RSS

Arquivo da tag: Conhea

Conheça números do One Direction: Discos, vídeos e (muito) dinheiro

AppId is over the quota
AppId is over the quota
Os integrantes do One Direction (Foto: Divulgação/T4F)Os integrantes do One Direction (Foto: Divulgação/T4F)

A história do One Direction começou quando Niall Horan, Zayn Malik, Liam Payne, Harry Styles e Louis Tomlinson perderam a sétima edição do programa “The X Factor”, em 2010. Mas foi também ali que ganharam Simon Cowell, criador do programa e dono da gravadora Syco Records, que os contratou imediatamente.

Pouco mais de três anos depois, eles já bateram recorde nas paradas da Billboard, venderam milhões de discos, lotaram estádios de futebol em todos os continentes e estão a caminho de se tornar a primeira boy band a ganhar US$ 1 bilhão. Segundo o site da empresa que os agencia, a Modest Management, o One Direction já vendeu mais de 20 milhões de singles, 11 milhões de álbuns e mais de um milhão de DVDs. Além disso, o documentário “One Direction: This is us” teria arrecadado US$ 67 milhões em bilheterias nos cinemas. Nada mal para uma banda onde o integrante mais velho tem pouco mais de 22 anos.

Nesta quinta (8), o One Direction faz seu primeiro show no Brasil, no Parque dos Atletas, no Rio de Janeiro. No final de semana, se apresenta nos dias 10 e 11 em São Paulo, no Estádio do Morumbi.

Veja abaixo alguns de seus impressionantes números.

Discos

Capa de 'Up all night', do One Direction (Foto: Divulgação)Capa de ‘Up all night’, do One Direction (Foto:
Divulgação)


O One Direction foi a primeira banda na história a ter seus três primeiros discos estreando direto no número 1 da Top 200 da Billboard. “Up all night” foi lançado em novembro de 2011 no Reino Unido e na Irlanda, chegando em março de 2012 aos EUA, onde vendeu 176 mil cópias apenas na primeira semana. O disco chegou ao primeiro lugar nas paradas de 17 países e encerrou 2012 como o terceiro álbum mais vendido do mundo, com 4,5 milhões de cópias.

Capa de 'Take me home', do One Direction (Foto: Divulgação)Capa de ‘Take me home’, do One Direction (Foto:
Divulgação)

“Take me home” foi lançado em novembro de 2012 e, apenas nos Estados Unidos, vendeu 540 mil cópias em sua primeira semana. Chegou ao topo das paradas em 37 países e foi o quarto disco mais vendido do mundo em 2012, com 4,4 milhões de cópias.

Capa de 'Midnight memories', do One Direction (Foto: Divulgação)Capa de ‘Midnight memories’, do One Direction
(Foto: Divulgação)

“Midnight memories” foi lançado em 25 de novembro de 2013, e alcançou a marca de 546 mil cópias em sua primeira semana nos Estados Unidos. Chegou ao primeiro lugar nas paradas de 31 países e, de acordo com a Federação Internacional da Indústria Fonográfica, fechou o ano como o disco mais vendido do mundo, com 4 milhões de cópias.

Turnês

Banner da 'Up all night tour', do One Direction (Foto: Divulgação)Banner da ‘Up all night tour’, do One Direction (Foto: Divulgação)

A “Up all night tour” começou em 18 de dezembro de 2011, em Watford (Inglaterra), e foi encerrada em 1 de julho de 2012, em Fort Lauderdale (EUA). Teve 60 shows, sendo 26 na Europa e 27 na América do Norte, além de passagens pela Austrália e Nova Zelândia.

Banner da 'Take me home tour', do One Direction (Foto: Divulgação)Banner da ‘Take me home tour’, do One Direction (Foto: Divulgação)

A “Take me home tour” começou em 23 de fevereiro de 2013, em Londres (Inglaterra) e acabou em 3 de novembro, em Tóquio (Japão). Seus 128 shows garantiram o décimo lugar na lista de turnês mais lucrativas do ano do site Pollstar, com US$ 114 milhões.

Banner da 'Where we are tour', do One Direction (Foto: Divulgação)Banner da ‘Where we are tour’, do One Direction (Foto: Divulgação)

A “Where we are tour” teve início no dia 25 de abril, em Bogotá (Colômbia) e tem seu encerramento previsto para 5 de outubro, em Miami (EUA). O número de shows ainda não é definitivo, já que a banda anunciou datas extras em vários países. Isso aconteceu, por exemplo, com o Brasil, onde foi marcada uma segunda data em São Paulo.

Vídeos

Cena do clipe de 'What makes you beautiful', do One Direction (Foto: Divulgação)Cena do clipe de ‘What makes you beautiful’, do One Direction (Foto: Divulgação)

O canal oficial do One Direction no Vevo/Youtube, criado em dezembro de 2010, tem pouco mais de 13 milhões de assinantes e chega a 2,795 bilhões de visualizações. O campeão de visualizações é o clipe de “What makes you beautiful”, com 514,352 milhões. O segundo colocado é “One thing”, com 317,481 milhões.

Cena do clipe de 'Best song ever', do One Direction (Foto: Divulgação)Cena do clipe de ‘Best song ever’, do One Direction (Foto: Divulgação)

Os vídeos mencionados acima estão entre os seis com mais de 200 milhões de acessos, seguidos por “Live while we’re young”, “Best song ever”, “Kiss you” e “Story of my life”. Outros três vídeos também já passam dos 100 milhões: “One way or another”, “Little things” e “Gotta be you”.

Redes sociais

Perfis do One Direction no Facebook, Google +, Vevo e Twitter (Foto: Divulgação)Perfis do One Direction no Facebook, Google +, Vevo e Twitter (Foto: Divulgação)

O perfil oficial da banda no Facebook tem 29,5 milhões de curtidas. No Twitter, eles são seguidos por 18,8 milhões de pessoas – e seguem 3,6 mil. O One Direction também tem um perfil no Google +, com 2,7 milhões de seguidores. Além, claro, do já mencionado canal no Vevo/Youtube, com 13 milhões de seguidores.

Dinheiro

Zayn Malik, Niall Horan, Liam Payne, Louis Tomlinson e Harry Styles, do One Direction (Foto: Divulgação/T4F)Zayn Malik, Niall Horan, Liam Payne, Louis Tomlinson e Harry Styles, do One Direction (Foto: Divulgação/T4F)

O site Businessinsider estimou, em agosto de 2013, que o One Direction pode se tornar a primeira boy band a valer US$ 1 bilhão. Considerando uma média de preços de ingressos, o site avalia que as três turnês podem somar mais de US$ 450 milhões. Quanto aos discos, as vendas podem chegar a US$ 300 milhões. A conta inclui ainda US$ 15 milhões obtidos com vendas de DVDs e US$ 67,5 milhões arrecadados com itens licenciados como camisetas, brinquedos, travesseiros, perfume etc.

Segundo a revista britânica “Heat”, O One Direction fechou 2013 no topo da lista de britânicos mais ricos com menos de 30 anos, somando 59,33 milhões de libras.

A revista “Forbes” os incluiu, em janeiro de 2014, na lista de músicos mais ricos com menos de 30 anos, estimando que eles tenham ganhado pelo menos 25 milhões de libras apenas em 2013.

É difícil saber as quantias exatas, mas Liam Payne e Louis Tomlinson ganhariam ainda mais dinheiro do que Niall Horan, Zayn Malik e Harry Styles. Por serem autores de um número maior de músicas, eles têm direito a receber uma porcentagem maior sobre os direitos autorais.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de maio de 2014 em Música

 

Tags: , , , , , ,

Conheça números do One Direction: Discos, vídeos e (muito) dinheiro

AppId is over the quota
AppId is over the quota
Os integrantes do One Direction (Foto: Divulgação/T4F)Os integrantes do One Direction (Foto: Divulgação/T4F)

A história do One Direction começou quando Niall Horan, Zayn Malik, Liam Payne, Harry Styles e Louis Tomlinson perderam a sétima edição do programa “The X Factor”, em 2010. Mas foi também ali que ganharam Simon Cowell, criador do programa e dono da gravadora Syco Records, que os contratou imediatamente.

Pouco mais de três anos depois, eles já bateram recorde nas paradas da Billboard, venderam milhões de discos, lotaram estádios de futebol em todos os continentes e estão a caminho de se tornar a primeira boy band a ganhar US$ 1 bilhão. Segundo o site da empresa que os agencia, a Modest Management, o One Direction já vendeu mais de 20 milhões de singles, 11 milhões de álbuns e mais de um milhão de DVDs. Além disso, o documentário “One Direction: This is us” teria arrecadado US$ 67 milhões em bilheterias nos cinemas. Nada mal para uma banda onde o integrante mais velho tem pouco mais de 22 anos.

Nesta quinta (8), o One Direction faz seu primeiro show no Brasil, no Parque dos Atletas, no Rio de Janeiro. No final de semana, se apresenta nos dias 10 e 11 em São Paulo, no Estádio do Morumbi.

Veja abaixo alguns de seus impressionantes números.

Discos

Capa de 'Up all night', do One Direction (Foto: Divulgação)Capa de ‘Up all night’, do One Direction (Foto:
Divulgação)


O One Direction foi a primeira banda na história a ter seus três primeiros discos estreando direto no número 1 da Top 200 da Billboard. “Up all night” foi lançado em novembro de 2011 no Reino Unido e na Irlanda, chegando em março de 2012 aos EUA, onde vendeu 176 mil cópias apenas na primeira semana. O disco chegou ao primeiro lugar nas paradas de 17 países e encerrou 2012 como o terceiro álbum mais vendido do mundo, com 4,5 milhões de cópias.

Capa de 'Take me home', do One Direction (Foto: Divulgação)Capa de ‘Take me home’, do One Direction (Foto:
Divulgação)

“Take me home” foi lançado em novembro de 2012 e, apenas nos Estados Unidos, vendeu 540 mil cópias em sua primeira semana. Chegou ao topo das paradas em 37 países e foi o quarto disco mais vendido do mundo em 2012, com 4,4 milhões de cópias.

Capa de 'Midnight memories', do One Direction (Foto: Divulgação)Capa de ‘Midnight memories’, do One Direction
(Foto: Divulgação)

“Midnight memories” foi lançado em 25 de novembro de 2013, e alcançou a marca de 546 mil cópias em sua primeira semana nos Estados Unidos. Chegou ao primeiro lugar nas paradas de 31 países e, de acordo com a Federação Internacional da Indústria Fonográfica, fechou o ano como o disco mais vendido do mundo, com 4 milhões de cópias.

Turnês

Banner da 'Up all night tour', do One Direction (Foto: Divulgação)Banner da ‘Up all night tour’, do One Direction (Foto: Divulgação)

A “Up all night tour” começou em 18 de dezembro de 2011, em Watford (Inglaterra), e foi encerrada em 1 de julho de 2012, em Fort Lauderdale (EUA). Teve 60 shows, sendo 26 na Europa e 27 na América do Norte, além de passagens pela Austrália e Nova Zelândia.

Banner da 'Take me home tour', do One Direction (Foto: Divulgação)Banner da ‘Take me home tour’, do One Direction (Foto: Divulgação)

A “Take me home tour” começou em 23 de fevereiro de 2013, em Londres (Inglaterra) e acabou em 3 de novembro, em Tóquio (Japão). Seus 128 shows garantiram o décimo lugar na lista de turnês mais lucrativas do ano do site Pollstar, com US$ 114 milhões.

Banner da 'Where we are tour', do One Direction (Foto: Divulgação)Banner da ‘Where we are tour’, do One Direction (Foto: Divulgação)

A “Where we are tour” teve início no dia 25 de abril, em Bogotá (Colômbia) e tem seu encerramento previsto para 5 de outubro, em Miami (EUA). O número de shows ainda não é definitivo, já que a banda anunciou datas extras em vários países. Isso aconteceu, por exemplo, com o Brasil, onde foi marcada uma segunda data em São Paulo.

Vídeos

Cena do clipe de 'What makes you beautiful', do One Direction (Foto: Divulgação)Cena do clipe de ‘What makes you beautiful’, do One Direction (Foto: Divulgação)

O canal oficial do One Direction no Vevo/Youtube, criado em dezembro de 2010, tem pouco mais de 13 milhões de assinantes e chega a 2,795 bilhões de visualizações. O campeão de visualizações é o clipe de “What makes you beautiful”, com 514,352 milhões. O segundo colocado é “One thing”, com 317,481 milhões.

Cena do clipe de 'Best song ever', do One Direction (Foto: Divulgação)Cena do clipe de ‘Best song ever’, do One Direction (Foto: Divulgação)

Os vídeos mencionados acima estão entre os seis com mais de 200 milhões de acessos, seguidos por “Live while we’re young”, “Best song ever”, “Kiss you” e “Story of my life”. Outros três vídeos também já passam dos 100 milhões: “One way or another”, “Little things” e “Gotta be you”.

Redes sociais

Perfis do One Direction no Facebook, Google +, Vevo e Twitter (Foto: Divulgação)Perfis do One Direction no Facebook, Google +, Vevo e Twitter (Foto: Divulgação)

O perfil oficial da banda no Facebook tem 29,5 milhões de curtidas. No Twitter, eles são seguidos por 18,8 milhões de pessoas – e seguem 3,6 mil. O One Direction também tem um perfil no Google +, com 2,7 milhões de seguidores. Além, claro, do já mencionado canal no Vevo/Youtube, com 13 milhões de seguidores.

Dinheiro

Zayn Malik, Niall Horan, Liam Payne, Louis Tomlinson e Harry Styles, do One Direction (Foto: Divulgação/T4F)Zayn Malik, Niall Horan, Liam Payne, Louis Tomlinson e Harry Styles, do One Direction (Foto: Divulgação/T4F)

O site Businessinsider estimou, em agosto de 2013, que o One Direction pode se tornar a primeira boy band a valer US$ 1 bilhão. Considerando uma média de preços de ingressos, o site avalia que as três turnês podem somar mais de US$ 450 milhões. Quanto aos discos, as vendas podem chegar a US$ 300 milhões. A conta inclui ainda US$ 15 milhões obtidos com vendas de DVDs e US$ 67,5 milhões arrecadados com itens licenciados como camisetas, brinquedos, travesseiros, perfume etc.

Segundo a revista britânica “Heat”, O One Direction fechou 2013 no topo da lista de britânicos mais ricos com menos de 30 anos, somando 59,33 milhões de libras.

A revista “Forbes” os incluiu, em janeiro de 2014, na lista de músicos mais ricos com menos de 30 anos, estimando que eles tenham ganhado pelo menos 25 milhões de libras apenas em 2013.

É difícil saber as quantias exatas, mas Liam Payne e Louis Tomlinson ganhariam ainda mais dinheiro do que Niall Horan, Zayn Malik e Harry Styles. Por serem autores de um número maior de músicas, eles têm direito a receber uma porcentagem maior sobre os direitos autorais.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de maio de 2014 em Música

 

Tags: , , , , , ,

Conheça os tipos de amigos mais excluídos no Facebook

Conheça os tipos de amigos mais excluídos no Facebook (Foto: Reuters)Conheça os tipos de amigos mais excluídos no Facebook (Foto: Reuters)

Se você está no Facebook já há alguns anos, é provável que sua lista de amigos tenha saído do seu controle.

Talvez você conheça mais detalhes sobre um ex-colega de escola do que no tempo em que estudavam juntos. Parece-lhe estranho olhar para fotos dele embora vocês não se falem há dez anos. E você ainda se sente incomodado pelos comentários dele sobre política. Você não está sozinho: este é o candidato perfeito para ser removido da sua lista de amigos.

Dois estudos da Universidade de Denver, no Colorado (EUA), jogam uma nova luz sobre o tipo de amigo que é excluído do Facebook e as reações emocionais à esta situação.

Os principais tipos de pessoas que são excluídas são: colegas do ensino médio, amigos do amigo, colegas de trabalho e amigos com interesses comuns.

Os estudos mostram que o ‘líder’ em exclusão são os conhecidos do ensino médio.

‘A forma mais comum de excluir um ex-colega do ensino médio é porque geralmente elas postam comentários sobre assuntos polêmicos, como religião ou política’, diz o autor, Christopher Sibona, do programa de Ciência da Computação e Sistemas de Informação Universidade de Denver.

‘Outro grande motivo para exclusão de amigos é quando estes publicam coisas pouco interessantes’, disse ele.

Sibona analisou o fenômeno da exclusão de amigos, que em inglês tem uma palavra só mais contundente: ‘unfriend’ (algo como ‘desamigar’, em um neologismo).

‘Vimos que as pessoas muitas vezes excluem colegas de trabalho devido a suas ações no mundo real e não pelo que eles postam no Facebook’, diz Sibona.

Ambos os estudos são baseados em uma pesquisa com 1.077 pessoas e foram apresentados durante uma conferência no Havaí.

Reação
Além de analisar os perfis mais prováveis a serem excluídos, Sibona investigou as reações dos eliminados e encontrou uma gama de emoções ligadas a esta situação, que vai de raiva ao riso.

As reações mais comuns foram ‘fiquei surpreso’, ‘isso me incomodou’, ‘ri’ e ‘fiquei triste’.

O que determina a reação é, claro, o quão próximo você é deste amigo que te excluiu, diz Sibona. ‘Você pode ficar triste ou preocupado se o seu melhor amigo te excluir’.

‘O custo de manter amizades é muito baixo, por isso, se alguém faz um esforço consciente para apertar um botão para se livrar de mim, isso pode machucar’, diz o pesquisador.

O estudo descobriu que existem dois fatores que fazem um usuário se sentir mal: se o eliminado for um amigo próximo daquele que o eliminou e até que ponto a pessoa deletada observava o perfil do agora ‘ex-amigo’.

A pesquisa revelou que a exclusão ocorre com mais frequência entre amigos que alguma vez foram próximos do que entre aqueles que são apenas conhecidos.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 29 de abril de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Conheça o novo líder da Crimeia, empresário fiel à Rússia

Novo premiê da Crimeia tem passado obscuro e é ligado ao presidente da Rússia (Foto: Alexander Nemenov/AFP)Novo premiê da Crimeia tem passado obscuro e é ligado ao presidente da Rússia (Foto: Alexander Nemenov/AFP)

Sergei Aksyonov, o novo primeiro-ministro da Crimeia, é um empresário de passado obscuro, que prosperou após o desaparecimento da União Soviética e que agora quer devolver esta península ucraniana à órbita russa.

Chamado de “O Duende”, Aksyonov foi nomeado primeiro-ministro em uma sessão extraordinária do Parlamento da Crimeia em fevereiro, depois que as forças armadas russas tomaram o controle dos edifícios públicos e dos pontos-chave desta região. Pouco se sabe do passado deste homem de 41 anos, que nega ter formado parte de um grupo criminoso que atuava na Crimeia nos anos 1990.

Por trás de seu aspecto de homem atlético, com nariz de boxeador e sempre cercado de guarda-costas com aspecto rude, se esconde um bom orador, como demonstrou no domingo passado em Simferopol, a capital da Crimeia, onde a frota russa no Mar Negro está ancorada.

Este território, de população majoritariamente de língua russa, formou parte da Rússia até 1954, quando se converteu em uma região autônoma na Ucrânia, que em 1991 se tornou independente após o desaparecimento da URSS.

“Superaremos a adversidade e todos os obstáculos, e restauraremos a justiça histórica”, declarou Aksyonov no domingo diante de cerca de 10 mil pessoas reunidas em Simferopol, muitas delas carregando bandeiras russas. “Junto à Rússia construiremos nosso futuro”, gritou diante da multidão, que respondia com gritos de ‘Hurra! Hurra!’.

Aksyonov é o líder da campanha a favor da anexação da Crimeia à Rússia, que no próximo domingo será submetida a referendo, uma consulta considerada ilegal pelas novas autoridades pró-ocidentais de Kiev. O novo primeiro-ministro também foi nomeado chefe de Estado-Maior na Crimeia e afirma que, se sua anexação for aprovada, suas forças entrarão para formar parte do exército russo. Na segunda-feira cerca de 200 membros das milícias pró-russas prestaram juramento como soldados da Crimeia.

Segundo Aksyonov, em caso de independência a Crimeia abandonaria a grivna, a moeda ucraniana, e adotaria o rublo, a moeda russa.

Coletes à prova de balas
Nascido em 1972 na Moldávia, na época sob controle soviético, Sergei Aksyonov foi empresário durante os anos 1990 em Simferopol, com interesses no setor imobiliário e da alimentação, num momento em que o capitalismo começava a se expandir na antiga URSS.

Em 2009 iniciou sua carreira na política, convertendo-se em ativista de três organizações pró-russas, segundo o centro de investigações jornalísticas de Simferopol, uma organização financiada com fundos britânicos e americanos.

Um destes grupos se converteu em 2010 no partido Unidade Russa, do qual é líder, mas que nas eleições regionais do ano passado obteve apenas 4% dos votos.

Segundo Gennadiy Moska, um veterano deputado ucraniano, é evidente que o objetivo da investidura de Aksyonov é a de realizar uma separação ‘como a de Transnístria ou Kosovo’.

Segundo o deputado, o pai de Aksyonov é o líder da comunidade russa de Transnístria, um território separatista não reconhecido da Moldávia que tem o apoio de Moscou.

Em 2010, o agora primeiro-ministro denunciou por difamação Mykhailo Bakharev, um político ucraniano que o acusou de ter formado parte de um grupo criminoso em Simferopol chamado Salem, segundo o centro de investigações jornalísticas. Aksyonov terminou derrotado nos tribunais.

Em caso de vitória no referendo de domingo, não está claro qual será o papel de Aksyonov, que costuma aparecer em público com um colete à prova de balas e que dirige a federação local de luta greco-romana. Os ucranianos e os tártaros que vivem na Crimeia temem que seu futuro, com ou sem Aksyonov, se torne mais obscuro se a península terminar formando parte da Rússia.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , ,

Conheça os 13 principais momentos da ‘World Wide Web’, que faz 25 anos

Alguns conceitos fundamentais da internet remetem aos anos 1950, mas a história pública da “World Wide Web” começou realmente há 25 anos. Veja os 13 principais acontecimentos envolvendo a rede desde então:

1 – 12 de março de 1989: o especialista em informática britanico Tim Berners-Lee faz circular sua “proposta de gestão da informação” no interior da Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear (CERN), cimentando as bases da Internet mundial. Os códigos de programação foram divulgados no ano seguinte, junto ao primeiro navegador batizado de “WorldWideWeb”.

2 – 1993: uma equipe da universidade de Illinois (norte dos Estados Unidos), liderada por Marc Andreessen, desenvolve Mosaic, um navegador com uma interface intuitiva que ajuda a publicar na internet e serve de plataforma para o navegador Netscape, lançado no ano seguinte.

3 – 1994: nasce a livraria online “Amazon.com”. A China entra na internet, mas filtra seus conteúdos. A Casa Branca lança seu site, “www.whitehouse.gov”, mas alguns usuários, querendo acessá-lo, digitam o endereço “.com” e encontram um site pornográfico.

4 – 1995: primeira conexão de internet na África. O grupo de informática Microsoft inicia uma “guerra de navegadores” ao lançar o Internet Explorer, que termina liquidando o Netscape, enquanto o eBay começa suas vendas online. Em todo o mundo são 16 milhões de internautas, 0,4% da população mundial.

5 – 1996: a Nokia lança o primeiro celular com conexão à internet.

6 – 1998: as autoridades dos Estados Unidos confiam a regulamentação mundial dos nomes de domínio (extensões como “.com”, “.gov” e outras) a um organismo privado, mas baseado em seu país, o ICANN. Primeiros passos do Google, que se transfomará no principal site de buscas na internet.

 7 – 2000: o vírus “ILOVEYOU” infecta milhões de computadores no mundo, gerando danos de bilhões de dólares e chamando atenção para a segurança na rede. A febre provocada pela internet e suas startups eleva o índice da bolsa americana Nasdaq, que trabalha com informática, a um recorde inédito de 5.048 pontos. A explosão da “bolha”‘ faz cair até 1.114 pontos em 2002.

8 – 2001: a justiça dos Estados Unidos fecha o popular serviço de compartilhamento de música online Napster, símbolo dos debates sobre os direitos autorais na rede.

9 – 2005: a internet alcança bilhões de usuários.

10 – 2007: a Estônia organiza a primeira eleição legislativa online.

11 – 2012: a rede social Facebook supera 1 bilhão de usuários. O robô Curiosity da Nasa se registra no aplicativo de localização Foursquare no planeta Marte. A França acaba com sua rede telemática Minitel.

12 – 2012: a ONU adota, com a adesão de 89 estados, um tratado sobre a regulamentação das telecomunicações que é recusado por outros 55 países, entre eles os Estados Unidos, em nome da liberdade da internet. Alguns países criticam o excessivo peso dos Estados Unidos na rede.

13 – 2013: 40% da população mundial, cerca de 2,7 bilhões de pessoas, acessam a internet. O chinês supera o inglês como língua dominante.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Conheça as profissões ‘mais ameaçadas’ pela tecnologia

Cargos nas áreas de educação, saúde, arte, mídia, gestão, negócios e finanças são os que têm maior probabilidade de sobreviver aos avanços na tecnologia, aponta estudo da Universidade de Oxford.

A crescente informatização, porém, continuará a eliminar profissões, principalmente aquelas que não exigem habilidades criativas, sociais e percepção espacial mais sofisticada. São atividades em áreas como vendas, produção industrial, suporte administrativo, transporte e construção civil.

Os pesquisadores Carl Benedikt Frey, do Departamento de Filosofia, e Michael A. Osborne, do Departamento de Engenharia, analisaram 702 profissões – retiradas de uma classificação americana – segundo a probabilidade de perdas de postos de trabalho devido aos avanços tecnológicos.

Aplicando fórmulas estatísticas, eles deram notas entre 0 e 1 para essas profissões – quanto maior a classificação, maior o risco de desaparecimento.

A fórmula aplicada levou em conta o quanto essas atividades demandam criatividade, interação social, percepção espacial e atividades manuais complexas.

São habilidades que ainda não foram incorporadas por computadores e talvez nunca sejam. O atual estágio tecnológico não indica que isso seja possível nas próximas duas décadas, observam os pesquisadores.

“Profissões que exigem habilidades criativas e sociais estão imunes à informatização”, disse Osborne, em entrevista à BBC Brasil.

O artigo que apresenta a pesquisa explica que a criatividade depende de valores humanos que variam muito no tempo e em diferentes culturas, o que torna difícil reproduzi-los em uma máquina.

Avanço das máquinas
Já as habilidades sociais que não podem, ao menos por enquanto, ser informatizadas incluem a capacidade de perceber a reação das pessoas e entender suas causas, de negociar, reconciliar e persuadir, e de cuidar dos outros, dando suporte emocional e médico.

A limitação atual de computadores e robôs de lidar com formas e espaços não padronizados reduz também as possibilidades de substituição de algumas funções, notam os pesquisadores.

Outros avanços tecnológicos, porém, têm permitido substituir mais atividades humanas por máquinas, detalha o estudo. Antes, a mecanização estava restrita a atividades manuais mais padronizadas. O desenvolvimento de sensores cada vez mais modernos e o aumento da capacidade de armazenamento e processamento de dados estão permitindo, no entanto, que mesmo atividades menos ‘ensaiadas’ possam ser executadas por máquinas.

É o caso por exemplo do carro autônomo desenvolvido pelo Google, que é conduzido por seu próprio sistema, prescindindo do motorista.

Esses avanços tecnológicos também vêm permitindo mecanizar atividades cognitivas, notam os pesquisadores. Oncologistas do Memorial Sloan-Kettering Cancer Center, em Nova York, já usam tecnologia da IBM para fazer diagnósticos.

Escritórios de advocacia também usam softwares para fazer pesquisas em leis e decisões judiciais antes dos julgamentos, o que reduz a necessidade de pessoal, embora não ponha em risco a existência da profissão que exige, por exemplo, a capacidade de persuadir.

Mais qualificação
Os trabalhos mais ameaçados com a contínua evolução tecnológica são trabalhos de baixa qualificação. Entre eles estão o telemarketing, caixas, e corretores de imóveis. No caso da construção civil, por exemplo, os pesquisadores de Oxford acreditam que o aumento do uso de partes pré-fabricadas vai eliminar algumas etapas do processo.

O principal desafio para evitar o aumento do desemprego com a perda dessas vagas, portanto, é o investimento na educação para desenvolver as habilidades criativas e sociais das pessoas, diz Osborne.

O estudo se baseou em 702 profissões categorizadas pelo Departamento de Trabalho dos Estados Unidos. Embora os pesquisadores não calculem quantos postos devem ser fechados, eles estimam que haja risco elevado de perda de vagas em 47% das atividades americanas nas próximas duas décadas.

Para Osborne, essa é uma tendência mundial, mas que deve ser mais lenta nos países pobres, onde a mão de obra é mais barata e há menos recursos para investimentos em informatização.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de fevereiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Conheça sete truques ‘escondidos’ na internet

Dinossauro é um truque que pode ser habilitado a partir de comando na página da Vogue.com (Foto: BBC)Dinossauro é um truque que pode ser habilitado a partir de comando na página da Vogue.com (Foto: BBC)

Há inúmeras informações escondidas em tudo o que consumimos na internet, muitas das quais inseridas ali por programadores e desenvolvedores.

Esses segredos “invisíveis” são conhecidos como “Ovos de Páscoa” (do termo em inglês “Easter Eggs”, em alusão à tradição de esconder os chocolates das crianças durante o período festivo), e se proliferam em grande número na rede.

Andy Clarke, que é dono de uma agência de desenvolvimento web no País de Gales, tem sua própria definição para essas mensagens ocultas: “É algo que te faz rir inesperadamente”.

A BBC revela, abaixo, alguns dos melhores “Ovos de Páscoa” espalhados pela internet. Confira alguns.

Cima, Cima, baixo, baixo, esquerda, direita, esquerda, direita, b, a
A combinação acima está gravada no cérebro de gamers do mundo todo – trata-se do código Konami.

Usado para destravar truques especiais em muitos jogos feitos pela Konami – e outros não necessariamente produzidos pela empresa – o código é também utilizado para ativar os “Ovos de Páscoa”.

Com o teclado, digite a sequência no site Digg.com para ouvir uma música especial. Faça o mesmo no site das revistas Vogue.com e da GQ.com para se deparar com os dinossauros ‘mais fashion’ da Internet.

E se você tiver coragem, tente aplicar a mesma combinação no site do Buzzfeed (www.buzzfeed.com) e você terá o site de entretenimento se tornar uma página de fã-clube de um cantor pop americano.

Adentre o mundo da ficção
Incursionar por todos os cantos do mundo com o Google Street View pode ser divertido hoje em dia, mas seguramente não há nada mais interessante do que saber como seria viver em outra dimensão.

Situada a poucos metros da saída da estação Earls Court no metrô de Londres, desponta a cabine azul Tardis, a máquina que permite viajar no tempo na série Doctor Who.

Ainda no mesmo programa, encontre a equipe do Google que desenvolveu o protótipo, ouça uma música e dança fora da sede da companhia na capital britânica.

E, caso você seja um fã de “Senhor dos Anéis”, use a função “Como chegar” no Google Maps para obter instruções para caminhar do “Condado” (The Shire) a “Mordor”.

Páginas de produtos da Nestlé têm códigos-fonte com logo das marcas (Foto: BBC)Páginas de produtos da Nestlé têm códigos-fonte
com logo das marcas (Foto: BBC)

Deleite-se com códigos-fonte
Em vários sites controlados pela gigante de alimentos Nestlé, há alguns dos “Ovos de Páscoa” mais criativos.

Em sites de produtos da companhia, como kitkat.com ou skittles.com, ao clicar com o botão direito em “visualizar código fonte”, você se deparará com alguns dos logos mais famosos da empresa em maio ao código da página.

Atinja alvos no Youtube
O Youtube, como qualque outro produto do Google, está repleto de “Ovos de Páscoa”.

Por algum tempo, o clássico jogo da cobrinha poderia ser ativado ao pressionar sete para cima e seta para esquerda no teclado enquanto o clipe estava carregadando. Infelizmente, o truque parece não funcionar mais. Mas em seu lugar um jogo de mísseis pode ser ativado ao clicar fora da tela do vídeo e digitar “1980” no teclado numérico do seu computador.

E enquanto estiver acessando o Youtube, tente buscar por “do the Harlem Shake” e “doge meme” e veja o que acontece!

Vire o Facebook de cabeça para baixo
Após logar no Facebook, vá até “Configurações”. Mude o seu idioma, escolha “English (upside down)” e, pronto, o seu facebook estará de cabeça de baixo – e o texto também.

E enquanto estiver lendo as atualizações de seus amigos, aproveite também para tentar o modo pirata – vá de novo até Configurações e altere o idioma para ‘English (Pirate)’ – e seu botão “Curtir” mudará para “Arr!”.

Planilha é um dos truques para despitar chefes criado pela casa de apostas esportiva Skybet (Foto: BBC)Planilha é um dos truques para despitar chefes
criado pela casa de apostas Skybet (Foto: BBC)

Despiste seu chefe
Quem nunca foi flagrado pelo chefe navegando no facebook durante o horário de trabalho? Para quem esgotou toda a coleção de desculpas esfarrapadas, o site Skybet, de apostas esportivas online, bastante famoso na Inglaterra, criou um “Ovo de Páscoa” para livrar a barra de qualquer um.

Ao clicar em um pequeno ícone acima do botão de compartilhamento do facebook, no canto superior direito da página, uma página repleta de planilhas entra em cena – e você ainda poderá ser elogiado pela dedicação e profissionalismo.

Brinque com o Google
Digitar frases no Google pode produzir resultados minimamente interessantes. Em primeiro lugar, tente “do a barrel roll”, e cuidado com a vertigem! Em seguida, que tal digitar “askew”?

No Google Images, ao buscar por “Atari Breakout”, tente se concentrar ao longo do dia. Assim como uma busca por “Zerg Rush”.

Há uma lista imensa de “Ovos de Páscoa” do Google. Confira!

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , ,