RSS

Arquivo da tag: Costa

Forte terremoto de magnitude 6,2 sacode costa do México

AppId is over the quota
AppId is over the quota

Um forte terremoto de magnitude 6,2 sacudiu neste sábado (31) a costa do México no Oceano Pacífico, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS). De acordo com um boletim do Centro de Alertas de Tsunami no Pacífico (PTWC), “não existe nenhuma ameaça de tsunami grande e destrutivo”. Até as 11h não havia informações sobre vítimas ou danos materiais.

O USGS indicou que o tremor ocorreu às 11h53 (8h53 no horário de Brasília) a uma profundidade de 10 km e a cerca de 303 km a sudoeste da cidade costeira mexicana de Puerto Vallarta.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 31 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Forte terremoto atinge mar na costa do Panamá

AppId is over the quota
AppId is over the quota

Um terremoto de magnitude 6,8 atingiu a costa do Panamá nesta terça-feira, informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês), instituto que registra tremores em todo o mundo.

O sismo ocorreu no mar, 132 km ao sul da cidade de David, a uma profundidade de 10 km.

Não há informações sobre tsunami na região, danos ou vítimas.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Mancha de óleo encontrada na costa não é do avião desaparecido

Imagem aérea mostra rastro de óleo encontrado por aeronave do Vietnã durante buscas por avião da Malaysia Airlines que desapareceu a caminho da China (Foto: Trung Hieu/Thanh Nien Newspaper/Reuters)Imagem aérea mostra rastro de óleo encontrado
por aeronave do Vietnã
(Foto: Trung Hieu/Thanh Nien Newspaper/Reuters)

A amostra procedente de uma mancha de petróleo encontrada em frente à costa da Malásia não pertence ao Boeing 777 da Malaysia Airlines que desapareceu no sábado (8), segundo os resultados das análises revelados nesta segunda-feira (10).

“Este combustível não é utilizado nos aviões”, e sim nos barcos, declarou a porta-voz da polícia marítima da Malásia, Faridah Shuib.

A mancha foi vista a 185 km da costa oriental da Malásia, não muito distante do local onde os controladores de tráfego aéreo perderam o contato com a aeronave.

Anteriormente, um avião militar do Vietnã também havia afirmado ter encontrado um objeto amarelo que parecia ser uma parte do Boeing 777-200 que desapareceu. Mas o objeto que flutuava no mar foi resgatado e houve a confirmação de que não era parte de um bote salva-vidas, como se suspeitou anteriormente, informou a autoridade de aviação civil do país.

“Foi recuperado o objeto, após aviso e pedido do centro de resgate da Malásia, 130 quilômetros a sudoeste da ilha de Tho Chu. O objeto foi identificado como uma tampa coberta de musgo de uma bobina de cabos”, disse a Autoridade de Aviação Civil do Vietnã em seu site.

O Vietnã enviou dois helicópteros da ilha de Phu Quoc nesta segunda-feira para recuperar o item descoberto mais cedo por um avião de observação.

Mais de 48 horas depois de seu desaparecimento, o mistério continua sobre o destino do voo MH370 da companhia Malaysian Airlines entre Kuala Lumpur e Pequim com 227 passageiros de 14 nacionalidades, entre eles 153 chineses, e 12 tripulantes a bordo. O avião desapareceu no Mar do Sul da China no sábado (8).

O chefe da aviação civil da Malásia, Azharuddin Abdul Rahman, afirmou que as autoridades não descartaram que o sumiço esteja ligado a um eventual sequestro da aeronave.

mapa avião desaparecido malásia - VALE ESTE (Foto: Arte/G1)

Familiares dos passageiros desaparecidos foram orientados a se preparar para o pior, mas as buscas continuam. Um total de 24 aviões e 40 embarcações do Vietnã, China, Cingapura, Estados Unidos, Indonésia, Tailândia, Austrália, Filipinas e Nova Zelândia participam da busca no golfo da Tailândia, mas, por enquanto, sem ter encontrado restos do aparelho.

Suspeito identificado
Agências de inteligência identificaram um dos dois passageiros que embarcaram com um passaporte roubado. Durante uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira (10), o chefe da agência civil de aviação da Malásia também confirmou que os dois homens que usaram passaportes roubados não tinham aparência asiática.

Segundo o jornal britânico “The Guardian”, quando questionado sobre com quem ele se parecia, ele citou o nome do jogador de futebol ganense Balotelli. A identidade e a nacionalidade do homem não foram divulgadas pelo representante.

“Posso confirmar que não é malaio, mas não posso divulgar ainda a que país pertence”, disse o inspetor geral da polícia malaia, Tan Sri Khalid Abu Bakar, segundo o jornal local “The Star”. Ele tambem garantiu que o homem identificado não era da província chinesa de Xinjiang, região autônoma onde um conflito entre o regime comunista e minorias muçulmanas como os uigures aumentou nos últimos anos.

Os meios de comunicação chineses se perguntam se o desaparecimento do avião está vinculado ao atentado atribuído a grupos separatistas de Xinjiang praticado em 1º de março em uma estação de trem de Kunming, capital da província de Yunnan, que deixou 29 mortos e 143 feridos.

Os passaportes roubados na Tailândia em 2013 e 2012 pertencem ao italiano Luigi Maraldi e ao austríaco Christian Kozel, e nenhum dos dois se encontrava na Malásia no sábado passado.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , ,

Escândalos e desigualdade marcam eleição na Costa Rica

Pessoas fazem fila para votar durante as eleições presidenciais em San Jose, capital da costa Rica, neste domingo (2) (Foto: Juan Carlos Ulate/Reuters)Pessoas fazem fila para votar durante as eleições presidenciais em San José, capital da Costa Rica, neste domingo (2) (Foto: Juan Carlos Ulate/Reuters)

Ressentidos com escândalos de corrupção e aumento da desigualdade, os eleitores da Costa Rica, a segunda maior economia da América Central, vão às urnas neste domingo (2) para eleger o presidente em uma disputa incerta e apertada.

Cerca de 3,1 milhões de eleitores votam para designar o substituto de Laura Chinchilla, a primeira mulher presidente da história da Costa Rica, e eleger os 57 deputados do Congresso, para os próximos quatro anos, em uma jornada que começou às 6h locais (10h de Brasília).

Johny Araya, prefeito da capital San José por mais de duas décadas, tenta, aos 56 anos, levar ao terceiro mandato consecutivo o Partido da Libertação Nacional (PLN), formação social-democrata que deu uma guinada para a direita.

“Estamos certos de que vamos superar este grande desafio de vencer no primeiro turno. O PLN vai recuperar suas raízes social-democratas, sua vocação social”, declarou Araya quando acompanhava a esposa para votar.

Suas aspirações são seriamente ameaçadas, segundo as pesquisas, pelo deputado e ambientalista de 36 anos José María Villalta, da Frente Ampla (FA), que, pela primeira vez, dá à esquerda uma chance de vitória na conservadora Costa Rica. “Temos uma grande oportunidade hoje. Vamos votar em massa”, declarou à imprensa.

Villalta e Araya são seguidos de perto pelo historiador Luis Guillermo Solís, de 55 anos, do Partido Ação Cidadã (PAC, centro), e pelo empresário Otto Guevara, de 53, do Movimento Libertário (ML, direita).

A disputa nos últimos dias de campanha foi para convencer os cerca de 30% de indecisos, o que torna o resultado ainda mais difícil de prever.

Se nenhum dos 13 candidatos alcançar mais de 40 por cento dos votos, como esperado, haverá um segundo turno em abril, pela segunda vez na história da Costa Rica.

O novo governo terá que enfrentar a crescente dívida que totaliza mais de metade do Produto Interno Bruto. “Se eles não fizerem alguma coisa, então essa tendência negativa sobre a dívida poderá continuar e impactar a classificação de risco”, disse Joydeep Mukherji, analista de crédito da Standard & Poor’s.

A agência de classificação de risco Moody’s reduziu a perspectiva de avaliação da Costa Rica de estável para negativa em setembro devido a preocupações fiscais.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Mergulhador morre ao trabalhar no reboque do Costa Concordia

O mergulhador espanhol Israel Franco Moreno, de 42 anos, morreu neste sábado (1) enquanto trabalhava nos preparativos para rebocar o cruzeiro Costa Concordia, que naufragou na costa da ilha italiana de Giglio em 13 de janeiro de 2012.

Moreno teve uma das pernas gravemente ferida quando estava trabalhando sob o cruzeiro. Chegou a receber a ajuda de um colega para sair da água, mas sangrou muito e não resistiu.

O espanhol era funcionário da empresa com sede em Barcelona Tecnosub Commercial Diving. Segundo a reconstrução dos fatos, quando seu companheiro conseguiu levá-lo para superfície, Moreno ainda estava com vida e foi atendido imediatamente pelos equipes médicas.

Segundo a imprensa italiana, o megulhador ficou preso em uma estrutura no fundo do navio e sofreu um corte profundo na perna.

Moreno trabalhava na instalação em um dos lados do cruzeiro dos blocos que servirão como boias para que o navio possa ser rebocado a um porto para seu desmantelamento em junho.

O presidente da região da Toscana, Enrico Rossi, lamentou a morte e prestou condolências a toda a família do mergulhador. O naufrágio do Costa Concordia deixou 32 pessoas mortas.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Cuba passa presidência da Celac para a Costa Rica

A Costa Rica assumiu nesta quarta-feira (29) em Havana a Presidência da Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac) em uma movimentada cúpula que Cuba considerou um sucesso diplomático e na qual Chile e Peru confirmaram o fim de suas diferenças fronteiriças.

A Cúpula de Havana, da qual participaram todos os chefes de Estado e de governo do bloco, menos de Panamá e El Salvador, foi concluída com a transferência da Presidência para a Costa Rica, que liderará o fórum em 2014 com o objetivo de gerar ‘cooperação e entendimento, visão e confiança’.

Esse compromisso será assumido pelo governo que será escolhido nas eleições costarriquenhas de domingo, segundo a presidente Laura Chinchilla.

Cuba deixa a Presidência da Celac como a anfitriã de uma cúpula que recebeu os parabéns da maioria dos presentes e que vários classificaram como ‘histórica’.

O fórum aprovou a ‘Declaração de Havana’, cujo acordo de maior destaque é a proclamação da América Latina e do Caribe como uma ‘zona de paz’ com o compromisso de ‘expatriar para sempre’ o uso da força e solucionar as controvérsias de forma pacífica.

Em coincidência com essas intenções, a reunião serviu de cenário para que Peru e Chile confirmassem o fim de suas disputas fronteiriças após a recente decisão da Corte Internacional de Justiça (CIJ) de Haia sobre os limites marítimos de ambos os países depois de um processo aberto pelos peruanos.

O Peru considerou como encerrado ‘para sempre’ o capítulo de delimitação de suas fronteiras, anunciou na Celac o presidente Ollanta Humala, que destacou que seu país e o Chile dão ‘um exemplo à comunidade internacional’ ao superar suas diferenças da forma ‘mais construtiva possível’.

Em Havana ocorreu a esperada imagem de Humala e do presidente chileno em fim de mandato, Sebastián Piñera, juntos diante da imprensa, após uma reunião bilateral da qual também participou a presidente eleita do Chile, Michelle Bachelet.

Esse foi um dos muitos encontros bilaterais proporcionados pela cúpula.

Outro fato importante foi a intensa atividade do ex-presidente cubano Fidel Castro, de 87 anos e ausente do poder desde 2006, que não parou de receber visitas em sua residência em Havana.

Nos últimos dias, o líder cubano esteve com o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon; as presidentes Dilma Rousseff e Cristina Kirchner, da Argentina, e a primeira-ministra da Jamaica, Portia Simpson-Miller.

Fidel Castro também se reuniu nesta quarta-feira com o mexicano Enrique Peña Nieto e recebeu os presidentes da Bolívia, Evo Morales, Equador, Rafael Correa, e Nicarágua, Daniel Ortega.

Em relação ao conteúdo da cúpula, a nota dominante dos discursos foi o apoio à integração regional e à defesa da Celac como um mecanismo ‘de unidade dentro da diversidade’, conforme lembrou o presidente cubano, Raúl Castro.

Os mandatários presentes no fórum coincidiram na necessidade de que a Celac seja dotada de uma maior eficiência para enfrentar os desafios da região, sendo o mais importante deles a redução das desigualdades e da pobreza.

A cúpula da Celac apoiou também o processo de paz colombiano que acontece em Cuba.

Durante o evento, o polêmico assunto dos direitos humanos em Cuba foi mencionado pelo secretário-geral da ONU, que pediu que o governo de Castro ratifique os acordos internacionais nessa matéria.

A dissidência cubana denunciou uma onda de prisões durante a reunião regional e nos dias anteriores à mesma e alguns grupos de oposição pediram para se reunir com representantes de países da Celac, sem muito sucesso.

Somente a Costa Rica respondeu à solicitação da Comissão Cubana de Direitos Humanos e Reconciliação Nacional (CCDHRN) e uma das funcionárias de sua delegação se reuniu nesta quarta-feira com o líder do grupo, Elizardo Sánchez.

A cúpula hoje se limitou aos discursos sem intercâmbios ou debates: a única controvérsia foi quando o presidente da República Dominicana, Danilo Medina, se irritou com o primeiro-ministro de São Vicente e Granadinas, Ralph Gonsalves, que acusou o governo dominicano de violar os direitos dos haitianos.

Também não faltaram propostas curiosas como a do presidente boliviano, Evo Morales, que sugeriu que seus colegas da Celac espionassem os Estados Unidos.

‘Se for preciso fazer espionagem para o bem da segurança da comunidade internacional, eu proporia aos senhores que todos espionemos (o presidente americano Barack) Obama e seu governo, e assim haverá segurança mundial’, disse Morales.

Apesar da expectativa gerada pela visita a Cuba do secretário-geral da OEA, José Miguel Insulza, a primeira em mais de meio século de um responsável dessa organização, sua passagem pelo país foi discreta e o mesmo conversou por dez minutos com Raúl Castro.

A Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos nasceu em dezembro de 2011, por influência do falecido presidente venezuelano, Hugo Chávez, que foi lembrado pelo bloco na reunião de Havana. EFE

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , ,

Baleias são encontradas mortas na costa da Flórida, nos EUA

Baleias são encontradas na ilha Kice, no sudoeste da Flórida (Foto: Carolina Hidalgo/ AP)Baleias são encontradas na ilha Kice, no sudoeste da Flórida (Foto: Carolina Hidalgo/ AP)

Vinte e cinco baleias foram encontradas mortas ao longo da costa da ilha Kice, na região sudoeste da Flórida, nos Estados Unidos, na quinta-feira (23).

Os animais esperam os pequisadores que irão realizar necropsias nesta sexta-feira (24).

Pelo menos 33 baleias foram encontradas mortas na área desde o último domingo (19).

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,