RSS

Arquivo da tag: carioca

Carioca representará o Brasil na final de torneio mundial de ‘Fifa 14’

Rafael Salles (no centro da foto) disputa partida final que resultou em sua vitória no FIWC (Foto: Divulgação/FIWC)Rafael Fortes (no centro da foto) disputa partida final que resultou em sua vitória no FIWC (Foto: Divulgação/FIWC)

O carioca Rafael Salles Leite Fortes, de 18 anos, foi o vencedor da etapa brasileira do torneio “Fifa Interactive World Cup (FIWC), competição de “Fifa 14”, e representará o Brasil na final mundial da competição que ocorre nos dias 2 e 3 de julho no Rio de Janeiro.

Rafael Fortes é campeão brasileiro de 'Fifa 14' (Foto: Divulgação/FIWC)Rafael Fortes é campeão brasileiro de ‘Fifa 14’
(Foto: Divulgação/FIWC)

No último desafio, ele encarou Luccas Vinícius Bagarollo Ferreira pela vaga na Grande Final. Ele venceu por 6 x 0, jogando com o Bayern de Munique. “Mal posso acreditar, batalhei muito por isso e agora estou na grande final da FIWC. É um sonho que se tornou realidade e me sinto honrado por representar meu país. Agora vou treinar dia e noite para garantir que eu possa orgulhar o Brasil na Grande Final”, disse.

Salles foi o melhor entre os oito finalistas da etapa nacional da competição, realizada no Rio, e, com isso, ganhou a vaga para a final mundial. O prêmio da final mundial é de US$ 20 mil e o vencedor participa do prêmio Bola de Ouro da Fifa, onde é revelado o melhor jogador de futebol do ano. O atual campeão do torneio, o francês Bruce Grannec, já está classificado para o evento no Rio além de outros 18 competidores de todo o mundo.

Esta é a décima edição da FIWC e, pela primeira vez, a Grande Final do torneio será realizada no mesmo país e ao mesmo tempo em que a Copa do Mundo da FIFA.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de abril de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Filha e marido da carioca que morreu em voo Rio-Dallas voltam para o Brasil

Foto publicada no Instagram por Allison Frahm (Foto: Reprodução/Instagram/Allisonfrahn)Foto publicada no Instagram por Allison Frahm
(Foto: Reprodução/Instagram/Allisonfrahn)

A filha e o marido da brasileira Aline Bragança Levy, de 34 anos, que morreu durante um voo que ia do Rio de Janeiro a Dallas, nos Estados Unidos, voltam para o Brasil nesta terça-feira (29), às 12h, segundo a Embaixada do Brasil em San José, na Costa Rica. O avião teve que fazer um pouso de emergência em San José na Costa Rica, na madrugada de segunda-feira (28).

Aline começou a se sentir mal, obrigando a aeronave da American Airlines a aterrissar. Aline viajava com o marido e uma filha de 2 anos. “É uma situação bem difícil. Fizemos de tudo para que ele conseguisse voltar o quanto antes com a filha”, afirmou o vice-cônsul Fabiano Soares.

De acordo com o consulado, o translado do corpo de Aline deve ser feito na quarta (30) ou na quinta-feira (1°). “O corpo já está liberado e será embalsamado hoje pela manhã. Fica dependendo agora da papelada burocrática”, disse o vice-cônsul.

Segundo o chefe da polícia do aeroporto, Carlos Víquez, o administrador do aeroporto recebeu o alerta de um problema de saúde de uma passageira, (e) coordenou a aterrissagem. Ele acrescentou que, quando uma equipe da Cruz Vermelha entrou no avião, a passageira já tinha morrido, possivelmente devido a uma parada cardiorrespiratória.

Allison Frahn, uma fisiculturista americana que estava no avião, publicou no Instagram uma foto do momento em que o avião estava em San José. Ela ainda mencionou que seu noivo, o também fisiculturista Steve Kuclo tentou reanimar Aline durante o voo. Kuclo é paramédico e estava no Brasil para uma competição.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 30 de abril de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , , ,

Carioca cria game de guerra em favela após passar por tiroteio no Rio

Ideia do jogo partiu de tiroteio na Linha Vermelha (Foto: Reprodução/Favela War)Ideia do jogo partiu de tiroteio na Linha Vermelha (Foto: Reprodução / Favela War)

Um tiroteio na Linha Vermelha, famosa via expressa do Rio de Janeiro, foi inspiração para o carioca e CEO Dan Eisenberg desenvolver um game que traz as favelas da cidade como cenário de guerra entre policiais e criminosos. No jogo “Favela Wars”, cada fase é representada por uma comunidade: Santa Marta, Rocinha, Cidade de Deus, Conjunto de Favelas do Alemão e a mais nova delas, o Morro do Borel, incluída no fim de setembro.

“A ideia do jogo em si já existia há muito tempo, desde criança. A consolidação foi numa situação muito difícil. Foi um perrengue, um tiroteiro, um princípio de arrastão, com carros dando marcha a ré e tudo mais. Foi quando eu pensei que isso poderia virar um game. Eu e meus três sócios nos juntamos e mais de um ano depois o game surgiu”, disse.

Dan Eisenberg criou o jogo depois de passar por arrastão na Linha Vermelha (Foto: Arquivo pessoal)Dan Eisenberg criou o jogo depois de passar por
arrastão na Linha Vermelha (Foto: Arquivo pessoal)

Trabalho de campo
Lançado em abril de 2013, o jogo online já tem 150 mil jogadores cadastrados, com uma média de 2,3 mil usuários por semana.

Para reproduzir as comunidades, foi necessário um trabalho de campo da empresa Nano Game Studio. “Nossa equipe visitou as comunidades e tirou um monte de fotos. Usamos muito o Google Street View também. Fizemos muitas pesquisas. Todas as texturas do jogo, que é em 3D, são de fotos reais das comunidades. O cenário virtual ficou bem realista”, contou Eisenberg.

Micro-ondas do tráfico
Dan conta que sempre gosta de trazer um factual da cidade para os jogos. No Conjunto de Favelas do Alemão, por exemplo, o temido micro-ondas do tráfico é reproduzido. A versão do jogo mostra o Alemão antes de ser pacificado. Uma particularidade da mais nova fase, o Morro do Borel, na Tijuca, Zona Norte do Rio, é a quadra de uma escola de samba destruída e ocupada por moradores.

O desenvolvimento do game teve um investimento de R$ 1 milhão. De acordo com Eisenberg, o negócio é lucrativo, mas ainda tem muito a ser expandido.

“É um negocio lucrativo, mas ainda não está no ponto que a gente gostaria. Mas é assim mesmo, é o primeiro jogo autoral que a gente desenvolve. Antes, a nossa empresa trabalhava mais com fabricação de jogos para empresas. Como qualquer negócio de internet, acontece uma progressão”, explicou.

Serviço
Favela Wars
Para jogar no site – http://www.favelawars.com/br.html
Pelo Facebook – https://apps.facebook.com/favelawarsgame

Micro-ondas do tráfico é reproduzido em Jogo no Alemão (Foto: Reprodução/Favela War)Micro-ondas do tráfico é reproduzido em Jogo no Alemão (Foto: Reprodução / Favela War)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Dupla carioca de DJs se prepara para fechar última noite do Rock in Rio

Apesar do nome, o Rock in Rio reúne artistas que tocam diversos tipos de música, com atrações para todos os gostos. As batidas eletrônicas, com destaque para o astro David Guetta, um dos maiores DJs do mundo, também vão animar o público da Cidade do Rock. Entre as atrações está uma dupla do Rio, como mostrou o RJTV desta quarta-feira (4). Felipe Lozinsky e Gustavo Rozenthal se preparam para fechar a última noite do festival, no dia 22 de setembro, com as batidas que misturam rock, pop e música eletrônica.

“Quando a gente toca em festival, para público não só de música eletrônica, a gente tende a botar referências de música pop, mais rock and roll, que é o que a gente gosta e colocar um set diferenciado, sem dúvida”, diz Felipe.

Os DJs já se apresentaram com artistas como Madonna e levaram para fora do país toda a energia brasileira. Agora é a vez de a Cidade do Rock conferir de perto toda a animação do show preparado pela dupla.

“A gente ficou contente porque o Rock in Rio é um festival que a gente já foi como público, então a gente está super feliz”, comemora Gustavo.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 6 de setembro de 2013 em Música

 

Tags: , , , , ,

Alog investe cerca de R$ 40 mi para iniciar obras do novo data center carioca

Unidade atenderá a demanda de empresas multinacionais do segmento financeiro, Óleo&Gas, redes e conteúdos digitais no Brasil.

A Alog Data Centers do Brasil, integrante do grupo Equinix, anuncia investimento de 40 milhões de reais na construção da primeira fase do data center carioca, no bairro de Del Castilho, que terá como missão atender à demanda de empresas multinacionais dos segmentos financeiro, Óleo&Gas , redes e conteúdos digitais no Brasil.

O nova unidade, que totalizará 17 mil m², terá capacidade de cerca de 1.170 racks, sendo 320 deles entregues na primeira fase da construção, de acordo com a empresa. A expectativa da Alog é que o projeto seja finalizado até março de 2013 e inaugurado em junho. 

Na estratégia, está o atendimento não somente do estado do Rio de Janeiro, mas também Minas Gerais e região Nordeste. A empresa irá focar em projetos modulares de colocation, sem deixar de oferecer serviços de hosting e cloud computing, além gerenciamento de ambientes.

“Estudamos mais de 20 localidades e fizemos um trabalho com os fornecedores para analisar, principalmente, a capacidade de energia sem grandes necessidades de investimento”, disse o vice-presidente da Alog, Eduardo Carvalho. Del Castilho é um lugar estratégico: tem grande capacidade de energia e fica perto da Linha Amarela (uma das principais vias expressas da cidade, com grande movimento e fácil acesso). 

Para fortalecer a operação, a Alog conta com parcerias estratégicas. Até o momento, a empresa está em negociação com seis operadoras: SAMM/CCR, Internexa, GlobalCrossing, Oi, Vivo/Telefônica e Moebius/NetBotanic. Mas informa que a finalização das obras, terão parceria com todas as principais operadoras do mercado. O novo data center terá fibras escuras até a outra unidade da empresa da cidade, que fica em Botafogo.

“Poderemos transportar qualquer operadora, uma vez que nossa unidade atual já é atendida por todas as operadoras. Isso é um grande diferencial”, conta Nelson Mendonça, diretor de Operações da Alog.

O data center de Del Castilho seguirá os mesmos princípios da unidade em Tamboré, segundo a Alog. Será totalmente desenvolvido com base em conceitos de sustentabilidade, preservando o meio ambiente, priorizando o controle do consumo da água, da poluição e do uso de material corretamente ecológico. Os equipamentos instalados utilizarão o mínimo dos recursos naturais e reduzirão ao máximo a emissão do CO2 na atmosfera. Com essa prática, a Alog pretende reduzir em pelo menos 70% o consumo de água e 10% no consumo de energia.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de outubro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,