RSS

Arquivo da tag: colaborao

Itália ameaça liberar refugiados se UE não aumentar colaboração

AppId is over the quota
AppId is over the quota

A Itália ameaçou nesta terça-feira (13) permitir que refugiados cruzem as suas fronteiras rumo a países vizinhos a menos que a União Europeia assuma uma operação marítima para lidar com o fluxo de imigrantes que chegam em barcos do norte da África.

O ministro do Interior italiano, Angelino Alfano, exigiu mais ajuda depois que a força-tarefa da Marinha italiana “Mare Nostrum” resgatou mais de 200 imigrantes e recuperou 17 corpos quando o barco que os levava afundou na costa da Líbia.

“A União Europeia tem duas opções: ou vem ao Mediterrâneo para colocar a bandeira da UE na Mare Nostrum ou deixaremos os imigrantes com direito a asilo partirem rumo aos seus países”, disse Alfano no Twitter.

A Comissária Europeia para Assuntos Internos, Cecilia Malmstrom, não respondeu de imediato a um pedido para comentar o assunto.

A menos de duas semanas das eleições parlamentares europeias, a imigração se tornou um tema político candente.

Há tempos os políticos italianos vêm exigindo mais auxílio do resto da UE para lidar com a crise, que afeta desproporcionalmente os países do sul do bloco europeu. Eles pediram uma mudança nas regras que obrigam aqueles que procuram asilo a permanecer no país no qual chegaram.

Muitos imigrantes esperam seguir viagem para países do norte da Europa com economias melhores que a italiana, que cresceu pouco em uma década e onde o desemprego chegou aos níveis mais altos em quase 40 anos.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

‘GTA V’ contou com a colaboração de membros de gangues de verdade

'GTA V' personagens (Foto: Divulgação/Rockstar)‘GTA V’ personagens (Foto: Divulgação/Rockstar)

Gangster de verdade deram palpites em alguns diálogos e até doaram suas vozes a alguns personagens do game ainda não lançado “Grand Theft Auto V”, segundo disse o DJ “Lazlow” Jones, que contribui com o roteiro e até discoteca em uma das rádios do jogo.

Ele revelou a participação de criminosos reais em entrevista à rádio WGN, de Chicago.

“Colocamos esses caras nas gravações dos personagens da gangue porque nós queríamos um ator pateta de Los Angeles que foi a uma escola chique tentando ser um membro durão de uma gangue. Não há nada pior que isso, então fomos encontrar as pessoas aterrorizantes de verdade e dissemos, ‘você pode vir até aqui, por favor?’”, disse à rádio.

“Grand Theft Auto V” (“GTA V”) será lançado em 19 de setembro, dois dias depois da chegada oficial do game aos Estados Unidos e a outros países, prevista para 17 do mesmo mês. No país, o game para Xbox 360 e PlayStation 3 será legendado em português.

“‘Grand Theft Auto V’ chega nas lojas no dia 19 de setembro de 2013. Pedimos desculpas a todos os fãs brasileiros que terão que esperar dois dias a mais para poder jogar o jogo, mas não se preocupem: o atraso é necessário, mas vai valer a espera”, diz o comunicado.

Segundo ele, o desenvolvimento contou com a colaboração de “caras salvadorenhos de gangues com tatuagens incríveis, alguns dos quais haviam literalmente saído da prisão no dia anterior”.

Segundo Jones, isso permite o game chegar mais próximo mais facilmente do que qualquer outra forma possível. “Eles olham as falas e dizem, ‘Eu não diria isso’, então nós dizemos, ‘Ok, diga o que você falaria’”, contou.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 6 de setembro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Polycom fortalece colaboração em vídeo e prepara centro de treinamento no País

Empresa quer reforçar foco em software e continuar crescendo no segmento em 2013.

14 de dezembro de 2012 – 18h25

No balanço de 2012, que começa a se despedir, os resultados foram positivos na história da Polycom, de acordo com Paulo Roberto Ferreira, diretor geral da empresa no Brasil. Segundo ele, considerando todos os acontecimentos e abalos na economia mundial, o saldo foi atraente para a companhia que pretende seguir na trajetória de crescimento de mais de 30% em solo nacional.

Para 2013, a empresa planeja investir em um centro de treinamento em São Paulo, em local que ainda está sendo analisado. “Investimos em modernização da unidade brasileira e em treinamento, de 2011 até agora, mais de 2 milhões de dólares e continuaremos com essa estratégia”, avisa Ferreira que revela a intenção da empresa de apostar na fabricação local. “Mas não temos previsão. Estudamos essa possibilidade todos os anos. Mas é importante falar que estamos sempre pensando nessa estratégia.”

A meta, reforça o executivo, é reiterar a direção focada em software, fugindo da tradição em hardware, em especial com soluções de colaboração em vídeo. Para isso, conta com três distribuidores e 30 empresas parceiras para “capilarizar” a atuação.

Ferreira acredita que, no atual mundo móvel e conectado, a colaboração em vídeo tornou-se extremamente atraente [vídeo representa 70% da receita], especialmente para as organizações que desejam agilizar as tomadas de decisão e também reduzir custos com estadas e passagens aéreas de seus executivos para a realização de reuniões de negócios.

Em outubro deste ano, esteve no centro da estratégia uma nova extensão da Plataforma Polycom RealPresence, o Polycom RealPresence CloudAXIS Suite. O recurso possibilita estender a colaboração a usuários de social media, via browser.

A colaboração por vídeo da Polycom inclui acesso universal e redes sociais, permitindo a interação com usuários de Skype, Facebook, Google Talk e outros aplicativos a qualquer hora ou lugar. “Esse é um grande diferencial que nos coloca em linha com tudo o que está acontecendo no momento. Os usuários estão espalhados pelas redes sociais e precisam interagir”, diz.

Mas não é somente a comunicação o alvo das aplicações de vídeo. Segundo Ferreira, a telemedicina tem crescido bastante no Brasil, e a empresa tem como clientes importantes empresas, não somente na área de saúde, como hospitais e clínicas, mas em outros segmentos que desejam aprimorar o atendimento médico em locais de difícil acesso. 

“A Petrobras é nosso cliente. Em plataformas baseadas no mar, poder transmitir um vídeo com alta resolução, de um ferimento ou outra situação para um médico em terra avaliar, pode agilizar o atendimento ou promover procedimentos capazes de salvar vidas”, destaca o executivo para quem 2013 será um ano promissor para colaboração em vídeo. “É a tendência. E estamos em linha.”

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de fevereiro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

6 dicas para aprimorar a cultura de colaboração com auxílio da TI

Gartner afirma que empresas devem apostar no modelo de colaboração extrema para aprimorar o desempenho de resultados.

14 de dezembro de 2012 – 07h30

CIOs e gerentes de negócios falharão em seus esforços para aprimorar o desempenho de resultados por meio de gerenciamento de processos de negócios (BPM). Isso acontecerá caso não consigam superar as principais barreiras para a comunicação interfuncional e colaboração, acredita o Gartner.

O instituto de pesquisas afirma que os líderes de negócios podem evitar essas falhas implementando colaboração extrema, um novo modelo operacional e um estilo extremo de colaboração.

“A colaboração é uma atividade crítica em muitos processos operacionais de negócios. E o modelo de colaboração extrema é essencialmente uma sala virtual ou um centro de crise para as pessoas se unirem e trabalhar em cooperação”, explica Janelle Hill, vice-presidente e analista do Gartner.

A seguir veja as seis melhores práticas para implementar uma cultura de colaboração extrema.

1. Promova a utilização de espaços virtuais e colaboração baseada na web

O Gartner afirma que uma forma de estimular novas formas de colaboração é selecionar uma atividade atualmente tratada por meio de métodos tradicionais, como encontros pessoais ou e-mail, e incentivar sua execução virtual por meio da web, por exemplo. Ambientes virtuais podem incluir redes sociais ou ferramentas de colaboração.

2. Explore o valor da comunicação em tempo real

A urgência da comunicação em tempo real, ou quase em tempo real, por meio de mensagens de texto, Twitter, Facebook, não é apenas uma moda passageira e as empresas devem abraçar e incentivar tal comportamento. Estabelecer hábitos de comunicação em tempo real no ambiente de trabalho permite um fluxo mais livre de informações e notificações mais pró-ativas, de modo que as pessoas possam responder rapidamente a eventos inesperados e interrupções de negócios.

Isso pode resolver o problema comum da informação atrasada enviada a partir de canais formais de comunicação. Comunicação em tempo real pode quebrar comportamentos de contar com a hierarquia de gestão para distribuir informação de forma adequada e, assim, ajudar a superar alguns dos desafios relacionados à comunicação organizacional.

3.  Utilize crowdsourcing e ferramentas de mídia social populares para facilitar a dinâmica de comunidades e colaboração

Uma boa maneira de iniciar a mentalidade de colaboração extrema é desencadear uma comunidade dinâmica para discutir sobre um problema. Isso envolve definir um tema e incentivar as pessoas a participar e começar a trabalhar.

Ao contrário de uma conversa em uma sala de reuniões, toda a comunicação é capturada. Por isso, há um claro registro do que foi discutido, o que contribuiu com ideias e resolução de problemas. Crowdsourcing também está provando ser eficaz para reunir pessoas que muitas vezes não se conhecem previamente para resolver desafios comuns.

4. Mudar sistemas de recompensa para incentivar a colaboração

Métodos atuais de gerenciamento de desempenho são ineficazes para processos centrados em organizações, pois eles desencorajam a colaboração ao premiar os esforços individuais em vez de apoiar a colaboração que oferece recomepensas e os esforços da equipe.

De acordo com o Gartner, as organizações que adotam colaboração extrema influenciam o comportamento colaborativo por recompensa que contribui para a resolução de problemas complexos, além de premiar resultados individuais.

O uso de tecnologias de colaboração também torna mais fácil acompanhar o comportamento colaborativo e alinhá-lo aos resultados alcançados.

5. Use análise de redes sociais para medir o comportamento de colaboração entre equipes

Outra maneira de medir e recompensar o comportamento colaborativo é rastrear como as pessoas interagem. Análise de redes sociais (SNA) monitora a influência social de uma pessoa. Uma cultura de colaboração extrema é construída com base em respeito, confiança e abertura. SNA é uma técnica para melhorar processos de negócios e identificar líderes fortes nas mídias sociais.

6. Como sair da zona de conforto

O Gartner lista alguns passos para que empresas, de fato, ingressem na era da colaboração. Veja abaixo.

• Designar participantes virtuais móveis nas reuniões. Ferramentas de vídeo móvel permitem que as pessoas participem em reuniões por meio de seus dispositivos móveis. Trata-se de um avanço dramático em comparação com a videoconferência, que requer instalações especializadas. Embora talvez não seja apropriado para grupos maiores, o modelo é eficaz para incluir especialistas-chave na conversa quando necessário.

• Use jogos para estimular novas formas de colaboração e interação criativa. Gamification é uma ótima maneira de estimular o engajamento na resolução de problemas coletivos. Experiências com técnicas baseadas em jogos podem levar pessoas a trabalhar em conjunto de novas maneiras.

• Considere desligar o e-mail por um período de tempo. Correio eletrônico é o principal meio de comunicação de negócios, mas é uma ferramenta colaborativa pobre. Para quebrar o hábito, as organizações devem tentar desativar o e-mail por um intervalo de tempo. Tais experiências vão forçar as pessoas a usar as redes sociais e comunicação em tempo real.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 22 de janeiro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Box, Google e Yammer são melhores serviços de colaboração social

De acordo com estudo, cinco empresas foram classificadas como “líderes” e três identificados como “de forte desempenho”.

A consumerização envolve mais do que profissionais da tecnologia enfrentando a chegada de smartphones e tablets pessoais em suas organizações. Tendências de consumo, como as mídias sociais, também estão mudando muitas das antigas regras enquanto os funcionários encontram novas formas de comunicar e colaborar.

Acima e além das ferramentas de redes sociais que decolaram espetacularmente no mercado de consumo – especialmente o Facebook e o Twitter – muitas empresas desenvolveram serviços de colaboração para os trabalhadores de suas companhias.

Em uma recém-lançada avaliação competitiva desse mercado emergente, a empresa de pesquisas Forrester avaliou oito prestadores de serviços de colaboração – Box, Cisco, Citrix Online, Google, IBM, Microsoft, Salesforce e Yammer (que foi comprada pela Microsoft há dois meses).

Todos os fornecedores se saíram bem no sistema de critérios de classificação de 38 pontos da Forrester – cinco classificados como “líderes” e três identificados como “de forte desempenho”.

Na parte de consumerização, a pesquisa elogiou três das empresas – Box, Google e Yammer. Elas cresceram fortemente por “fornecerem ferramentas fáceis de usar e que funcionaram”. Elas também cresceram na nuvem, então “querem mudar o ponto de vista de TI sobre a implantação de software empresarial”. 

Dos 690 entrevistados, apenas 14% têm substituído a maior parte ou todo seu software de colaboração por serviços em nuvem, e apenas outros 14% disse que pretende fazer isso nos próximos dois anos. Enquanto isso, apenas 34% pretende complementar seu software de colaboração com SaaS (software como serviço, em inglês), e 40% dos entrevistados relataram à Forrester “não ter planos” de usar ferramentas de colaboração de SaaS”.

Então o que está impedindo essas empresas de adotarem um serviço que poderia torná-las mais competitivas e lucrativas? O tipo de perguntas que todo profissional inteligente de TI faz ao avaliar uma nova tecnologia: é segura? É escalável? Pode ser facilmente integrada em nossos sistemas? Posso contar com suporte do fornecedor?

Essas são também as perguntas que a Forrester diz terem sido repetidamente levantadas em mais de 70 questionários recebidos no ano passado sobre serviços de colaboração baseados em nuvem.

A consumerização de TI na empresa pode ser inevitável e irreversível, mas não pode negar a regra básica e fundamental das redes de computadores: o material todo tem que trabalhar junto e com segurança.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 18 de outubro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

VMware lança servidor para colaboração de e-mail

Zimbra 8.0 vem agora com sistema de comunicação unificada integrado para gerenciamento de mensagens corporativas em cloud.

Para facilitar o gerenciamento de e-mails corporativos na nuvem, a VMware apresentou ao mercado nesta sexta-feira (13/07) o Zimbra Collaboration Server 8.0. A nova versão do servidor de colaboração oferece e-mail, caderno de endereços, calendário e comunicação unificada de maneira integrada.

O Zimbra 8.0 está disponível como um appliance de software virtual. A nova versão simplificou a conexão de usuários com sua nuvem pessoal por meio de uma caixa de entrada de e-mails mais inteligente. Segundo a VWware, a tecnologia ajuda a gerenciar o fluxo de informação via e-mail, calendário, voz e canais sociais.

“Estamos testemunhando uma diferença fundamental na maneira pela qual as pessoas trabalham e, no mesmo ritmo, um novo conjunto de exigências é colocado sobre a infraestrutura de TI e aplicações como e-mail e comunicação integrada,” disse John Robb diretor sênior da VMware.

A VMware fechou parceria com a Cisco e a Mitel para oferecer recursos de comunicação unificada embutidas na nova versão do Zimbra. Esta integração possibilita que os usuários conectem os seus sistemas de voz e mensagem em uma caixa de entrada unificada, permitindo Click2Call, caixa de mensagens de voz, presença e chat, tudo a partir do app web Zimbra.

Especial - IT Leaders 2011

O ITBOARD materializa a nova plataforma de conversas do Século XXI. Concentra o diálogo sobre tecnologia e inovação movido a tweets de quem está imerso nesses assuntos. ENTRE NA CONVERSA

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 18 de agosto de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , ,