RSS

Arquivo da tag: cabelo

Em protesto por liberdade, iranianas mostram o cabelo no Facebook

AppId is over the quota
AppId is over the quota

Dezenas de mulheres iranianas passaram a publicar em uma página do Facebook fotos suas ao ar livre sem o véu islâmico, obrigatório no país, em uma campanha em que exigem liberdade para escolher o que usam.

Traduzido do farsi, a página se chama “Liberdade furtiva às mulheres no Irã”, com o slogan “Desfrute do vento em seu cabelo”. A página diz não estar filiada a grupos políticos. Somente nos primeiros quatro dias, a iniciativa recebeu mais de 30 mil “curtidas” e é objeto de milhares de conversas na rede social.

Foto publicada em página no Facebook mostra mulher iraniana com os cabelos expostos, o que é proibido no país. ‘Após ficar alguns anos longe de meu país, eu pisei em suas vastas planícies novamente, esperando pelo dia em que todas as mulheres de meu país possam sentir a liberdade com seus corpos e suas almas’, diz a descrição da imagem (Foto: Reprodução/Facebook/Stealthy Freedoms of Iranian women)Foto publicada em página no Facebook mostra mulher iraniana com os cabelos expostos, o que é proibido no país. ‘Após ficar alguns anos longe de meu país, eu pisei em suas vastas planícies novamente, esperando pelo dia em que todas as mulheres de meu país possam sentir a liberdade com seus corpos e suas almas’, diz a descrição da imagem (Foto: Reprodução/Facebook/Stealthy Freedoms of Iranian women)

“A iniciativa reflete as preocupações das mulheres iranianas que enfrentam restrições legais e sociais”, diz a apresentação da página.

“Todas as fotos e legendas postadas foram enviadas por mulheres de todo o Irã e este é um site dedicado às mulheres iranianas no interior do país que querem compartilhar suas selfies ‘furtivas’ sem o véu”, segue a apresentação, que convida às mulheres a enviarem fotos, mas pede cautela.

Nas imagens, algumas posam de óculos escuros ou em posições em que não seja possível ser reconhecida, mas muitas também aparecem de frente e tiram o véu em lugares públicos claramente iranianos para mostrar e divulgar esse instante de liberdade.

A página foi criada pela jornalista e escritora iraniana Masih Alinejad, exilada em Londres e conhecida crítica do regime iraniano.

Até agora, a maioria dos comentários é positivo. Neles, as mulheres destacam a pequena felicidade que representa deixar o vento acariciar o cabelo.

“Que lindo que seu cabelo possa dançar no ar”, diz uma jovem.

A maioria dos homens que comentam também apoia. Os que não o fazem recebem reprimendas.

Diante de um comentário masculino que afirma que tirar o véu não significa liberdade, uma chuva de críticas sugere que se ponha no lugar das mulheres e suporte ter a cabeça coberta quando chove, no calor, praticando esporte e, inclusive, tomando banho de mar com sua própria família.

“O véu não é muito importante. O importante é que estou me afogando, não posso falar, quero liberdade de expressão neste país”, se queixa uma jovem.

Uma mulher mais velha comemora ao ver as imagens de mulheres com o cabelo solto, e diz esperançosa: “Que isso possa ser o começo de uma época de liberdade que minha filha possa desfrutar”.

A página foi criada pela jornalista e escritora iraniana Masih Alinejad, exilada em Londres e conhecida crítica do regime iraniano. (Foto: Reprodução/Facebook/Stealthy Freedoms of Iranian women)A página foi criada pela jornalista e escritora iraniana Masih Alinejad, exilada em Londres e conhecida crítica do regime iraniano. (Foto: Reprodução/Facebook/Stealthy Freedoms of Iranian women)

“Espero que os homens aguentem”, declara um garoto, ao que uma mulher responde rapidamente perguntando se “Por acaso os homens iranianos são tão frágeis que não podem aguentar ver o cabelo de uma mulher?” e alfineta: “É bom irem se acostumando aos poucos”.

