RSS

Arquivo da tag: comea

Sistema para bloquear celular pirata começa a funcionar segunda-feira

Começa a funcionar na segunda-feira (17) o sistema desenvolvido pelas operadoras brasileiras para bloquear no país aparelhos como celulares e tablets, piratas ou mesmo originais, que não possuem certificação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Porém, esses eletrônicos vão continuar a funcionar normalmente pelo menos até setembro, quando as desativações devem efetivamente começar. Até lá, o sistema vai apenas montar um banco de dados com informações sobre os equipamentos em uso no Brasil.

A medida vai atingir todos os aparelhos que usam chip e acessam a rede móvel das operadoras, incluindo tablets e até maquinas de cartão de crédito, desde que não sejam homologados. O site da Anatel permite a consulta dos aparelhos homologados e certificados (veja aqui).

Também podem deixar de funcionar eletrônicos originais, importados ou comprados no exterior, cujo modelo não seja certificado no Brasil. Para estes casos, a recomendação da agência é que os consumidores, antes de comprarem equipamento fora do país, confirmem antes se o modelo já foi homologado aqui.

Bancado por operadoras
A criação do Sistema Integrado de Gestão de Aparelhos (Siga), que vai permitir o bloqueio, atende a lei do setor de telecomunicações que diz que só podem funcionar aqui aparelhos homologados pela Anatel, ou seja, que comprovam o cumprimento de algumas exigências técnicas e, por isso, recebem um selo da agência.

Este selo pode ser encontrado nas embalagens ou nos próprios aparelhos e a Anatel orienta os consumidores a confirmar a presença dele antes da compra.

O desenvolvimento desse sistema foi revelado pelo G1 em novembro de 2012. Na época, a previsão era que entraria em funcionamento no primeiro trimestre de 2013. Ele é bancado por Oi, Claro, TIM e Vivo a um custo estimado de cerca de R$ 10 milhões.

Cerco ao ‘xing ling’
O principal objetivo da Anatel e das empresas é retirar do mercado equipamentos de baixa qualidade, conhecidos como “xing ling”, e que normalmente entram no país via contrabando. Segundo a agência, eles podem prejudicar a saúde dos usuários, pois não se sabe o nível de radiação que emitem e nem os componentes que usam, o que leva a risco até de explosão. Além disso, podem provocar ruídos na rede das operadoras e atrapalhar o uso do serviço de voz ou internet móvel por outros clientes. E, no caso dos contrabandeados, o governo ainda deixa de arrecadar impostos.

Entretanto, a Anatel e as operadoras não têm ideia de quantos aparelhos não homologados estão em funcionamento hoje no país. Com a entrada em operação do Siga, vai ser possível conhecer esse número.

Sem surpresas
O superintendente de Controle de Obrigações da Anatel, Roberto Pinto Martins, diz que os bloqueios só devem começar daqui a seis meses e que os usuários que usam aparelho irregular serão avisados antes de terem o serviço cortado.

“Provavelmente teremos uma campanha [para orientar os usuários], mensagens com avisos. Ninguém vai ter o aparelho desabilitado de um dia para o outro”, disse Martins. Porém, ele orienta os consumidores a desde já evitar a compra de não certificados. “As pessoas têm que tomar cuidado para não fazer investimento em um telefone que pode depois não funcionar.”

De acordo com o superintendente, passado esse período de seis meses, o Siga deve, primeiramente, passar a impedir a entrada de novos aparelhos irregulares na rede das operadoras. Isso quer dizer que o bloqueio vai ocorrer no momento em que a pessoa fizer a habilitação de um novo chip usando equipamento não certificado.

O segundo passo, que ainda não está confirmado, seria o bloqueio dos telefones que já estão em funcionamento. Segundo Martins, porém, a Anatel pode optar por não adotar essa medida. “A tendência é que esses aparelhos não certificados que estão em operação desapareçam com o tempo. Eles terão que ser substituídos eventualmente e, quando a pessoa fizer isso, não vai mais poder dar entrada na rede com celular irregular.”

Como vai funcionar
A Anatel não dá muitos detalhes do funcionamento do Siga, pois alega que isso pode facilitar a ação de fraudadores que tenham a intenção de driblá-lo para continuar usando aparelhos irregulares. O sistema será operado pela ABR Telecom, que já é responsável pela administração da portabilidade numérica e pelo sistema que bloqueia celulares roubados.

A partir de segunda (17), portanto, o Siga vai montar um banco de dados dos telefones e outros aparelhos como tablets em uso no Brasil e que estejam ligados à rede de Oi, Vivo, TIM e Claro. Quando o usuário faz uma chamada de voz ou acessa a internet móvel, acontece uma troca de informações entre o aparelho que ele usa e a rede da operadora. É assim que o sistema vai conseguir identificar se aquele equipamento é ou não homologado.

Esse reconhecimento será feito por meio do código de identificação dos aparelhos, o chamado IMEI, captado pela central das operadoras. A Anatel possui uma relação dos IMEI de todos os modelos homologados no país. O que o sistema vai fazer é comparar o código do telefone com essa relação mantida pela agência e, se o número não estiver na lista, vai impedir que ele seja usado para fazer chamadas ou acessar a internet usando a rede móvel.

A Anatel nega que o Siga terá acesso a outras informações contidas nos aparelhos, como a relação das chamadas feitas pelos usuários, sites acessados com o celular ou o tablet e a agenda de contatos.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 15 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Mais barato, ingresso para BGS 2014 começa a ser vendido na quarta

Na BGS, fila para jogar games da nova geração leva até 3 horas (Foto: G1)Na BGS 2013, fila para jogar games da nova
geração levou até 3 horas (Foto: G1)

A feira Brasil Game Show 2014 (BGS) acontece apenas entre os dias 9 a 12 de outubro, mas os ingressos para o evento de jogos eletrônicos começam a ser vendidos a partir do primeiro minuto desta quarta-feira (12). Inicialmente apenas para quem participou do evento em 2013, os ingressos estão mais baratos e o individual, válido para um dos dias, é vendido por a partir de R$ 40 (meia-entrada; R$ 80 o valor inteiro).

As vendas serão feitas apenas pelo site oficial da BGS (clique aqui para acessar). Pode pagar a meia-entrada visitantes que doarem um quilo de alimento não perecível, estudantes com carteirinha, professores e idosos.

Há a possibilidade de se comprar o passaporte, que dá direito aos quatro dias do evento, que custa a partir de R$ 117 (meia-entrada, R$ 234 o valor inteiro). Os valores serão válidos até o dia 18 de março, quando começam a ser vendidos ingressos para o público geral. A partir de 19 de março, o valor do ingresso individual será mantido, mas o passaporte passará a custar R$ 312 (valor inteiro).

Os ingressos estão mais baratos. Em 2013, o valor da entrada individual variou entre R$ 80 e R$ 120. O passaporte para os quatro dias custava até R$ 478.

A BGS 2014 acontece novamente no Expo Center Norte na capital paulista e terá espaço mais amplo para os estandes e corredores mais largos, permitindo melhor circulação dos visitantes. O primeiro dia (8/10) será reservado para a imprensa e convidados e para negócios.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

IBM começa a implantar supercomputador Watson na África

A IBM começou a implantar seu supercomputador Watson na África nesta quinta-feira (6), dizendo que ele ajudará a lidar com obstáculos continentais de desenvolvimento tão diversos quanto diagnósticos médicos, coleta de dados econômicos e pesquisa de comércio eletrônico.

O Watson, que bateu participantes do programa de TV “Jeopardy” em 2011, é um sistema de inteligência artificial que processa informações de modo similar aos humanos, o que lhe permite analisar e interpretar grandes quantidades de dados rapidamente. Ele foi nomeado em homenagem ao lendário presidente da IBM, Thomas Watson.

A maior fornecedora de serviços de tecnologia do mundo disse que o “Projeto Lucy” levará 10 anos e custará US$ 100 milhões. O nome do projeto é uma homenagem ao fóssil humano mais antigo já descoberto, encontrado no leste da África.

“Acredito que o projeto vai impulsionar toda uma era de inovação para os empreendedores daqui”, disse a presidente-executiva da IBM, Ginni Rometty, para representantes em uma conferência na quarta-feira (5).

A tecnologia permitirá que as partes mais empobrecidas da África pulem estágios de desenvolvimento que não conseguiram alcançar por serem muito caros, similar à maneira que celulares se espalharam pelo continente em locais onde não existia virtualmente qualquer linha terrestre, disse Michel Bézy, um professor de tecnologia baseado em Ruanda que ajudou a desenvolver o sistema Watson.

“Dados precisam ser refinados. Eles vão determinar incontestáveis vencedores e perdedores em todas as indústrias”, afirmou Rometty.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 8 de fevereiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Um ano após renúncia de Bento XVI, Papa começa reforma na Igreja

Neste sábado (8), Papa participou de celebração na Basílica de São Pedro (Foto: Gabriel Bouys/AFP)Neste sábado (8), Papa participou de celebração na
Basílica de São Pedro (Foto: Gabriel Bouys/AFP)

Um ano depois da renúncia de Bento XVI, o Papa Francisco abriu várias frentes para reformar a Igreja, imprimiu ao papado um novo estilo, mais próximo, e segue de perto o que ocorre no mundo. A imagem do Vaticano se deteriorou muito pelos escândalos de pedofilia e por diversas polêmicas, mas isso está mudando graças à popularidade do Papa argentino, inclusive entre os que não são fiéis.

No dia 13 de março, o arcebispo de Buenos Aires, Jorge Bergoglio, foi eleito com dois objetivos claros: reformar as estruturas da Igreja, sobretudo o governo central – a chamada Cúria romana -, e impulsionar o caráter missionário em uma época de forte secularização.

Francisco dá prioridade ao segundo ponto. “Para ele, o que realmente importa é que o Evangelho seja levado a cada pessoa, independentemente de sua situação concreta: o que se chama misericórdia, abertura incondicional”, explica à AFP o padre Antonio Spadaro, diretor da revista jesuíta Civilta Cattolica.

A revolução levada adiante por ele é, sobretudo, de gestos. Lavando os pés de presos muçulmanos, beijando pessoas com deficiência física, afirmando que não é ninguém para julgar os homossexuais, o Papa comoveu a opinião pública. E também voltou suas críticas aos clérigos “carreiristas” ou “mundanos”.

Telefona, escreve, usa o Twitter
Francisco não permanece passivo diante dos acontecimentos no mundo. Diante de uma inundação, um drama familiar ou uma catástrofe, telefona, quando não escreve ou tuíta. O Papa, com sua espontaneidade, é um grande comunicador, e foi designado “homem do ano” por várias revistas.

Faz isso sem se esquecer de seu objetivo mais importante: reformar a Igreja. Em um primeiro momento mostrou-se prudente e não fez grandes mudanças no organograma de seu antecessor. Mas quando se sentiu mais seguro começaram a chegar as nomeações e as destituições com a intenção de afastar os responsáveis por intrigas e os corruptos.

Em sua residência de Santa Marta realiza reuniões, nomeia comissões para refletir sobre a reforma do banco ou da administração vaticana e ordena auditorias. E, sobretudo, designou um “G8”, um conselho consultivo de oito cardeais dos cinco continentes para assessorá-lo durante vários anos.

Francisco é um “general” jesuíta, determinado, exigente, às vezes com pouco tato. A Cúria, outrora todo-poderosa, algumas vezes se sente maltratada. É possível sentir no ar um certo desconforto. Decide sozinho. Sua primeira eleição de novos cardeais foi muito pessoal, com preferência por “homens terrenos”, às vezes desconhecidos, em detrimento dos príncipes da Cúria.

Colegialidade
Uma de suas metas para a Igreja do futuro é a aplicação dos princípios de colegialidade, que se baseia na consulta regular dos bispos, e da subsidiariedade, que faz com que não seja necessário que tudo chegue a Roma.

Mas manteve intacta a doutrina nos temas quentes, como o aborto, a eutanásia, o casamento entre homossexuais ou as mudanças bioéticas. Este Papa, que não pode ser classificado de progressista ou de conservador, também se opõe à ordenação de mulheres.

Para Francisco, a família é o ponto central de sua ação e por isso convocou um consistório para fevereiro e dois sínodos. Parece consciente da necessidade de fornecer respostas a realidades concretas dos cristãos, como os divorciados, as mães solteiras e os homossexuais.

Seu compromisso em nível social e humanitário é impressionante. Seu lema é ‘uma Igreja pobre e para os pobres’ e, em nome dela, trava uma guerra contra o gasto excessivo de dinheiro, o tráfico e a exploração. Denuncia a ‘cultura do desperdício’ que marginaliza os imigrantes clandestinos, os idosos e os mais frágeis.

Também não fica calado quando se trata de política externa. “Seu discurso contra uma intervenção estrangeira na Síria significou o retorno” da Santa Sé ao cenário internacional, afirmou à AFP um embaixador da Ásia.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 8 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

França começa julgamento de suspeito pelo genocídio de Ruanda

Concepção artística mostra Pascal Simbikangwa nesta terça-feira (4) no tribunal, em Paris (Foto: Benoit Peyrucq/AFP)Concepção artística mostra Pascal Simbikangwa nesta terça-feira (4) no tribunal, em Paris (Foto: Benoit Peyrucq/AFP)

Vinte anos depois do genocídio de Ruanda, a França iniciou o primeiro julgamento contra um suspeito de ser cúmplice do massacre que matou 800 mil pessoas, acusando uma ex-autoridade do setor de inteligência por crimes contra a humanidade.

Pascal Simbikangwa, de 54 anos, compareceu a um tribunal de Paris nesta terça-feira (4)no primeiro dia do esperado julgamento, no qual 50 testemunhas devem descrever o suposto papel do ex-militar no comando dos extremistas hutus.

Ativistas de direitos humanos e jornalistas de Ruanda lotaram o tribunal. Simbikangwa nega as acusações contra ele.

“Não estamos aqui em nosso nome, mas em nome de milhões de vítimas que foram exterminadas em Ruanda em 1994”, disse Alain Gauthier, fundador de um grupo de vítimas de Ruanda.

Considerada por um longo tempo um refúgio para líderes do genocídio de 1994, a França demorou mais tempo do que vizinhos como Bélgica, Suíça e Alemanha para levar à Justiça um suspeito morando no seu território.

A onda de assassinatos de 1994 por extremistas hutus teve como alvo os tutsis, mas hutus moderados também foram vítimas da violência.

O julgamento de Simbikangwa representa um grande passo na frágil reaproximação entre os dois países, e diplomatas franceses têm dito de forma privada que uma absolvição seria um retrocesso.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 5 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Náufrago resgatado nas Ilhas Marshall começa viagem de volta

Mapa náufrago méxico (Foto: Arte/G1)

O náufrago mexicano que afirmou ter passado vários meses à deriva no Oceano Pacífico até chegar a um pequeno atol nas Ilhas Marshall iniciou neste domingo (2) uma longa viagem de retorno a seu país.

José Iván, o nome com o qual se identificou, foi levado em uma lancha da Marinha local neste domingo do atol de Ebon, sul do arquipélago, para a capital Majuro, onde deve chegar na segunda-feira.

Em Majuro será submetido a exames médicos antes de iniciar os trâmites necessários para a repatriação.

‘Quero retornar ao México!’, disse José Iván por rádio à intérprete Magui Vaca em seu primeiro diálogo com uma pessoa que fala espanhol, depois de ter passado mais de um ano à deriva em uma pequena embarcação de fibra de vidro de 24 pés (quase sete metros) de comprimento, cujos motores perderam as hélices.

‘Me sinto mal. Estou longe. Não sei onde estou nem o que aconteceu’, disse à intérprete.

José Iván explicou que zarpou do México em 24 de dezembro de 2012 para pescar tubarões. O tempo que passou perdido em alto-mar seria de pouco mais de 13 meses, não os 16 que foram mencionados a princípio, depois que ele foi resgatado na quinta-feira.

Até o momento não estão claros os motivos da embarcação ter ficado tanto tempo à deriva nem como faleceu, há alguns meses, o homem que o acompanhava no barco.

Segundo a intérprete, José Iván está muito confuso e não sabe dizer o que aconteceu nos meses em que passou no oceano.

‘Ele está um pouco desesperado e quer voltar ao México, mas não sabe como’, disse a intérprete.

Quando dois habitantes do atol de Ebon o resgataram do mar, na quinta-feira, ele usava apenas uma cueca feita com um pedaço de pano, tinha o cabelo muito comprido e barba abundante. Além disso, não conseguia caminhar sem ajuda.

O náufrago explicou por meio de desenhos que sobreviveu comendo tartarugas, aves e peixes que pescava com as mãos. Também mostrou que bebia sangue de tartaruga quando não chovia.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Nexus 5 começa a ser vendido no Brasil por a partir de R$ 1,8 mil

Google Nexus 5, o primeiro a rodar o novo Android KitKat (Foto: Divulgação/Google)Google Nexus 5, o primeiro a rodar o novo Android
KitKat (Foto: Divulgação/Google)

O smartphone Nexus 5, do Google, foi lançado no Brasil e custa por a partitr de R$ 1,8 mil. Não foi feito nenhum anúncio para o início das vendas do aparelho, que já está disponível em lojas virtuais do país. Há lojas que vendem o aparelho por até R$ 2,8 mil.

Nos Estados Unidos, o Nexus 5 custa US$ 350.

O Nexus 5 já vem com o sistema operacional Android 4.4 Kit Kat – última versão disponibilizada pelo Google -, processador quad-core de 2.26 GHz, memória interna de 16GB, internet 4G, câmera de 8 megapixels e tela full HD de 5 polegadas.

No smartphone, o sistema operacional não recebe nenhuma modificação, o que o Google chama de “Android puro”. O aparelho é montado pela LG.

Site 'Americanas.com' vende o Nexus 5 no Brasil (Foto: Reprodução)Site ‘Americanas.com’ vende o Nexus 5 no Brasil (Foto: Reprodução)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,