RSS

Arquivo da tag: cargo

Mediador internacional da ONU na Síria deixará cargo em 31 de maio

AppId is over the quota
AppId is over the quota
Mediador da ONU Lakhdar Brahimi durante negociações entre governo e oposição sírios neste sábado (15) (Foto: AFP PHOTO / PHILIPPE DESMAZES)Mediador da ONU Lakhdar Brahimi em fevereiro de
2014 (Foto: AFP PHOTO / PHILIPPE DESMAZES)

O mediador internacional da ONUe da Liga Árabe para a Síria, o diplomata argelino Lakhdar Brahimi, deixará o posto em 31 de maio, informou o secretário-geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, nesta terça-feira (13).

Ao lado de Brahimi na sede da ONU em Nova York, Ban anunciou que ele “vai abandonar suas funções no dia 31 de maio”.

Brahimi assumiu o cargo em agosto de 2012. Por mais de um ano, ele não escondeu que queria deixar a posição. Ele deve falar ao Conselho de Segurança ainda nesta terça.

A renúncia ocorre diante da falta de progresso nas negociações para pôr fim ao conflito no país árabe.

A Síria havia acusado no dia 23 de abril as Nações Unidas de colocar obstáculos nas negociações entre o regime e a oposição sobre uma solução política para a guerra no país.

“A ONU e seu emissário Lakhdar Brahimi, que é parcial e não um mediador honesto, colocam obstáculos nas negociações de Genebra 2”, declarou um funcionário do ministério sírio das Relações Exteriores, citado pela televisão.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , ,

Irmã de líder norte-coreano teria obtido cargo no poder comunista

Kim Yeo-jong, irmã mais nova do jovem líder norte-coreano Kim Jong-un, pode ter passado a fazer parte da exclusiva elite de poder do Estado comunista, publicou nesta segunda-feira (10) o jornal sul-coreano “Chosun”.

A imprensa estatal norte-coreana mencionou pela primeira vez o nome de Kim Yeo-jong, o que faz supor que a irmã do líder conquistou uma posição com certa influência nos círculos de poder do hierarquizado regime, explicaram analistas consultados pelo jornal do Sul.

A televisão estatal norte-coreana ‘KCTV’ informou que Kim Jong-un visitou um centro de votação em Pyongyang para as eleições da Assembleia Popular Suprema acompanhado pela “camarada Kim Yeo-jong”, além de outras altas figuras do regime, como o considerado número dois Choe Ryung-hae.

O termo “camarada” sugere, segundo a análise, que a irmã do líder possui uma categoria superior ao de subdiretora no Partido.

Alguns dos analistas especulam também que, com menos de 30 anos, Kim Yeo-jong poderia ostentar a categoria de secretária do partido da mesma forma que sua tia Kim Kyong-hui, irmã de Kim Jong-il e viúva de Jang Song-thaek, ex-número dois do regime e executado em dezembro por traição.

“Chosun” já especulou anteriormente sobre a ascensão da jovem Kim, a quem atribuiu diversas responsabilidades relacionadas à tesouraria do Estado e a captação de divisas estrangeiras.

Mas o extremo isolamento que caracteriza o regime da Coreia do Norte torna impossível confirmar as informações das elites do poder do Estado comunista e da família do líder Kim Jong-un.

Por isso, os meios de comunicação e analistas se limitam a repercutir a informação dos veículos estatais de Pyongyang e dos poucos dados que vazam do país mais hermético do mundo.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 11 de março de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,