RSS

Arquivo da tag: cpula

Hollande anuncia cancelamento da cúpula UE-Rússia em junho

O presidente francês, François Hollande, anunciou nesta quinta-feira (20) que os líderes europeus reunidos em cúpula nesta quinta decidirão novas sanções contra a Rússia, como a suspensão da cúpula UE-Rússia do próximo mês de junho.

“Vão decidir sanções que afetarão um certo número de personalidades”, afirmou.

Acrescentou que serão estudadas novas medidas “se houver ameaças”.

“A reunião UE-Rússia não pode ser realizada nestas condições”, disse ainda.

Mais cedo, a chanceler alemã Angela Merkel, já havia anunciado que a UE ampliará a lista de personalidades russas e ucranianas pró-Moscou que terão vistos proibidos e bens congelados, e não descartou sanções econômicas em caso de escalada militar.

“No Conselho Europeu que começa hoje, os chefes de Estado e de Governo da UE fixarão as sanções (da fase 2) decididas há duas semanas […] Entre elas, uma ampliação da lista de pessoas afetadas pela proibição de visto e o congelamento de bens”, declarou no Parlamento.

A UE já impôs restrições de viagens e congelamento de ativos a pessoas apontadas como responsáveis pela ocupação russa da Crimeia. A escalada das sanções envolveria a ampliação das restrições, passando em seguida para sanções comerciais e financeiras mais amplas.

Fonte G1

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 21 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Caso de espionagem derruba cúpula de inteligência militar na Colômbia

Denúncias reveladas pela imprensa da Colômbia sobre espionagem ilegal feita pela cúpula de inteligência militar do país levaram o Ministério da Defesa a fazer mudanças na chefia do Exército colombiano, na terça-feira (4).

O episódio, revelado pelo site da revista “Semana”, se trata de uma conspiração feita aparentemente por unidades de inteligência do Exército, sem o consentimento do governo.

O presidente colombiano, Juan Manuel Santos, condenou o fato e exigiu uma investigação “profunda” do caso, que ele atribuiu a “forças obscuras”.

Horas depois, o ministro da Defesa do país, Juan Carlos Pinzón, anunciou a “substituição” do chefe de Inteligência do Exército, general Mauricio Ricardo Zúñiga, e do diretor da Central de Inteligência Técnica (Citec), general Oscar Zuluaga.

Pinzón disse, após uma prolongada reunião com o procurador-geral da Colômbia, Eduardo Montealegre, que na manhã de terça-feira foi aberta uma “investigação disciplinar” que deve render um relatório até o final da próxima semana.

De acordo com a investigação da revista “Semana”, um capitão que pertence ao batalhão de Inteligência Técnica do Exército dirigiu, desde setembro de 2012, uma central de grampos em um local que funcionava como restaurante e como escola de informática para hackers.

Os supostos espiões interceptavam e-mails, bases de dados e mensagens em programas de telefones celulares. Entre eles, havia militares e civis recrutados em convenções de informática. Já entre os espionados, estavam ativistas e políticos de esquerda, como a ex-senadora Piedad Córdoba e o representante na Câmara Ivan Cepeda.

Negociações com as Farc
Também estariam sendo monitorados os representantes do governo nas conversas de paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) em Cuba: o chefe negociador e ex-vice-presidente colombiano Humberto de la Calle; o alto comissário de Paz, Sergio Jaramillo; e o diretor da Agência Colombiana para a Reintegração (ACR), Alejandro Eder.

O presidente Santos afirmou que “não é aceitável que essa inteligência se faça contra cidadãos comuns, muito menos contra funcionários do próprio Estado. Especificamente contra os negociadores, é algo totalmente inaceitável”.

Por isso, o chefe de Estado ordenou ao ministro da Defesa e aos comandantes da polícia que determinem “até onde chegou esse uso ilícito da inteligência e quem pode estar interessado em gravar e interceptar os negociadores de paz”.

De acordo com a imprensa local, outras instituições podem ter sido alvo dos grampos dessas “forças obscuras”.

O jornal colombiano “El Tiempo” informou que a promotoria e a polícia também foram vítimas das interceptações do Exército e que essa central clandestina tinha alvos “estratégicos”, até que uma ordem provocou mudança nos alvos da espionagem para os próprios membros do governo.

O caso foi enviado no dia 30 de janeiro a um promotor do Corpo Técnico de Investigação (CTI) e, em tempo recorde, ordenou-se uma revista na central clandestina. Ao todo, 26 computadores foram apreendidos e cinco pessoas ficaram detidas durante algumas horas para prestar depoimento à promotoria.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 6 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Chanceler paraguaio anuncia novo adiamento da Cúpula do Mercosul

A Cúpula do Mercosul prevista para o dia 31 de janeiro, em Caracas, foi adiada até ‘meados de fevereiro’, sem data definida, informou nesta quinta-feira, em Assunção, o chanceler paraguaio Eladio Loizaga.

Este é o terceiro adiamento da Cúpula do bloco formado por Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela, que já havia marcado o encontro para dezembro de 2013 e 17 de janeiro.

Entre as diversas razões para os adiamentos estão os problemas de saúde da presidente argentina, Cristina Kirchner.

‘Recebemos a informação do adiamento da coordenação (presidência temporária) da Venezuela, mas o anúncio oficial deve ser feito por Caracas. Há uma proposta para meados de fevereiro…’, disse Loizaga na residência presidencial paraguaia.

O Mercosul atravessa uma fase de instabilidade provocada por divergências comerciais, em particular pelas críticas contra a política protecionista da Argentina em relação a seus sócios do bloco, mas avançou recentemente na aprovação do ingresso da Venezuela e na reincorporação do Paraguai, que foi suspenso devido ao ‘impeachment’ relâmpago, em 2012, do então presidente Fernando Lugo.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 17 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Governo anuncia cúpula mundial em abril sobre uso da internet

Dilma em encontro com Fadi Chehadé (esq.) e o ministro Paulo Bernardo (Foto: Roberto Stuckert Filho / PR)Dilma em encontro com Fadi Chehadé (esq.) e o ministro Paulo Bernardo (Foto: Roberto Stuckert Filho / PR)

A presidente Dilma Rousseff acertou nesta quarta-feira (9) a realização de uma cúpula internacional no Brasil, em abril do ano que vem, para dar início à elaboração de um marco civil multilateral de governança e uso da internet com o objetivo de garantir a proteção aos dados na rede.

A decisão foi anunciada pelo Planalto após reunião de Dilma com o CEO da Internet Corporation for Assigned Names and Numbers (ICANN), Fadi Chehadé.

A ICANN é responsável pela coordenação global de identificadores de internet, como nomes de domínio (.org e .com, por exemplo) e endereços eletrônicos. De acordo com o site da corporação, a entidade “se dedica a preservar a estabilidade operacional da Internet, a promover a concorrência, obter a ampla representação das comunidades globais da Internet e desenvolver políticas adequadas à sua missão”.

“A presidenta concordou com a proposta de realizarmos uma reunião de cúpula de natureza global a ser realizada no ano que vem nessa matéria aqui no Brasil. Vamos convidar lideres globais de diferentes partes interessadas nessas agendas provenientes de todos os segmentos da atividade e da vida humana para se reunirem e acordarem como poderemos gerir a internet conjuntamente no futuro com base em muitos dos princípios hoje que constam no atual marco civil brasileiro”, afirmou Fadi Chehadé após o encontro com a presidente, no Palácio do Planalto.

A promoção da cúpula internacional é um desdobramento da posição sustentada pela presidente brasileira na Assembleia Geral das Nações Unidas, no mês passado. Na ocasião, ela afirmou que as denúncias de que os Estados Unidos espionou usuários, empresas brasileiras e a própria presidente e seus assessores provocaram indignação e repúdio na pública mundial.

Em discurso, ela defendeu na ONU o estabelecimento de um marco civil multilateral para a governança e uso da internet e de medidas que garantam uma efetiva proteção dos dados.

Fadi Chehadé elogiou a fala de Dilma nas Nações Unidas e disse que ela ‘falou por todos nós”.

O evento deverá ocorrer no Rio de Janeiro em abril de 2014, de acordo com o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, que participou da reunião com Dilma.

Segundo Bernardo, o fórum deverá envolver gestores do governo, da indústria e também usuários. A ideia é que o organismo tenha duas instâncias, uma técnica e uma política.

O ministro afirmou que uma cúpula internacional com finalidade específica é necessária porque uma organização de caráter político, como a ONU, por exemplo, não seria capaz de discutir as questões técnicas do problema.

“Se você levar isso para uma discussão de um órgão com caráter diplomático ou político, isso vai empacar lá por seis anos”, afirmou. Segundo ele,

No último sábado, a presidente disse, por meio do seu microblog Twitter, que espera que o novo marco civil da internet seja votado nas próximas semanas pelo Congresso Nacional. “Nossa proposta p/ um marco civil internacional será enviada à ONU assim q nosso marco civil da internet for aprovado”, escreveu Dilma.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de outubro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Marsupiais australianos morrem por estresse logo após cópula, diz estudo

A reprodução é algo tão estressante para certos marsupiais que alguns acabam morrendo logo depois de copular, revelou um estudo australiano publicado nesta terça-feira (8).

“A reprodução sempre tem um custo, é uma atividade que demanda muita energia” como regra geral no mundo animal, explicou a pesquisadora Diana Fisher, da Universidade de Queensland, na Austrália.

Segundo um estudo publicado na revista americana “National Academy of Sciences”, as mortes ocorrem por esforços extremos realizados pelos animais para assegurar a qualidade de seu esperma durante o curto período de fecundidade das fêmeas, uma vez por ano.

No caso do antequino-marrom e do phascogale, dois marsupiais da Austrália, os machos “não aprenderam a dividir o esforço no tempo, o fazem repetidamente e em um período muito curto, razão pela qual morrem logo depois”.

“Eles se reproduzem durante 12 ou 14 horas seguidas com um grande número de fêmeas, esgotam seus músculos e seus tecidos, e gastam toda a sua energia para ser reprodutores competitivos (…). É a seleção sexual”, indicou à “AFP” Diana Fisher.

Foto mostra o marsupial antequino-marrom (Antechinus stuartii), de origem australiana. (Foto: Glen Fergus/WikiCommons)Foto mostra o marsupial antequino-marrom (Antechinus stuartii), de origem australiana. (Foto: Glen Fergus/WikiCommons)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Governo anuncia cúpula mundial em abril sobre uso da internet

Dilma em encontro com Fadi Chehadé (esq.) e o ministro Paulo Bernardo (Foto: Roberto Stuckert Filho / PR)Dilma em encontro com Fadi Chehadé (esq.) e o ministro Paulo Bernardo (Foto: Roberto Stuckert Filho / PR)

A presidente Dilma Rousseff acertou nesta quarta-feira (9) a realização de uma cúpula internacional no Brasil, em abril do ano que vem, para dar início à elaboração de um marco civil multilateral de governança e uso da internet com o objetivo de garantir a proteção aos dados na rede.

A decisão foi anunciada pelo Planalto após reunião de Dilma com o CEO da Internet Corporation for Assigned Names and Numbers (ICANN), Fadi Chehadé.

A ICANN é responsável pela coordenação global de identificadores de internet, como nomes de domínio (.org e .com, por exemplo) e endereços eletrônicos. De acordo com o site da corporação, a entidade “se dedica a preservar a estabilidade operacional da Internet, a promover a concorrência, obter a ampla representação das comunidades globais da Internet e desenvolver políticas adequadas à sua missão”.

“A presidenta concordou com a proposta de realizarmos uma reunião de cúpula de natureza global a ser realizada no ano que vem nessa matéria aqui no Brasil. Vamos convidar lideres globais de diferentes partes interessadas nessas agendas provenientes de todos os segmentos da atividade e da vida humana para se reunirem e acordarem como poderemos gerir a internet conjuntamente no futuro com base em muitos dos princípios hoje que constam no atual marco civil brasileiro”, afirmou Fadi Chehadé após o encontro com a presidente, no Palácio do Planalto.

A promoção da cúpula internacional é um desdobramento da posição sustentada pela presidente brasileira na Assembleia Geral das Nações Unidas, no mês passado. Na ocasião, ela afirmou que as denúncias de que os Estados Unidos espionou usuários, empresas brasileiras e a própria presidente e seus assessores provocaram indignação e repúdio na pública mundial.

Em discurso, ela defendeu na ONU o estabelecimento de um marco civil multilateral para a governança e uso da internet e de medidas que garantam uma efetiva proteção dos dados.

Fadi Chehadé elogiou a fala de Dilma nas Nações Unidas e disse que ela ‘falou por todos nós”.

O evento deverá ocorrer no Rio de Janeiro em abril de 2014, de acordo com o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, que participou da reunião com Dilma.

Segundo Bernardo, o fórum deverá envolver gestores do governo, da indústria e também usuários. A ideia é que o organismo tenha duas instâncias, uma técnica e uma política.

O ministro afirmou que uma cúpula internacional com finalidade específica é necessária porque uma organização de caráter político, como a ONU, por exemplo, não seria capaz de discutir as questões técnicas do problema.

“Se você levar isso para uma discussão de um órgão com caráter diplomático ou político, isso vai empacar lá por seis anos”, afirmou. Segundo ele,

No último sábado, a presidente disse, por meio do seu microblog Twitter, que espera que o novo marco civil da internet seja votado nas próximas semanas pelo Congresso Nacional. “Nossa proposta p/ um marco civil internacional será enviada à ONU assim q nosso marco civil da internet for aprovado”, escreveu Dilma.

View the original article here

 
1 comentário

Publicado por em 9 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Presidente indonésio retoma tradição de usar figurino nativo em cúpula

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, é recebido pelo Presidente da Indonésia, Susilo Bambang Yudhoyono (Foto: Made Nagi/ Reuters)O presidente da Rússia, Vladimir Putin, é recebido
pelo Presidente da Indonésia, Susilo Bambang
Yudhoyono (Foto: Made Nagi/ Reuters)

Depois de cair no esquecimento durante a crise mundial, a propensão da APEC de ‘”fantasiar” seus líderes com camisas engraçadas retornou na reunião de Bali, onde o presidente da Indonésia, de violão na mão, iniciou o curioso desfile.

O presidente americano, Barack Obama, talvez tenha ficado aliviado por ter cancelado a viagem em consequência da paralisia fiscal nos Estados Unidos. Na reunião do Fórum de Cooperação Ásia-Pacífico no Havaí ele abandonou a tradição e não obrigou os convidados a usar uma camisa havaiana.

Mas o secretário de Estado, John Kerry, que este ano o substituiu, vestiu uma camisa produzida com uma espécie de seda balinesa conhecida como “endek”.

Apesar do design indonésio, as camisas foram produzidas na China, uma vez que a globalização não perdoa.

O presidente chinês, Xi Jinping, por sua vez, vestiu vermelho e seu colega russo, Vladimir Putin, que não seguiu a tradição ano passado em Vladivostok, vestiu verde.

“Após um dia muito ativo e uma agenda muito carregada durante a manhã, relaxem e desfrutem do jantar e da atração cultural desta noite”, afirmou o anfitrião Susilo Bambang Yudhono.

O jantar de gala teve danças típicas do país e o hit “Gangnam Style” do sul-coreano Psy.

Yudhoyono, que já lançou quatro álbuns de canções românticas, pegou o violão quando soube que Putin completava 61 anos e canto “Parabéns para você” ao lado de Xi Jinping.

Em 2001, em Hanói, o então secretário de Estado americano Colin Powell dedicou uma serenata à colega japonesa, ao estilo de um cowboy que não é correspondido.

O presidente Bill Clinton iniciou a tradição em 1993 no encontro de Seattle, ao surpreender os convidados com casacos de couro.

A partir de então, outras reuniões da APEC deram prosseguimento a tradição, como em Busan (Coreia do Sul) em 2005, quando os governantes usaram o durumagi, uma espécie de quimono.

Presidente da Indonésia Susilo Bambang Yudhoyono, vestindo camiseta azul, posa para foto oficial com outros líderes da Ásia-Pacífico (Foto: Dita Alangkara/ AFP)Presidente da Indonésia Susilo Bambang Yudhoyono, vestindo camiseta azul (centro), posa para foto oficial com outros líderes da Ásia-Pacífico (Foto: Dita Alangkara/ AFP)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de outubro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,