RSS

Arquivo da tag: cumpre

Criador do ‘Flappy Bird’ cumpre promessa e retira game do ar

'Flappy Bird' é game difícil e simples que virou hit nos smartphones (Foto: Divulgação/.Gears)‘Flappy Bird’ se tornou hit entre os usuários e chegou
a faturar R$ 119 mil em anúncios
(Foto: Divulgação/.Gears)

Mantendo o aviso feito no sábado (8) por meio de seu perfil no Twitter, o desenvolvedor vietnamita Dong Nguyen removeu o sucesso “Flappy Bird” da App Store e do Google Play neste domingo (9).

Por meio de seu perfil no Twitter, Dong se limitou a dizer que “não aguentava mais”, e que não esperava que o jogo gratuito fosse fazer um sucesso tão esmagador entre os usuários.

A decisão pegou os usuários de surpresa, já que a versão para Android havia sido lançada há pouco tempo, enquanto que o jogo para iOS havia recebido uma atualização em 7/2, apenas um dia antes do anúncio de que ele seria retirado do ar.

Por volta das 16h (horário de Brasília) deste domingo, o jogo desapareceu das lojas de apps do Google e da Apple, e não pode ser mais baixado.

No entanto, usuários que conseguiram fazer o download a tempo poderão continuar jogando em seus dispositivos normalmente, porém, não receberão nenhum tipo de atualização.

“Desculpem usuários  do Flappy Bird”, mas daqui a 22 horas vou remover o Flappy Bird [das lojas de aplicativos]. Não aguento mais”, escreveu Ngyen em seu perfil no site de microblogs por volta das 17h (horário de Brasília) no sábado.

Dong chegou a frisar que “vão iria vender” o título e que a decisão não teria sido motivada por questões jurídicas. “Não é nada relacionado com questões legais. Não consigo acompanhar mais”, frisou o criador vietnamita, finalizando que ainda continua criando jogos indie na produtora “dot Gears”.

O criador do game já havia reclamado da pressão que estava sofrendo da imprensa, e pediu para que os veículos parassem de procurá-lo. “A imprensa está sobrevalorizando o sucesso dos meus jogos. É algo que eu nunca quis. Por favor, me deixem em paz”, declarou Dong Nguyen no Twitter.

Dong Nguyen afirmou em seu perfil no Twitter que game será retirado do ar até domingo (9) (Foto: Reprodução/Twitter/dongatory)Dong Nguyen afirmou em seu perfil no Twitter que game seria retirado do ar no domingo (9), e cumpriu sua promessa (Foto: Reprodução/Twitter/dongatory)

Dificuldade lucrativa
O game, que ficou conhecido por sua dificuldade extrema e simplicidade, chegou ao topo da lista dos mais baixados em ambas as plataformas, arrecadando aproximadamente US$ 50 mil (cerca de R$ 119 mil) por dia com anúncios, afirmou o criador do jogo, o vietnamita Dong Nguyen, em entrevista ao site “The Verge”.

No game o jogador precisa controlar a altura do voo de um pássaro e desviar dos canos verdes que aparecem. Cada obstáculo superado marca um ponto. Qualquer esbarrada no cenário e é fim de jogo.

Ao “The Verge”, Nguyen disse que não pretendia soltar nenhuma atualização ou mudança para o seu jogo, já que título teria alcançado “um nível em que qualquer coisa que for acrescentada irá estragá-lo”, porém chegou a ventilar que uma sequência pode ser lançada em algum momento.

“A razão para ‘Flappy Bird’ ser tão popular é o fato de ele ser algo diferente dos jogos móveis de hoje”, comentou à época o desenvolvedor vietnamita. “E ele é um ótimo jogo para competir com os amigos”.

Nguyen afirmou à época que gastou apenas algumas noites de programação para criar “Flappy Bird” e que seu novo projeto é uma tentativa de renovar o gênero de jogos como “Jetpack Joyride”, outro fenômeno de vendas nos smartphones.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de fevereiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Facebook cumpre ordem judicial, apaga posts e não sairá do ar

Luize Altenholfen (Foto: Mastrangelo Reino / Folhapress)Luize Altenholfen (Foto: Mastrangelo Reino / Folhapress)

Depois de a Justiça de São Paulo ter ameaçado retirar o site do ar, o Facebook cumpriu a decisão judicial e excluiu nesta quinta-feira (3) as postagens sobre o caso da briga entre a apresentadora Luize Altenhofen e o dentista Eudes Gondim Jr. por causa do pit bull dela.

Um despacho da 1ª Vara Cível da Comarca de São Paulo deu prazo de 48 horas para que o Facebook retirasse do ar mensagens publicadas. Do contrário, a rede social seria tirada do ar, por meio do bloqueio do acesso feito por provedores.

Segundo o Facebook, a ordem judicial foi cumprida, porque dessa vez a defesa de Gondim Jr. enviou os links corretos das páginas. “Uma vez informado o conteúdo ilegal em questão, a ordem judicial foi cumprida”, afirmou a empresa, em comunicado.

O site foi pego no fogo cruzado entre uma disputa judicial que começou em janeiro deste ano entre a ex-Miss Brasil Internacional e o dentista. Morador do bairro do Butantã, zona Oeste de São Paulo, o mesmo que Luize, Gondim Jr. bateu com uma barra de ferro em um dos cachorros da raça pit bull da apresentadora. Segundo o dentista, o animal tentou atacar a ele, sua mulher e sua filha.

O cão teve convulsões e foi levado pela polícia ao veterinário. No mesmo dia, Luize arrebentou o portão da casa do dentista com sua caminhonete Amarok. Gondim registrou dois boletins de ocorrência, um pelo ataque do animal, outro pelo acidente com o veículo.

De acordo com a polícia, Luize disse que não conseguiu acionar o pedal do freio, o que causou a colisão, quando estava se dirigindo à clínica veterinária onde o pit bull estava.

O assunto foi parar no Facebook, em postagens que o dentista pede para retirar. O TJ-SP determinou que a rede social retirasse as publicações em abril deste ano e reiterou sua determinação em junho.

Descumprimento
Descumprindo da decisão, a empresa alegou que o “Facebook Brasil não é o responsável pelo gerenciamento e do conteúdo e da infraestrutura do Site Facebook”.

E completou: “Essa incumbência compete a duas outras empresas distintas e autônomas, denominadas Facebook Inc. e Facebook Ireland LTD., localizados nos Estado Unidos da América e Irlanda, respectivamente”.

O juiz do caso, Régis Rodrigues Bonvicino, considerou a declaração “afrontosa à soberania brasileira”. “Se o Facebook opera no Brasil, ele está sujeito às leis brasileiras”, escreveu.

Soberania e espionagem
O magistrado subiu o tom e citou ainda a revelação do Fantástico de que a presidente Dilma Rousseff e a Petrobras foram alvo dos programas de espionagem cibernético do governo dos Estados Unidos, fato que consta de documentos trazidos à tona pelo ex-técnico da CIA, Edward Snowden. “É uma desconsideração afrontosa agravada pela notória espionagem estatal, oficial, do governo americano”, escreveu o juiz. “O Facebook não é um país soberano superior ao Brasil”, enfatizou.

O advogado de Gondim Jr., Paulo Roberto Esteves, afirmou ao G1 que um dos advogados do Facebook entrou em contato para pedir os links, a fim de cumprir a decisão. “Ele vai excluir. Acredito que vai cumprir a determinação. Deve despachar com o juiz ainda hoje”, disse. O dentista pede uma reparação de R$ 106 mil por danos morais e materiais –o reparo do muro, segundo ele, custou R$ 6,5 mil.

A equipe de reportagem do G1 entrou em contato com os advogados de Luize, que disseram não ter o que comentar, pois o processo ainda está no início. A audiência entre as partes foi marcada para novembro.

Em agosto, a Justiça Eleitoral de Florianópolis determinou que o Facebook fosse bloqueado no Brasil por 24 horas por ter descumprido uma liminar de julho que estabelecia a exclusão da página “Reage Praia Mole” da rede social.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,