RSS

Arquivo da tag: celular

Chip anti-espionagem para celular promete proteger comunicação

Chip em forma de cartão SD pode ser colocado em smartphones e tablets para proteger ligações e mensagens de espionagem (Foto: Divulgação/FGX)Chip em forma de cartão SD pode ser colocado
em smartphones e tablets para proteger ligações
e mensagens de espionagem (Foto: Divulgação/FGX)

Em tempos em que não se sabe se smartphones, tablets ou computadores estão sendo espionados, uma das poucas soluções para continuar usando os dispositivos sem ter medo de ter dados privados acessados por terceiros.

Uma destas soluções, um chip que pode ser usado tanto em celulares e tablets como em PCs e notebooks chamado TrustChip chega ao Brasil pela empresa FGX, que oferece o serviço com mensalidades de R$ 150. O chip é fabricado pela KoolSpan, empresa americana que desenvolve aplicações de criptografia e de segurança baseados em hardware para proteger os dados e comunicações de voz sobre dispositivos conectados à rede.

Segundo a companhia, usando tanto redes Wi-Fi ou de dados 3G e 4G ou as rede de voz de celular, os usuários estarão protegidos já que o chip codifica a voz e os dados, criando chaves dinâmicas que mudam a todo o instante. Isso, seguindo a empresa, diminui o risco de invasão e, com isso, de alguém espionar suas ligações telefônicas e mensagens.

Com chip instalado, usuário pode optar por fazer ligação com ou sem a proteção (Foto: Divulgação/FGX)Com chip instalado, usuário pode optar por fazer
ligação com ou sem a proteção
(Foto: Divulgação/FGX)

“É um chip com padrão militar, usado por agências do governo norte-americano”, explica Fábio Guimarães, presidente da FGX, ao G1. “Há softwares similares, mas o chip tem melhor proteção e otimiza o consumo de bateria. Quando se fala de software, há certificados e chaves expostas à vulnerabilidades. Quando falamos de hardware, de proteção no chip, não há exposição de chaves. A previsão é que sejam vendidos 5 mil chips pela empresa em 2014.

O chip está em um cartão microSD que pode ser colocado em dispositivos com essa entrada – no iPhone é usada uma capinha que tem uma entrada microSD para o chip. Aparelhos da Apple não têm entrada para este tipo de cartão.

Capa para iPhone traz entrada microSD e permite usar o chip anti-espionagem (Foto: Divulgação/FGX)Capa para iPhone traz entrada microSD
e permite usar o chip anti-espionagem
(Foto: Divulgação/FGX)

Com o chip no aparelho, o usuário usa um aplicativo para fazer as ligações e outro para mandar mensagens de texto. Segundo Guimarães, é necessário que tanto quem liga quanto de quem recebe a ligação que tenham o chip para garantir a segurança. Ele também afirma que no segundo semestre haverá uma aplicação para mandar imagens e documentos importantes e impedir que a pessoa o copie ou envie para outro destinatário. Também será possível definir quantas vezes é possível ver o documento antes que ele seja apagado.

Guimarães conta que o público-alvo do TrustChip são as empresas, mas o executivo afirma que qualquer pessoa pode contratar o serviço. Com a mensalidade, a empresa dá suporte técnico e atualizações de segurança, por exemplo.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de abril de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

LG anuncia lâmpada que se conecta ao celular e pisca com ligação

Lâmpada da LG pisca quando usuário recebe ligação (Foto: Divulgação/LG)Lâmpada da LG pisca quando usuário recebe ligação (Foto: Divulgação/LG)

A LG anunciou um modelo de lâmpada inteligente que se conecta a smartphones Android e iOS e pisca quando o usuário recebe uma ligação telefônica. Chamado Smart Bulb, o produto permite controlar a intensidade da luz com o celular e vem com um modo de segurança, que pode ser acionado para que pareça que você está em casa.

As lâmpadas são vendidas em pares e se conectam aos dispositivos móveis por Wi-Fi ou Bluetooth. Quando pareada com um aparelho Android, a Smart Bulb também consegue pulsar luz ao ritmo de uma música.

De acordo com a fabricante sul-coreana, as lâmpadas de 10 W podem durar mais de 10 anos quando usadas cinco horas por dia. O par de Smart Bulbs será vendido por cerca de 35 mil wons (pouco mais de US$ 32, ou R$ 75) e ainda não tem previsão de lançamento fora da Coreia do Sul.

View the original article here

 
1 comentário

Publicado por em 25 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Celular com tela curva da LG é lançado no Brasil por R$ 2,7 mil

Sites já vendem LG Flex no Brasil por R$ 2,7 mil (Foto: Reprodução/Americanas.com)Sites já vendem LG Flex no Brasil por
R$ 2,7 mil (Foto: Reprodução/Americanas.com)

O LG Flex, celular com tela curva da LG, chegou ao Brasil custando R$ 2,7 mil. Além da tela curva, o dispositivo é flexível e sua capa traseira se regenera sozinha de arranhões. O aparelho foi um dos destaques da empresa sul-coreana na feira Consumer Electronic Show (CES) 2014, realizada em janeiro na cidade de Las Vegas, nos Estados Unidos.

O fato de a tela de 6 polegadas ser ligeiramente curva torna a visualização de conteúdo no G Flex mais confortável aos olhos. Quem não gosta de assistir a filmes nos smartphones por conta da tela pequena não terá problemas. O uso de aplicativos e a navegação do menu também são beneficiados com a curvatura, criando um efeito único.

A LG afirma que o formato do aparelho proporciona uma captação melhor do áudio enquanto se fala ao telefone, uma vez que o microfone do G Flex fica mais próximo da boca do usuário. Do mesmo modo, sua curvatura permite que se encaixe confortavelmente ao rosto durante uma ligação.

Outro ponto que a fabricante destaca é que o aparelho fica em uma posição confortável ao ser guardado no bolso traseiro da calça. Como ele pode ser flexionado levemente, não há risco de a tela quebrar.

Smartphone LG G Flex tem tela curva e chega aos EUA por US$ 1 mil (Foto: Gustavo Petró/G1)Smartphone LG G Flex tem tela curva e chega aos EUA por US$ 1 mil (Foto: Gustavo Petró/G1)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 25 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Número de gamers na China explodirá com jogos para celular

Com o rápido crescimento da vendas de celulares e de tables na China, o país terá uma explosão de novos gamers nos próximos anos, uma grande oportunidade para os desenvolvedores de jogos do Ocidente, inclusive do Brasil, de aumentar suas vendas ao lançar títulos para este mercado, de acordo com pesquisa da Tencent.

Em palestra na feira Game Developers Conference (GDC) em San Francisco, nos EUA, Steve Gray, executivo da Tencent, alertou os desenvolvedores a encontrar meios de lançar seus jogos com urgência na China. “Em 2014 muitos fabricantes de celulares chineses irão lançar aparelhos muito baratos. Eles venderão 400 milhões de aparelhos este ano. Isso aumenta, e muito, a quantidade de usuários e uma grande porcentagem deles irá jogar games, o que traz uma excelente oportunidade de negócios”.

Entre os jogos preferidos dos chineses estão os de ação, RPG e de estratégia, com Gray apontando que são estes que devem ser criados para o mercado. “Criem os jogos e depois pensem no retorno financeiro”.

O executivo disse que novos usuários começam comprando games mais simples, mas que trazem diversão e desafio, antes de se aventurar em títulos mais complexos. “Particularmente no mercado chinês, mas é uma tendência mundial, as pessoas começam com jogos mais simples, que exigem esfregar o dedo na tela e algo acontece. Mas o que descobrimos é que depois disso, estes mesmos jogadores buscam por jogos mais complexos”, explicou Gray.

“Jogos simples trazem retorno financeiro, mas jogos mais profundos e complexos são jogados por mais tempo, trazendo mais opções de monetização, e os jogadores investem mais dinheiro nestes títulos”. Ele também argumenta que estes jogos para celulares e tablets podem trazer pessoas que jogam muitos games no PC.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 20 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Jornalista admite que encomendou grampo de celular do príncipe William

Príncipe William chega para seu primeiro dia de curso na Universidade de Cambridge nesta terça-feira (7) (Foto: Chris Radburn/AFP)Príncipe William chega para seu primeiro dia de
curso na Universidade de Cambridge em janeiro
(Foto: Chris Radburn/AFP)

Clive Goodman, ex-correspondente de realeza do já desaparecido periódico britânico “News of the World”, admitiu nesta terça-feira (18) que pediu a um detetive de grampear os telefones dos príncipes William e Harry, assim como os de seus ajudantes.

Goodman explicou em um tribunal que contratou a título pessoal por 500 libras por semana (600 euros) ao detetive Glenn Mulcaire – que já trabalhava para o jornal – para que interceptasse do móvel de membros da família real do Reino Unido, a fim de obter exclusivas informativas.

Durante a sessão desta terça-feira (18) perante o tribunal penal londrino de Old Bailey, que julga a vários acusados pelo caso das escutas, o júri conseguiu ouvir uma das mensagens obtidas por Mulcaire em 2006, neste caso de William a sua então namorada Kate Middleton.

Na mensagem de voz, encontrada em um microgravador em um apartamento de Goodman, se ouve o príncipe, que então estava na academia militar de Sandhurst, dizer: “Espero sair no máximo às sete”.

E depois: “Minha intenção é definitivamente sair por volta das sete para estar com você às oito no máximo”.

Goodman e Mulcaire já cumpriram pena em 2007 pela intercepção de celulares da família real, no que na época o “News of the World” descreveu como um caso isolado de má prática dentro do periódico.

O ex-setorista da realeza, que foi demitido após ser preso, disse hoje que os grampos de telefones eram feitas “em escala industrial” no jornal e inclusive entre empregados, devido à grande competitividade que existia.

Ele assegurou que seu pacto pessoal com Mulcaire, que também tinha acordos com outros importantes jornalistas do dominical, ia a durar em princípio só alguns meses, desde outubro de 2005, mas continuou até a detenção de ambos em 2006.

Em seu terceiro dia de depoimentos, Goodman deu exemplos de informações que obteve graças à intercepção de telefones, como a que William havia ficado bêbado na cerimônia de graduação da academia militar de seu irmão Harry e que este tinha pedido a seu secretário pessoal que o ajudasse a terminar os deveres de Sandhurst.

Goodman é acusado no julgamento de subornar funcionários, crime que ele nega, e explicou em sessões anteriores que os contatos que tinha da família real lhe foram facilitados em sua maioria por pessoas próximas e inclusive pela princesa Diana, mãe de William e Harry.

Sete pessoas são acusadas no julgamento, entre eles os ex-diretores do “News of the World” Rebekah Brooks e Andy Coulson, acusados de interceptar celulares, subornar cargos públicos e obstruir a justiça, crimes que também negam.

O “News of the World”, um dos tablóides mais rentáveis da história do Reino Unido e de propriedade de Rupert Murdoch, foi fechado em julho de 2011 após a detenção de vários empregados ao ser comprovado o alcance da prática das escutas, que afetou famosos e cidadãos correntes.

Por causa do escândalo, o primeiro-ministro, David Cameron, ordenou uma investigação sobre as práticas da imprensa que levou à aprovação de um novo organismo autorregulador para o setor.

No entanto, os periódicos nacionais rejeitaram a proposta governamental e propuseram um modelo alternativo, ao considerar que o oficial atenta contra a liberdade de expressão.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 18 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

‘Asphalt 8’ é o 1º game de celular que permite transmitir partidas ao vivo

'Asphalt 8' é o primeiro jogo de celular a permitir transmissão ao vivo de vídeos de partidas pela internet (Foto: Divulgação/Gameloft)‘Asphalt 8’ é o primeiro jogo de celular a permitir transmissão ao vivo de vídeos de partidas pela internet (Foto: Divulgação/Gameloft)

O jogo de corrida gratuito “Asphalt 8: Airborne” se tornou o primeiro jogo para o sistema iOS (iPhone e iPad) a permitir a transmissão de partidas do game ao vivo pela internet para que outras pessoas possam assistir. Produzido pela Gameloft, o jogo usa o serviço Twitch, um dos mais populares do gênero, para a transmissão.

No caso do jogo de corrida, o sistema usa ainda a câmera frontal dos dispositivos e microfone para captar e apresentar o rosto e a voz do usuário durante a transmissão.

Uma atualização do jogo que será lançada até o final desta semana habilitará a transmissão de vídeos ao vivo do game.

Transmitir partidas de games ao vivo pela internet é muito popular nos PCs e os consoles de nova geração, o Xbox One e o PlayStation 4, receberam esta função. Assim, qualquer pessoa em qualquer lugar pode assistir a vídeos de outras pessoas jogando seus títulos favoritos ou lançamentos.

Diferentemente do que acontece nestas plataformas, contudo, a transmissão de partidas de games pelo Twitch dependerá exclusivamente do jogo ou aplicativo possuir esta função. Com isso, depende apenas dos desenvolvedores de colocar a função no seu jogo.

Por enquanto não há previsão de outros sistemas como o Windows Phone ou o Android receberem a função de transmissão de vídeos ao vivo pela internet.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 18 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

App faz celular ‘virar’ telefone fixo que recebe ligação até fora do país

Celular - GloboNews (Foto: Reprodução GloboNews)Celular (Foto: Reprodução
GloboNews)

A operadora de telecomunicações GVT lançou um aplicativo que permite atender ligações direcionadas a um número de telefone fixo ou fazer ligações a partir dele em um smartphone ou tablet.

O app GVT Freedom permite que os usuários utilizem o serviço de telefonia fixa mesmo se não estiverem dentro do país (Veja aqui e aqui).

“É como se fosse uma extensão do seu telefone fixo em qualquer lugar do mundo que tenha WiFi ou internet móvel”, diz Daniel Neiva, vice-presidente de marketing e vendas da GVT.

A operadora é a primeira a disponibilizar essa tecnologia na América Latina. A novidade vale apenas para os clientes da companhia, que opera em 150 cidades Brasil afora –chegou a São Paulo em 2013, mas, por ora, atua em apenas cinco bairros .

A possibilidade de fazer que um celular “vire” um telefone fixo é uma tecnologia disponibilizada por apenas outras cinco companhias ao redor do mundo: Orange (França e Reino Unido), British Telecom (Reino Unido), TeliaSonera (Suécia), Cincinnati Bell (EUA) e T-Mobile (Alemanha).

No caso da GVT, a “transformação” do celular em telefone fixo é possível devido à infraestrutura de rede da operadora. O sistema de fibra óptica da companhia converte os sinais de voz em dados sobre IP (protocolo de internet), que podem ser transferidos pela rede.

Antes de ser lançado, o app foi testado por 450 funcionários da GVT. Um deles fez a experiência com a filha, que estuda em uma universidade dos EUA. Com isso, a garota passou a atender no próprio celular ligações destinadas ao telefone de sua casa no Brasil.

“Os telefones tocam simultaneamente. Quem atende primeiro, recebe a ligação”, afirma Neiva.  A tecnologia lembra Skype e Viber, que podem ser instalados em computadores, celulares e tablets. Esses sistemas, porém, fazem apenas ligações entre aparelhos em que estão instalados. Para fazer chamadas telefônicas para telefones ou celulares, é necessário comprar créditos. As chamadas feitas e recebidas pelo Freedom consomem a franquia de minutos do próprio telefone fixo ou são debitadas na conta no fim do mês.

Videoconferência
Segundo Neiva, o lançamento do aplicativo tem o propósito de dar sobrevida ao declinante negócio da telefonia fixa, ancorando-o na mobilidade do celular. “A GVT acredita que isso vai transformar a indústria da voz fixa, que é antiga e está em desuso.”

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 2012 foi o ano em que o celular esteve pela primeira vez presente em mais da metade dos domicílios brasileiros (51,3%).

Já o Instituto de Economia Aplicada (IPEA) mostrou que, além de ser o serviço de telefonia mais presente do país, o celular também é um forte ponto de acesso à web: em 38% das casas, pelos menos uma pessoa usa o aparelho para navegar na rede.

Por isso e para aproveitar sua rede de fibra óptica, a GVT trabalha em permitir um novo serviço por meio do aplicativo. “No futuro próximo, a gente quer liberar videochamadas pelo Freedom”, revela Neiva, que não deu uma previsão de quando o serviço será liberado.

Quando for disponibilizado, as videoconferências poderão ser feitas apenas entre smartphones e tablets, pois dependerá de dispositivos que tenham o aplicativo instalado. Outra das atualizações que estão por vir é aplicativo para TVs, que permitirá aos usuários usarem uma linha fixa nos aparelhos.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 15 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,