RSS

Arquivo da tag: deixam

Atentados e confrontos deixam 45 mortos no Iraque

Quarenta e cinco pessoas morreram nesta sexta-feira (6) no norte do Iraque, 23 delas em confrontos entre militantes e forças de segurança em Mossul.

Um dos atentados com carro-bomba aconteceu no povoado de Al Muwafaqiyah, leste de Mossul, onde os habitantes pertencem principalmente à minoria Chabak, uma seita esotérica curda.

Os grupos islamitas sunitas consideram os Chabaks hereges e fazem da comunidade um alvo constante.

Os atentados e combates já tiraram a vida de mais de 4.300 pessoas desde o início do ano, 900 delas apenas em maio, níveis jamais alcançados desde 2008, quando o país começou a sair do conflito confessional após a invasão americana em 2003.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de junho de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Atentados com carros-bomba deixam mortos em Bagdá

AppId is over the quota
AppId is over the quota

Pelo menos 19 pessoas morreram e mais de 50 ficaram feridas nesta terça-feira em atentados com carros-bomba em vários bairros xiitas de Bagdá, anunciaram as forças de segurança.

Sete carros-bomba explodiram em bairros das zonas norte, leste e do centro da capital iraquiana.

O Iraque é cenário de ataques e atentados que provocam 25 mortes em média por dia, em uma espiral de violência similar a de 2008, quando o país enfrentava um conflito étnico.

As autoridades atribuem a violência a fatores externos, sobretudo à guerra na vizinha Síria. Mas analistas e diplomatas afirmam que a situação é provocada pelo descontentamento da minoria sunita, que se considera marginalizada pelas autoridades.

Pessoas se reúnem em local de explosão em Bagdá nesta terça-feira (13). Diversos ataques na capital iraquiana mataram pelo menos 19 pessoas (Foto: Ahmed Saad/Reuters)Pessoas se reúnem em local de explosão em Bagdá nesta terça-feira (13). Diversos ataques na capital iraquiana mataram pelo menos 19 pessoas (Foto: Ahmed Saad/Reuters)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , ,

Terremotos deixam 1 morto e dezenas de feridos no Paquistão

AppId is over the quota
AppId is over the quota

Uma pessoa morreu e dezenas se feriram em dois terremotos, de magnitudes 4,5 e 4,6, que sacudiram, nesta sexta-feira (9), a região de Nawabshah, no sul do Paquistão, informou a imprensa local.

O primeiro tremor ocorreu por volta das 3h55 locais e o segundo uma hora depois na região da província de Sindh, de acordo com o Instituto Geológico dos Estados Unidos (USGS, sigla em inglês), que monitora sismos em todo o mundo.

Uma mulher acompanha ferido em hospital após terremoto atingir o Paquistão. (Foto: AFP Photo)Uma mulher acompanha ferido em hospital após terremoto atingir o Paquistão. (Foto: AFP Photo)

O número de feridos ainda é incerto. A Efe noticiou 50 feridos. A France Presse (AFP) informou que o número de feridos é de 30 pessoas.

De acordo com a emissora local “Geo”, os telhados de algumas casas desabaram, causando a morte de uma mulher e deixando cerca de 50 feridos.

Os atingidos, entre eles crianças e mulheres, foram transferidos para hospitais próximos. Foi declarado estado de emergência na região, com medidas como o fechamento dos colégios.

Em setembro do ano passado, um terremoto causou a morte de aproximadamente 350 pessoas e feriu mais de mil na província do Baluchistão, no sul do país.

O pior terremoto da história do Paquistão ocorreu em 2005, na região da Caxemira, no norte do país, e calcula-se que causou a morte de pelo menos 80 mil pessoas.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Explosões na Nigéria deixam ao menos 11 mortos

Onze pessoas, entre elas cinco policiais, morreram em duas explosões nesta terça-feira (25) no centro da cidade de Maiduguri, capital do estado de Borno, no noroeste da Nigéria, declarou a polícia à AFP.

Um veículo explodiu às 7h50 (3h50 no horário de Brasília), matando três civis.

Dez minutos depois, uma bomba foi jogada em um veículo da polícia, matando cinco agentes que estavam em seu interior e três outras pessoas que estavam no local, segundo Gideon Jibrin, o porta-voz da polícia do estado de Borno.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 26 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Visa e Mastercard deixam de servir clientes russos por sanções dos EUA

Os grupos americanos de cartões bancários Visa e Mastercard deixaram nesta sexta-feira (21) sem aviso prévio de fornecer seu serviço de pagamento aos clientes de vários bancos russos após as sanções anunciadas na véspera pelos Estados Unidos.

O banco Rossia, alvo das sanções americanas, anunciou nesta sexta-feira em um comunicado que Visa e Mastercard “deixaram, sem aviso prévio, de fornecer seus serviços de pagamento aos clientes do banco”. Sua filial, Sobibank, também foi afetada por esta decisão.

O banco SMP, controlado pelos irmãos Arkadi e Boris Rotenberg, cujos nomes foram acrescentados à lista de pessoas atingidas pelas sanções americanas, também anunciou que seus clientes com cartões Visa e Mastercard estavam com seus cartões bloqueados.

Na prática, estes clientes só podem retirar dinheiro com seus cartões nos caixas destes bancos e dos bancos associados, e não conseguem mais fazer compras com eles.

Na quinta-feira, o presidente americano, Barack Obama, anunciou que a lista das pessoas russas afetadas por sanções havia sido ampliada para incluir também oligarcas e banqueiros próximos ao presidente russo Vladimir Putin, entre eles Guenadi Timchenko, Arkadi Rotenberg e Yuri Kovalchuk, presidente do banco Rossia e considerado “o banqueiro pessoal dos funcionários de alto escalão na Rússia, incluindo Vladimir Putin.”

Segundo Obama, ele assinou uma ordem executiva abrindo caminho para sanções em setores chaves da economia russa, se necessário. As sanções poderiam afetar inclusive a economia global, disse ele no pronunciamento.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Chuvas na Colômbia deixam pelo menos 6 mortos e 6 desaparecidos

As chuvas que atingiram grande parte da Colômbia durante esta semana deixaram pelo menos seis mortos, quatro feridos e seis desaparecidos, além de danos materiais, informaram nesta sexta-feira (14) autoridades.

A União Nacional para a Gestão do Risco de Desastres (UNGRD) afirmou que o levantamento de vítimas leva em conta os fatos reportados em sete departamentos (estados) desde a última quarta-feira (12), dia em que começou a temporada de chuvas no país, segundo os meteorologistas.

Homem tenta retirar um carro de uma rua inundada após chuvas pesadas em Cali. (Foto: Jaime Saldarriaga / Reuters)Homem tenta retirar um carro de uma rua inundada após chuvas pesadas em Cali. (Foto: Jaime Saldarriaga / Reuters)

Três mortes foram registradas em Palmira e Cali, no departamento de Valle del Cauca, no sudoeste do país, outra em Palermo (Huila, no sul), e dois em Bucaramanga, capital de Santander, no nordeste, onde nesta sexta foram recuperados os corpos de duas pessoas de uma mesma família que teve sua casa soterrada por um deslizamento de terra.

As outras duas vítimas do desmoronamento em Bucaramanga continuam desaparecidas, assim como outras quatro no Valle del Cauca.

A UNGRD informou que foram registradas 17 emergências no território colombiano ‘entre avalanches, deslizamentos, vendavais, tempestades, enchentes e inundações’ que afetaram 16 municípios, principalmente nos departamentos de Huila, Santander, Valle, Cundinamarca e Cauca.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 15 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Confrontos deixam mortos na República Centro-Africana

Pelo menos 9 pessoas morreram desde sábado em um bairro do centro de Bangui, a capital da República Centro-Africana, onde neste domingo vários edifícios foram incendiados e os confrontos prosseguiam, segundo várias testemunhas.

A violência começou na noite de sábado perto da Câmara Municipal do quinto distrito da cidade, onde cinco pessoas morreram em circunstâncias que ainda não foram esclarecidas.

Outras três pessoas morreram em confrontos e a nona vítima morreu pelas mãos dos soldados da força africana presente no país, indicaram as testemunhas.

Desde que a rebelião Seleka, majoritariamente muçulmana, tomou o poder em março de 2013, o país está afundado no caos e vive contínuos confrontos entre muçulmanos e cristãos, apesar da presença das forças militares francesas e da missão africana.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Atentados deixam mortos em Bagdá

Uma série de atentados cometidos nesta quarta-feira (5) em Bagdá, um deles diante do prédio do ministério das Relações Exteriores, deixou pelo menos 33 mortos, no momento em que as forças de segurança realizam operações para retomar o controle de regiões nas mãos de insurgentes.

O Iraque está mergulhado desde o início de 2013 em uma espiral de violência, que fez mais de 1.000 mortos apenas no mês de janeiro, em um contexto de descontentamento da minoria sunita e do conflito na Síria vizinha que incitou os insurgentes.

Os três ataques mais sangrentos aconteceram em um horário de muito movimento diante do ministério, perto de um restaurante e em um mercado de autopeças, segundo fontes dos serviços de segurança.

Nesses incidentes, 25 pessoas morreram e 35 ficaram feridas.

As imediações do ministério das Relações Exteriores de Bagdá, onde se encontram o Parlamento e a embaixada americana, já registraram vários ataques, especialmente em agosto de 2009, quando uma explosão destruiu o edifício. Outro ataque ocorreu durante uma reunião de cúpula árabe na capital iraquiana em 2012.

Segundo fontes da segurança, o ataque foi realizado com a ajuda de um carro-bomba, mas testemunhas falam de um homem-bomba.

O número de mortes poderia ter sido maior se os serviços de segurança não tivessem desativado uma bomba perto do ministério do Petróleo, também no centro da capital.

Vestígios de sangue eram visíveis no chão no setor do restaurante. Soldados disseram que um de seus companheiros abraçou o suicida para tentar salvar os outros.

Horas depois, outros três carros-bomba explodiram no sudeste de Bagdá, matando oito pessoas e ferindo 32. Além disso, cinco pessoas ficaram feridas em um ataque com foguetes no centro de Bagdá.

Nenhum grupo reivindicou os ataques desta quarta-feira, mas grupos sunitas, incluindo o Estado Islâmico do Iraque e no Levante (EIIL), são os principais responsáveis por ataques coordenados a civis e forças de segurança em Bagdá.

Os jihadistas de EIIL também estão envolvidos no combate com as forças de segurança em Al-Anbar, uma província predominantemente sunita a oeste do país, na fronteira com a Síria e que foi um reduto da insurgência após a invasão americana de 2003.

Ramadi
Os membros do EIIL e outros grupos armados, assim como combatentes tribais antigoverno, controlam desde o início de janeiro a cidade de Fallujah e partes de Ramadi, cidades a 60 quilômetros e 100 quilômetros a oeste de Bagdá respectivamente.

O comandante das forças terrestres do exército, o general Ali Ghaidan Majeed, anunciou que as forças armadas haviam retomado o controle de bairros de Ramadi, capital da província, depois de vários dias de violentos combates.

Em Fallujah, no entanto, as forças de segurança ainda estão fora da cidade, temendo que uma ofensiva possa provocar uma longa guerra com muitas baixas e muita destruição.

Ahmed Abu Risha, um chefe tribal membro das Sahwa, milícias recrutadas nas tribos sunitas para apoiar a luta contra a rede terrorista da Al-Qaeda, declarou há alguns dias que um ataque contra Fallujah é iminente e exortou os insurgentes a depor as armas.

De acordo com testemunhas e um jornalista em Fallujah, vários bairros foram bombardeados na terça-feira à noite.

Mais de 140 mil pessoas fugiram da violência na província de Al-Anbar, o maior deslocamento populacional em cinco anos no Iraque, segundo a ONU.

Diplomatas, incluindo o secretário-Geral da ONU Ban Ki-moon, pediram às autoridades iraquianas para trabalhar para a reconciliação nacional, já que os insurgentes são encorajados pelo descontentamento da minoria sunita que se sente discriminada pelo governo dominado por xiitas.

Mas, a dois meses antes das eleições parlamentares, o primeiro-ministro Nouri al-Maliki defende uma política linha-dura contra os insurgentes.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 6 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , ,

Novos bombardeios com barris de explosivos deixam mortos na Síria

Helicópteros militares sírios lançaram novamente nesta terça-feira(4)  barris de explosivos sobre Aleppo, no norte do país, causando a morte de oito civis, incluindo cinco crianças, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

O exército intensificou estes bombardeios, que deixaram 150 mortos em três dias em Aleppo, segundo a mesma fonte.

O Conselho de Segurança da ONU, a União Europeia e a Liga Árabe condenaram os bombardeios com este barris de explosivos.

Desde sábado, 159 pessoas, em sua maioria civis, morreram em bombardeios similares em Aleppo, segundo a OSDH.

De acordo com a mesma fonte, mais de 135 mil pessoas morreram no conflito sírio desde março de 2011.

arte síria versão 24.01 (Foto: Arte/G1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Confrontos entre ativistas pró e contra Morsi deixam 1 morto no Egito

Uma pessoa foi morta a tiros nesta quinta-feira (30) à noite, em Alexandria, no norte do Egito, durante confrontos entre partidários e opositores do ex-presidente islâmico Mohamed Morsi, informaram fontes de segurança.

A polícia reagiu com bombas de gás lacrimogêneo para separar os dois grupos.

Também em Alexandria, nesta quinta (30), um pequeno artefato explosivo atingiu uma delegacia, mas não deixou vítimas.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , , ,