RSS

Arquivo da tag: demisso

Chefe de design da Samsung pede demissão por críticas ao Galaxy S5

Samsung Galaxy S5, novo smartphone top de linha da fabricante sul-coreana. (Foto: Reprodução/Samsung)Galaxy S5 foi muito criticado pelo público
(Foto: Reprodução/Samsung)

A Samsung substituiu o chefe de sua equipe de design de aparelhos móveis em meio a críticas sobre o mais recente smartphone Galaxy S5.

Chang Dong-hoon pediu demissão por conta das críticas negativas e será substituído por Lee Min-hyouk, vice-presidente de design de aparelhos móveis, disse uma porta-voz da Samsung nesta quinta-feira (8).

“O realinhamento permitirá que Chang enfoque mais seu cargo de chefe da Equipe de Estratégia de Design, o centro de design da companhia que é responsável pela estratégia de longo prazo para todos os negócios da Samsung, incluindo Comunicações Móveis”, disse a Samsung em um comunicado.

O Galaxy S5, que foi lançado mundialmente em abril, recebeu uma resposta morna dos consumidores devido à sua falta de inovações de hardware que chamassem a atenção, enquanto seu design da capa em plástico foi atacado por alguns críticos por parecer barato e fabricado a partir de uma correia. O “Wall Street Journal” disse que a capa traseira em cor dourada do S5 se assemelha a um “band-aid”.

Outro motivo é que há várias semelhanças com o iPhone 5S como, por exemplo, o sensor de impressões digitais para ativar o aparelho sem a necessidade de inserir uma senha numérica.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Chefe de design da Samsung pede demissão por críticas ao Galaxy S5

Samsung Galaxy S5, novo smartphone top de linha da fabricante sul-coreana. (Foto: Reprodução/Samsung)Galaxy S5 foi muito criticado pelo público
(Foto: Reprodução/Samsung)

A Samsung substituiu o chefe de sua equipe de design de aparelhos móveis em meio a críticas sobre o mais recente smartphone Galaxy S5.

Chang Dong-hoon pediu demissão por conta das críticas negativas e será substituído por Lee Min-hyouk, vice-presidente de design de aparelhos móveis, disse uma porta-voz da Samsung nesta quinta-feira (8).

“O realinhamento permitirá que Chang enfoque mais seu cargo de chefe da Equipe de Estratégia de Design, o centro de design da companhia que é responsável pela estratégia de longo prazo para todos os negócios da Samsung, incluindo Comunicações Móveis”, disse a Samsung em um comunicado.

O Galaxy S5, que foi lançado mundialmente em abril, recebeu uma resposta morna dos consumidores devido à sua falta de inovações de hardware que chamassem a atenção, enquanto seu design da capa em plástico foi atacado por alguns críticos por parecer barato e fabricado a partir de uma correia. O “Wall Street Journal” disse que a capa traseira em cor dourada do S5 se assemelha a um “band-aid”.

Outro motivo é que há várias semelhanças com o iPhone 5S como, por exemplo, o sensor de impressões digitais para ativar o aparelho sem a necessidade de inserir uma senha numérica.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Jornalista americana pede demissão ao vivo de TV russa e critica Putin

A apresentadora Liz Wahl pede demissão ao vivo no canal Russia Today (Foto: Reprodução/Youtube/RT)Liz Wahl pede demissão ao vivo no canal Russia
Today (Foto: Reprodução/Youtube/RT)

A apresentadora de um programa jornalístico do canal de TV russo “Russia Today” pediu demissão no ar por discordar das ações do governo Putin na Crimeia, na Ucrânia.

Liz Wahl, correspondente em Washington da emissora, afirmou, ao vivo, que não pode ser parte de “um canal fundado pelo governo russo e que encobre as ações de Putin”. “Tenho orgulho de ser americana e acredito em disseminar a verdade. É por isso que depois deste programa vou pedir demissão”, disse. (Veja o vídeo neste link)

Liz citou outra colega, Abby Martin, que criticou as ações do governo russo ao vivo. “Como ela, enfrento dilemas éticos e morais (…) Meus avós vieram para cá como refugiados durante a revolução húngara, ironicamente para escapar das forças soviéticas”, disse Liz. “Sou muito sortuda de ter crescido aqui nos Estados Unidos”, acrescentou.

