RSS

Arquivo da tag: corpos

Após 15 dias de naufrágio, mais de 90 corpos seguem em balsa sul-coreana

AppId is over the quota
AppId is over the quota

As equipes de resgate da embarcação Sewol, cujo naufrágio com 302 mortos e desaparecidos completam 15 dias nesta quarta-feira (30), incorporaram a seus trabalhos um sino de mergulho para auxiliar na recuperação dos quase 100 corpos que ainda estão em seu interior.

Alunos que sobreviveram ao naufrágio prestar homenagem às vítimas e aos desaparecidos. (Foto: Kim Hong-Ji / Reuters)Alunos que sobreviveram ao naufrágio prestar homenagem às vítimas e aos desaparecidos. (Foto: Kim Hong-Ji / Reuters)

Com a balsa virada e submersa a 30 metros de profundidade, os operários estabeleceram cordas de guia nos arredores do quarto piso da popa do navio e uma base para operar o chamado ‘sino de mergulho’ assim que a maré baixar, informou a Guarda Costeira sul-coreana.

Além disso, o governo iniciou uma auditoria preliminar sobre as agências estatais que tiveram algum tipo de relação com o desastre marítimo para saber se suas ações foram apropriadas tanto em matéria de prevenção – incluídas as revisões de segurança do navio – como na resposta ao naufrágio.

A inspeção preliminar, que caso encontre irregularidades dará lugar a uma investigação mais profunda, afetará os Ministérios de Assuntos Marítimos e da Segurança Pública, assim como a Guarda Costeira e a Administração Marítima e Portuária da Coreia do Sul.

Nesta quarta, completam exatamente duas semanas desde que a balsa afundou no litoral sudoeste do país, depois de virar com 476 pessoas a bordo, entre elas 325 estudantes com entre 16 e 17 anos que realizavam uma viagem escolar.

No dia do acidente, 176 pessoas foram resgatadas e os dias que seguiram foram cruciais para buscar possíveis sobreviventes em bolsões de ar, mas as duras condições do mar dificultaram o resgate e apenas alguns poucos corpos sem vida foram recuperados.

Após uma melhora nas condições das águas uma semana depois, a maioria dos corpos foi retirada, mas, desde o domingo (27) passado, as fortes ondulações e correntes voltaram a dificultar os trabalhos dos mergulhadores.

Assim, foram recuperados apenas mais cinco corpos nesta madrugada, situando o número de mortos confirmados em 210, enquanto os desaparecidos são 92 e já não há mais esperanças de se encontrar sobreviventes.

À espera que os resultados da investigação esclareçam as causas do naufrágio, acredita-se que a embarcação fez uma manobra brusca que deslocou todo o peso de sua carga para um lado, o que desequilibrou a embarcação e a fez virar em pouco mais de uma hora.

O alto número de mortos foi atribuído ao fato de que tanto o capitão quanto a tripulação hesitaram na hora de ordenar a evacuação do navio, e, ao invés disso, pediram que os passageiros não saíssem de seus lugares.

O capitão e vários membros da tripulação foram detidos por terem abandonado o navio antes dos passageiros.

O naufrágio também criou instabilidade política na Coreia do Sul, onde o primeiro-ministro renunciou e a presidente, Park Geun-hye, pediu perdão devido às fortes críticas pela falta de prevenção e pelo gerenciamento inadequado do acidente por parte do governo.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 1 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

EUA investigam fotos em que soldados queimam corpos no Iraque

Site publicou imagens de militares queimando corpos de iraquianos em 2004 (Foto: TMZ/reprodução)Site publicou imagens de militares queimando corpos
de iraquianos em 2004 (Foto: TMZ/reprodução)

O Exército dos Estados Unidos abriu uma investigação depois que o site “TMZ” publicou fotos de marines queimando cadáveres de insurgentes iraquianos em Fallujah, em 2004, informou nesta quarta-feira (15) um porta-voz do corpo militar.

O “TMZ” postou oito imagens nas quais aparece um marine jogando gasolina sobre um corpo antes de atear fogo, assim como um soldado posando junto a um crânio humano.

“Estamos realizando uma investigação. Neste ponto, trata-se apenas de determinar a veracidade das fotos, as circunstâncias nas quais foram tiradas e se é possível identificar os soldados envolvidos’, afirmou à AFP o capitão Tyler Balzer, porta-voz do corpo de elite americano.

Segundo o TMZ, que assegura ter enviado ao Pentágono 41 fotografias, as imagens foram feitas em 2004 na cidade de Fallujah, fronteira com a Síria, reduto da insurgência iraquiana e onde ocorreram violentos combates com o exército americano.

A publicação das imagens acontece quando a cidade volta a ser cenário de violentos confrontos desde que guerrilheiros vinculados à Al-Qaeda e tribos hostis ao governo tomaram seu controle no final de dezembro.

Tomada de Fallujah
O Exército americano lançou em abril e novembro de 2004 uma forte ofensiva para recuperar Fallujah, durante a qual 95 de seus soldados perderam a vida e outros 600 ficaram feridos.

Os marines, muito criticados pela crueldade de suas operações, chegaram a ser acusados de crimes de guerra por terem matado civis e por terem admitido usar munição de fósforo branco, proibidas por uma das Convenções de Genebra.

As fotos divulgadas pelo TMZ não parecem caracterizar crimes de guerra, segundo os assessores legais do Pentágono, afirmou à AFP o coronel Steven Warren, porta-voz da instituição. “Queimar restos humanos está autorizado em algumas circunstâncias, principalmente por motivos de saúde e higiene”, explicou.

No entanto, os militares envolvidos poderão ser acusados de violar regras militares que obrigam a respeitar os corpos e os impedem de tirar este tipo de fotos.

Fonte G1

 
1 comentário

Publicado por em 16 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Família de brasileiros mortos nos EUA faz campanha para trazer corpos

A família de um casal de brasileiros encontrado morto ao lado da filha de 10 anos no sábado (7), dentro de um carro na garagem da casa em que vivia em um condomínio em Lake Nona, em Orlando, Flórida, EUA, faz uma campanha na internet para arrecadar dinheiro para trazer os corpos para o Brasil.

O casal Marcio Ferraz do Amaral, de 45 anos, e Cledione Ferraz do Amaral, de 34 anos, e a filha deles foram achados por um dos proprietários da casa, que era alugada há quase cinco anos pela família.

A irmã de Cledione, Suênia Ruppenthal, que morou em Planaltina, no Distrito Federal, disse que a família não tem condições de pagar os custos do traslado dos corpos. Segundo Suênia, o custo é de cerca de R$ 53 mil.

Reprodução de perfil em rede social de irmã de mulher morta nos Estados Unidos (Foto: Reprodução)Reprodução de perfil em rede social de irmã de mulher morta nos Estados Unidos (Foto: Reprodução)

O Itamaraty informou que o consulado brasileiro em Miami, nos EUA, está em contato com os parentes da família no Brasil e que acompanha as investigações da polícia americana. O Ministério das Relações Exteriores também diz que não pode intervir financeiramente e que a única ajuda possível é com orientação e trâmites do consulado.

“No caso de morte de um cidadão no exterior, o Itamaraty não pode arcar com os custos do transporte do corpo, mas poderá prestar a assistência necessária para que a família realize o traslado”, indica trecho da nota enviada pelo ministério.

O caso
Marcio Ferraz do Amaral era piloto de avião no Brasil e a mulher dele trabalhava em um parque temático da Disney em Orlando. O G1 entrou em contato com a polícia americana, que disse que não poderia passar detalhes do caso.

De acordo com o noticiário local WFTV, a polícia de Orange County, responsável por investigações na área onde ocorreu o crime, acredita que a família já estivesse morta há pelo menos três semanas. Segundo o noticiário, um representante do condomínio onde vivia a família Amaral sentiu um cheiro forte na residência e chamou a polícia. Os corpos foram encontrados já em estado de decomposição.

Não havia sinais de arrombamento da residência ou de ferimentos nas vítimas. Segundo a imprensa local, a polícia trabalha com a hipótese de que as mortes tenham sido resultado de duplo homicídio seguido de suicídio.

O condomínio onde a família morava é considerado de luxo – tem campo de golfe, lago e vista para uma área verde. Um aluguel de uma casa de quatro quartos e piscina na região custa US$ 1,8 mil (cerca de R$ 4 mil), segundo sites de locação de imóveis de Orlando.

A emissora de TV local “Wesh” noticiou na segunda-feira (9) que a outra dona da residência alugada pela família, Fran Mastro, afirmou que os Amaral estavam com o aluguel atrasado há vários meses e que o casal disse, em um contato feito com ela, que passava por dificuldades financeiras.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de dezembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

De tanga fio-dental, participantes exibem corpos tatuados na China

De tanga fio-dental, participantes de uma feira internacional de tatuagens em Hong Kong, na China, exibiram suas tatuagens feitas pelo artista taiwanês Diau-An. O evento reuniu diversos artistas internacionais e terminou no domingo (6).

Participantes exibem tatuagens feitas pelo artista taiwanês Diau-An (Foto: Kin Cheung/AP)Participantes exibem tatuagens feitas pelo artista taiwanês Diau-An (Foto: Kin Cheung/AP)Evento reuniu diversos artistas internacionais e terminou no domingo (Foto: Philippe Lopez/AFP)Evento reuniu diversos artistas internacionais e terminou no domingo (Foto: Philippe Lopez/AFP)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Itália prossegue com trabalho para retirar corpos em Lampedusa

Mergulhadores italianos retomaram nesta terça-feira (8) o trabalho de recuperação dos corpos das vítimas do naufrágio da última quinta-feira (3) na ilha de Lampedusa.

Na noite de segunda-feira (7), dois barcos, com bandeira do Panamá e Dinamarca, resgataram mais de 400 imigrantes a 100 km da costa siciliana.

“A primeira equipe de mergulhadores acaba de retornar com quatro corpos recuperados entre os destroços da embarcação. Liberaram outros, mas ainda devem ser recuperados”, afirmou Leonardo Ricci, porta-voz da guarda costeira de Lampedusa.

Soldados italianos carregam corpos de vítimas do naufrágio neste domingo (6) em Lampedusa (Foto: Reuters)Soldados italianos carregam corpos de vítimas do naufrágio neste domingo (6) em Lampedusa (Foto: Reuters)

No total, 155 pessoas foram resgatadas com vida das quase 500, principalmente da Eritreia e Somália, que eram transportadas na embarcação. Até o momento, 235 corpos foram recuperados.

O Ministério Público de Agrigento, na Sicília, que investiga o naufrágio, emitiu uma ordem de prisão contra o tunisiano Kaled Bensalam, detido durante a chegada dos primeiros sobreviventes, acusado de homicídios múltiplos, naufrágio e apoio à imigração ilegal.

Ao mesmo tempo, o fluxo de imigrantes no Mediterrâneo não dá trégua.

Um navio de carga com bandeira panamenha, o “Begonia G.”, salvou 263 pessoas, que alegam ser sírios e palestinos, a mais de 100 km das costas sicilianas.

Outro navio, de bandeira dinamarquesa, salvou 141 imigrantes, que dizem ser sírios, incluindo 39 mulheres e 28 crianças.

Todos os resgatados foram levados para a Sicília.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 9 de outubro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Corpos de brasileiros mortos na Guiana devem chegar a RR na sexta

Os corpos dos quatro brasileiros mortos em um soterramento na Guiana, na última quinta-feira (26), ainda dependem da liberação das autoridades guianenses para serem traslados até Roraima. Segundo a Secretaria Extraordinária de Assuntos Internacionais, órgão estadual que acompanha o caso, a previsão é que os corpos das vítimas cheguem ao estado somente na sexta-feira (4).

A tragédia matou Tiago Nunes Pinto, de 23 anos, João Gonçalves, de 56 anos, Ronaldo da Silva Souza, de 32 anos, e João Nilson Pinto Mendes. Apenas duas pessoas sobreviveram. Eles trabalhavam em um garimpo localizado na Vila São Martins, às margens do rio Cuyuní, na fronteira entre Venezuela e Guiana.

Os garimpeiros estavam em um barranco com profundidade de 15 metros quando houve o deslizamento de terra, ocasionando a morte das quatro vítimas que moravam em Boa Vista (RR). De acordo com relato de familiares, o grupo estava há pouco tempo trabalhando no país vizinho.

O secretário de Assuntos Internacionais, Eduardo Oestreicher, informou que na sexta-feira (27) os corpos das vítimas foram levados para Georgetown, capital da Guiana, para serem autopsiados e embalsamados.

“Devido ao estado dos corpos, a funerária informou que terá que fazer o embalsamento de uma vítima por dia. O serviço só é realizado à noite, é demorado e começou a ser feito ontem [segunda-feira]. A previsão é que o último corpo seja liberado de quinta para sexta-feira desta semana”, detalha.

A documentação para o traslado das vítimas também está sendo providenciada. Oestreicher disse que foi informado pelo Consulado da Guiana que o Exército do país teria um avião disponível para, em um voo humanitário, trazer os corpos até Lethem, na fronteira com o Brasil.

“A logística do traslado dos corpos das vítimas ainda está sendo definida. Estamos tentando ajuda de todas as partes”, destaca o secretário de Assuntos Internacionais. As famílias dos garimpeiros têm recebido informações sobre os trâmites por meio do órgão estadual.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de outubro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Médicos retiram quatro corpos de aeronave que se acidentou nos EUA

Médicos legistas recuperaram nesta terça-feira (1°) quatro corpos dos destroços de um avião de pequeno porte que bateu contra um hangar e ficou em chamas no aeroporto de Santa Mônica, perto de Los Angeles, no fim de semana, disse o chefe de operações do escritório do legista.

Os quatro mortos no acidente de domingo – dois homens e duas mulheres – ainda não foram identificados. Esse processo e as autópsias das vítimas provavelmente levarão um ou dois dias para serem concluídos, afirmou Craig Harvey, do departamento legista do condado de Los Angeles.

A construtora Morley Builders, com sede em Santa Mônica, informou na segunda-feira (30) que seu executivo-chefe, Mark Benjamin, e o filho dele, Luke, engenheiro sênior de projetos na empresa, estavam entre os ocupantes do aparelho.

Acredita-se que a namorada de Luke também estava no avião. Benjamin, de 63 anos, era um dos membros do conselho-diretor da Liga de Conservação de Idaho.

Aeroporto de Santa Mônica foi atingido por um incêndio após avião atingir o hangar (Foto: Ringo H.W. Chiu/ AP)Aeroporto de Santa Mônica foi atingido por um incêndio após avião atingir o hangar (Foto: Ringo H.W. Chiu/ AP)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de outubro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , ,