RSS

Arquivo da tag: comercial

Falso intérprete do funeral de Mandela aparece em comercial

AppId is over the quota
AppId is over the quota
Thamsanqa Jantjie disse a jornal local que estava ouvindo vozes enquanto estava no palco de homenagem a Mandela (Foto: Itumeleng English/AP)Thamsanqa Jantjie, falso intérprete do funeral de
Nelson Mandela (Foto: Itumeleng English/AP)

O falso intérprete de linguagem de sinais que “traduziu” os discursos dos chefes de Estado durante a cerimônia em homenagem a Nelson Mandela em dezembro, foi contratado para fazer propaganda de um aplicativo lançado pela empresa israelense Livelens, onde faz piada de si mesmo.

Na cerimônia ao ex-chefe de Estado sul-africano, Thamsanqa Jantjie provocou indignação ao fingir ser intérprete de linguagem de sinais. Ele se justificou dizendo ser esquizofrênico.

Na propaganda postada na internet, Jantjie diz: “Olá, eu sou Thamsanqa Jantjie do funeral de Nelson Mandela! Acredite em mim, eu sou um verdadeiro intérprete de linguagem de sinais”, diz, enquanto é dublado por uma voz feminina: “Eu não falo na língua de sinais”.

“Eu estou realmente arrependido pelo que aconteceu”, prossegue, enquanto a voz feminina diz: “Eu, uma celebridade!”

Ele ainda diz “Hoje, vou me desculpar para o mundo inteiro”, enquanto a voz femina fala “Hoje, faço publicidade por dinheiro”. Ao final da propaganda, Thamsanqa Jantjie larga o paletó e começa a dançar.

A companhia Livelens não respondeu a um pedido de comentário da AFP. “Não pensávamos que o nosso anúncio em vídeo despertaria tanto interesse”, escreveu a empresa em sua página no Facebook.

“Não há absolutamente nenhuma falta de respeito para com os surdos ou qualquer outra pessoa!”, garantiu.

De acordo com a NBC, o comercial foi filmado em fevereiro quando Thamsanqa Jantjie deixou o hospital psiquiátrico onde permaneceu internado por mais de um mês.

“Decidimos que o cara que fez o pior espetáculo do mundo seria a melhor pessoa” para promover o aplicativo que permite compartilhar vídeos, explicou Max Bluvband, diretor da empresa à NBC.

“Finalmente, um homem esquizofrênico ganhou dinheiro para fazer uma bela campanha… Nós vemos isso como uma espécie de história triste com um final feliz”, disse o gerente de marketing da Livelens.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

União Europeia e Cuba iniciam negociações para acordo comercial

União Europeia e Cuba iniciaram nesta terça-feira (29) as negociações para intensificar o diálogo político e a cooperação, em uma tentativa de deixar para trás os conflitos sobre direitos humanos.

Um acordo com a UE seria particularmente positivo para Cuba, afetada por um bloqueio econômico dos Estados Unidos desde 1962, porque aumentaria a participação internacional do país, em um cenário de dúvidas sobre o futuro da ajuda atualmente recebida da Venezuela, segundo especialistas.

A primeira rodada de negociações será iniciada às 15h locais (16h, no horário de Brasília) desta terça, e será comandada pelo diretor-geral para as Américas do Serviço de Ações Exteriores da UE, Christian Leffler, e pelo vice-chanceler cubano, Abelardo Moreno, de acordo com fontes europeias.

O encontro vai durar dois dias, e será focado em “estabelecer modalidades e um roteiro para as negociações”, sendo seguido por reuniões alternadas entre Bruxelas e Havana, acrescentaram as fontes. A duração total do processo é estimada entre um e dois anos.

“As negociações do acordo de cooperação e diálogo com a União Europeia servem às prioridades da política externa cubana a longo prazo, na busca por uma autonomia maior, através da diversificação de sócios”, avaliou Arturo López-Levy, professor da Universidade de Denver (em Colorado, nos EUA).

“Um acordo com a União Europeia daria a Cuba maior espaço, para não ser tão dependente da Venezuela, onde elementos de instabilidade podem obrigar o governo de Nicolás Maduro a não cumprir alguns compromissos de colaboração”, acrescentou.

O novo acordo permitirá “promover o comércio e as relações econômicas”, principalmente no setor turístico. A UE, no entanto, pretende manter a “Posição Comum” de 1996, que condiciona sua cooperação com o país à situação dos direitos humanos na ilha.

Cuba é o único país da América Latina que não tem um acordo desse tipo com o bloco europeu, que suspendeu sua cooperação com o país depois de detenção de 75 dissidentes cubanos em 2003.

O diálogo foi retomado em 2008, e, deste então, o governo cubano assinou acordos bilaterais com 15 países da UE. Somente neste ano, a União Europeia já enviou 80 milhões de euros (US$ 110 milhões) em ajuda para Cuba.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 29 de abril de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Palau proibirá pesca comercial e será declarado santuário marinho

A República de Palau, um pequeno país insular da Oceania, proibirá a pesca comercial em suas águas territoriais, que serão declaradas como santuário marinho, informou nesta quinta-feira (6) a imprensa australiana.

O presidente de Palau, Tommy Remengesau, disse que a medida afetará à totalidade da Zona Econômica Exclusiva do país, de cerca de 370 quilômetros, durante uma conferência da ONU sobre os oceanos.

Lago Jellyfish fica em Palau, no Oceano Pacífico (Foto: BBC)Lago Jellyfish em Palau, no Oceano Pacífico (Foto: BBC)

“Não temos outra opção, nosso oceano é o nosso modo de vida. Nossa economia é o nosso meio ambiente e o nosso meio ambiente é nossa economia”, disse Remengesau, em declarações citadas pela emissora australiana ‘ABC’.

“Isto é algo que ultrapassa as perdas econômicas nas receitas de empresas e de outros países. Estamos falando de um modo de vida que será dizimado se não tomarmos ações responsáveis”, acrescentou o presidente de Palau.

Palau, que em 2009 se transformou na primeira nação do mundo a criar um santuário para tubarões, tem atualmente contratos de pesca comercial com Japão e Taiwan, além de outras empresas privadas.

A proibição da pesca comercial não impedirá que moradores e turistas continuem pescando nas águas de Palau, que promoverá atividades vinculadas com o ecoturismo como o mergulho submarino, entre outras.

Cavernas perto de Palau, no Pacífico (Foto: BBC)Cavernas perto de Palau, no Pacífico (Foto: BBC)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 8 de fevereiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Em Cuba, Dilma classifica de ‘injusto’ bloqueio comercial ao país caribenho

Em cerimônia de inauguração do Porto de Mariel, em Cuba, a presidente Dilma Rousseff classificou como injusto o bloqueio econômico imposto pelos Estados Unidos à ilha caribenha desde a década de 1960. Em seu discurso, Dilma ressaltou que, apesar do embargo, o país governado por Raúl Castro gera o terceiro maior volume comercial do Caribe.

“Mesmo sendo submetido ao injusto bloqueio econômico, Cuba gera um dos três maiores volumes de comércio do Caribe”, destacou a chefe do Executivo diante do colega cubano.

O bloqueio dos Estados Unidos imposto a Cuba foi declarado em 1962, durante a Guerra Fria, após Fidel Castro implantar o regime socialista na ilha caribenha e estatizar diversas empresas norte-americanas que atuavam no país.

O embargo comercial determinado por Washington proíbe o comércio e transações financeiras entre os dois países. Em 2013, pelo 22º ano seguido a Assembleia Geral da ONU condenou o bloqueio, que já é um dos mais longos da história.

Na ocasião, o chanceler cubano Bruno Rodríguez disse que o custo econômico dos mais de 50 anos de embargo é de US$ 1,157 trilhão. Desde o início dos anos 2000, no entanto, a venda de remédios e alimentos norte-americanos para Cuba é permitida.

No início da cerimônia de inauguração do empreendimento portuário, foram executados o hino cubano e o brasileiro. Em seguida, Dilma e o colega cubano, Raúl Castro, cortaram juntos a fita inaugural.

Outros chefes de Estado sul-americanos, como Evo Morales (Bolívia) e Nicolas Maduro (Venezuela), também participaram da inauguração. Eles estão em Cuba para participar da II Cúpula da Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac), que terá início nesta terça (28).

A modernização do Porto de Mariel custou US$ 957 milhões, sendo que a maior parte, US$ 682 milhões, foi financiada pelo Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES). De acordo com informações do Blog do Planalto, para liberar o financiamento, o banco exigiu que pelo menos US$ 802 milhões fossem gastos no Brasil, na compra de bens e serviços comprovadamente brasileiros.

Ainda de acordo com o blog, a área criada no porto equivale a 450 km²  e, durante sua construção, foram criados 150 mil empregos no Brasil, sejam diretos, indiretos ou induzidos.

A presidente sustentou também que o desempenho de Cuba “aumentará substancialmente” com a entrada em funcionamento do porto e da Zona Especial de Desenvolvimento de Mariel.

Em seu discurso, Dilma anunciou que o BNDES também financiará a segunda etapa de construção do porto, com US$ 290 milhões. “Várias empresas brasileiras já manifestaram interesse em instalar-se na zona especial”, ressaltou.

