou que os turcos podem driblar o bloqueio enviando mensagens através de seus smartphones.

“Usuários da Turquia podem enviar tweets usando os SMS. Avea e Vodafone texto Start para 2444. Turkcell texto Start ao 2555”, publicou nesta quinta-feira a rede social em turco e em inglês no perfil oficial de sua equipe de política pública global (@policy).

Em Bruxelas, a comissária europeia para Novas Tecnologias, Neelie Kroes, afirmou que a “proibição do Twitter na Turquia não tem fundamento, é inútil e covarde”, e tanto o povo turco quanto a comunidade internacional a verão como “censura”.

Há três semanas, Erdogan virou alvo de investigações após a divulgação, nas redes sociais, de gravações de conversas telefônicas grampeadas.

As escutas, que o chefe do governo havia inicialmente classificado de ‘montagens’, antes de reconhecer a veracidade de algumas, provocaram a ira da oposição e causaram diversas manifestações nas maiores cidades do país, todas pedindo sua renúncia.

A partir de meados de dezembro, o premiê, que governa a Turquia desde 2002, está envolvido em escândalos de corrupção relacionados a desvios de dinheiro.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 26 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Tymoshenko denuncia manipulação de telefonema divulgado na internet

22/2 – A líder oposicionista Yulia Tymoshenko fala com jornalistas ao chegar ao aeroporto de Kiev, após sair da prisão por determinação do Parlamento ucraniano, com base em uma decisão da Corte Europeia de Direitos Humanos. (Foto: Reuters/Andrew Kravchenko/Pool )A líder oposicionista Yulia Tymoshenko fala com
jornalistas ao chegar ao aeroporto de Kiev, após
sair da prisão em 22 de fevereiro  (Foto: Reuters/
Andrew Kravchenko/Pool )

A ex-primeira-ministra ucraniana Yulia Tymoshenko denunciou nesta terça-feira (25) a difusão na internet do conteúdo de uma conversa telefônica gravada ilegalmente na qual fala dos russos de forma muito violenta.

Tymoshenko também denunciou no Twitter que os serviços secretos russos (FSB) manipularam a gravação da conversa que teve com o deputado Nestor Shufrich.

Segundo a gravação, Tymoshenko diz em certo momento, ao que parece se referindo ao presidente russo, Vladimir Putin: “Eu mesma estaria disposta a pegar uma metralhadora e disparar contra este bastardo na testa!”.

Na gravação, quando Shufrich pergunta a ela o que fazer com os oito milhões de russos que vivem na Ucrânia, pode-se ouvir Tymoshenko dizer que os ‘malditos’ russos deveriam ser “destruídos por armas nucleares”.

Tymoshenko admitiu em sua conta no Twitter que a conversa com Shufrich ocorreu, mas denunciou que a menção aos russos era uma montagem.

“Na realidade disse que os russos na Ucrânia são ucranianos. Olá FSB”, afirmou em um tuíte, se referindo aos serviços secretos russos, que ela acredita que estejam por trás da gravação da conversa telefônica.

“Desculpem os palavrões”, acrescentou.

Em outra parte da conversa, cuja autenticidade a ex-primeira-ministra não desmentiu, Tymoshenko diz que espera que “da maldita Rússia não reste nem um campo queimado”.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 25 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Presidente turco denuncia bloqueio do Twitter pelo governo

O presidente turco, Abdullah Gul, enviou nesta sexta-feira (21) uma mensagem no Twitter denunciando o bloqueio durante a noite desta rede social por parte do governo islamita conservador do primeiro-ministro, Recep Tayip Erdogan, atingido por um escândalo de corrupção.

“Não podemos aprovar um bloqueio total de uma plataforma de redes sociais (…) Espero que esta situação não dure muito tempo”, escreveu o presidente.

A Turquia bloqueou, na noite de quinta-feira (20), o acesso ao Twitter, algumas horas após Erdogan ameaçar proibir a rede social, havia informado o jornal local Hurriyet.

“Nós vamos bloquear o Twitter. Não estou nem aí para o que a comunidade internacional vai dizer”, afirmou Erdogan diante de milhares de simpatizantes durante um comício realizado a 10 dias das eleições municipais, previstas para o próximo dia 30 de março.

“Eles verão a força da Turquia”, provocou.

O Twitter reagiu imediatamente e explicou que os turcos podem driblar o bloqueio enviando mensagens através de seus smartphones.

“Usuários da Turquia podem enviar tweets usando os SMS. Avea e Vodafone texto Start para 2444. Turkcell texto Start ao 2555”, publicou nesta quinta-feira a rede social em turco e em inglês no perfil oficial de sua equipe de política pública global (@policy).

Em Bruxelas, a comissária europeia para Novas Tecnologias, Neelie Kroes, afirmou que a “proibição do Twitter na Turquia não tem fundamento, é inútil e covarde”, e tanto o povo turco quanto a comunidade internacional a verão como “censura”.

Há três semanas, Erdogan virou alvo de investigações após a divulgação, nas redes sociais, de gravações de conversas telefônicas grampeadas.

As escutas, que o chefe do governo havia inicialmente classificado de ‘montagens’, antes de reconhecer a veracidade de algumas, provocaram a ira da oposição e causaram diversas manifestações nas maiores cidades do país, todas pedindo sua renúncia.

A partir de meados de dezembro, o premiê, que governa a Turquia desde 2002, está envolvido em escândalos de corrupção relacionados a desvios de dinheiro.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

ONG denuncia quadrilhas que esquartejam vítimas na Colômbia

Gangues criminosas submetem os habitantes do porto colombiano de Buenaventura a um regime de terror e cometem abusos generalizados como esquartejar pessoas vivas, denunciou a organização de direitos humanos Human Rights Watch nesta quinta-feira (20).

Buenaventura, no Departamento do Valle, é o principal porto colombiano no oceano Pacífico para o comércio internacional e se tornou um local estratégico para atividades ilegais como o tráfico de cocaína e de armas, segundo fontes de segurança.

“Os grupos sucessores de paramilitares foram responsáveis pelo desaparecimento de uma grande quantidade, possivelmente centenas, de moradores no porto de Buenaventura”, disse um relatório da organização de direitos humanos.

“Muitos bairros da cidade estão sob o domínio de poderosas organizações criminosas que cometem abusos generalizados como esquartejar pessoas, algumas vezes enquanto ainda estão vivas, para logo depois jogar seus restos ao mar”, acrescentou.

Além das quadrilhas formadas por antigos paramilitares de ultradireita, os guerrilheiros esquerdistas das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) também estão presentes na região.

O relatório chamado de “A Crise em Buenaventura: Desaparecimentos, Desmembramentos e Deslocamento no Principal Porto da Colômbia no Pacífico” alertou para a existência de fronteiras invisíveis em meio à disputa pelo controle territorial da cidade entre os grupos armados.

A Human Rights Watch citou testemunhas, moradores, representantes da Igreja Católica e autoridades públicas para denunciar a existência de “casas” onde desmembram as vítimas e que teriam ficado em evidência pelas manchas de sangue encontradas em lugares ocupados recentemente pela polícia.

Grupos armados ilegais disputam o controle territorial do porto, uma região habitada por 370.000 pessoas, na maioria afrodescendentes vivendo na pobreza.

O relatório garantiu que entre 2010 e 2013 foi registrado o desaparecimento de 150 pessoas em Buenaventura que teriam sido assassinadas, mas admitiu que a cifra poderia ser consideravelmente maior, já que muitos casos não foram denunciados pelo temor generalizado a represálias.

O país sul-americano de 47 milhões de habitantes sofre com um conflito interno de meio século que deixou mais de 200.000 mortos e milhões de deslocados.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,