RSS

Arquivo da tag: central

Explosões de carros-bomba em área central da Síria causam mortes, diz TV

AppId is over the quota
AppId is over the quota

A explosão de dois carros-bomba nesta sexta-feira (2) na província de Hama, região central da Síria, matou 18 pessoas, incluindo 11 crianças, e feriu outras 50, informou a TV estatal.

A emissora disse que as “explosões terroristas” ocorreram nas cidades de Jibrin, poucos quilômetros a nordeste da cidade de Hama, e Al-Hamiri.

Os atentados aconteceram três dias depois que mais de cem pessoas morreram em ataques contra áreas controladas pelo governo em Homs e Damasco, de acordo com o Observatório Sírio de Direitos Humanos, grupo de monitoramento baseado em Londres.

Os ataques também vieram em seguida ao anúncio de que o presidente Bashar al-Assad vai se candidatar a um terceiro mandato na eleição marcada para 3 de junho, desafiando opositores que pedem pela sua renúncia, o que permitiria uma solução negociada para a guerra civil síria, que já dura três anos.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Rússia conversará com Irã sobre construção de nova central nuclear

Um representante da Agência Federal Russa de Energia Atômica (Rosatom) viaja na terça-feira (11) ao Irã para conversar sobre um projeto de construção de uma segunda central nuclear em Bushehr, informou a Organização Iraniana de Energia Atômica.

“Nikolai Spasky, subdiretor da Rosatom, viaja amanhã (terça-feira) a Teerã para falar sobre a construção de uma nova central nuclear”, declarou o porta-voz da organização iraniana, Behruz Kamalvandi, citado pela agência oficial Irna.

“É preciso ver como se desenvolvem as negociações”, acrescentou.

Em meados de fevereiro, o embaixador iraniano em Moscou havia anunciado que o Irã estava negociando com a Rússia a construção de um novo reator nuclear em troca de petróleo, no âmbito de um vasto acordo comercial.

Mehdi Sanaei confirmou, assim, a existência de “negociações sobre um conjunto completo de questões econômicas, de bancárias a energéticas”, que prevê “a entrega de petróleo iraniano na Rússia”.

O embaixador informou que podem ser “várias centenas de milhares de barris diários” de petróleo extraído na República Islâmica e que um acordo pode ser assinado até agosto.

“O Irã pode consagrar uma parte dos fundos à construção por companhias russas de um segundo reator da central de Bushehr”, havia indicado o diplomata.

A central de Bushehr, construída pela Rússia e que entrou em funcionamento em 2011, é atualmente a única instalação nuclear civil do Irã. As potências ocidentais suspeitam que a República Islâmica tenta fabricar uma bomba atômica.

No fim de novembro em Genebra, o Irã concluiu com o grupo 5+1 (China, Estados Unidos, França, Grã-Bretanha, Rússia e Alemanha) um primeiro acordo de seis meses de congelamento de determinadas atividades nucleares em troca de um levantamento parcial das sanções.

No entanto, o presidente americano, Barack Obama, lançou uma advertência na semana passada às empresas que fazem negócios com o Irã enquanto um acordo definitivo não for alcançado.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Central nuclear britânica registra níveis elevados de radiatividade

A central nuclear britânica de Sellafield anunciou nesta sexta-feira (31) que detectou níveis elevados de radiatividade e está operando com pessoal reduzido.

“Como resultado de uma decisão conservadora e prudente, a planta de Sellafield está operando normalmente, mas com níveis reduzidos de pessoal”, disse em comunicado.

Apenas trabalhadores essenciais estão trabalhando no local, no noroeste da Inglaterra, e que é o maior e mais antigo complexo nuclear da Europa.

Os níveis de radiação detectados estão acima do normal, mas bastante abaixo do que seria necessário para que fossem necessárias medidas, segundo o comunicado.

O ministério britânico da Energia disse que está em contato com a central e afirmou que não há razão para acreditar que o incidente seja mais sério do que o que foi relatado.

Sellafield foi a primeira central nuclear do mundo a fornecer energia elétrica ao público, mas interrompeu a produção em 2003.

Desde então, o local é utilizado para o armazenamento dos dejetos nucleares e a recuperação do combustível usado.

Em março de 2013, a central teve que ser fechada provisoriamente por precaução devido ao mau tempo.

Central nuclear de Sellafield em 12 de abril de 2011 (Foto: AFP)Central nuclear de Sellafield em 12 de abril de 2011 (Foto: AFP)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de fevereiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Central nuclear britânica registra níveis elevados de radiatividade

A central nuclear britânica de Sellafield anunciou nesta sexta-feira (31) que detectou níveis elevados de radiatividade e está operando com pessoal reduzido.

“Como resultado de uma decisão conservadora e prudente, a planta de Sellafield está operando normalmente, mas com níveis reduzidos de pessoal”, disse em comunicado.

Apenas trabalhadores essenciais estão trabalhando no local, no noroeste da Inglaterra, e que é o maior e mais antigo complexo nuclear da Europa.

Os níveis de radiação detectados estão acima do normal, mas bastante abaixo do que seria necessário para que fossem necessárias medidas, segundo o comunicado.

O ministério britânico da Energia disse que está em contato com a central e afirmou que não há razão para acreditar que o incidente seja mais sério do que o que foi relatado.

Sellafield foi a primeira central nuclear do mundo a fornecer energia elétrica ao público, mas interrompeu a produção em 2003.

Desde então, o local é utilizado para o armazenamento dos dejetos nucleares e a recuperação do combustível usado.

Em março de 2013, a central teve que ser fechada provisoriamente por precaução devido ao mau tempo.

Central nuclear de Sellafield em 12 de abril de 2011 (Foto: AFP)Central nuclear de Sellafield em 12 de abril de 2011 (Foto: AFP)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Nova cibercâmera permite ver a central de Fukushima pela internet

A operadora da central nuclear japonesa anunciou nesta sexta-feira (10) que instalou uma segunda câmera para permitir ver ao vivo pela internet uma parte da situação dentro da central acidentada.

Uma câmera já estava instalada no reator 4. A nova está do outro lado, no reator 1.

Para a Tokyo Electric Power (Tepco), trata-se de uma operação de comunicação para ilustrar a vontade da companhia de “oferecer ao público mais transparência sobre a situação da central”.

São duas câmeras disponíveis para monitoramento: a câmera 1 e a câmera 4.

O acidente provocado pelo terremoto e o tsunami de 11 de março de 2011 na central de Fukushima provocou no pior desastre nuclear desde Chernobyl (Ucrânia), em 1986.

As emissões radioativas resultantes obrigaram 52 mil pessoas que viviam perto da usina a se deslocarem e afetaram a agricultura, pecuária e pesca locais.

Imagem da central de Fukushima pela nova câmera instalada pela operadora, registrada às 6h45 (horário de Brasília) desta sexta-feira (10) (Foto: Reprodução/Tepco)Imagem da central de Fukushima pela nova câmera instalada pela operadora, registrada às 6h45 (horário de Brasília) desta sexta-feira (10) (Foto: Reprodução/Tepco)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Nova cibercâmera permite ver a central de Fukushima pela internet

A operadora da central nuclear japonesa anunciou nesta sexta-feira (10) que instalou uma segunda câmera para permitir ver ao vivo pela internet uma parte da situação dentro da central acidentada.

Uma câmera já estava instalada no reator 4. A nova está do outro lado, no reator 1.

Para a Tokyo Electric Power (Tepco), trata-se de uma operação de comunicação para ilustrar a vontade da companhia de “oferecer ao público mais transparência sobre a situação da central”.

São duas câmeras disponíveis para monitoramento: a câmera 1 e a câmera 4.

O acidente provocado pelo terremoto e o tsunami de 11 de março de 2011 na central de Fukushima provocou no pior desastre nuclear desde Chernobyl (Ucrânia), em 1986.

As emissões radioativas resultantes obrigaram 52 mil pessoas que viviam perto da usina a se deslocarem e afetaram a agricultura, pecuária e pesca locais.

Imagem da central de Fukushima pela nova câmera instalada pela operadora, registrada às 6h45 (horário de Brasília) desta sexta-feira (10) (Foto: Reprodução/Tepco)Imagem da central de Fukushima pela nova câmera instalada pela operadora, registrada às 6h45 (horário de Brasília) desta sexta-feira (10) (Foto: Reprodução/Tepco)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Nova cibercâmera permite ver a central de Fukushima pela internet

A operadora da central nuclear japonesa anunciou nesta sexta-feira (10) que instalou uma segunda câmera para permitir ver ao vivo pela internet uma parte da situação dentro da central acidentada.

Uma câmera já estava instalada no reator 4. A nova está do outro lado, no reator 1.

Para a Tokyo Electric Power (Tepco), trata-se de uma operação de comunicação para ilustrar a vontade da companhia de “oferecer ao público mais transparência sobre a situação da central”.

São duas câmeras disponíveis para monitoramento: a câmera 1 e a câmera 4.

O acidente provocado pelo terremoto e o tsunami de 11 de março de 2011 na central de Fukushima provocou no pior desastre nuclear desde Chernobyl (Ucrânia), em 1986.

As emissões radioativas resultantes obrigaram 52 mil pessoas que viviam perto da usina a se deslocarem e afetaram a agricultura, pecuária e pesca locais.

Imagem da central de Fukushima pela nova câmera instalada pela operadora, registrada às 6h45 (horário de Brasília) desta sexta-feira (10) (Foto: Reprodução/Tepco)Imagem da central de Fukushima pela nova câmera instalada pela operadora, registrada às 6h45 (horário de Brasília) desta sexta-feira (10) (Foto: Reprodução/Tepco)

View the original article here

 
1 comentário

Publicado por em 11 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,