RSS

Arquivo da tag: criar

Apple deveria criar celular com Android, diz Steve Wozniak a revista

steve wozniak com novo ipad (Foto: David McNew/Reuters)Steve Wozniak com novo iPad (Foto: David
McNew/Reuters)

Steve Wozniak, cofundador da Apple, disse que a companhia deveria pensar em lançar um aparelho que abrisse mão do sistema operacional iOS e operasse com o Android, sistema desenvolvido pelo Google. As declarações do homem que, ao lado de Steve Jobs, criaram a Apple, foram dadas à revista “Wired”.

“Não há nada que manteria a Apple fora do mercado Android como um mercado de telefone secundário”, disse Wozniak que, além de já não estar envolvido com o dia a dia de trabalho na Apple, se tornou um dos seus críticos mais contundentes. Ele sugeriu que a Apple crie um aparelho que rode o Android como alternativa ao iPhone.

“Nós poderíamos competir muito bem. As pessoas gostam dos modelos de estilo preciosos e das engenhosidades que nós fazemos com nossos produtos se comparados aos Androids oferecidos. Nós poderíamos jogar em duas arenas ao mesmo tempo”, disse ele à revista.

Woz participou da conferência Apps World North America, em São Francisco, que ocorreu nesta semana e tratatou do desenvolvimento e aplicativos para smartphones e tablets. Além disso, ele apoiou a decisão da Apple de não acrescentar muitas ferramentas ao iPhone. “Se você tem algo realmente bom, não mude isso. Não estrague tudo”, comentou.

“Você pega um celular da Samsung e tira uma foto dizendo ‘sorria’, mas quanta inovação há nisso? Isso é apenas jogar um monte de recursos”, afirmou.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 8 de fevereiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , , ,

Cientistas se inspiram na ave peru para criar detector químico portátil

Peru ficou 'gigante' ao ser fotografado perto de estádio nos EUA (Foto: Kirby Lee-USA TODAY Sports/Reuters)Capacidade de mudança de cor dos perus inspirou cientistas para criar um ‘sinalizador’ de produtos químicos (Foto: Kirby Lee-USA TODAY Sports/Reuters)

Cientistas se inspiraram nos perus e na faculdade de sua pele de mudar de cor para criar um detector capaz de sinalizar a presença de substâncias químicas perigosas no ar, com a ajuda de um simples celular.

“Em nosso laboratório, nós estudamos como a luz é criada e alterada e, em seguida, usamos o que aprendemos para fabricar novos aparelhos” resumiu Seung-Wuk Lee, que leciona bio-engenharia na Universidade da Califórnia em Berkeley.

Curiosamente, o cientista se interessa nas propriedades físicas do peru, ave que é o ingrediente principal dos pratos tradicionais das festas de fim de ano.

Ele garante que a pele do peru é capaz de passar do vermelho ao azul e do azul ao branco, devido a “pacotes” de colágeno (proteína fibrosa, a mais conhecida do reino animal) salpicados de vasos sanguíneos muito densos. Esta característica camaleônica rendeu ao peru o apelido de “ave de sete faces” em coreano e em japonês.

Os cientistas descobriram que o espaçamento entre as fibras de colágeno se modifica porque os vasos sanguíneos se dilatam ou contraem influenciados pelo humor da ave, quando ela se excita ou fica brava, por exemplo. E é o tamanho dos espaços entre as fibras que altera a forma como a pele reflete a luz, fazendo-a variar em consequência da cor da cabeça e do pescoço do animal.

Vírus ajudam no processo
Lee e sua equipe descobriram uma técnica que reproduz este fenômeno natural, com a ajuda de vírus inofensivos para o homem – os bacteriófagos M13 -, cuja estrutura filamentosa lembra um pouco as fibras de colágeno. Os “pacotes nanométricos” 05 dos vírus também são capazes de se dilatar ou contrair para mudar de cor e reagem de forma diferente em função da substância química à qual são expostos.

Quando na presença de hexano (um solvente tóxico), de metano ou outros hidrocarbonetos, estes biossensores incham rapidamente, mas não da mesma forma, criando uma gama de cores específica à substância em questão, como uma “impressão química” visual. Eles reagem também aos vapores de TNT, um poderoso explosivo, com uma concentração de apenas 300 partes por bilhão.

Os pesquisadores criaram um aplicativo móvel, denominado “iColour Analyser”, que permite identificar facilmente substâncias tóxicas ou explosivas com a ajuda de uma simples foto de faixas de cor do detector, tirada de um celular, asseguraram no estudo, publicado nesta terça-feira (21) na revista “Nature Communications”.

“Nosso sistema é prático e barato de fabricar”, assegurou Seung-Wuk Lee. “Nós também demonstramos que esta tecnologia pode ser adaptada de forma a que os smartphones analisem a impressão do alvo químico. No futuro, será possível utilizar o mesmo procedimento para um teste de detecção de câncer ou de outras doenças ao analisar o hálito”, acrescentou.

As razões pelas quais os encaixes nanométricos do vírus M13 se dilatam quando expostos a substâncias químicas ainda são um mistério. ‘É possível que a pequena quantidade de água no bacteriófago tenha reagido a vapores químicos’, anteciparam em um comunicado publicado pela universidade.

Os detectores biológicos também são capazes de medir visualmente a taxa de umidade do ar, entre 20% e 90%: eles ficam avermelhados quando o ar está úmido e azuis quando o ar está seco.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Telefônica anuncia parceria com FEI para criar centro de pesquisa

A Telefônica e o Centro Universitário da FEI, em São Paulo, acabam de fechar uma parceria para desenvolver tecnologias digitais na área de telecomunicações.

A operadora e a instituição de ensino também vão criar um centro de pesquisa, equipado com computadores e celulares, para estimular estudantes a desenvolver aplicativos que permitam a conexão máquina a máquina (M2M) e outras aplicações de internet das coisas.

O centro universitário da FEI vai dispor de um professor para auxiliar os estudantes no novo centro. A Telefônica vai oferecer duas bolsas de estudo, uma para mestrado e outra para doutorado, para incentivar participantes do projeto.

A expectativa é que o centro comece a operar até o fim deste semestre.

Serviço
Campus Party Brasil 2014
Quando: de 27 de janeiro a 2 de fevereiro
Onde: Anhembi Parque – Avenida Olavo Fontoura, 1.209, São Paulo/SP
Quanto: Os ingressos para participar do evento estão esgotados. A entrada para o pavilhão de exposições é gratuita.
Horário da área gratuita: das 10h às 21h.

View the original article here

 
1 comentário

Publicado por em 28 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Huawei deverá criar 5.500 empregos na Europa em cinco anos, diz jornal

A companhia chinesa Huawei planeja criar 5.500 postos de trabalho na Europa dentro de cinco anos, à medida que expande seus serviços na região, afirmou o jornal estatal “China Daily” neste sábado (21).

Segunda maior fabricante mundial de equipamentos de telecomunicações, a Huawei irá oferecer soluções de tecnologia da informação para as empresas europeias, disse ao jornal Patrick Zhang, presidente de marketing e soluções do Huawei Enterprise Business Group.

O negócio deve gerar faturamento de US$ 1 bilhão nos próximos três a cinco anos, acrescentou.

A empresa está tocando sua expansão a despeito das alegações da Comissão Europeia de comportamento anticoncorrencial por sua parte, bem como da também chinesa ZTE.

Zhang disse que a Europa oferecia mais potencial de crescimento do que os Estados Unidos. Um relatório do Congresso norte-americano do ano passado afirmou que a companhia representava uma ameaça à segurança, essencialmente bloqueando-a do mercado.

O progresso da nossa expansão na Europa é diferente dos EUA, onde nos deparamos com dificuldades de acesso devido a algumas razões infundadas dadas pelo lado norte-americano”, disse Zhang.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 22 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Aplicativo para iPad permite criar e escanear ‘skins’ para ‘Minecraft’

Aplicativo permite escanear criações de 'skins' para 'Minecraft' (Foto: Divulgação/57digital)Aplicativo permite escanear criações de ‘skins’
para ‘Minecraft’ (Foto: Divulgação/57digital)

Os fãs do game “Minecraft” tem um aplicativo para o sistema iOS, para iPad e iPhone, que ajuda a criar “skins”, roupas e rostos para serem usados pelos personagens dentro do game de construção baseado em blocos. Chamado de “Minecraft Skin Scanner”, o aplicativo é vendido por US$ 2 na loja App Store, da Apple (clique aqui para assistir ao vídeo).

O aplicativo, criado pela 57digital com aval da Mojang, que desenvolve o game, permite imprimir um diagrama de personagem de “Minecraft”, que aparece em imagem frontal e lateral. O jogador pode colorir e criar roupas e penteados para o ser, usando a câmera do iPad ou do iPhone para fotografar a criação.

Desenho feito em papel ganha formas 3D no game ao usar o aplicativo (Foto: Divulgação/57digital)Desenho feito em papel ganha formas 3D no game
ao usar o aplicativo (Foto: Divulgação/57digital)

O sistema reconhece o diagrama e cria um modelo em 3D do que foi feito e o exporta para dentro de “Minecraft”.

Os criadores do aplicativo afirmam que ele facilita bastante a criação de novos personagens para se usar dentro do jogo.

O que é “Minecraft”?
“Minecraft” é um jogo do estilo “sandbox” (caixa de areia, em português), de mundo aberto – permitindo que o jogador possa tomar o caminho que quiser e tomar suas próprias decisões do que fazer. Ele custa 20 euros (cerca de R$ 50) para PC (clique aqui para acessar o site oficial), US$ 7 (R$ 14) para iOS e Android e US$ 20 no Xbox 360. O jogo ainda tem opções para uma pessoa (single player) e para diversos jogadores on-line (multiplayer).

Há uma demonstração grátis do game, que pode ser acessada por meio deste link (clique aqui para acessar). É necessário criar uma conta na Mojang para poder baixar a demonstração gratuita.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 22 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Zoológico vai criar guepardos junto com filhote de labrador

Dois filhotes de guepardo que acabaram de chegar ao Zoológico de Dallas, nos Estados Unidos, receberão a companhia de um filhote de labrador. Os irmãos Winspear e Kamau, guepardos que nasceram em 8 de julho, conviverão com o cachorro Amani, de 8 semanas.

Especialistas do zoo consideram que, como labradores costumam ser calmos e fáceis de lidar em locais públicos, Amani pode exercer uma influência “relaxante” para os felinos.

Os guepardos Winspear e Kamau, que nasceram em julho, serão criados com labrador Amani. (Foto: AP Photo/Dallas Zoological Society)Os guepardos Winspear e Kamau, que nasceram em julho, serão criados com labrador Amani. (Foto: AP Photo/Dallas Zoological Society)Labrador Amani, de 8 semanas de idade, deve proporcionar uma influência 'calmante' sobre felinos. (Foto: AP Photo/Dallas Zoological Society)Labrador Amani, de 8 semanas de idade, deve proporcionar uma influência ‘calmante’ sobre felinos. (Foto: AP Photo/Dallas Zoological Society)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 8 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Aplicação permite criar tuítes com ‘prazo de validade’

Aplicação para web chamada Spirit permite que tuiteiros criem mensagens com prazo de validade. (Foto: Reprodução)Aplicação para web chamada Spirit permite que
tuiteiros criem mensagens com prazo de
validade. (Foto: Reprodução)

Um ex engenheiro do Twitter criou uma aplicação para web que permite aos usuários do microblog agendarem um horário para que suas mensagens sejam deletadas.

Para utilizar a função, o tuiteiro tem de inserir seus dados de acesso ao Twitter no programa, chamado de Spirit.

A partir daí, basta incluir nas mensagens alguma hashtag que indique o prazo de validade para aquele tuíte, como #1m (para um minuto), #5h (para cinco horas) ou #8d (para oito dias). Ao final do período determinado, o tuíte irá desaparecer da timeline do usuário.

A ferramenta pode parecer não ter utilização imediata, mas um metereologista já pensou em uma forma de usufruir da aplicação criada pelo engenheiro Pierre Legrain: prevenir que avisos de tempestades continuem sendo retuitados mesmo depois de a precipitação ter ocorrido.

O Spirit segue a linha de ferramentas como o efemr e o Snapchat, voltados para Twitter e Facebook, respectivamente.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,