‘Autopromoção’
Em seu canal do Youtube, a emissora “Russia Today” comentou o tema e disse que se trata de autopromoção de Wahl.

“Quando um jornalista discorda da posição editorial de sua organização, o caminho usual é levar essas queixas ao editor e, se elas não puderem ser solucionadas, pedir demissão como um profissional. Mas quando alguém transforma uma decisão pessoal em um grande show público, nada mais é do que uma estratégia de autopromoção”, diz o comunicado.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Sony confirma saída do mercado de PCs e anuncia demissão de 5 mil

Série S pesa 1,72 kg e tem autonomia de 6,5h (Foto: Gabriel dos Anjos/G1)Sony irá deixar mercado de PCs com venda da 
divisão Vaio (Foto: G1)

A Sony confirmou nesta quinta-feira (6) que irá vender sua divisão Vaio a um fundo de investimento japonês e deixar o mercado de PCs. Como parte de um plano de reestruturação e ante a previsão de um péssimo resultado para o ano fiscal, a empresa japonesa também prevê a demissão de 5 mil funcionários.

O sucesso dos tablets e smartphones, que substituem os notebooks, representou um duro golpe ao mercado de PCs. Espera-se que os telefones celulares dominem as remessas globais de dispositivos, com 1,9 bilhão de entregas em 2014, um aumento de 5% em relação a 2013, disse o grupo de pesquisas Gartner.

A reestruturação provocará a eliminação de 5 mil empregos até março 2015, sendo 3,5 mil no exterior e o restante no Japão. Com o corte, a Sony espera economizar cerca de US$ 1 bilhão por ano.

A mudança também afetará a atividade de televisores da companhia, que deverá ser separada do grupo até julho deste ano.

A Sony também reduziu brutalmente as previsões para o ano fiscal que termina em 31 de março. Ao invés de registrar lucro de 30 bilhões de ienes, a companhia projeta agora um prejuízo de 110 bilhões (US$ 1,08 bilhão). Nos primeiros nove meses do exercício, de 1 de abril a 31 de dezembro de 2013, o grupo lucrou 11,17 bilhões de ienes, quase US$ 110 milhões.

Procurada pelo G1, a Sony Brasil afirmou que “continuará a comercializar a linha Vaio normalmente até a transição para a JIP ser concluída, o que deve durar vários meses”. A empresa disse ainda que todos os seus clientes “receberão o atendimento de pós-venda (reparos e assistência técnica) de acordo com os prazos estabelecidos pelos devidos órgãos regulatórios do país” e que não haverá impacto ao consumidor final.

A companhia afirmou ainda que tem 2,9 mil funcionários no Brasil e que não sabe ainda se haverá cortes por aqui. No país, a Sony fabrica a linha Vaio por meio de um parceiro terceirizado.

Citando “mudanças drásticas” no setor de produção de computadores pessoais em todo o mundo, a Sony anunciou que decidiu concentrar suas atividades em smartphones e tablets e parar de “elaborar e desenvolver produtos de PCs”.

A empresa atribuiu as perspectivas ruins a um negócio em queda geral, assim como às perdas no setor de jogos eletrônicos, que não foram incluídas na previsão anterior.

Como esperado, a Sony anunciou que a marca Vaio será vendida para o fundo de investimentos Japan Industrial Partners, que vai criar uma companhia separada para assumir as operações da marca. Inicialmente, a Sony manterá 5% de participação na nova empresa. Segundo o jornal financeiro japonês “Nikkei”, o valor da transação gira em torno de 50 bilhões de ienes (cerca de US$ 493 milhões).

A Sony entrou no mercado de computadores em 1996 e é a nona maior fabricante mundial de PCs. Porém, a empresa que chegou a vender 9 milhões de unidades em seus melhores momentos registrou queda para 5,8 milhões em 2013, de acordo com o “Nikkei”. Sua cota de mercado não superava 1,9% nos primeiros meses do ano passado, segundo o instituto IDC.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de fevereiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Empresa cria aplicativo de celular para pedir demissão via mensagem

Aplicativo 'Quit Your Job' dá uma ajuda para pedir demissão (Foto: Reprodução)Aplicativo ‘Quit Your Job’ dá uma ajuda para
pedir demissão (Foto: Reprodução)

Está pensando em pedir demissão? Um novo aplicativo pretende aliviar o estresse e a ansiedade de confrontar o chefe com a notícia, enviando apenas uma mensagem de texto por celular.

Apesar de o novo aplicativo para iPhone ter sido criado para ser engraçado, seus criadores esperam que as pessoas recorram a ele no momento de deixar seus empregos.

O aplicativo “Quit Your Job” (“peça demissão”) faz o usuário tomar uma série de passos para determinar por que está deixando o emprego e depois elabora uma mensagem de texto que é enviada diretamente ao chefe. O “app” é gratuito no iTunes (clique aqui para baixar).

Em tom de brincadeira, é possível escolher os motivos para largar o trabalho como “cansei do mundo corporativo” ou “quero me juntar ao circo. Após selecionar as opções, o “app” cria automaticamente um texto em inglês para mandar para o chefe por e-mail ou SMS.

“Apesar de todos os avanços da tecnologia, nós ainda pedimos demissão da mesma forma que fazíamos cem anos atrás”, disse Alex Douzet, presidente-executivo da TheLadders, empresa de recursos humanos sediada em Nova York que produz o aplicativo.

O “Quit Your Job” foi inspirado em outro aplicativo, chamado BreakupText, que permite ao usuário terminar relacionamentos via mensagem de texto.

View the original article here

 
1 comentário

Publicado por em 14 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Político usa linguagem de ‘Jornada nas Estrelas’ em pedido de demissão

Político David Waddell usou linguagem de 'Jornada nas Estrelas' em pedido de demissão (Foto: Reprodução/Indian Trail City)Político David Waddell usou linguagem de ‘Jornada
nas Estrelas’ em pedido de demissão (Foto:
Reprodução/Indian Trail City)

Um político da Câmara de Vereadores de Indian Trail, no estado da Carolina do Norte (EUA), usou a linguagem Klingon (da saga “Jornada nas Estrelas”) parar pedir demissão.

David Waddell disse que mandou a carta na linguagem Klingon como uma “brincadeira interna”. O prefeito Michael Alvarez criticou a piada e disse que a carta é antiprofissional.

Waddell afirmou que pretende renunciar ao cargo até o final deste mês. Seu mandato de quatro anos terminava em dezembro de 2015.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Em resposta à ‘demissão dançante’, empresa ‘dança’ para contratar

Em resposta ao vídeo em que Marina Shifrin pede demissão “dançando”, que gerou mais de 6,2 milhões de visualizações, a Next Media Animation, subsidiária taiwanesa da companhia na qual a americana se desligou, produziu sua própria versão mas, desta vez, exibiu diversos funcionários dançando para avisar que “estavam contratando” (assista).

Postado no canal oficial da companhia, a gravação segue o mesmo tipo de enquadramento utilizado por Marina e conta com a mesma música como trilha sonora, enquanto mostra as vantagens de trabalhar no local. “Almoçamos nas mesas [do escritório] porque não há restaurantes por perto, mas temos uma piscina na cobertura e uma sauna”, escreve a companhia.

Após 'demissão dançante', empresa postou vídeo no qual funcionários dançam para dizer que companhia 'está contratando' (Foto: Reprodução/YouTube/NMAWorldEdition)Após ‘demissão dançante’, empresa postou vídeo no qual funcionários dançam para dizer que companhia ‘está contratando’ (Foto: Reprodução/YouTube/NMAWorldEdition)

Em determinados pontos do vídeo, a Next Media Animation se defende das acusações da ex-empregada de que explora seus funcionários, e dá alfinetadas nas declarações de Marina. “Estamos no meio do nosso turno de 8 horas e AINDA estamos no trabalho”, afirma o vídeo.

Ao final da gravação, a empresa deseja “felicidades” à Shifrin e revela que está contratando, e exibe um endereço de e-mail para onde os currículos deverão ser enviados. Apesar da intenção de ser uma resposta “engraçada” à crítica da americana, a maioria dos usuários não gostou do vídeo, e os votos negativos são mais numerosos no YouTube.

Réplica
Mark Simon, executivo que afirma ter contratado Marina Shifrin, enviou um e-mail ao site “Gawker” defendendo a companhia da maioria das alegações feitas pela ex-funcionária. “[Marina] ganhava US$ 42 mil por ano, e trabalhava 40h por semana, cinco dias por semana. Não há obrigação de hora extra por nossa parte, você termina seu turno e vai embora”, escreveu Mark,

Além disso, Simon disse que ficou chateado pelo fato de que o chefe direto de Shifrin tenha sabido de sua demissão apenas pelo vídeo e que, por mais que acredite que “ela não tivesse a intenção de magoar ninguém, foi o que aconteceu”. O executivo também fez questão de ressaltar que a companhia não possui nenhum processo trabalhista em sua história, e que “isso não é um feito sem importância em Taiwan”.

Veja a tradução da “resposta” da Next Media Animation:

“Estamos no meio de nosso turno de 8 horas e AINDA estamos no trabalho. Trabalhamos para uma companhia incrível que contrata baseado nas habilidades de dança.

Almoçamos nas mesas [do escritório] porque não há restaurantes por perto. Mas como temos uma piscina na cobertura e uma sauna, achamos que é justo.

Além disso, gostamos de vestir fantasias curiosas, e quando atiramos em nosso chefe ele se finge de morto. Então tá tudo bem.

Ah, e queremos desejar felicidades à Marina e informar a todos que estamos contratando.

Sinceramente, animadores taiwaneses.“

Marina Shifrin pediu demissão enquanto dançava em vídeo, dizendo quais os pontos negativos de seu antigo emprego (Foto: Reprodução/YouTube/mvsdzb)Marina Shifrin pediu demissão enquanto dançava em vídeo, dizendo quais os pontos negativos de seu antigo emprego (Foto: Reprodução/YouTube/mvsdzb)

Demissão dançante
Frustrada com o trabalho e com os critérios utilizados na companhia onde trabalhava, a jornalista Marina V. Shifrin, produziu um “clipe de dança” dentro da própria empresa durante a madrugada, como forma de dizer ao chefe todos os seus descontentamentos e que estava pedindo demissão (assista).

“Por quase dois anos da minha vida sacrifiquei meus relacionamentos, tempo e energia por esse trabalho, e meu chefe só liga sobre a qualidade e quantas visualizações cada vídeo possui”, escreveu Marina na gravação, enquanto aparece dançando em diversos pontos da produtora de vídeos.

Ao som da música “Gone” do rapper Kanye West, Shifrin dança em cima das mesas, nos corredores e até no banheiro, para finalmente dizer que estava se demitindo. A gravação se tornou um sucesso na web, e foi assistida mais de 6,2 milhões de vezes.

Veja abaixo a tradução da “carta” de demissão de Marina Shifrin no vídeo:

“São 4h30 e estou no trabalho. Eu trabalho para uma ótima companhia que produz novos vídeos. Por quase dois anos eu me sacrifiquei meus relacionamentos, tempo e energia por esse emprego.

E meu chefe só liga sobre quantidade e quantas visualizações cada vídeo possui.

Então pensei em fazer um vídeo próprio para focar no conteúdo em vez de me preocupar com as visualizações.

Ah, e informar meu chefe que eu me demito. Fui embora”.

'Eu me demito', avisa Marina. Vídeo se tornou sucesso e obteve centenas de milhares de visualizações (Foto: Reprodução/YouTube/mvsdzb)‘Eu me demito’, avisa Marina. Vídeo se tornou sucesso e obteve milhões de visualizações (Foto: Reprodução/YouTube/mvsdzb)

View the original article here

 
1 comentário

Publicado por em 4 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,