RSS

Arquivo da tag: defender

Idosa causa polêmica ao defender tratamento de pele feito com esperma

Uma britânica de 67 anos, moradora de Londres, está causando polêmica entre usuários ao redor do mundo ao afirmar que o segredo para impedir o envelhecimento da pele do rosto é utilizar um produto “grátis”, porém nada ortodoxo: uma máscara feita com esperma.

Autora do título “Three Faces of Sex” (três faces do sexo, em tradução livre), um livro “número um em vendas”, conforme descrito pela própria mulher, Stella Ralfini afirma que aprendeu a técnica enquanto estudava sexo tântrico na Índia, e publicou um vídeo no YouTube comentando o procedimento (assista, em inglês).

Stella Ralfini diz que o segredo para sua pele macia é a aplicação de uma máscara fácial feita com esperma (Foto: Reprodução/YouTube/Stella Ralfini)Stella Ralfini diz que o segredo para sua pele macia é a aplicação de uma máscara fácial feita com esperma (Foto: Reprodução/YouTube/Stella Ralfini)

“Você irá precisar de um parceiro. A cada dez dias ou duas semanas, tenham um bom tempo juntos e quando a incrível sessão de amor acabar, você vai espalhar a máscara de esperma nos dedos, colocar no rosto e deixar por 15 minutos, para depois lavar”, pontua a mulher, adicionando que esta é a melhor forma de manter a pele jovem.

Stella afirma que utiliza o tratamento com frequência, e que teria uma pele muito boa para uma senhora “com quase 70 anos de idade”. “[O tratamento] vale milhares e milhares de dólares, mas é gratuito”, lembra a britânica.

Em entrevista ao site “Hollywood Life”, o Dr. Oscar Hevia explicou que, apesar do sêmen conter enzimas que ajudam a manter a pele mais macia, o efeito desejado só seria alcançado com “aplicações diárias por dias ou semanas. Além disso, a ‘máscara’ não é prática, já que é um fluido corporal, e não é estável fora do corpo”, dissertou o médico.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 26 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Idosa causa polêmica ao defender tratamento de pele feito com esperma

Uma britânica de 67 anos, moradora de Londres, está causando polêmica entre usuários ao redor do mundo ao afirmar que o segredo para impedir o envelhecimento da pele do rosto é utilizar um produto “grátis”, porém nada ortodoxo: uma máscara feita com esperma.

Autora do título “Three Faces of Sex” (três faces do sexo, em tradução livre), um livro “número um em vendas”, conforme descrito pela própria mulher, Stella Ralfini afirma que aprendeu a técnica enquanto estudava sexo tântrico na Índia, e publicou um vídeo no YouTube comentando o procedimento (assista, em inglês).

Stella Ralfini diz que o segredo para sua pele macia é a aplicação de uma máscara fácial feita com esperma (Foto: Reprodução/YouTube/Stella Ralfini)Stella Ralfini diz que o segredo para sua pele macia é a aplicação de uma máscara fácial feita com esperma (Foto: Reprodução/YouTube/Stella Ralfini)

“Você irá precisar de um parceiro. A cada dez dias ou duas semanas, tenham um bom tempo juntos e quando a incrível sessão de amor acabar, você vai espalhar a máscara de esperma nos dedos, colocar no rosto e deixar por 15 minutos, para depois lavar”, pontua a mulher, adicionando que esta é a melhor forma de manter a pele jovem.

Stella afirma que utiliza o tratamento com frequência, e que teria uma pele muito boa para uma senhora “com quase 70 anos de idade”. “[O tratamento] vale milhares e milhares de dólares, mas é gratuito”, lembra a britânica.

Em entrevista ao site “Hollywood Life”, o Dr. Oscar Hevia explicou que, apesar do sêmen conter enzimas que ajudam a manter a pele mais macia, o efeito desejado só seria alcançado com “aplicações diárias por dias ou semanas. Além disso, a ‘máscara’ não é prática, já que é um fluido corporal, e não é estável fora do corpo”, dissertou o médico.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Vendedor atrai clientes ao defender preservação ambiental em Maceió

Higienização da areia, placas que incentivam a preservação da natureza e lixeirinhas são alguns dos atrativos utilizados por um empreendedor, na orla de Maceió, que há seis anos busca despertar nos banhistas a importância da preservação ambiental. E essa preocupação com o meio ambiente tem atraído cada vez mais clientes.

Seis horas e Hozana trabalham juntos na praia de Ponta Verde. (Foto: Jonathan Lins/G1)Seis horas e Hozana trabalham juntos na praia de Ponta Verde. (Foto: Jonathan Lins/G1)

Erisvaldo Nascimento, conhecido como “Seis Horas”, e sua esposa Hozana de Lima, proporcionam atendimento diferenciado aos seus clientes. “A prioridade é apenas uma, atender da melhor forma o visitante. É lamentável quando uma pessoa planeja se divertir e relaxar e, infelizmente, acaba tendo uma má experiência, seja com a sujeira ou com o atendimento”, explica Seis Horas.

A área onde o empresário trabalha, diferente de outras regiões do litoral, é bem limpa. “Qualquer bituca de cigarro ou papelzinho já me deixa mal. Fui criado com esse costume de manter tudo limpo e hoje faço uso disso no meu trabalho”, falou.

Seis Horas confeccionou plaquinhas com frases como “Lixo e praia não combinam” ou “Não jogue filtros de cigarro na areia”. “Cada placa tem uma frase diferente, mas a mensagem é uma só: não sujar o meio ambiente”, fala. Em uma das placas, o empresário mostra o tempo de decomposição de alguns materiais na natureza.

Placas são colocadas na areia para estimular o cuidado com a natureza (Foto: Jonathan Lins/G1)Placas são colocadas na areia para estimular o cuidado com a natureza (Foto: Jonathan Lins/G1)

O comerciante, que é baiano, mas vive há anos em Alagoas, começa logo cedo. Às 6h, quando chega em seu local de trabalho, na praia de Pajuçara, ele começa o trabalho de limpeza da areia. “Molho toda a área, o que revela pequenos resíduos deixados durante a noite e elimina impurezas como fezes de pombos”, explica.

Seis Horas também separa o lixo para a coleta seletiva e, mesmo o que não pode ser reaproveitado, também é recolhido. “Se todos fizessem o mínimo, a praia seria o melhor para todos, tanto para o meio ambiente como para os visitantes”, completa.

Para o empresário Alex Portela, o atendimento oferecido por “Seis Horas” torna a experiência de ir à praia mais agradável. “Eu e meus amigos já temos destino certo. Só quem vai para outro lugar é quem não o conhece”, revela.

Placas são facilmente visualizadas por quem visita a praia. (Foto: Jonathan Lins/G1)Placas são facilmente visualizadas por quem visita a praia. (Foto: Jonathan Lins/G1)

Fonte G1

 
1 comentário

Publicado por em 18 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Secretários vão ao Senado dos EUA defender ação na Síria

AppId is over the quota
AppId is over the quota

O secretário de Estado americano, John Kerry, e o secretário de Defesa, Chuck Hagel, comparecerão nesta terça-feira (3) a uma sessão parlamentar ante o Senado para defender uma intervenção militar de seu país na Síria, informou nesta segunda à France Presse uma fonte do governo.

Os dois altos funcionários falarão ante a comissão de Relações Exteriores em uma audiência às 14h30 local(15h30 de Brasília), na qual deverão participar outros membros do governo.

Este comparecimento faz parte da intensa campanha lançada pelo governo de Barack Obama para conseguir convencer os representantes mais céticos do Congresso para que autorizem o uso da força contra o regime de Bashar al Assad.

De acordo com a mesma fonte, o vice-presidente Joe Biden e o secretário-geral da Casa Branca têm previsto telefonar nesta segunda e terça-feira para um grande número de membros da Câmara de Representantes e do Senado.

O presidente americano deve se reunir nesta segunda-feira na Casa Branca com os senadores republicanos John McCain – da comissão de Relações Exteriores – e Lindsey Graham – da de Defesa-, que são a favor de uma intervenção mais incisiva do que a prevista por Obama.

arte síria 2/9 (Foto: 1)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , ,

Ex-militar acusado de matar 13 recusa-se a se defender nos EUA

AppId is over the quota
O major Nidal Malik Hasan, à direita, em desenho feito nesta quarta-feira (21) no tribunal em Fort Hood, no Texas (Foto: AFP)O major Nidal Malik Hasan, à direita, em desenho feito nesta quarta-feira (21) no tribunal em Fort Hood, no Texas (Foto: AFP)

O oficial do exército americano acusado pela morte de 13 pessoas em uma base militar do Texas em 2009 recusou-se a expor seus argumentos nesta terça-feira (21) e também não chamou testemunhas para a sua defesa.

O major Nidal Makil Hassan pode ser sentenciado à pena de morte se for condenado de 45 acusações de assassinato premeditado no tiroteio ocorrido em novembro de 2009 em Fort Hood.

Este psiquiatra de 42 anos, que defende a si mesmo no tribunal militar, disse ao juiz: “The defense rests”, renunciando à defesa, depois de declarar ter sido o autor dos disparos.

Hassan não interrogou testemunhas nem objetou nenhuma das diversas provas apresentadas contra ele.

Seus defensores públicos se queixaram de que o acusado parecia estar buscando a pena de morte, mas o julgamento seguiu seu curso e espera-se que o júri se retire em breve para considerar um veredicto.

Nascido na Virgínia (nordeste) de pais palestinos, Hassan enfrenta a pena de morte pelo assassinato de 13 de seus companheiros e por deixar outros 32 feridos em um ataque que, segundo ele, tinha por objetivo provar que os Estados Unidos participam de uma “guerra ilegal” no Afeganistão.

Durante a abertura do processo, semanas atrás, Hassan disse que “as provas vão demonstrar claramente que sou o autor dos disparos”.

“Nós, os mujahedines, somos muçulmanos imperfeitos que tentam estabelecer uma religião perfeita na terra do Deus supremo”, havia declarado Hassan, com barba e aspecto tranquilo.

O alto comando do Exército americano foi severamente criticado por ter ignorado os sinais sobre o comportamento incomum de Hassan, que poderiam ter evitado o massacre.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 22 de agosto de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , ,