RSS

Arquivo da tag: carga

Polícia de Hong Kong encontra marfim em carga que era de soja

Autoridades de Hong Kong, na China, divulgaram nesta quinta-feira (3) que apreenderam 189 presas de marfim durante operação de combate ao contrabando, realizada no país desde setembro.

As presas foram encontradas em três contêineres que foram enviados da Costa do Marfim. A carga tem o custo estimado em US$ 1,48 milhão. De acordo com policiais, no contêiner estava marcado que ali dentro havia apenas soja.

Contrabando de marfim encontrado por autoridades de Hong Kong (Foto: Philippe Lopez/AFP)Contrabando de marfim encontrado por autoridades de Hong Kong (Foto: Philippe Lopez/AFP)

Fonte G1

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 4 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , ,

Ministro critica carga tributária dos serviços de telecomunicações

Ministro Paulo Bernardo na Firjan ouvindo o discurso do presidente da Casa, Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira (Foto: Lilian Quaino/G1)Ministro Paulo Bernardo na Firjan
(Foto: Lilian Quaino/G1)

O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, fez críticas à carga tributária que recai sobre o setor de telecomunicações, que ele chamou de “absurdamente alta”. Em evento na Firjan, no Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (30), ele disso que é preciso uma saída para a situação.

“Os impostos facilmente chegam a 60% sobre os serviços de telecom prestados”, disse ele, condenando ainda a falta de informação para os clientes sobre o imposto cobrado, uma vez que, segundo explicou, 78% dos usuários da telefonia celular são clientes de planos pré-pagos, que, ao fazerem as recargas, não têm como saber o quanto estão pagado de impostos.

“No pré-pago, a média mensal de consumo é de R$ 10 a R$ 12. Se baixar o imposto, as pessoas vão consumir mais. E não são as empresas telefônicas que pagam o imposto. Não estou defendendo a redução de impostos para as empresas, quem paga na verdade somos nós, cidadãos”, disse.

Ele afirmou que o ministério vai reduzir em um terço a carga de tributos federais e espera que os estados façam sua parte na desoneração dos serviços.

O Google fez seu data center no Chile, onde são15 milhões de habitantes. O Brasil tem 100 milhões de internautas. Temos que discutir isso”

“Já têm movimentos em alguns estados; alguns já têm plano de incentivo para popularizar a internet e o celular. Como a carga tributária é muito alta, vai ter um movimento nesse sentido. Cada estado vai fazer seu movimento. Banda larga fixa tem que ser desonerada, é um serviço importante, não tem razão para uma carga tributária tão grande. Uma vez que os estados não vão baixar tributos de forma generalizada, pelo menos a banda larga vai ser mexida. Temos falado com vários secretários, vai acabar vingando”, afirmou.

‘Choradeira
Paulo Bernardo chamou de “choradeira” os argumentos de grandes empresas como Google e Facebook para não instalarem seus data centers no Brasil. 

“O Congresso vai decidir sobre isso, isso garante o cumprimento da lei brasileira. Não podemos passar pelo vexame de o Google ser processado e o Superior Tribunal de Justiça dizer que não pode entregar os dados porque estão nos Estados Unidos e estão sujeitos à lei americana”, disse ele, sobre o projeto de lei do Marco Civil da Internet, que tramita no Congresso.

O ministro ressaltou que o Facebook tem no Brasil seu segundo maior mercado, só perdendo para os Estados Unidos.

“Isso de ficar caro, oneroso, é choradeira. Podemos ter grandes investimentos aqui. O Google fez seu data center no Chile, onde são15 milhões de habitantes. O Brasil tem 100 milhões de internautas. Temos que discutir isso”, disse.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,