A presidente manifestou ainda interesse em aumentar o fluxo econômico entre Cuba e Brasil e anunciou o envio de uma comissão de empresários. Segundo ela, há “grandes oportunidades de desenvolvimento” nos setores de equipamentos para a saúde, medicamentos e vacinas.

“O Brasil quer se tornar um parceiro econômico de primeira ordem econômica para Cuba. Acreditamos que uma maneira de estimular essa aliança é aumentar o fluxo bilateral de comércio”, enfatizou a presidente.

Amizade
Ao longo de seu discurso, Dilma voltou a reforçar a importância de Cuba dentro do cenário latino-americano. Ela disse que o fato de a 2ª Cúpula da Celac ser realizada no território cubano é uma evidência da importância do país na integração da América Latina e do Caribe. “Somente com Cuba nossa região estará completa”, sustentou.

Dilma disse ainda que a amizade entre Brasil e Cuba se nutre em interesses comuns, no diálogo cultural e na cooperação. Para ela, o porto de Mariel permanecerá “como um símbolo dessa amizade verdadeira”.

Mais Médicos
Durante a cerimônia, Dilma Rousseff aproveitou para “agradecer de público” o governo e o povo cubano pelo envio de médicos para o programa Mais Médicos, iniciativa do governo federal que contrata profissionais para atuar nas periferias de grandes cidades e no interior do país. Desde o lançamento do programa, Cuba já enviou 5.378 médicos para atuar no Brasil.

“A participação dos médicos cubanos é amplamente aprovada pelo povo brasilerio e é uma prova efetiva de solidariedade e coooperação que preside a relação entre os nossos países”, discursou a presidente.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

O pior comercial do ano

Fonte: ahnegao.com.br

 
Deixe um comentário

Publicado por em 19 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags:

O melhor comercial do ano

PAREM A INTERNET!

Vocês precisam ver isso:

Esse é o Habib’s quebrando paradigmas e atingindo o nirvana espiritual da internet. Eu preciso mostrar isso pra minha vó…

Aliás, PUTA QUE O PARIU, R$ 4,90 É ATÉ COVARDIA TAMBÉM NÉ…

Gente, isso só pode significar uma coisa: É O FIM DE UMA ERA!

Sério, raciocinem comigo, vai dizer que em vez de comer uma massa super maravilhosa e cheirosa você prefere comer ISSO:

eca

Atenção estagiários: AGORA DÁ PRA COMER BEM, cabô almoço improvisado, agora quem tá mal de grana já tem onde ir. Prevejo os Habib’s lotados a partir de amanhã.

Fonte: ahnegao.com.br

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: ,

ONG denuncia caça comercial de baleias por navio no Oceano Antártico

Imagem feita pelo braço australiano da ONG Sea Shepherd mostra três exemplares de baleia-de-minke capturados pelo navio japonês Nisshin Maru (Foto: Tim Watters/Sea Shepherd/AFP)Imagem feita pelo braço australiano da ONG Sea Shepherd mostra três exemplares de baleia-de-minke capturados pelo navio japonês Nisshin Maru (Foto: Tim Watters/Sea Shepherd/AFP)

Imagens divulgadas pela organização não-governamental Sea Shepherd mostram três baleias-de-minke (Balaenoptera acutorostrata) mortas no convés do navio japonês Nisshin Maru, que, segundo a ONG, viaja pelo Oceano Antártico e pesca mamíferos aquáticos de forma ilegal.

O braço australiano da ONG Sea Shepherd informou que conversou com cinco navios pesqueiros do Japão que circulam pela região da Antártica e confirmou evidências de que apenas um estaria matando animais.

O Japão tem permissão para caçar baleias para fins científicos graças à uma exceção na lei que proíbe essa prática, que vale desde 1986.

Mas de acordo com ambientalistas, o programa científico é um disfarce para a caça comercial, pois a carne de baleia não seria usada para estudos e sim vendida como alimento.

Outra imagem feita do interior do navio japonês mostra sangue que seria das baleias capturadas no Oceano Antártico (Foto: Tim Watters/Sea Shepherd/AFP)Outra imagem feita do interior do navio japonês mostra sangue que seria das baleias capturadas no Oceano Antártico (Foto: Tim Watters/Sea Shepherd/AFP)O navio japonês Nisshin Maru, em imagem aérea feita pelo braço australiano da ONG Sea Shepherd (Foto: Tim Watters/Sea Shepherd/AFP)O navio japonês Nisshin Maru, em imagem aérea feita pelo braço australiano da ONG Sea Shepherd (Foto: Tim Watters/Sea Shepherd/AFP)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,