RSS

Arquivo da tag: comea

LinkedIn começa a filtrar conteúdo por idioma e localização de usuários

A rede social para contatos profissionais LinkedIn apresentou nesta terça-feira (6) um novo filtro que permite às empresas cadastradas no serviço definirem melhor qual será o público atingido pelas postagens delas. Agora, poderão crivar os usuários alvo por preferências de idioma e localização geográfica.

“Antes nós mostrávamos tudo o que a companhia estava falando mesmo quando não tinha ligação geográfica ou profissional”, disse o vice-presidente de produtos da empresa, David Thacker.

Além de lançar o filtro de conteúdo por idioma e localização geográfica, a plataforma estender essa crivagem para o feed de notícias dos usuários. Ou seja, os membros da rede social poderão escolher apenas receber notícias relacionadas ao local onde vivem ou ligadas à ocupação profissional deles.

Ajudar usuários a descartarem informação que pode não ser relevante é importante para a rede social, pois o site precisa que seus membros continuem acessando o site mesmo se não estiverem procurando emprego.

Quase 60% dos 300 milhões de usuários do LinkedIn estão localizados fora dos Estados Unidos. O site é disponibilizado em 22 diferentes idiomas incluindo polonês, coreano, tailandês e russo.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 6 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Game brasileiro ‘Mr. Bree’ começa a ser vendido no Steam

Cena de 'Mr. Bree', jogo de plataforma brasileiro que apresenta fases complexas (Foto: Divulgação/Tawstudio)Cena de ‘Mr. Bree’, jogo de plataforma brasileiro que apresenta fases complexas (Foto: Divulgação/Tawstudio)

Quase um ano após pedir – e conseguir – ajuda de jogadores para colocar seu game no Steam, uma das lojas digitais de games mais populares do mundo, os brasileiros do estúdio TawStudio, de Pindamonhangaba (SP) começarão a vender seu título “Mr. Bree” na plataforma a partir desta quinta-feira (1º). O game será vendido por US$ 3, mas na primeira semana  na loja ele terá o preço de US$ 2.

Mr. Bree” é um jogo do gênero plataforma – como “Super Mario Bros”. – em que o jogador controla um porquinho que perdeu a memória e, para voltar para sua família, deve saltar por diferentes níveis, desviar de obstáculos e armadilhas, além de eliminar os inimigos. Entretanto, o nível de dificuldade do game é bem alto, o que atrai jogadores mais dedicados, chamados de “hardcore”. Por conta disso, é necessário jogá-lo com um teclado ou um joystick, o que dá mais precisão aos movimentos e saltos.

'Mr.Bree' é o personagem que dá nome ao game de plataforma com alto nível de dificuldade (Foto: Divulgação/Tawstudio)‘Mr.Bree’ é o personagem que dá nome ao game
de plataforma com alto nível de dificuldade
(Foto: Divulgação/Tawstudio)

O jogo tem 60 fases (45 “normais” e 15 secretas) com alto nível de dificuldade que contam a história do personagem, quatro modos de jogo, trilha sonora original, mais de 60 conquistas e muitas batalhas contra chefes.

Em maio de 2013, o game estava no serviço “Greenlight” do Steam, uma espécie de “curadoria de jogos independentes” onde qualquer desenvolvedor pode colocar o seu jogo na tentativa de vendê-lo. Os usuários do Steam dão “curtir” aos jogos que estão nesta área e os mais populares podem ser escolhidos para serem vendidos na loja. O game teve boa repercussão e conseguiu estar entre os escolhidos para ser vendido na plataforma.

Em entrevista ao G1 em 2013, Lucas Jock, diretor e designer de jogos do TawStudio, disse que o nome do jogo “surgiu quando nosso programador estava fazendo um protótipo do jogo ouvindo músicas do estilo ‘deathcore’, bem pesadas, que têm grunhido de porco como som. A onomatopeia deste ruído se chama ‘bree’, e daí veio a ideia de dar nome ao game”.

'Mr. Bree' tem um porquinho como herói que deve vencer os obstáculos das fases (Foto: Divulgação/Tawstudio)‘Mr. Bree’ tem um porquinho como herói que deve vencer os obstáculos das fases (Foto: Divulgação/Tawstudio)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Competição de games Mega Arena começa nesta quinta em São Paulo

Palco do evrnto X5 Mega Arena que acontece em SP neste feriadão (Foto: Divulgação/X5 Mega Arena)Palco do evrnto X5 Mega Arena que acontece em SP neste feriadão (Foto: Divulgação/X5 Mega Arena)

Com as competições de esporte eletrônico se tornando mais populares no Brasil, os fãs de games poderão acompanhar jogadores profissionais e também competir no evento X5 Mega Arena. Ele acontece a partir desta quinta-feira (1º) até o domingo (4) no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo.

A expectativa da organização é ter mais de 80 mil pessoas nos quatro dias de competições divididas entre gamers profissionais e amadores. As disputas serão nos jogos “League of Legends”, game de batalhas em arenas com equipes de cinco jogadores; “CrossFire”, jogo de tiro em primeira pessoa com foco mais tático; “Point Blank”, de tiro em primeira pessoa; e “Combat Arms”, um dos games de tiro mais populares no país.

Além de assistir aos profissionais do esporte eletrônico competindo, os visitantes poderão jogar os games e também participar de torneios. Serão 500 computadores disponíveis para o público. Há quatro espaços de “free-play” com 400 metros quadrados cada e o palco principal tem 20 metros, com direito a um painel LED de 10 x 7 metros.

As partidas serão transmitidas ao vivo por meio do site de transmissão de games “Twitch” em dois canais (acesse aqui e aqui).

Serviço
O que é: X5 Mega Arena;
Quando: de 1º a 4 de maio;
Onde: Centro de Exposições Imigrantes, Rodovia dos Imigrantes, KM 1,5 – Cursino, São Paulo – SP;
Ingressos: R$ 40 por dia ou R$ 112  no pacote para todos os dias do evento;
Mais informações: site oficial (acesse aqui).

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Demi Lovato começa turnê no Brasil; relembre as outras três vindas ao país

Demi Lovato se apresenta em Burbank, no estado americano da Califórnia, em abril de 2014 (Foto: Paul A. Hebert/Invision/AP)Demi Lovato se apresenta em Burbank, na Califórnia, em abril de 2014 (Foto: Paul A. Hebert/Invision/AP)

Em sua quarta turnê no Brasil, Demi Lovato mostrou estar ainda mais bem cotada do que nas outras vezes que cantou por aqui. Serão três shows em São Paulo e dois no Rio, anunciados conforme os ingressos iam se esgotando. Desta vez, o repertório estará reforçado por hits como “Let it go” (trilha do filme “Frozen”) e a intensa “Heart Attack”. Na canção do disco “Demi”, do ano passado, Demetria grita como nunca antes gritou.

Após show nesta terça (22) no Citibank Hall paulistano, ela se apresenta nos dias 24 e 25, no mesmo lugar. Ela também passa pelo Rio, no Citibank Hall, nos dias 27 e 28; e por Brasília, no dia 30, no Espaço Brasília. A turnê da cantora de 21 anos segue por BH, no Chevrolet Hall, em 1º de maio; e termina no dia 3 de maio em Porto Alegre, no Pepsi on Stage. Nessas duas últimas paradas, os ingressos estão esgotados.

Para mostrar a evolução de Demi Lovato, o G1 relembra abaixo como foram as outras três passagens pelo Brasil, em 2009, 2010 e 2012.

Demi Lovato canta em São Paulo em 2009 (Foto: Daigo Oliva/G1)Demi Lovato canta em São Paulo em 2009 (Foto: Daigo Oliva/G1)

2009 – DISNEY ROCK E JONAS BROTHERS
Em 2009, Lovato fazia uma espécie de Disney rock. A estreia no Brasil foi na abertura da turnê do Jonas Brothers, tendo “This Is Me” como grande sucesso. A canção motivacional integra a trilha sonora do filme “Camp Rock”, do qual os Jonas também são protagonistas. Em São Paulo, Demi sacudiu os cabelos e trajou uma camisa do AC/DC.

Demi Lovato canta em São Paulo em 2010 (Foto: Daigo Oliva/G1)Demi Lovato canta em São Paulo em 2010 (Foto: Daigo Oliva/G1)

2010 – PROBLEMAS PESSOAIS E DUETOS COM FÃS
A segunda vinda ao Brasil para shows, em 2010, foi a primeira com turnê própria. Então com 17 anos, cantou “Remember December”, “La La Land” e “Don’t Forget”. Na turnê, chamava fãs ao palco para duetos em “This is me”. Em versões mais encorpadas do que as dos CDs, a distorção alcançou níveis pouco prováveis para eventos destinado a crianças e pré-adolescentes. Leia mais sobre o show no Rio.

Demi Lovato canta no Rio em 2012 (Foto: Ideraldo Gomes/G1)Demi Lovato canta no Rio em 2012 (Foto: Ideraldo Gomes/G1)

2012 – MAIS DANÇANTE, LOURA E RECUPERADA
Pouco ante do disco “Unbroken”, Demi só ganhou espaço no noticiário com rehabs, distúrbios alimentares, brigas com dançarina, automutilação e notas incompatíveis com seus pop rocks adorados por teens. Na turnê que passou pelo Brasil em 2012, ela mudou de sonoridade e parceiros. Foi produzida por Timbaland, teve um hit das pistas (“Give your heart a breake”); fez lembrar Jennifer Lopez (“Who’s that boy”); e foi uma quase Ke$ha na faixa-título. Além da parte dançante, lançou baladas chorosas como “Skyscraper” e “Fix a heart”. Leia mais sobre o show em São Paulo, que teve um público histérico.

Demi Lovato se apresenta em Burbank, no estado americano da Califórnia, em abril de 2014 (Foto: Kevin Winter/Getty Images/AFP)Demi Lovato se apresenta nos Estados Unidos, em abril de 2014 (Foto: Kevin Winter/Getty Images/AFP)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de abril de 2014 em Música

 

Tags: , , , , ,

Google começa a testar carro sem motorista em cidades

Carro do Google que dirige sem motorista. (Foto: Divulgação/Google)Carro do Google que dirige sem motorista. (Foto: Divulgação/Google)

O Google afirmou nesta segunda-feira (28) que começou a testar seus carros sem motorista em ruas de cidades, uma fase importante para colocar à prova a capacidade e as deficiências da nova tecnologia.

Depois de vários anos de testes em estradas, onde as condições de direção são mais previsíveis, o Google mudou em 2013 o foco do programa para a direção sem motorista em cidades, informou a companhia em seu blog oficial. A companhia também publicou um vídeo para mostrar cmo é a experiência de dirigir um desses veículos (Veja aqui).

O Google afirmou que vem guiando os carros ao longo das nas ruas de Mountain View, na Califórnia, uma pequena comunidade a sul de San Francisco onde fica a sede da companhia.

Os carros sem motorista contam com câmeras de vídeo, radares, lasers e, para ajudar na condução, uma base de dados com informações coletadas a partir de veículos conduzidos manualmente.

“Uma milha percorrida na cidade é muito mais complexa que uma milha em uma estrada, com centenas de objetos diferentes se movendo de acordo com diferentes regras em uma pequena área”, escreveu o diretor do projeto de carros sem motorista do Google no blog da empresa, Chris Urmson.

“Aperfeiçoamos nosso software para que ele possa detectar centenas de objetos distintos simultaneamente –pedestres, ônibus, um sinal de ‘pare’ segurado por um guarda ou um ciclista fazendo gestos que indicam uma possível virada”, acrescentou Urmson.

O Google é uma das várias companhias que estão testando a tecnologia de carros sem motorista. As montadoras Nissan, Volkswagen, Audi e Toyota são algumas delas. A Nissan e a controladora da Daimler, Mercedes-Benz, afirmaram que pretendem começar a vender carros sem motoristas até 2020.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 29 de abril de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Google Now começa a ser liberado para computadores e notebooks

Assistente pessoal Google Now chega aos computadores e notebooks, após nascerem para funcionar em smartphones e tablets. (Foto: Reprodução/Google)Assistente pessoal Google Now chega aos
computadores e notebooks, após nascerem para
funcionar em smartphones e tablets. (Foto:
Reprodução/Google)

O Google liberou nesta segunda-feira (24) uma extensão do assistente pessoal Google Now, que já funciona em tablets e smartphones, para computadores de mesa e notebooks.

Agora será possível receber notificações na tela de PCs sobre assuntos variados como o resultado de um jogo de futebol, a melhor hora para sair a tempo de chegar no horário para um compromisso ou o caminho menos congestionado até a casa.

Se em dispositivos móveis, o Now funciona via aplicativo. Nos computadores, as notificações virão de um serviço na internet. Para isso, será necessário usar o navegador Chrome e acessar o serviço usando a mesma conta Google usada no aplicativo instalado no celular ou tablet.

Disponível tanto no Windows como no Mac, a nova ferramenta começar a ser liberada a partir desta segunda para todos os usuários e deve chegar dentro de algumas semanas à totalidade das pessoas que possuem alguma conta Google.

Em janeiro, a novidade foi liberada para os usuários que usam os serviços em inglês. Para ver as notificações, basta conferir o símbolo de sino no alto da tela.

O Now tem acesso a informações dos usuários armazenadas em outros serviços do Google para fazer indicações, como o melhor horário para sair do escritório a fim de chegar a tempo do jantar em casa (marcado no serviço Agenda) e considerando as condições de trânsito (vistas no Mapas).

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 26 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Começa reunião internacional sobre mudanças climáticas no Japão

O Painel Intergovernamental de Especialistas sobre as Mudanças Climáticas (IPCC, em inglês) começou nesta terça-feira (25) em Yokohama, Japão, uma reunião destinada a alertar sobre o impacto das mudanças climáticas e os estragos que provoca em nível humano e econômico.

“Esta reunião é muito importante. O relatório do grupo ampliará a compreensão das questões vinculadas ao impacto das mudanças climáticas”, disse no discurso de abertura Rajendra Kumar Pachauri, presidente do IPCC desde 2002.

A abertura da reunião do IPCC coincidiu com a publicação de um relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS) que adverte sobre o risco de poluição do ar, que em 2012 provocou a morte de 7 milhões de pessoas no mundo.

Depois de terem fornecido em setembro passado os últimos dados sobre a amplitude sem precedentes das mudanças climáticas, os especialistas do IPCC publicarão no dia 31 de março seu novo diagnóstico, não apenas sobre os efeitos de tal mudança, mas também sobre as adaptações necessárias para enfrentar isso.

Agravamento de fenômenos meteorológicos extremos, queda da sobrevivência de espécies animais e vegetais, modificação dos rendimentos agrícolas, evolução das doenças, deslocamento de populações: as consequências previstas pelas mudanças climáticas desestabilizarão os equilíbrios atuais, advertem os especialistas.

Naturalmente, as emissões de CO2 estarão no olho do furacão, na medida em que são o grande fator do desequilíbrio ambiental.

Segundo uma versão ainda não definitiva do documento do IPCC que será publicado, por cada grau centígrado suplementar (de aquecimento) os recursos de água potável diminuiriam 20% para o equivalente a 7% da população mundial.

Simultaneamente, os riscos de inundações, em particular na Europa e na Ásia, aumentariam sensivelmente devido à emissão de gases de efeito estufa.

A produção de cereais (trigo, arroz) mundial pode, por sua vez, cair 2% por década, enquanto a demanda aumentará 14% até 2050.

A pobreza, as migrações e a fome resultantes destas catástrofes naturais são fatores de conflitos, mas incentivam a concorrência com a diminuição de recursos como pano de fundo, adverte a versão preliminar do relatório.

Para este segundo volume, mais de 300 investigadores compilaram milhares de estudos e seus escritos foram submetidos à opinião da comunidade científica, e além disso é proposto um documento mais resumido, de 29 páginas, destinado às autoridades políticas.

Antes de sua publicação, no dia 31 de março em Yokohama, esta síntese chamada de “resumo para os decisores” terá que ser aprovada pelos representantes de 195 países.

“As mudanças climáticas no século XXI encorajarão os Estados a novos desafios e determinarão de maneira crescente as políticas de segurança nacional”, alerta o projeto de resumo.

Além disso, algumas repercussões transfronteiriças das mudanças climáticas – a redução das zonas geladas do planeta, as fontes de água compartilhadas ou a migração das populações de peixes – “têm o potencial de aumentar a rivalidade entre Estados”, afirma o relatório.

“É muito importante poder contar com este acordo sobre a constatação científica para conceder uma oportunidade de negociação”, explicava recentemente à AFP Sylvie Joussaume, climatologista no CNRS (Centro Nacional da Pesquisa Científica) da França, e do IPCC.

O objetivo da comunidade internacional é alcançar, durante a Conferência das Nações Unidas que será realizada em Paris em 2015, um acordo mundial vinculante que permita limitar o reaquecimento a 2 graus centígrados até 2100, em comparação com a era pré-industrial, limite acima do qual os cientistas consideram que as consequências mais dramáticas seriam inevitáveis.

No dia 13 de abril, o IPCC divulgará em Berlim seu terceiro volume sobre estratégias para enfrentar as emissões de gases de efeito estufa.

Várias ONGs presentes em Yokohama se somaram ao grito de alerta.

“A mudança climática já está devastando nações, já está destruindo vidas e provocando danos de bilhões de dólares”, declarou a organização ecologista Greenpeace.

Já a OXFAM advertiu que as mudanças climáticas podem prejudicar a luta contra a fome no mundo.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 25 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Sistema para bloquear celular pirata começa a funcionar segunda-feira

Começa a funcionar na segunda-feira (17) o sistema desenvolvido pelas operadoras brasileiras para bloquear no país aparelhos como celulares e tablets, piratas ou mesmo originais, que não possuem certificação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Porém, esses eletrônicos vão continuar a funcionar normalmente pelo menos até setembro, quando as desativações devem efetivamente começar. Até lá, o sistema vai apenas montar um banco de dados com informações sobre os equipamentos em uso no Brasil.

A medida vai atingir todos os aparelhos que usam chip e acessam a rede móvel das operadoras, incluindo tablets e até maquinas de cartão de crédito, desde que não sejam homologados. O site da Anatel permite a consulta dos aparelhos homologados e certificados (veja aqui).

Também podem deixar de funcionar eletrônicos originais, importados ou comprados no exterior, cujo modelo não seja certificado no Brasil. Para estes casos, a recomendação da agência é que os consumidores, antes de comprarem equipamento fora do país, confirmem antes se o modelo já foi homologado aqui.

Bancado por operadoras
A criação do Sistema Integrado de Gestão de Aparelhos (Siga), que vai permitir o bloqueio, atende a lei do setor de telecomunicações que diz que só podem funcionar aqui aparelhos homologados pela Anatel, ou seja, que comprovam o cumprimento de algumas exigências técnicas e, por isso, recebem um selo da agência.

Este selo pode ser encontrado nas embalagens ou nos próprios aparelhos e a Anatel orienta os consumidores a confirmar a presença dele antes da compra.

O desenvolvimento desse sistema foi revelado pelo G1 em novembro de 2012. Na época, a previsão era que entraria em funcionamento no primeiro trimestre de 2013. Ele é bancado por Oi, Claro, TIM e Vivo a um custo estimado de cerca de R$ 10 milhões.

Cerco ao ‘xing ling’
O principal objetivo da Anatel e das empresas é retirar do mercado equipamentos de baixa qualidade, conhecidos como “xing ling”, e que normalmente entram no país via contrabando. Segundo a agência, eles podem prejudicar a saúde dos usuários, pois não se sabe o nível de radiação que emitem e nem os componentes que usam, o que leva a risco até de explosão. Além disso, podem provocar ruídos na rede das operadoras e atrapalhar o uso do serviço de voz ou internet móvel por outros clientes. E, no caso dos contrabandeados, o governo ainda deixa de arrecadar impostos.

Entretanto, a Anatel e as operadoras não têm ideia de quantos aparelhos não homologados estão em funcionamento hoje no país. Com a entrada em operação do Siga, vai ser possível conhecer esse número.

Sem surpresas
O superintendente de Controle de Obrigações da Anatel, Roberto Pinto Martins, diz que os bloqueios só devem começar daqui a seis meses e que os usuários que usam aparelho irregular serão avisados antes de terem o serviço cortado.

“Provavelmente teremos uma campanha [para orientar os usuários], mensagens com avisos. Ninguém vai ter o aparelho desabilitado de um dia para o outro”, disse Martins. Porém, ele orienta os consumidores a desde já evitar a compra de não certificados. “As pessoas têm que tomar cuidado para não fazer investimento em um telefone que pode depois não funcionar.”

De acordo com o superintendente, passado esse período de seis meses, o Siga deve, primeiramente, passar a impedir a entrada de novos aparelhos irregulares na rede das operadoras. Isso quer dizer que o bloqueio vai ocorrer no momento em que a pessoa fizer a habilitação de um novo chip usando equipamento não certificado.

O segundo passo, que ainda não está confirmado, seria o bloqueio dos telefones que já estão em funcionamento. Segundo Martins, porém, a Anatel pode optar por não adotar essa medida. “A tendência é que esses aparelhos não certificados que estão em operação desapareçam com o tempo. Eles terão que ser substituídos eventualmente e, quando a pessoa fizer isso, não vai mais poder dar entrada na rede com celular irregular.”

Como vai funcionar
A Anatel não dá muitos detalhes do funcionamento do Siga, pois alega que isso pode facilitar a ação de fraudadores que tenham a intenção de driblá-lo para continuar usando aparelhos irregulares. O sistema será operado pela ABR Telecom, que já é responsável pela administração da portabilidade numérica e pelo sistema que bloqueia celulares roubados.

A partir de segunda (17), portanto, o Siga vai montar um banco de dados dos telefones e outros aparelhos como tablets em uso no Brasil e que estejam ligados à rede de Oi, Vivo, TIM e Claro. Quando o usuário faz uma chamada de voz ou acessa a internet móvel, acontece uma troca de informações entre o aparelho que ele usa e a rede da operadora. É assim que o sistema vai conseguir identificar se aquele equipamento é ou não homologado.

Esse reconhecimento será feito por meio do código de identificação dos aparelhos, o chamado IMEI, captado pela central das operadoras. A Anatel possui uma relação dos IMEI de todos os modelos homologados no país. O que o sistema vai fazer é comparar o código do telefone com essa relação mantida pela agência e, se o número não estiver na lista, vai impedir que ele seja usado para fazer chamadas ou acessar a internet usando a rede móvel.

A Anatel nega que o Siga terá acesso a outras informações contidas nos aparelhos, como a relação das chamadas feitas pelos usuários, sites acessados com o celular ou o tablet e a agenda de contatos.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 15 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Mais barato, ingresso para BGS 2014 começa a ser vendido na quarta

Na BGS, fila para jogar games da nova geração leva até 3 horas (Foto: G1)Na BGS 2013, fila para jogar games da nova
geração levou até 3 horas (Foto: G1)

A feira Brasil Game Show 2014 (BGS) acontece apenas entre os dias 9 a 12 de outubro, mas os ingressos para o evento de jogos eletrônicos começam a ser vendidos a partir do primeiro minuto desta quarta-feira (12). Inicialmente apenas para quem participou do evento em 2013, os ingressos estão mais baratos e o individual, válido para um dos dias, é vendido por a partir de R$ 40 (meia-entrada; R$ 80 o valor inteiro).

As vendas serão feitas apenas pelo site oficial da BGS (clique aqui para acessar). Pode pagar a meia-entrada visitantes que doarem um quilo de alimento não perecível, estudantes com carteirinha, professores e idosos.

Há a possibilidade de se comprar o passaporte, que dá direito aos quatro dias do evento, que custa a partir de R$ 117 (meia-entrada, R$ 234 o valor inteiro). Os valores serão válidos até o dia 18 de março, quando começam a ser vendidos ingressos para o público geral. A partir de 19 de março, o valor do ingresso individual será mantido, mas o passaporte passará a custar R$ 312 (valor inteiro).

Os ingressos estão mais baratos. Em 2013, o valor da entrada individual variou entre R$ 80 e R$ 120. O passaporte para os quatro dias custava até R$ 478.

A BGS 2014 acontece novamente no Expo Center Norte na capital paulista e terá espaço mais amplo para os estandes e corredores mais largos, permitindo melhor circulação dos visitantes. O primeiro dia (8/10) será reservado para a imprensa e convidados e para negócios.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

IBM começa a implantar supercomputador Watson na África

A IBM começou a implantar seu supercomputador Watson na África nesta quinta-feira (6), dizendo que ele ajudará a lidar com obstáculos continentais de desenvolvimento tão diversos quanto diagnósticos médicos, coleta de dados econômicos e pesquisa de comércio eletrônico.

O Watson, que bateu participantes do programa de TV “Jeopardy” em 2011, é um sistema de inteligência artificial que processa informações de modo similar aos humanos, o que lhe permite analisar e interpretar grandes quantidades de dados rapidamente. Ele foi nomeado em homenagem ao lendário presidente da IBM, Thomas Watson.

A maior fornecedora de serviços de tecnologia do mundo disse que o “Projeto Lucy” levará 10 anos e custará US$ 100 milhões. O nome do projeto é uma homenagem ao fóssil humano mais antigo já descoberto, encontrado no leste da África.

“Acredito que o projeto vai impulsionar toda uma era de inovação para os empreendedores daqui”, disse a presidente-executiva da IBM, Ginni Rometty, para representantes em uma conferência na quarta-feira (5).

A tecnologia permitirá que as partes mais empobrecidas da África pulem estágios de desenvolvimento que não conseguiram alcançar por serem muito caros, similar à maneira que celulares se espalharam pelo continente em locais onde não existia virtualmente qualquer linha terrestre, disse Michel Bézy, um professor de tecnologia baseado em Ruanda que ajudou a desenvolver o sistema Watson.

“Dados precisam ser refinados. Eles vão determinar incontestáveis vencedores e perdedores em todas as indústrias”, afirmou Rometty.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 8 de fevereiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,