RSS

Arquivo da tag: culos

Barra de luz de joystick do PS4 serve para interagir com óculos Morpheus

Project Morpheus é projeto de óculos de realidade virtual da Sony (Foto: Jeff Chiu/AFP)Project Morpheus é projeto de óculos de realidade
virtual da Sony (Foto: Jeff Chiu/AFP)

Após muitos donos do PlayStation 4, videogame de nova geração da Sony, reclamarem da inutilidade da barra luminosa no topo do controle DualShock 4 – muitos reclamam que a luz reflete na TV e atrapalha na hora de jogar -, a Sony resolveu explicar a real função do recurso. De acordo com a empresa, a luz serve para se conectar com o Project Morpheus, óculos de realidade virtual do PS4.

Em entrevista ao site “Techradar”, o designer do Sony Computer Entertainment Europe, Jed Ashforth, disse que a barra de luz foi incluída por conta do desenvolvimento dos óculos. Por conta disso, de o acessório estar sendo criado, a Sony não podia responder às reclamações dos donos do PS4.

“Foi o nosso departamento que disse que o controle precisava da luz. Ela serve para o mapeamento e sincronização para uso em conjunto com os óculos Project Morpheus. Quando o console foi lançado em novembro e recebemos as reclamações, não podíamos falar nada sobre os óculos”.

A atualização mais recente do PS4 permite que os jogadores reduzam a iluminação da barra do Dualshock 4.

DualShock 4 (Foto: Divulgação)Barra de luz do DualShock 4 (em azul na imagem)  incomoda jogadores do PS4, mas agora a Sony revelou seu verdadeiro uso (Foto: Divulgação)

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Barra de luz de joystick do PS4 serve para interagir com óculos Morpheus

Project Morpheus é projeto de óculos de realidade virtual da Sony (Foto: Jeff Chiu/AFP)Project Morpheus é projeto de óculos de realidade
virtual da Sony (Foto: Jeff Chiu/AFP)

Após muitos donos do PlayStation 4, videogame de nova geração da Sony, reclamarem da inutilidade da barra luminosa no topo do controle DualShock 4 – muitos reclamam que a luz reflete na TV e atrapalha na hora de jogar -, a Sony resolveu explicar a real função do recurso. De acordo com a empresa, a luz serve para se conectar com o Project Morpheus, óculos de realidade virtual do PS4.

Em entrevista ao site “Techradar”, o designer do Sony Computer Entertainment Europe, Jed Ashforth, disse que a barra de luz foi incluída por conta do desenvolvimento dos óculos. Por conta disso, de o acessório estar sendo criado, a Sony não podia responder às reclamações dos donos do PS4.

“Foi o nosso departamento que disse que o controle precisava da luz. Ela serve para o mapeamento e sincronização para uso em conjunto com os óculos Project Morpheus. Quando o console foi lançado em novembro e recebemos as reclamações, não podíamos falar nada sobre os óculos”.

A atualização mais recente do PS4 permite que os jogadores reduzam a iluminação da barra do Dualshock 4.

DualShock 4 (Foto: Divulgação)Barra de luz do DualShock 4 (em azul na imagem)  incomoda jogadores do PS4, mas agora a Sony revelou seu verdadeiro uso (Foto: Divulgação)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Sony revela Project Morpheus, óculos de realidade virtual do PS4

Project Morpheus é projeto de óculos de realidade virtual da Sony (Foto: Jeff Chiu/AFP)Project Morpheus é projeto de óculos de realidade virtual da Sony (Foto: Jeff Chiu/AFP)

O PlayStation 4 irá ganhar óculos de realidade virtual, acessório que tentará trazer mais imersão para os jogadores nos games. O anúncio do aparelho da Sony foi feito durante a feira Game Developers Conference (GDC), voltada para desenvolvedores de jogos, que acontece até sexta-feira (21) em San Francisco, nos Estados Unidos.

Shuhei Yoshida, presidente dos estúdios globais da Sony. apresenta o Project Morpheus (Foto: Jeff Chiu/AFP)Shuhei Yoshida, presidente dos estúdios globais
da Sony, apresenta o Project Morpheus
(Foto: Jeff Chiu/AFP)

Chamados de Project Morpheus e em desenvolvimento desde 2010, os óculos são uma tentativa da Sony de entrar em uma área dos games que voltou a ganhar força nos últimos anos principalmente com o Oculus Rift, dispositivo que já possui apoio de diversos estúdios e produtoras.

O aparelho tem um visor com resolução Full HD (1080p) e, quando ligado, exibe uma luz de LED azul. A empresa diz que será confortável usá-lo, mesmo para quem usa óculos. O sistema acompanha o movimento da cabeça do usuário e transmite a sensação de estar realmente olhando para um ambiente virtual.

O Project Morpheus também utiliza outras tecnologias menos populares da família PlayStation, como os controles sensíveis a movimentos PlayStation Move e a câmera PlayStation camera, usada para capturar mais movimentos dos jogadores. Em uma das demonstrações, feita em parceria com a Nasa, o jogador caminhava pela superfície de Marte e utilizava todos os acessórios em conjunto.

Estúdios como Epic Games (de “Gears of War”) e Crytek (de “Crysis” e “Ryse”) já estão desenvolvendo títulos que usarão os óculos. O estudio Sony London, da própria empresa, trabalha em um jogo de ação submarina chamado “The Deep”. Games como “Thief”, lançado recentemente, terão uma versão compatível com o Project Morpheus.

Não há previsão de lançamento dos óculos, que devem ganhar um nome comercial até sua chegada às lojas. Mais detalhes sobre o aparelho devem ser anunciados pela Sony na feira E3, que acontece em junho.

Yoshida apresenta o Project Morpheus (Foto: Jeff Chiu/AFP)Yoshida apresenta o Project Morpheus (Foto: Jeff Chiu/AFP)

View the original article here

 
1 comentário

Publicado por em 20 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

De óculos, grafite de macaco parece posar para foto na Malásia

18/01/2014 10h00 – Atualizado em 18/01/2014 10h00

Sorry, I could not read the content fromt this page.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 22 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

G1 testou: óculos da Sony ‘criam’ tela de 700 polegadas para filmes e games

Óculos têm sensor de movimentos e, dependendo da aplicação, tem função de realidade aumentada (Foto: Gustavo Petró/G1)Óculos têm sensor de movimentos e, dependendo da aplicação, função de realidade aumentada (Foto: Gustavo Petró/G1)

Quem não tem espaço em casa para um televisor muito grande já pode recorrer a um modelo de óculos portátil da Sony para assistir a filmes e jogar games em alto estilo. O HMZ-T3Q leva imagens de alta definição do smartphone, receptor de TV a cabo, Blu-ray e videogames diretamente aos olhos do usuário, dando a sensação de que se está assistindo a uma tela de cinema com mais de 700 polegadas.

Leve e com sensor de movimentos, o dispositivo é encaixado à cabeça e tem diversos ajustes para torná-lo mais confortável ao uso. Dependendo da aplicação, é possível virar o pescoço para interagir com a cena, assim como em um óculos de realidade virtual.

Nos Estados Unidos, o dispositivo está sendo vendido por US$ 1 mil e ainda não preço ou e previsão de lançamento para o Brasil. Levando em conta o PlayStation 4, que pode ser comprado no exterior por US$ 400 e aqui sai por R$ 4 mil, o HMZ-T3Q também não chegaria ao país a um preço competitivo, o que deve fazer com que a Sony não o lance no mercado brasileiro.

Óculos que apresenta uma tela de 700 polegadas tem visual futurista (Foto: Gustavo Petró/G1)Óculos da Sony tem visual futurista
(Foto: Gustavo Petró/G1)

Outro problema com o aparelho é a ausência de um sistema de som próprio. A Sony estava usando fones separadamente do sistema durante os testes em seu estande na Consumer Electronics Show (CES) 2014, em Las Vegas. Ou seja, além de carregar os óculos e o smartphone para assistir a um filme em uma viagem, por exemplo, também é necessário levar um par de fones de ouvido.

Lentes dos óculos da Sony (Foto: Gustavo Petró/G1)Lentes dos óculos da Sony (Foto: Gustavo Petró/G1)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Óculos inteligentes traduzem cardápio do japonês para o inglês

óCulos inteligente traduz cardápio do japonês para o inglês em tempo real (Foto: Yoshikazu Tsuno/AFP)óCulos inteligente traduz cardápio do japonês para
o inglês em tempo real (Foto: Yoshikazu Tsuno/AFP)

Ler o cardápio de um restaurante japonês é extremamente difícil para um estrangeiro no Japão, mas com óculos tradutores isso será possível num piscar de olhos, assim como reconhecer pessoas.

Por ocasião do salão da eletrônica Ceatec, nos arredores de Tóquio, uma das principais operadoras de telefonia móvel do país, a NTT Docomo, apresentou vários aplicativos baseados em óculos com uma câmera e que podem ser vistos em uma tela pelo usuário.

Uma destas funções permite substituir a imagem filmada por uma tradução em inglês de um cardápio de restaurante escrito em japonês, ou em qualquer outra língua que tenha sido escolhida. O usuário vê essa imagem retocada através dos óculos.

Outra implicação possível é ver aparecer na tela informações (nome, sobrenome, função) relacionadas a uma pessoa, com a condição de que ela já esteja registrada no repertório de seu smartphone, tudo isso graças a um sistema de reconhecimento e identificação de rosto.

Toda ou parte destas tecnologias deve estar pronta para os Jogos Olímpicos de Tóquio de 2020, que também serão uma vitrine da habilidade japonesa para facilitar por diversos meios técnicos a vida dos visitantes e, sobretudo, dos estrangeiros de passagem.

No entanto, alguns obstáculos técnicos ainda precisam ser superados, como o tamanho dos óculos, sua autonomia (precisam de uma bateria), a rapidez de reconhecimento das imagens ou rostos e a redução do tempo de resposta.

Óculos da operadora Docomo tem funções de realidade aumentada (Foto: Yoshikazu Tsuno/AFP)Óculos da operadora Docomo tem funções de realidade aumentada (Foto: Yoshikazu Tsuno/AFP)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Sony mostra óculos 3D em feira de tecnologia na Alemanha

Óculos 3D, da Sony, apresentado na feira IFA 2013, na Alemanha. (Foto: Bruno Souza Araujo/G1) (Foto: Bruno Souza Araujo/G1)Óculos 3D, da Sony, apresentado na feira IFA 2013,
na Alemanha. (Foto: Bruno Souza Araujo/G1)

A Sony apresentou na Alemanha o seu novo modelo de óculos 3D, o HMZ-T3. Classificado pela empresa como “visualizador pessoal de 3D”, o acessório se acopla à cabeça dos usuários por meio de uma tira, de maneira similar ao Oculus Rift, testado pelo G1. No entanto, apesar da ótima qualidade de imagem, o dispositivo da Sony ainda deve no fator imersão.

O G1 foi até o estande da fabricante japonesa na IFA, feira de tecnologia que acontece anualmente em Berlim, e usou os óculos para assistir a um trailer do filme “Elysium”. Apesar de serem dois produtos totalmente diferentes, não há como desconsiderar as impressões tidas com o Oculus Rift, e de cara duas grandes diferenças saltam aos olhos: as lentes OLED HD do HMZ-T3, que exibem imagens em alta definição muito superior às do protótipo do Rift, e a estrutura desengonçada dos óculos da Sony.

Apesar de ser uma versão inacabada, o Rift testado pelo G1 (veja o vídeo do teste ao lado) se prendia firmemente ao rosto e não deixava praticamente nenhum fio de luz interferir na experiência do usuário. Com o HMZ-T3 é radicalmente o contrário. O acessório não tem um acabamento em sua parte inferior para tampar o campo de visão do usuário. Por isso, é muito fácil desviar o olhar para fora da tela.

Outro obstáculo na imersão do HMZ-T3 é a dificuldade de mantê-lo preso à sua cabeça. Os óculos são pesados e constantemente caem sobre o nariz, o que por sua vez altera o seu ângulo de visão em relação à tela e cobre as imagens reproduzidas nas lentes. As tiras de plástico usadas para prender o acessório também não são das mas fortes, o que dá ainda mais margem à instabilidade do acessório.

Em seu benefício, o HMZ-T3 tem baterias com autonomia de 2 horas e um conector Wi-Fi, fatores que quando combinados dispensam a necessidade de fios para assistir filmes ou jogar games.

Os óculos são compatíveis com tablets, smartphones, PCs e consoles. De acordo com a Sony, o HMZ-T3 chega na Europa em novembro deste ano por 1,3 mil libras.

Óculos 3D, da Sony, o modelo HMZ-T3 foi apresentado na feira IFA 2013, na Alemanha. (Foto: Bruno Souza Araujo/G1)Óculos 3D HMZ-T3, da Sony, apresentado na feira IFA 2013, na Alemanha. (Foto: Bruno Souza Araujo/G1)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 8 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,