RSS

Arquivo da tag: chips

Passagens e chips de celular ainda são problema para estrangeiros no Brasil

Compra de passagens aéreas online ainda pode ser 'pesadelo' para turistas (Foto: AFP/BBC)Compra de passagens aéreas online ainda pode ser ‘pesadelo’ para turistas (Foto: AFP/BBC)

Apesar de melhoras nos sistemas das empresas nacionais, a compra de chips de celular e de passagens aéreas e terrestres ainda são um problema para estrangeiros que vêm ao Brasil, pouco menos de seis meses antes da Copa do Mundo.

Simulações de compra feitas pela BBC Brasil nas maiores empresas aéreas do país mostraram que nos últimos seis meses, todas elas tomaram medidas para facilitar o acesso de estrangeiros a suas páginas, como a não exigência do CPF para comprar passagens.

Os turistas de outros países, no entanto, ao tentar pagar com cartões de crédito internacionais enfrentam problemas como falhas de tradução e falta de atendimendo online em inglês. As companhias afirmam que oferecem opções de atendimento e de pagamento aos estrangeiros e que trabalham em melhorias em seus sites.

No caso das passagens terrestres, tentativas nos sites de cinco grandes empresas de ônibus interestaduais mostraram que, sem um CPF, é impossível para um estrangeiro comprar passagens online.

Atendentes de todas as empresas analisadas afirmam que turistas estrangeiros podem comprar as passagens com passaporte e cartões internacionais pessoalmente, nos guichês das companhias. Quanto a compras online, uma delas diz que a exigência de CPF se dá por motivos de segurança.

As quatro maiores empresas de celular dizem permitir – segundo determinação da Anatel e do Ministério das Comunicações – que turistas estrangeiros comprem chips pré-pagos usando somente o passaporte como identificação.

Em simulações de compra pontuais, no entanto, a reportagem da BBC Brasil foi informada que em duas delas, Vivo e Claro, isto não era possível. Ambas as empresas disseram que seus funcionários estão orientados a cumprir a determinação do governo.

Passagens aéreas
Os sites das quatro maiores empresas de aviação do Brasil – TAM, Gol, Azul e Avianca – já têm versões em outras línguas, nas quais é possível cadastrar-se com o número do passaporte ou até prescindir de um documento para a compra da passagem.

Todas elas também declaram aceitar cartões internacionais, mas a compra na prática ainda é difícil.

“O problema com estes sites (das companhias aéreas brasileiras) é que eles têm versões internacionais que não são completas. Em algum momento você é redirecionado para algo que está em português e não consegue entender”, disse o executivo de finanças americano Jonathan Richards, de 29 anos, que está no Brasil desde a semana passada em uma viagem de férias.

Ao tentar comprar passagens pela Gol, em outubro deste ano, ele diz ter tido o cartão rejeitado e demorado a conseguir um atendimento por telefone – que, quando aconteceu, era em português.

A solução encontrada por Richards é a mesma encontrada por dezenas de turistas – pedir que amigos brasileiros comprem suas passagens, algo que não deverá ser possível para todos os que visitarem o país durante a Copa do Mundo de 2014.

Perguntada pela BBC Brasil sobre a possibilidade de realizar mudanças para melhorar o acesso de clientes estrangeiros, a empresa respondeu por e-mail que “como empresa competitiva, a Gol está sempre atenta a melhorias que agreguem valor aos seus clientes”.

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) disse à BBC Brasil por e-mail que não há regulação específica sobre as facilidades que os sites das companhias aéreas oferecem ao consumidor estrangeiro, mas que “é algo que faz parte das recomendações da Anac às empresas aéreas”.

Passagens rodoviárias
Se o cartão impede a compra de passagens aéreas, a falta de um número de CPF é o maior impedimento para a compra de passagens de ônibus online.

A BBC Brasil testou os sites de cinco das maiores empresas do setor no Brasil: Viação 1001, Águia Branca, Itapemirim, Andorinha e Cometa. Apenas duas delas, Viação 1001 e Itapemirim, tinham uma versão da página inicial ou do site inteiro em inglês.

No entanto, nenhuma das empresas permitia a compra de passagens pela internet com o número do passaporte. Estrangeiros devem ir diretamente aos guichês ou pontos de venda de cada companhia.

A BBC Brasil tentou contato com todas as empresas testadas, mas apenas duas responderam. A Viação 1001 disse que a exigência de CPF no site acontece “por questões de segurança” e que “ainda não há um prazo definido para qualquer mudança desse procedimento”.

A Viação Cometa afirmou, por meio de sua assessoria de imprensa, que “estuda medidas para atender ao público estrangeiro durante o Mundial de futebol”.

Uma alternativa para os turistas está em sites de terceiros, como o Brazil by Bus, que centralizam a venda de passagens das principais viações. Criado em 2012 por brasileiros, o site, em inglês, mostra preços em dólares, permite a identificação com o número do passaporte e a compra com cartões internacionais e PayPal.

Chips de celular
Em setembro de 2012, o Ministério das Comunicações e a Anatel determinaram que turistas estrangeiros poderiam comprar e ativar chips de celulares utilizando apenas o passaporte ou a carteira de identidade de cidadãos dos países membros do Mercosul.

Mais de um ano depois, turistas ainda enfrentam uma maratona para conseguirem se comunicar com um número nacional.

O americano Jonathan Richards conta que, além dos problemas para conseguir passagens aéreas, levou duas horas em atendimento até conseguir um chip para seu iPhone.

“Fui a uma loja da Vivo em São Paulo, mas eles não vendiam microchips pré-pagos naquela loja. Eu tive que ir à banca de revistas diante da loja para comprar o chip, depois ir até outra loja para cortá-lo, porque não havia chips pré-pagos que coubessem no iPhone 4. Depois voltei à Vivo para que ativassem o número”, explica.

“Primeiro me disseram que eu poderia ativar o chip com meu passaporte, mas quando ligaram para o centro de ativação, foram informados de que não seria possível. Então acabei mandando uma mensagem para meu amigo e usei o CPF dele para terminar o processo.”

A BBC Brasil visitou lojas das quatro maiores operadoras do país – Vivo, TIM, Oi e Claro – em São Paulo. Em duas delas, na Vivo e na Claro, a reportagem foi informada de que ainda não é possível para um estrangeiro comprar e ativar um chip pré-pago sem um CPF.

A Vivo, no entanto, afirmou que estrangeiros podem, sim, comprar chips pré-pagos em lojas oficiais ou revendedoras, com o passaporte. “A empresa está reforçando a orientação com os atendentes, em especial nas lojas citadas pela reportagem”, disse à BBC Brasil, por e-mail.

A Claro afirmou que “todos os atendentes dos pontos de venda da operadora no País, incluindo lojas próprias e agentes autorizados, estão instruídos a efetivar a venda a estes cidadãos (estrangeiros), mediante apresentação do passaporte”.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) disse à BBC Brasil por e-mail ter detectado que “cerca de 60% das lojas das prestadoras não adaptaram seus procedimentos operacionais a este entendimento – ou seja, continuam exigindo CPF e, em alguns casos, estão recusando o passaporte”.

O órgão disse ainda que, na maioria dos caos, o estrangeiro consegue habilitar o chip ligando para o call center da prestadora e fornecendo o número do passaporte. Mas que considera “inaceitável que o procedimento não seja efetivo em lojas físicas”. O assunto deverá ser discutido em reunião do órgão com as empresas.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Gartner: indústria de chips foi mal em 2012, mas deve se recuperar em 2013

Segundo o instituto de pesquisas, receita do setor terá queda de 3% em relação a 2011. Previsão para o ano que vem é subida de 4,5%

19 de dezembro de 2012 – 09h30

O Gartner reportou que a receita de chips (semicondutores) em todo o mundo vai chegar a 298 bilhões de dólares este ano, queda de 3% em relação aos 307 bilhões de dólares registrados em 2011. Segundo a empresa, esse mercado deve se recuperar em 2013.

Embora fosse esperado que a indústria estagnasse no primeiro semestre de 2012, também era previsto algum crescimento na segunda metade do ano, levando à recuperação em 2013. Mas não foi o que aconteceu.

Durante o terceiro trimestre do ano, os pedidos ficaram abaixo das expectativas sazonais e as previsões para o último trimestre de 2012 também mostram quedas, segundo a Gartner.

Mesmo assim, na semana passada a empresa previu que, apesar do desempenho fraco de 2012, a receita global de semicondutores deve alcançar 311 bilhões de dólares em 2013. Isso representaria aumento de 4,5% sobre este ano.

“A incerteza sobre o estado da economia, juntamente com excesso de estoque permanente, gera ruídos na indústria”, disse o diretor de pesquisas da Gartner, Steve Ohr. “As áreas mais atingidas incluem a cadeia de abastecimento de PCs, memória, e componentes analógicos. O mercado de PC, normalmente em crescimento, apresentou uma queda pela primeira vez em muitos anos – a produção de computadores caiu 2,5% em 2012.”

Smartphones
Ohr também observou que o mercado de smartphones, que foi extremamente forte durante muitos trimestres, começou a diminuir à medida que amadureceu. Ainda assim, ele permanece como o condutor mais forte no crescimento da receita de semicondutores de 2012.

O relatório da Gartner apontou que a Intel – maior fabricante mundial de chips – teve declínio de 2,7% na receita em 2012. Segundo a empresa de pesquisas, a culpa dessa diminuição é do mercado de PC, que luta para se manter de pé.

A Samsung Electronics, segunda maior fabricante de PCs, teve queda de 8,7% na receita este ano.

No entanto, a Gartner informou que a Qualcomm está tendo forte crescimento. A empresa, que passou de sexto lugar em 2011 para o terceiro este ano, aumentou o faturamento em 29,6%.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 12 de fevereiro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Governo e Eike Batista investirão R$ 1 bilhão em fábrica de chips

Empreendimento vai produzir semicondutores com aplicação na indústria e na área médica. Planta deve gerar 300 empregos diretos

Para estimular a produção local de componentes de PCs, celulares, tablets e televisores, o governo vai investir na construção de uma fábrica de semicondutores em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte (MG), a segunda do País. O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, anunciou na segunda (19) a instalação da SIX Semicondutores.

A fábrica vai produzir chips com aplicação na indústria e na área médica. A planta deve gerar 300 empregos diretos e terá como missão a inovação. “Esse projeto é o símbolo do avanço da sólida indústria brasileira rumo ao século 21. Ao lado de outras iniciativas, colocará o País em um novo patamar de desenvolvimento tecnológico, com impacto na balança comercial”, diz Pimentel.

O empreendimento recebeu investimento de 1 bilhão de reais. O valor é fruto da sociedade entre o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), a IBM, a Matec Investimentos, a Tecnologia Infinita WS-Intecs e a SIX Soluções Inteligentes, empresa do grupo EBX, do empresário Eike Batista. 

O BNDES vai financiar 267 milhões reais do total investido e a BNDESPAR, braço de participações do banco, investirá 245 milhões de reais no empreendimento, totalizando 512 milhões de reais.

O financiamento do BNDES é o primeiro a ser enquadrado no subprograma “Projetos Transformadores” do PSI. A inclusão da SIX no subprograma, que oferece condições especiais para empreendimentos em setores de alta tecnologia e que induzam ganhos de encadeamento, foi referendada pelo Conselho Interministerial para Projetos Transformadores (CIPT).

O projeto e a construção da unidade industrial estão sob responsabilidade da Matec Engenharia e Construções, que contará com o apoio da Kinetics Germany Gmbh. As obras foram iniciadas no primeiro semestre deste ano e a previsão é que o trabalho seja concluído no final de 2014. Uma das parceiras do projeto, a IBM vai direcionar especialistas em todo o mundo para apoiar no processo de desenvolvimento e implementação da nova fábrica.

(*) Com informações do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC)

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de fevereiro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Governo e Eike Batista investirão R$ 1 bilhão em fábrica de chips

Empreendimento vai produzir semicondutores com aplicação na indústria e na área médica. Planta deve gerar 300 empregos diretos

Para estimular a produção local de componentes de PCs, celulares, tablets e televisores, o governo vai investir na construção de uma fábrica de semicondutores em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte (MG), a segunda do País. O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, anunciou na segunda (19) a instalação da SIX Semicondutores.

A fábrica vai produzir chips com aplicação na indústria e na área médica. A planta deve gerar 300 empregos diretos e terá como missão a inovação. “Esse projeto é o símbolo do avanço da sólida indústria brasileira rumo ao século 21. Ao lado de outras iniciativas, colocará o País em um novo patamar de desenvolvimento tecnológico, com impacto na balança comercial”, diz Pimentel.

O empreendimento recebeu investimento de 1 bilhão de reais. O valor é fruto da sociedade entre o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), a IBM, a Matec Investimentos, a Tecnologia Infinita WS-Intecs e a SIX Soluções Inteligentes, empresa do grupo EBX, do empresário Eike Batista. 

O BNDES vai financiar 267 milhões reais do total investido e a BNDESPAR, braço de participações do banco, investirá 245 milhões de reais no empreendimento, totalizando 512 milhões de reais.

O financiamento do BNDES é o primeiro a ser enquadrado no subprograma “Projetos Transformadores” do PSI. A inclusão da SIX no subprograma, que oferece condições especiais para empreendimentos em setores de alta tecnologia e que induzam ganhos de encadeamento, foi referendada pelo Conselho Interministerial para Projetos Transformadores (CIPT).

O projeto e a construção da unidade industrial estão sob responsabilidade da Matec Engenharia e Construções, que contará com o apoio da Kinetics Germany Gmbh. As obras foram iniciadas no primeiro semestre deste ano e a previsão é que o trabalho seja concluído no final de 2014. Uma das parceiras do projeto, a IBM vai direcionar especialistas em todo o mundo para apoiar no processo de desenvolvimento e implementação da nova fábrica.

(*) Com informações do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC)

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 24 de janeiro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Intel aposta nas vendas de tablets com chips “Clover Trail” e Windows 8

28 de setembro de 2012 – 11h30

A Intel lançou nesta quinta-feira o Clover Trail, um processador que, espera a empresa, será a chave para o sucesso em um mercado de tablets dominado por produtos baseados em tecnologia da rival ARM.

Tablets equipados com o novo processador, também conhecido como Atom Z2760, estarão no mercado no final de outubro, coincidindo com o lançamento do Windows 8, dizem executivos da Intel. O chip permitirá que os tablets lidem com vídeo em Full HD e tenham uma longa autonomia de bateria.

Embora a Intel domine o mercado de PCs, a empresa enfrenta um árduo caminho na luta pelo mercado móvel contra a ARM, cujos processadores são usados na maioria dos smartphones e tablets nas lojas, incluindo o iPad da Apple. A Intel tem grandes esperanças para o Windows 8, e vem trabalhando com a Microsoft para que tablets com seus chips possam tirar melhor proveito de recursos do sistema e oferecer alto desempenho e menor consumo de energia.

A Microsoft irá lançar duas versões do Windows 8 para a tablets. A Pro irá rodar em máquinas com processadores Intel, e o Windows RT em tablets com chips da ARM. A Intel diz que tablets com seus chips e o Windows 8 tem a vantagem de suportar todos os aplicativos e drivers já existentes: usuários poderão instalar os mesmos programas que usam no Windows 7 e aproveitar periféricos que já tem como impressoras e câmeras.

Isto pode ser um problema nos tablets ARM com o Windows RT, que não tem compatibilidade com versões anteriores do sistema, mas que ainda assim pode se tornar popular entre usuários que não precisam deste recurso. Estas máquinas também terão como vantagens um preço menor e melhor autonomia de bateria.

Com o Windows 8, projetado para telas sensíveis ao toque, a Intel tem mais chances de sucesso no mercado de tablets, diz Dean McCarron, principal analista na Mercury Research. Processadores anteriores da Intel foram usados em tablets rodando o Windows 7, um sistema operacional projetado para desktops.

O principal objetivo da empresa com o Clover Trail é reduzir o consumo de energia, para que possa competir em pé de igualdade com a ARM, cujos processadores foram originalmente criados para smartphones e são considerados muito mais eficientes.

O Clover Trail é mais rápido e mais eficiente que seu antecessor, de codinome Oak Trail, que foi usado em um punhado de tablets desde 2011. O novo chip é produzido usando um avançado processo de manufatura em 32 nanômetros, que torna o chip menor e reduz o desperdício de energia.

“A cada geração o produto se torna mais adequado” aos tablets, diz McCarron. “Eles estão fazendo tudo o que podem”.

Fabricantes já estão mostrando novos tablets equipados com o processador Clover Trail. A Lenovo anunciou o ThinkPad Tablet 2, e a HP o Envy X2, um PC com um teclado destacável que se transforma em um tablet. A ASUS e a Samsung também já anunciaram tablets Windows 8 com o Clover Trail. Um nome importante que ainda não está na lista é a Microsoft, que anunciou que um de seus tablets Surface usará um processador Intel, mas optou por um modelo da família Core, mais poderoso porém com maior consumo de energia.

Segundo indicações dos fabricantes os tablets com Clover Trail devem custar a partir de US$ 500, o que é mais que o preço inicial de um iPad.

O Atom Z2760 é um processador dual-core que roda a 1.8 GHz e tem 1 MB de cache L2. Dependendo da configuração, tablets com o chip podem incluir recursos como NFC e suporte a redes 4G (LTE), diz a Intel. Alguns dos recursos de processamento de imagens vieram do processador Atom para smartphones, de codinome Medfield, que é usado em aparelhos Android de empresas como a Lenovo, Motorola, Orange, Megafon, ZTE e Lava International.

A Intel está aberta à criação de variantes do Clover Trail sob medida para os fabricantes, disse Steve Smith, um executivo da Intel. Inicialmente o Clover Trail será otimizado para o Windows 8, embora a empresa também planeje adaptar o Linux para tirar proveito dos recursos gráficos e de economia de energia do chip. A empresa também oferece uma versão do Medfield para tablets baseados no sistema operacional Android, da Google.

O Clover Trail será sucedido no ano que vem por um chip produzido em um processo de 22 nanômetros, e em 2014 por outro produzido num processo de 14 nanômetros.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de janeiro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , , ,

Governo subsidia R$ 500 milhões em fábrica de chips em Minas Gerais

Empreendimento vai produzir semicondutores com aplicação na indústria e na área médica. Planta deve gerar 300 empregos diretos e terá como missão a inovação.

19 de novembro de 2012 – 12h15

Para estimular a produção local de componentes de PCs, celulares, tablets e televisores, o governo vai investir na construção de uma fábrica de semicondutores em Ribeirão das Neves, região metropolitana de Belo Horizonte (MG), a segunda do País. O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, anuncia nesta segunda-feira (19/11) a instalação da SIX Semicondutores que promete ser uma das mais modernas do hemisfério Sul.

A fábrica vai produzir chips com aplicação na indústria e na área médica. A planta deve gerar 300 empregos diretos e terá como missão a inovação. “Esse projeto é o símbolo do avanço da sólida indústria brasileira rumo ao século 21. Ao lado de outras iniciativas, colocará o País em um novo patamar de desenvolvimento tecnológico, com impacto na balança comercial”, diz Pimentel.

O empreendimento recebeu investimento de 1 bilhão de reais. O valor é fruto da sociedade entre o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), a IBM, a Matec Investimentos, a Tecnologia Infinita WS-Intecs e a SIX Soluções Inteligentes, empresa do grupo EBX. 

O BNDES vai financiar 267 milhões reais do total investido e a BNDESPAR, braço de participações do banco, investirá 245 milhões de reaisno empreendimento, totalizando 512 milhões de reais.

O financiamento do BNDES é o primeiro a ser enquadrado no subprograma “Projetos Transformadores” do PSI. A inclusão da SIX no subprograma, que oferece condições especiais para empreendimentos em setores de alta tecnologia e que induzam ganhos de encadeamento, foi referendada pelo Conselho Interministerial para Projetos Transformadores (CIPT).

O projeto e a construção da unidade industrial estão sob responsabilidade da Matec Engenharia e Construções, que contará com o apoio da Kinetics Germany Gmbh. As obras foram iniciadas no primeiro semestre deste ano e a previsão é que o trabalho seja concluído no final de 2014. Uma das parceiras do projeto, a IBM vai direcionar especialistas em todo o mundo para apoiar no processo de desenvolvimento e implementação da nova fábrica.

(*) Com informações do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC)

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de janeiro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Whats.Really.In.Our.Food.S05E09.NZ.PDTV.xvid-][ Chips and Dips –

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de novembro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: ,