RSS

Arquivo da tag: consumo

Setor de bens de consumo acelera estratégia de mídias sociais

AppId is over the quota
Objetivo é adotar novas formas de estabelecer a aprimorar o relacionamento com os consumidores, indica levantamento.

Estudo conduzido pela Economist Intelligence Unit (EIU), consultoria ligada à revista britânica The Economist, e patrocinado pela Oracle Consumer Goods aponta que companhias do setor de bens de consumo estão adotando novas formas de estabelecer a aprimorar o relacionamento com os consumidores.

De acordo com o relatório “New Directions: Consumer Goods Companies Hone a Cross-Channel Approach to Consumer Marketing”, o uso de canais móveis e sociais têm ajudado as organizações do segmento a ficarem mais familiarizadas com o modelo direto de vendas, sendo que o número de empresas que vão adotar essa estratégia nos próximos 12 meses deverá aumentar de 24% para 41%.

“A interação direta com o consumidor está crescendo e, na atual economia global e altamente competitiva, é fundamental que essas organizações aproveitem ao máximo cada ponto de interação”, afirma Cassandra Moren, diretora sênior de marketing para o setor de produtos de consumo da Oracle.

Nos próximos 12 meses, indica o estudo, os 221 executivos ouvidos demonstraram o desejo de usar mídia sociais para inúmeras atividades de marketing, incluindo promoção de produtos (74%), obtenção de feedback do consumidor (63%) e atendimento ao cliente (62%).

Os entrevistados apontaram ainda que as mídias sociais são prioridade para aumentar e garantir fidelidade dos clientes nos próximos 12 meses. Enquanto isso, 17% apontaram que as redes já estão no topo da estratégia corporativa.

Especial - IT Leaders 2011

O ITBOARD materializa a nova plataforma de conversas do Século XXI. Concentra o diálogo sobre tecnologia e inovação movido a tweets de quem está imerso nesses assuntos. ENTRE NA CONVERSA

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de março de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Como reduzir o consumo de energia dos PCs

AppId is over the quota
Estudo da Ovum revela que as empresas podem obter redução de até 40% no consumo, usando tecnologias adequadas para esse fim.

Os departamentos de TI estão perdendo oportunidades importantes de economizar energia. O principal fator são receios de que as soluções de consumo energia dos PC possam perturbar as principais operações de TI na empresa, de acordo com a consultoria Ovum.

No estudo “Selecting a PC Power Management Solution Vendor”, a consultoria revela como as organizações podem obter, em média, economias no consumo de energia até 40% com o uso adequado de soluções para esse fim. Isso equivale a uma economia anual de 380 kWh, ou seja de 586 quilos de CO2 por PC, poupando às organizações 36 dólares por PC, anualmente.

Os números são baseados na avaliação da Ovum de 11 soluções de gestão de consumo energético, englobando as da 1E, Dell KACE, IBM Lumension, Verismic, entre outras. “Com o custo da eletricidade subindo e o aumento da pressão sobre as organizações para que implantem iniciativas de sustentabilidade, as soluções em questão podem ser uma forma eficaz de reduzir o consumo de energia e logo, os custos operacionais”, defende Rhonda Ascierto, analista sénior da Ovum e autor do estudo.

As soluções de gestão de consumo energético dos PC podem também ajudar as empresas a responderem às crescentes expectativas de acionistas e consumidores – no sentido de gerirem os negócios de uma maneira ambientalmente responsável, acrescenta a Ovum. As soluções de gestão de consumo energético de PC apresentam relatórios avançados passíveis de serem incorporadas em programas mais amplos de sustentabilidade das empresas.

Contudo, há receios importantes entre os responsáveis de TI. “Existe uma desconfiança geral entre os departamentos de TI e um receio quanto à possibilidade de as soluções de gestão de energia perturbarem as principais operações de TI”, revela Ascierto.”Mas isso é um equívoco: nenhuma das soluções de gestão de energia analisadas para o estudo tem impacto na manutenção ou outros processos de TI.”

Algumas empresas estão também muito dependentes de tecnologias de economia de energia já incorporadas nos desktop. Muitas vezes são inadequadas, adverte a Ovum, por não conseguirem resolver o problema da “insónia dos PC”: o fenómeno ocorre quando uma máquina se torna incapaz de se desligar ou mudar para um modo de consumo de energia.

“Deve haver um enfoque em soluções capazes de proporcionar resultados mensuráveis e accionáveis, incentivadores da participação dos funcionários”.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de fevereiro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , ,