RSS

Arquivo da tag: crianas

Coletânea de crianças sendo demoníacas

AppId is over the quota
AppId is over the quota

crianças

Minha filha por exemplo adora amassar todos os papéis da casa e colocar no lixo, inclusive minhas contas a pagar e todo o dinheiro da minha carteira.

Fonte: ahnegao.com.br

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Ataques aéreos matam crianças em bairro de Aleppo

AppId is over the quota
AppId is over the quota

Ao menos 18 pessoas, incluindo 10 crianças, morreram nesta quarta-feira em ataques da aviação do regime sírio contra uma escola em um bairro rebelde de Aleppo (norte), indicou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Pelo menos um professor está entre os mortos durante os ataques contra a escola de Ain Jalout, no bairro de Ansari, segundo a ONG.

Dois ataques ocorreram em intervalos de 10 minutos, explicaram militantes baseados em Aleppo.

Esses ativistas enviaram à AFP pela internet um vídeo mostrando uma fila de corpos de crianças em sacos cinzas, alguns dos quais cheios de sangue.

A Força Aérea síria lançou uma ofensiva em 15 de dezembro contra os setores rebeldes da ex-capital econômica da Síria, dividida entre bairros prós e anti-regime e sua província.

Estes bombardeios, realizados regularmente por helicópteros com barris explosivos, mataram centenas de pessoas desde meados de dezembro.

A ONG internacional Human Rights Watch acusou na terça-feira o regime de realizar “indiscriminadamente” esses bombardeios, que atingem regularmente civis.

arte síria versão 15.04 (Foto: Arte/G1)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 1 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Crianças se vestem de pinguim e até de pipoca em festival em Nova York

Crianças exibiram fantasias curiosas pelas ruas de Nova York, nos EUA, durante a celebração de Purim.

O festival judaico, que é parecido com uma espécie de carnaval, conta com desfiles e foliões fantasiados que comemoram a salvação dos judeus de um plano extermínio dos persas há mais de 2.500 anos, registrado no livro bíblico de Ester.

Menina vestida de pipoca desfila durante festival judaico em Nova York (Foto: Andrew Kelly/Reuters)Menina vestida de pipoca desfila durante festival judaico em Nova York (Foto: Andrew Kelly/Reuters)Trio de pinguins posa para foto durante comemoração do Purim nos EUA (Foto: Andrew Kelly/Reuters)Trio de pinguins posa para foto durante comemoração do Purim nos EUA (Foto: Andrew Kelly/Reuters)A celebração do Purim, uma espécie de carnaval judaico, celebra a salvação do povo judeu do plano de extermínio persa há mais de 2.500 anos (Foto: Andrew Kelly/Reuters)A celebração do Purim, uma espécie de carnaval judaico, celebra a salvação do povo judeu do plano de extermínio persa há mais de 2.500 anos (Foto: Andrew Kelly/Reuters)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 19 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Videogames são novo método para trabalhar com crianças autistas

Sawyer Whitely (à esq.) e Michael Mendoza usam Xbox com Kinect em programa para autistas nos Estados Unidos (Foto: Paul J. Richards/AFP)Sawyer Whitely (à esq.) e Michael Mendoza usam Xbox com Kinect em programa para autistas nos Estados Unidos (Foto: Paul J. Richards/AFP)

Ao finalizar o jogo na tela, Sawyer e Michael, de 10 anos de idade, se cumprimentam. O toque físico entre esses dois meninos autistas não era frequente até pouco tempo: foi um aprendizado adquirido através de um videogame Xbox equipado com o sensor de movimentos Kinect.

A escola Steuart W. Weller d’Ashburn, de Virgínia, a cerca de 50 quilômetro a noroeste de Washington, tem um dos centros especializados nos Estados Unidos em testar os consoles de videogames com autistas jovens.

O Kinect, lançado pela Microsoft em 2010, permite jogar sem controles, utilizando seu próprio corpo graças a um detector de movimentos.

O aparelho não foi projetado com fins terapêuticos, mas é, segundo especialistas, uma ferramenta interessante para ajudar jovens com transtornos do espectro autista, condição que segundo avaliações da Organização Mundial da Sáude (OMS) afeta 21 em cada 10mil crianças.

Sawyer Whitely e Michael Mendoza, lado a lado, saltam, se agacham e se abraçam, enquanto na tela seus avatares reproduzem os movimentos a bordo de um bote virtual correndo por um rio revolto.

Quando terminam, os dois heróis batem nas mãos um do outro, fazendo um “hi five”, gesto de comemoração tipicamente americano.

“Fazer este gesto, se cumprimentarem mutuamente, não é algo que vemos muito'”, disse à AFP Anne-Marie Skeen, professora especializada. “Sawyer, agora, utiliza (o gesto) regularmente conosco. Diz que é uma forma de dizer ‘bom trabalho'”.

Os educadores de Ashburn trabalahm há dois anos com o Kinect pesquisando sobre o déficit de comunicação que caracteriza o autismo.

Suas aplicações “os levam a falar, dar instruções para um colega, seguir as instruções de outro”, diz Lynn Keenan, professor especializado.

“Temos obtido resultados impressionantes, porque eles têm realmente vontade de jogar”, acrescenta.

Ferramenta e não solução milagrosa
Esta motivação é destacada também por Dan Stachelski, diretor do Centro Lakeside para o Autismo em Issaquah (Estado de Washington, noroeste dos EUA).

“As crianças estão tão motivadas pelo jogo que se envolvem mais facilmente, tomam a iniciativa, e isso é o que queremos que façam”, afirma.

O jogo “Happy Action Theater”, por exemplo, em que o jogador tem que atirar bolas e golpear pedras, as crianças, através de seu avatar, “se comunicam com seu entorno na tela”.

“Muitas crianças podem jogar no mesmo espaço ao mesmo tempo; esse é o primeiro passo do que gostaríamos que conseguissem as crianças para quem a interação social é um desafio e que têm dificuldades para dividir um espaço”, acrescenta.

“Várias famílias estão comprovando o potencial” do Kinect, acrescenta Andy Shih, vice-presidente científico da associação de famílias Autism Speaks, que aponta também a vantagem do baixo custo (nos Estados Unidos) de US$ 150.

Os resultados “parecem animadores”, mas “nos faltam dados científicos e estamos apenas no começo”.

“A população (autista) é tão diversa”, comenta. “Há crianças que falam, outras não falam, alguns têm problemas motores, outros não. Uma só ferramenta não pode ser a solução milagrosa que funcione para todo mundo”, explica Shih.

Não estamos falando de um tratamento, e sim de “uma ferramenta que facilita a aprendizagem'”, insiste Stachelski.

A ferramenta poderia ajudar até a estabelecer um diagnóstico. Asim, os pesquisadores da Universidade de Minnesota instalaram Kinects em uma creche para detectar, sob controle médico, possíveis sinais da patologia, como a hiperatividade.

View the original article here

 
1 comentário

Publicado por em 13 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Crianças leem para cachorros em biblioteca da Estônia

Kevin, de 5 anos, lê para um cão em uma biblioteca da Estônia (Foto: Raigo Pajula/ AFP)Kevin, de 5 anos, lê para um cão em uma biblioteca da Estônia (Foto: Raigo Pajula/ AFP)

Em uma biblioteca da Estônia, as crianças leem em voz alta para os cachorros, uma ideia que incentiva a leitura e fortalece sua confiança em si mesmas.

‘Para as crianças que têm problemas com a leitura ou que não têm confiança em si mesmas, não há terapia melhor que praticar a leitura em voz alta para um cachorro’, explica à AFP Ewa Roots, responsável por este projeto educacional.

Ingrid, de 6 anos, lê para o cachorro da raça Golden (Foto: Raigo Pajula/ AFP)Ingrid, de 6 anos, lê para o cachorro da raça
Golden (Foto: Raigo Pajula/ AFP)

Tentel, o galgo afegão, Elli, o golden retriever, e Leero, o terra-nova, levantam as orelhas e olham fixamente para as crianças que leem para eles nesta biblioteca da cidade de Tartu (leste) durante uma destas sessões mensais.

‘Os cachorros são ouvintes tranquilos e, diferentemente de outras crianças ou dos adultos, nunca farão críticas quando uma criança cometer erros na leitura’, declarou Ewa Roots.

‘As sessões de leitura com os cachorros ajudam as crianças a ter mais confiança em si mesmas e a se expressar mais livremente’, acrescentou.

Este projeto educacional inovador, lançado em fevereiro, é gratuito e está aberto a todas as crianças que quiserem participar.

Muitas têm entre cinco e seis anos, mas também há crianças de dez.

Os organizadores deste projeto as encorajam a participar de oito a dez sessões de leitura de meia hora com seus novos amigos de quatro patas.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Sete adultos e duas crianças são mortos a tiros na selva da Guatemala

Nove pessoas, incluindo um bebê e uma criança, foram mortos neste sábado (9) durante um ataque à sua casa, em uma região de floresta densa ao norte da Guatemala conhecida por ser um território de tráfico de drogas muito disputado, disseram autoridades.

Vinte homens invadiram a casa no sábado de manhã, matando seis adultos, uma menina de cinco anos e outra de apenas três meses, em um pequeno vilarejo agrícola no departamento de Petén, cerca de 370 quilômetros a nordeste da capital. Outra mulher que foi ferida no ataque morreu mais tarde, no hospital.

O tiroteio parece estar relacionado a uma disputa entre traficantes de drogas locais, disse o ministro de Segurança, Mauricio Lopez.

“Há muito conflito nessa região relacionado ao tráfico de drogas”, disse ele. “Acreditamos que os homens que realizaram esse ataque estavam envolvidos com o tráfico de drogas.”

Autoridades da área de segurança ainda estão realizando entrevistas com testemunhas e ainda não fizeram nenhuma prisão.

Local de rica biodiversidade e tesouros nacionais, como os templos maias de Tikal, um dos maiores sítios maias pré-colombianos, Petén divide uma fronteira porosa com o México, utilizada por poderosos cartéis de droga que tentam contrabandear cocaína da América do Sul para os Estados Unidos.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Americano é condenado por fotos pornográficas de crianças brasileiras

Um ex-missionário norte-americano que admitiu ter tirado fotos pornográficas de crianças enquanto trabalhava com uma tribo da Amazônia foi condenado nesta terça-feira a 58 anos de prisão nos Estados Unidos.

Warren Scott Kennell, de 45 anos, declarou-se culpado em setembro de duas acusações de produção de pornografia infantil entre 2008 e 2011.

A juíza-chefe distrital, Anne Conway, destacou na sentença que Kennell tinha abusado de sua posição de confiança como missionário, afirmou em comunicado a procuradoria norte-americana em Tampa.

Warren, que é de Nova Jersey, admitiu que tinha amizade com as crianças na tribo e que depois abusou sexualmente delas enquanto trabalhava em um projeto da organização Missão Novas Tribos de Sanford, na Flórida.

Os investigadores encontraram 940 imagens pornográficas em um disco rígido externo em sua bagagem quando foi parado e revistado no Aeroporto Internacional de Orlando em maio. Segundo os promotores, ele se identificou em uma das fotos como sendo o homem que praticava um ato sexual com uma menina pré-adolescente.

“Kennell representa o pior tipo de criminoso, que ataca crianças inocentes”, disse em comunicado a agente especial adjunta encarregada pelo escritório em Tampa do Departamento de Segurança Interna, Shane Folden.

A Missão Novas Tribos, localizada ao norte de Orlando, se denomina em seu site como uma organização cristã evangélica focada na implantação de novas igrejas entre as tribos indígenas, que descreve como isoladas da Bíblia por causa da língua e cultura.

“Estamos deprimidos”, disse Pam McCurdy, da Missão Novas Tribos, por e-mail.

“Somos gratos às autoridades pela acusação deste indivíduo”, disse ela, acrescentando que a Missão Novas Tribos estava “firme em nosso compromisso de fazer tudo ao nosso alcance para evitar que isso aconteça novamente.”

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,