RSS

Arquivo da tag: casar

Paquistanesa é apedrejada pela família após casar sem permissão

AppId is over the quota
AppId is over the quota
Mohammad Iqbal acompanha o corpo da mulher no necrotério, após ela ser apedrejada por membros da família (Foto: Mohsin Raza/Reuters)Mohammad Iqbal acompanha o corpo da mulher no necrotério, após ela ser apedrejada por membros da família em Lahore, Paquistão (Foto: Mohsin Raza/Reuters)

Uma mulher de 25 anos foi apedrejada até a morte por sua família do lado de fora de um dos principais tribunais do Paquistão nesta terça-feira (27), em uma chamada sentença de morte por “honra”, cujo motivo foi ter se casado com o homem que amava, disse a polícia.

Farzana Iqbal estava esperando a abertura da Alta Corte na cidade de Lahore, leste do país, quando um grupo de dezenas de homens a atacou com tijolos, disse o policial Umer Cheema.

O pai dela, dois irmãos e um ex-noivo estavam entre os agressores, disse ele. Farzana sofreu severos danos na cabeça e morreu no hospital, segundo a polícia.

Todos os suspeitos, exceto o pai, escaparam. Ele admitiu ter matado a filha, de acordo com Cheema, e afirmou que era uma questão de honra. Muitas famílias paquistanesas consideram que uma mulher se casar com alguém de sua própria escolha traz desonra à família.

Farzana havia sido noiva de um primo, mas casou-se com outro homem, disse o policial. Sua família registrou uma acusação de sequestro contra ele, mas Farzana havia ido à corte para argumentar que havia casado com ele por vontade própria.

Cerca de 1.000 paquistanesas são mortas todos os anos por suas famílias em nome da honra, de acordo com o grupo de direitos Aurat Foundation. Mas o número real é provavelmente muitas vezes maior, considerando que a fundação apenas registra dados baseados em registros de jornais. O governo não compila estatísticas nacionais.

imagem forte (Foto: 1)Polícia inspeciona local do apedrejamento de Farzana Iqbal, em Lahore, Paquistão (Foto: Mohammad Tahir/Reuters)Polícia inspeciona local do apedrejamento de Farzana Iqbal, em Lahore, Paquistão (Foto: Mohammad Tahir/Reuters)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 27 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , ,

Homem entra na justiça para se casar com notebook repleto de pornografia

AppId is over the quota
AppId is over the quota

The page you requested has been blocked because it contains some inappropriate contents.

Sorry, I could not read the content fromt this page.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 7 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Avril Lavigne vem ao Brasil pela 1ª vez após se casar: ‘Nova experiência’

Avril Lavigne canta no Brasil em abril e maio (Foto: Divulgação)Avril Lavigne canta no Brasil em abril e maio (Foto:
Divulgação)

Algumas músicas escolhidas pelos fãs brasileiros de Avril Lavigne, pelo Twitter, vão estar nos shows que a cantora faz em 2014 no Rio, SP, BH e Brasília (veja serviço abaixo). “Perguntei, em cada cidade, quais os fãs mais queriam. Vou tocar pelo menos uma de cada. Escolhi o Brasil para fazer isso pois os fãs daí são os mais ativos e dedicados do mundo. Comentam, conversam, perguntam. Quis fazer algo em troca”, ela diz ao G1, em entrevista por telefone.

O discurso parece automático, mas Avril sabe da importância de ter fã-clubes em lugares como o Brasil para a carreira. Pesquisa do Massachusetts Institute of Technology (MIT) indicou que Avril é a jovem cantora canadense mais famosa no mundo, à frente de Justin Bieber, Alanis Morissette e seu marido, Chad Kroeger (Nickelback). Ela diz que a vantagem em relação a compatriotas é a base internacional de fãs conquistada além da América do Norte.

Avril Lavigne chega ao Brasil pela primeira vez após se casar, e prestes a completar trinta anos. Mas a cantora que surgiu de calças largas e jeitão adolescente nos clipes de “Complicated” e “Sk8ter boi” garante que não mudou após experimentar o vestido (preto) de noiva. Uma prova: ela conta que o único plano especial para o trigésimo aniversário é um bolo em formato de Hello Kitty.

G1 – Você vem ao Brasil pela primeira vez após se casar. O casamento te fez mudar? É um show mais calmo, maduro?
Avril Lavigne – Na verdade, não. O casamento foi uma nova experiência de vida. Talvez seja inspiração para novas músicas. Mas não me mudou como artista. E o show é o mesmo. Muito divertido, continuo cantando músicas como “Sk8er boi” e tendo muita interação com o público.

G1 – Você faz 30 anos em setembro. Como vai comemorar? Ter 30 é bom ou ruim?
Avril Lavigne
Ainda não sei. Provavelmente vou comemorar, enquanto toco em algum lugar do mundo. Queria estar com meus amigos e com minha família. E ter um bolo de aniversário em formato de Hello Kitty! [risos]. Mas fazer 30 anos é uma coisa ótima. É parte da vida, e mal posso esperar por isso.

Avril Lavigne e Marilyn Manson, parceiros na faixa 'That girl' (Foto: Divulgação e Reuters)Avril Lavigne e Marilyn Manson, parceiros na faixa
‘That girl’ (Foto: Divulgação e Reuters)

G1 – Vai cantar o trecho de ‘The beautiful people’, do Marilyn Manson, como em outros shows?
Avril Lavigne –
Acrescentei esse pedaço em “That girl” [parceria entre Lavigne e Manson, do disco mais recente]. Devo tocar aí. Mas o mais importante é tocar músicas que fãs escolheram. Perguntei, em cada cidade, quais os fãs mais queriam. Vou tocar pelo menos uma de cada, entre as mais votadas por eles no Twitter [ela ainda não revela quais vai selecionar]. Escolhi o Brasil para fazer isso pois os fãs daí são os mais ativos e dedicados do mundo. Comentam, conversam, perguntam no Twitter. São apaixonados, quis fazer algo em troca.

Eu tinha 18 anos e estava no backstage de um show em Toronto [ao conhecer Marilyn Manson]. Ele foi um doce de pessoa, bonzinho. Uma gracinha mesmo. Por isso ficamos amigos.”

G1 – O MIT fez uma pesquisa que colocou você como a cantora jovem canadense mais famosa do mundo. O que acha que te fez superar Bieber, Alanis e seu marido?
Avril Lavigne –
Acho que isso se deve à minha base de fãs internacional. Mesmo que eu seja do Canadá, sou conhecida por todo o mundo. Eu me sinto sortuda por ter conseguido isso. 

G1 – Agora você é parceira do Marilyn Manson. Teve medo quando foi conhecê-lo?
Avril Lavigne –
Não! Eu tinha 18 anos e estava no backstage de um show em Toronto. Ele foi um doce de pessoa, bonzinho. Não tinha guarda-costas, essas coisas. Ele falou: “Vem comigo”. E fiamos por lá, conheci todos os músicos da banda dele. Foi uma gracinha mesmo. Por isso ficamos amigos.

Avril Lavigne no Brasil

São Paulo
Datas: Terça-feira (29 de abril) e quarta-feira (30 de abril)
Horário: 21h30
Local: Citibank Hall – Av. das Nações Unidas, 17.955 – Santo Amaro.
Ingressos: de R$ 90 (visão parcial) a R$ 450 (camarote)
Venda: ticketsforfun.com.br

Rio de Janeiro
Data: sexta-feira (2 de maio)
Horário: 22h
Local: Citibank Hall – Av. Ayrton Senna, 3.000 – Shopping Via Parque – Barra da Tijuca
Ingressos: de R$ 220 (pista) a R$ 450 (pista premium)
Venda: ticketsforfun.com.br

Belo Horizonte
Data: sábado (3 de maio)
Horário: 21h30
Local: Chevrolet Hall . Av. Nossa Senhora do Carmo, 230 – Savassi
Ingressos: R$ 250
Venda: ticketsforfun.com.br

Brasília
Data: domingo (4 de maio)
Horário: 20h
Local: Net Livre Brasília – SHTN Trecho 02 – Conj. 05 Bloco A Parte A, 0
Ingressos: de R$ 260 a R$ 500
Vendas: ingressorapido.com.br

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de abril de 2014 em Música

 

Tags: , , , ,