RSS

Arquivo da tag: comentrios

Dono de time de basquete é banido da NBA por comentários racistas

Donald Sterling (foto), dono do LA Clippers, time da NBA, foi criticado por Obama após comentário racista (Foto: AFP)Donald Sterling (foto), dono do LA Clippers, time da
NBA, foi banido da liga americana de basquete após
comentários racistas (Foto: AFP)

O proprietário do Los Angeles Clippers, Donald Sterling, foi banido para sempre da NBA devido a comentários racistas, informou nesta terça-feira (29) Adam Silver, comissário da liga americana de basquete.

Em conversa telefônica, Sterling reclamou do fato da namorada ter postado em uma rede social uma foto ao lado do ex-astro Magic Johnson, além de pedir para que ela não traga mais negros aos jogos da equipe.

“Os pontos de vista expressados por Sterling são profundamente ofensivos e prejudiciais”, declarou Silver, referindo-se a declarações do dirigente.

Com a punição, Sterling, de 80 anos, não pode mais assistir a nenhum jogo ou evento da NBA, nem aparecer em nenhuma instalação do Clippers ou participar de decisões sobre o clube. Ele também foi condenado a pagar US$ 2,5 milhões, a maior multa prevista no estatuto da NBA.

Silver também pediu para que os donos de outras equipes exerçam sua autoridade para forçar Sterling a vender a franquia do Clippers. Pelo estatuto da liga americana, ele será forçado a se desfazer da equipe se houver um acordo entre 75% dos donos das demais franquias.

De acordo com a revista Forbes, o Los Angeles Clippers está avaliado em US$ 575 milhões. Empresário do setor imobiliário, Sterling comprou a franquia em 1981 por apenas US$ 12 milhões.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de abril de 2014 em Brasil

 

Tags: , , ,

Após comentários do COI, Paes diz que Rio tem que aceitar as críticas

Prefeito do Rio, Eduardo Paes, comprimenta Leandro Matieli, que deixa o cargo de inspetor da Guarda Municipal (Foto: Mariucha Machado/G1)Prefeito do Rio, Eduardo Paes, comprimenta Leandro Matieli, que deixa o cargo de inspetor da Guarda Municipal (Foto: Mariucha Machado/G1)

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, disse nesta terça-feira (29) que tem que “aceitar as críticas e trabalhar duro” sobre a preparação da cidade para as Olimpíadas de 2016. Mais cedo, o vice-presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), o australiano John Coates, afirmou que os preparativos para os jogos são os ‘piores’ que ele já viu na história recente da competição.

“Nós temos que aceitar as críticas e trabalhar muito. Temos que trabalhar com muito zelo e dedicação para entregar tudo direitinho”, afirmou o prefeito, durante durante a cerimônia de troca de inspetor da guarda municipal na sede da corporação em São Cristóvão.

Segundo a BBC, o vice-presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), o australiano John Coates, afirmou nesta terça-feira que os preparativos para a Olímpíada de 2016 no Rio de Janeiro são os ‘piores’ que ele já viu na história recente dos jogos.

Coates afirmou que o COI foi obrigado a tomar medidas ‘sem precedentes’ para assegurar que a competição vai acontecer, como o envio de peritos ao comitê organizador local.

“A situação é crítica”, definiu ele, durante participação em fórum olímpico em Sydney, na Austrália.

A declaração de Coates ocorre em um momento em que o Brasil corre contra o tempo para terminar as obras da Copa do Mundo, que começa daqui a 44 dias.

“Ninguém é capaz de dar respostas neste momento”, acrescentou.

Coates, que acumula 40 anos de experiência em Jogos Olímpicos e foi chefe do comitê organizador local da Olimpíada de Sydney, em 2000, já fez seis viagens ao Rio como parte da comissão responsável pela supervisão dos preparativos.

Ele acrescentou que um dos peritos deslocados para o comitê local era um diretor de projetos de construção.

“O COI adotou uma postura de ‘mãos na massa’, o que é sem precedentes (na história da instituição), mas não há plano B. Nós estamos indo para o Rio”, afirmou Coates.

“Acho que a situação é pior do que em Atenas (em 2004). Até agora, os preparativos da capital grega haviam sido os piores que eu já vi.”

“Nós ficamos muito preocupados. Eles não estão prontos em muitas, muitas formas. Nós temos de fazer (esse evento) acontecer e essa é a decisão do COI. Não podemos simplesmente ignorar essa situação”, acrescentou ele.

Os preparativos para a Olímpíada de Atenas, em 2004, foram marcados por seguidos atrasos, mas os locais de competição e a infraestrutura dos Jogos foram entregues dentro do prazo.

Atraso
Organizadores dos Jogos Olimpícos de Atenas foram alertados inúmeras vezes pelo COI sobre o andamento dos preparativos. Em uma determinada ocasião, o então presidente da instituição, Juan Samaranch, chegou a ameaçar de tirar a Olimpíada da cidade.

Coates afirmou que a construção nem começou em alguns locais no Rio, no que serão os primeiros Jogos Olimpícos na América do Sul, enquanto o cronograma de infraestrutura sofreu atrasos significativos e a a cidade possui “questões sociais que precisam ser resolvidas”.

Ele acrescentou que o comitê organizador do Rio possui o mesmo número de funcionários – 600 – do que Londres (que sediu os Jogos de 2012), mas que, no entanto, não têm a mesma experiência.

“Quanto tempo levará entre os locais de competição?”, questionou. “Eles estão sendo iludidos. Ninguém é capaz de dar respostas neste momento”, disse.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 29 de abril de 2014 em Brasil

 

Tags: , ,

Dennis Rodman pede desculpas por comentários na Coreia do Norte

O ex-jogador de basquete da NBA Dennis Rodman pediu desculpas pelos comentários que fez sobre um missionário americano preso na Coreia do Norte, informou a rede CNN nesta quinta-feira (9), citando um comunicado.

“Quero pedir desculpas, eu assumo toda a responsabilidade”, disse Rodman, acrescentando que havia bebido em um dia “estressante”.

O pedido de desculpas se refere a declarações dadas pelo ex-jogador em uma entrevista à CNN, na qual Rodman sugeriu que o missionário Kenneth Bae era o responsável por sua própria prisão, e não o governo norte-coreano.

A declaração gerou críticas por parte de ativistas dos direitos humanos e também da família de Bae.

Na quarta-feira (8), Rodman chegou a se curvar diante do líder norte-coreano Kim Jong-un, antes do início de uma partida de basquete em comemoração ao aniversário do ditador.

Dennis Rodman curva-se diante do líder norte-coreano Kim Jong-un antes do início da partida comemorativa de seu aniversário (Foto: Kim Kwang Hyon/AP)Dennis Rodman curva-se diante do líder norte-coreano Kim Jong-un antes do início da partida comemorativa de seu aniversário (Foto: Kim Kwang Hyon/AP)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,