RSS

Arquivo da tag: centenas

Fumaça em torre de controle cancela centenas de voos em Chicago

AppId is over the quota
AppId is over the quota

Fumaça em uma torre de controle interrompeu o tráfego aéreo nos dois aeroportos de Chicago por cerca de três horas nesta terça-feira (13) e forçou o cancelamento de centenas de voos, disseram autoridades.

O tráfego foi suspenso perto do meio-dia no Aeroporto Internacional O’Hare e no Aeroporto Midway, depois que funcionários foram forçados a deixar a torre de controle de aproximação de voos da Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA, na sigla em inglês) no subúrbio de Elgin, disse um porta-voz da FAA.

A fumaça foi causada por um motor com defeito no sistema de aquecimento, ventilação e ar condicionado, mas não houve incêndio, disse um porta-voz da FAA. A agência federal está trabalhando para eliminar a fumaça da sala de radares para que os controladores de voo voltem ao trabalho.

Cerca de 700 voos foram cancelados nos aeroportos de Chicago. Chegadas e partidas foram retomadas, embora de forma limitada, mais de três horas depois do incidente.

A televisão local mostrou grandes filas de aviões se acumulando no aeroporto O’Hare e grandes filas de passageiros remarcando voos.

“É como quando acontece uma tempestade de neve”, disse Joseph Schwieterman, especialista de transportes da Universidade DePaul. “O resto do país está sentindo o drama neste momento”.

As operações foram transferidas imediatamente para o centro de controle móvel de Chicago em Aurora, no Illinois, de acordo com um porta-voz da FAA.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Choque entre trens do metrô fere centenas na Coreia do Sul

AppId is over the quota
AppId is over the quota

Uma batida entre dois trens na linha 2 do metrô de Seul, capital da Coreia do Sul, deixou pelo menos 170 feridos nesta sexta-feira (2), segundo as autoridades locais que, por enquanto, não informaram sobre vítimas fatais.

O acidente aconteceu às 15h32 no horário local (3h32 de Brasília), quando uma composição colidiu com outra que estava parada na estação de Sang-wangsimni, no nordeste da capital sul-coreana, aparentemente devido a uma falha mecânica, segundo a agência local “Yonhap”.

A maioria dos feridos sofreu lesões leves, segundo funcionários do serviço de emergência que estavam na estação de Sangwangsimni. “Um trem bateu em outro que parou na estação”, disse um oficial do Corpo de Bombeiros Kim Kyung-su em entrevista a jornalistas.

Cerca de 1.000 pessoas foram retiradas do local, segundo Kim. Há mais de duas semanas o acidente com uma balsa deixou 300 mortos ou desaparecidos, no pior desastre do país em 20 anos.

Local do acidente é vistoriado após o choque entre trens que deixou feridos em Seul, na Coreia do Sul (Foto: Park Dong-ju/Yonhap/Reuters)Local do acidente é vistoriado após o choque entre trens que deixou feridos em Seul, na Coreia do Sul (Foto: Park Dong-ju/Yonhap/Reuters)Cabine do condutor de trem ficou com o vidro rachado após colisão nesta sexta-feira, na Coreia do Sul (Foto: Park Dong-ju/Yonhap/Reuters)Cabine do condutor de trem ficou com o vidro rachado após colisão nesta sexta-feira, na Coreia do Sul (Foto: Park Dong-ju/Yonhap/Reuters)Marcas de sangue de passageiros que ficaram feridos após colisão entre dois trens em Seul, na Coreia do Sul (Foto: Park Dong-ju/Yonhap/Reuters)Marcas de sangue de passageiros que ficaram feridos após colisão entre dois trens em Seul, na Coreia do Sul (Foto: Park Dong-ju/Yonhap/Reuters)new WM.Player( { videosIDs: “3319085”, sitePage: “g1/mundo/videos”, zoneId: “110461”, width: 620, height: 349 } ).attachTo($(“#3319085”)[0]);

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 3 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Pescador filma barco sendo seguido por centenas de tubarões famintos

Um grupo que realizava uma pescaria na região do Golfo de Carpentária, na Austrália, ficou impressionado ao colocar uma câmera embaixo d’água e descobrir que a embarcação estava sendo seguida por centenas de tubarões famintos (assista ao vídeo).

A embarcação da empresa “Austral Fisheries” realizava uma tipo de pesca com pedaços e sangue de peixes, exatamente para atrair predadores desse tipo, porém a tripulação não esperava um “público” tão grande fosse perseguir o barco.

Com uma boa oferta de comida jogada na água, os tubarão se amontoaram e aproveitaram o “banquete”, seguindo o barco em busca de mais petiscos.

Embarcação foi perseguida por centenas de tubarões durante pesca na Austrália (Foto: Reprodução/YouTube/dimboon)Embarcação foi perseguida por centenas de tubarões durante pesca na Austrália (Foto: Reprodução/YouTube/dimboon)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de abril de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , , ,

Centenas de grupos armados operam na Síria, diz relatório da ONU

Centenas de grupos armados operam atualmente na Síria e facções de ideologia extremista, particularmente o Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL), cometem atrocidades cada vez maiores, segundo a comissão investigadora da ONU sobre as violações dos direitos humanos no país, órgão presidido pelo diplomata brasileiro Paulo Sergio Pinheiro.

“Combatentes estrangeiros ingressaram na Síria, incorporando-se frequentemente aos batalhões mais extremistas. Os grupos armados se organizam em coalizões, enquanto as tensões pelo controle político, dos recursos e ideológico persistem”, segundo um relatório apresentado nesta terça-feira (18) ao Conselho de Direitos Humanos da ONU (CDH).

Na etapa mais recente da guerra civil, que começou há três anos com revoltas civis a favor da democracia, os grupos radicais aumentaram atos como execuções em massa de detidos, torturas e a utilização de crianças no conflito.

A comissão apresentou uma versão mais atualizada de seu último relatório, que cobre o período de 20 de janeiro até o dia 10 de março.

Por meio da descrição detalhada de vários crimes contra civis, os membros da comissão denunciaram que os combatentes do EIIL concorrem com as forças governamentais em relação à gravidade de seus abusos.

Pinheiro afirmou que as rivalidades entre grupos rebeldes levaram a uma escalada da violência entre as facções no norte e noroeste da Síria.

A comissão acusa os grupos armados radicais, em diferentes passagens do documento, de crimes de guerra.

A Frente Síria Revolucionária, a Frente Islâmica e o Exército Mujahedin tomaram em janeiro o controle de bases do EIIL no norte, depois que o Estado Islâmico do Iraque e do Levante praticou uma execução em massa de detidos.

De acordo com o relatório, o EIIL, quando percebe uma derrota, seleciona prisioneiros e os mata no mesmo local onde estão detidos ou em algum lugar próximo.

A comissão também relata o uso por parte desse grupo extremista de um hospital infantil como base de operações e centro de detenção, assim como a utilização de menores no conflito, em funções como combatentes ou mensageiros.

O EIIL transformou em comuns -segundo os fatos documentados pela comissão da ONU- métodos terroristas como uso de carros-bomba e ataques suicidas contra alvos civis.

No relatório, a comissão denuncia também o governo por lançar ataques -incluído barris repletos de explosivos lançados do ar- “sem fazer nenhum esforço por distinguir civis e alvos militares”.

Em relação aos ataques, “o governo não adverte antes e há poucas possibilidade de se afastar da área sobre a qual se lança o barril, geralmente de helicópteros”.

O governo também é acusado de continuar praticando a tortura em seus centros de detenção.

Além disso, ambas as partes envolvidas no conflito utilizam o cerco militar e o bloqueio de áreas civis em suas estratégias que, finalmente, impactam principalmente os civis.

As forças oficiais mantêm seu cerco sobre Moadamiya, áreas periféricas de Damasco, o centro histórico de Homs e o restabeleceu no campo de refugiados palestinos de Yarmouk, onde residentes passaram por uma situação de fome extrema.

Por sua parte, os grupos radicais “cortaram o abastecimento de água e eletricidade de zonas civis como uma tática militar”.

arte síria versão 18.02 (Foto: Arte/G1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 19 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Primeira ação da ONU termina com centenas de civis resgatados na Síria

Centenas de civis sírios foram retirados neste domingo (9) dos bairros sitiados da cidade de Homs, apesar da violência que prejudicou a primeira operação humanitária em 20 meses nesta região devastada pela guerra. Segundo informou o governo, o número de resgatados chega a 600 pessoas, que foram retiradas de uma área que está sob controle dos rebeldes. As pessoas estavam há mais de um ano enfrentando a fome e a privação de liberdade devido aos bloqueios gerados pela guerra.

Os desalojados, principalmente mulheres, crianças e velhos, foram retirados pela ONU e o Crescente Vermelho sírio no terceiro dia de uma operação durante a qual os comboios de ajuda foram alvejados e ficaram brevemente retidos no centro velho de Homs.

“O último veículo chegou e o total é de 611 pessoas”, disse o governador de Homs, Talal al-Barazi, ao canal regional de televisão árabe Al Mayadeen, em um ponto de encontro fora da cidade, acrescentando que mais ajuda foi enviada à área rebelde.

Este esforço humanitário acontece na véspera da segunda rodada de negociações entre o regime e os rebeldes sírios sob a égide da ONU em Genebra, dez dias após uma primeira tentativa que não resultou em medidas concretas para acabar com o conflito, que já deixou mais de 136 mil mortos em quase três anos, segundo uma ONG.

Retiradas seguidas
Após a retirada na sexta-feira de um primeiro grupo de 83 civis, em cumprimento ao acordo concluído entre rebeldes e regime por intermédio da ONU, 420 civis, todos ‘mulheres, crianças e idosos’, deixaram os bairros da cidade velha de Homs (centro).

Segundo o governador da província de Homs, Talal Barazi, a operação foi dificultada por um morteiro que caiu sobre os bairros sitiados pelo exército desde junho de 2012, e que matou ‘cinco homens’, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

Além disso, o Crescente Vermelho sírio anunciou a distribuição ‘de 250 pacotes de alimentos, 190 kits de higiene e remédios para doenças crônicas’, acrescentando que todos os seus funcionários e os da ONU conseguiram deixar Homs sem ferimentos. A organização não apontou nenhuma das partes em conflito como responsável pelo ataque ao comboio humanitário.

Desde sábado, as duas partes em conflito se acusam mutuamente de violar o cessar-fogo de três dias e de atacar os comboios de ajuda humanitária.

Arte entenda Síria 31/08 (Foto: Editoria de Arte / G1)

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de fevereiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Disney demitirá centenas da equipe de videogames, diz jornal

Sr. Incrível é um dos personagens de 'Disney Infinity' (Foto: Divulgação)Cena do game ‘Disney Infinity’ (Foto: Divulgação)

A Disney se prepara para anunciar a demissão de centenas de pessoas de sua divisão de videogames, informou o “Wall Street Journal” citando fontes ligadas à área.

Os cortes na Disney Interactive devem começar depois da publicação dos resultados trimestrais do grupo, prevista para a parte da tarde de quarta-feira (5), acrescenta o jornal.

A divisão, que emprega hoje cerca de três mil funcionários, perdeu US$ 87 milhões no exercício fiscal concluído no fim de setembro. Procurada pela agência “France Presse”, a empresa não se manifestou até o momento.

“Disney Infinity”, um de seus últimos jogos, foi um inesperado sucesso, com a venda de 3 milhões de unidades em todo o mundo desde seu lançamento em agosto. Agora, o grupo estaria desenvolvendo novos jogos “Infinity” com os universos da Marvel e de “Star Wars”, revelou uma das fontes consultadas pelo “Wall Street Journal”.

View the original article here

 
1 comentário

Publicado por em 4 de fevereiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Exame revela centenas de agulhas em perna de senhora sul-coreana

Uma mulher sul-coreana de 65 anos surpreendeu os médicos ao ir ao hospital reclamando de dores fores nas juntas, e, após uma radiografia, a equipe descobriu centenas de agulhas de acupuntura inseridas na pele, que foram deixadas lá para realização de “estimulação contínua”.

Radiografia revelou centenas de fragmentos de agulhas presos a perna de senhora sul-coreana (Foto: Divulgação/New England Journal of Medicine)Radiografia revelou centenas de fragmentos de agulhas presos a perna de senhora sul-coreana (Foto: Divulgação/New England Journal of Medicine)

De acordo com o “New England Journal of Medicine”, a mulher teria procurado tratamentos alternativos para dores que sentia no joelho. No entanto, a pessoa contratada para fazer o serviço afirmou que deixaria os objetos na pele para que a estimulação no local afetado acontecesse sem interrupção.

Uma radiografia divulgada pela instituição mostrou o joelho da sul-coreana cercado de diversos fragmentos de agulhas.

A paciente disse ainda que o homem alegou que as agulhas eram de ouro, e seriam deixadas sob o tecido intencionalmente, algo que os médicos apontam como perigoso para a saúde da mulher.

Os especialistas disseram também que não podem fazer com que a senhora passe por um exame de ressonância magnética, já que as agulhas poderiam se mover e danificar artérias.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 16 de janeiro de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,