A abertura da página no Facebook, rede social que é vetada no Irã, mas que milhões de iranianos acessam a partir de programas, coincide com o aumento das reivindicações dos grupos mais radicais para que a vestimenta islâmica seja respeitada.

A cada ano, no início da primavera, muitas mulheres, principalmente as mais jovens, relaxam na interpretação do rigoroso código estético imposto pela lei e cortam a manga das roupas ou vestem peças mais soltas e ligeiramente transparentes, o que deixa os mais religiosos indignados.

Nesta semana, centenas de pessoas se manifestaram perante o Ministério do Interior exigindo mais medidas para que a lei islâmica seja respeitada, com a maioria das participantes mulheres cobertas da cabeça aos pés com o tradicional chador preto. Rapidamente, a página do Facebook recebeu críticas dos setores mais conservadores.

A agência de notícias “Fars” publicou recentemente um artigo no qual tachava Masih Alinejad de “antirrevolucionária que escapou com ajuda dos britânicos e colabora com a imprensa anti-iraniana”. O artigo também dizia que a página convoca às mulheres “a tirar o hijab no Irã” a fim de “fomentar a cultura de não respeitar nada”.

aca/cdr-rsd

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de maio de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

‘Bar dos carecas’ oferece descontos para clientes sem cabelo no Japão

AppId is over the quota
AppId is over the quota

Na capital Tóquio, no Japão, clientes sem cabelo são os maiores beneficiados em estabelecimento da região, que funciona como um “bar para carecas”.

O local, que também é um restaurante, oferece descontos que não estão disponíveis para clientes com bastante cabelo.

De acordo com os responsáveis pelo bar, a iniciativa é uma forma de fazer com que as pessoas aprendam a lidar com a perda de cabelo de maneira mais aberta, e não tenham vergonha de mostrar a calvície.

Shiro Fukai, de 48 anos, bebe ao lado da gerente Yoshiko Toyoda no 'bar para carecas' em Tóquio, no Japão (Foto: Toru Hanai/Reuters)Shiro Fukai, de 48 anos, bebe ao lado da gerente Yoshiko Toyoda no ‘bar para carecas’ em Tóquio, no Japão (Foto: Toru Hanai/Reuters)Estabelecimento oferece descontos especiais para quem não tem cabelo (Foto: Toru Hanai)Estabelecimento oferece descontos especiais para quem não tem cabelo (Foto: Toru Hanai)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

‘Bar dos carecas’ oferece descontos para clientes sem cabelo no Japão

Na capital Tóquio, no Japão, clientes sem cabelo são os maiores beneficiados em estabelecimento da região, que funciona como um “bar para carecas”.

O local, que também é um restaurante, oferece descontos que não estão disponíveis para clientes com bastante cabelo.

De acordo com os responsáveis pelo bar, a iniciativa é uma forma de fazer com que as pessoas aprendam a lidar com a perda de cabelo de maneira mais aberta, e não tenham vergonha de mostrar a calvície.

Shiro Fukai, de 48 anos, bebe ao lado da gerente Yoshiko Toyoda no 'bar para carecas' em Tóquio, no Japão (Foto: Toru Hanai/Reuters)Shiro Fukai, de 48 anos, bebe ao lado da gerente Yoshiko Toyoda no ‘bar para carecas’ em Tóquio, no Japão (Foto: Toru Hanai/Reuters)Estabelecimento oferece descontos especiais para quem não tem cabelo (Foto: Toru Hanai)Estabelecimento oferece descontos especiais para quem não tem cabelo (Foto: Toru Hanai)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Coreano faz corte da cabelo ‘maluco’ e deixa a cabeça em chamas

Um vídeo publicado no YouTube mostra um grupo de jovens literalmente “brincando com fogo”, e deixando o cabelo de um dos rapazes em chamas em um salão de cabeleireiro na Coreia do Sul. Veja o vídeo.

De acordo com informações do vídeo, os jovens colocaram fogo nas madeixas do colega pouco antes de ele ter a cabeça raspada, devido ao alistamento militar obrigatório no país.

Apesar de não ter acontecido nada, a brincadeira mostrou ser bastante perigosa.

Jovem ficou com a cabeça em chamas pouco antes de raspar o cabelo em brincadeira com os amigos (Foto: Reprodução/YouTube/monke)Jovem ficou com a cabeça em chamas pouco antes de raspar o cabelo em brincadeira com os amigos (Foto: Reprodução/YouTube/monke)

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 19 de março de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , , , ,

Escola raspa cabelo de aluno com corte que homenageava time

Um conselheiro de uma escola da Flórida, nos Estados Unidos, raspou o cabelo de um aluno de 11 anos que foi para a aula com corte de cabelo que homenageava o time de basquete Miami Heat. O menino também foi suspenso devido ao corte, que segundo a escola causava muita distração entre os alunos, segundo a “NBC”.

O caso aconteceu na última semana. O padrasto de Danny Valdes fez o corte de cabelo com o logo do Miami Heat na cabeça do menino no fim de semana, antes do jogo que seria realizado no fim de semana. Danny foi ao jogo e manteve o cabelo como estava para ir à escola durante a semana.

Entretanto, ao voltar às aulas, o menino foi suspenso e telefonaram para seu padrasto, Arnaldo Fernandez, que disse que mudaria o cabelo do menino quando ele chegasse em casa – Arnaldo é dono de uma barbearia.

Entretanto, enquanto ainda estava na suspensão, um dos conselheiros pegou uma tesoura e raspou o cabelo do menino, dizendo que o padrasto havia concordado com o procedimento – o que segundo ele não havia ocorrido.

A família só soube do ocorrido quando o menino chegou em casa. “Ele estava careca”, disse Stephanie Fernandez, mãe de Danny. “Estou frustrado porque parece que eles acham que tem o poder de fazer tudo o que querem”, disse Arnaldo sobre a escola.

Os responsáveis pela escola informaram que o procedimento foi errado, e que nenhum funcionário deve cortar o cabelo de um aluno. Entretanto, insistiram que o padrasto de Danny havia permitido a ação – o que a família negou.

O conselheiro que cortou o cabelo de Danny não será demitido, mas foi alertado para não repetir o procedimento. A família do menino ficou tão chateada que decidiu muda-lo de escola.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 16 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

Por recorde, 1061 cabeleireiros no Peru cortam cabelo ao mesmo tempo

Centenas de cabeleireiros se reuniram em Lima, no Peru, para cortar o cabelo de voluntárias para quebrar o recorde mundial do maior número de pessoas cortando o cabelo ao mesmo tempo.

Para estabelecer a marca, foram necessários 1061 cabeleireiros, que usaram suas tesouras durante três minutos nas madeixas dos voluntários.

Recorde quebrado em Lima, no Peru, reuniu 1061 cabeleireiros (Foto: Karel Navarro/AP)Recorde quebrado em Lima, no Peru, reuniu 1061 cabeleireiros (Foto: Karel Navarro/AP)Profissionais cortam o cabelo de centenas de voluntários por três minutos para estabelecer marca (Foto: Karel Navarro/AP)Profissionais cortam o cabelo de centenas de voluntários por três minutos para estabelecer marca (Foto: Karel Navarro/AP)saiba mais Por recorde, voluntários preparam morcilha de 175 metros na EspanhaRecorde mundial de ‘twerking’ reúne 358 dançarinos nos EUAPor recorde, praia inglesa reúne cerca de 200 banhistas nusAgricultor alemão exibe ‘abóbora monstruosa’Lamborghini feita de ouro tenta entrar para o livro dos recordesCadela do tamanho de tênis bate recorde como menor cão do mundoAbobrinha de 50,5 kg e cenoura de  6,5 kg faturam título em feira inglesaCabra skatista e cão que anda em corda bamba entram para o GuinnessPor recorde, japoneses jogam bonés para o alto dentro de hangarPor recorde, mais de 4 mil competem em corrida de cavalos na MongóliaApós recorde, ucraniano dá entrevista de cabeça para baixoAmericano constrói réplica da Torre Eiffel com 75 mil cartas de baralhoBiblioteca bate recorde ao fazer dominó gigante com 2.131 livrosPor recorde, austríaco anda em corda bamba a 185 m de altura na AlemanhaBandeira com 349 m e 5 toneladas bate recorde na RomêniaPor recorde, filipinos soltam mais de 15 mil lanternasTravesseiro gigante de 6,7 toneladas bate recorde na MacedôniaPor recorde, cozinheiros preparam 2.706 sanduíches em 1 horaPor recorde, americano faz bambolê enquanto se movimenta em argolasPanamenho tenta recorde por descascar com os dentes 500 cocosDe olho em recorde, microlivro é colocado à venda por R$ 603Estudantes estouram 743 m² de plástico bolha e batem recordePor recorde, quase 15 mil indianos tocam tambores por 15 minutosBritânico devora torta em 25s53 e vence competiçãoPor recorde, cidade húngara escreve carta de 1,5 km para o Papai NoelGeorgiano bate recorde ao puxar caminhão de 8 toneladas com orelhaMédico puxa bonde de 19,5 toneladas com os dentes e bate recordePor recorde, 70 mil paquistaneses cantam hino nacionalPor recorde, húngaro deixa veículo de 1,7 tonelada passar por cimaPaquistanês bate recorde ao puxar veículo de 1,7 tonelada com bigodeMais de 80 surfistas pegam a mesma onda, mas falham em bater recordeRomeno anda 33 m debaixo d’água com peso de 59 quilos e bate recordePor recorde, cidade romena prepara salada de cerca de 20 toneladas’Mulher vampiro’ bate recorde com maior número de mudanças corporaisVeja ‘Popeye da vida real’ e outros recordes curiosos do GuinnessVeja lista com animais recordistas que estarão no Guinness 2013EUA batem recorde com ensopado de frutos do mar de 3 toneladasChefs preparam hambúrguer de 914 quilos nos EUA e batem recorde

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 2 de outubro de 2013 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

Aluna raspa o cabelo para campanha contra o câncer e é punida pela escola

Charlotte Duggan no dia em que raspou o cabelo (Foto: Basingstoke Gazette/Solent News & Photo Agency)Charlotte Duggan no dia em que raspou o cabelo (Foto: Basingstoke Gazette/Solent News & Photo Agency)

Uma menina de 12 anos foi punida pela escola onde estuda, em Basingstoke, no condado de Hampshire, na Inglaterra, porque raspou todo o cabelo para arrecadar 1 mil libras (R$ 3,6 mil) para uma campanha de combate ao câncer de mama. A aluna ficou dois dias isoladas dos amigos como castigo.

Segundo reportagem do jornal Daily Mail, Charlotte Duggan tinha os cabelos compridos e decidiu raspá-lo em homenagem à avó que durante nove anos lutou contra o câncer e conseguiu vencer a doença. A menina vendeu os cabelos para arrecadar dinheiro e doar para a campanha de combate à doença.

A menina mudou radicalmente o visual durante as férias, em agosto, para ajudar na campanha. Ao voltar para a escola, recebeu o olhar de reprovação da professora que lhe aplicou dois dias de isolamento, no qual ela fica na escola sem poder ter contato com  os colegas e tem as saídas para a cantina controladas.

“Não tinha como pedir permissão à escola para raspar o cabelo porque eu estava de férias. Acho que suspensão é só quando é um caso de mau comportamento. Fiquei muito chateada com isso e não sei como poderá afetar a minha educação”, disse a menina.

A mãe dela afirmou ao jornal que Charlotte estava muito orgulhosa de sua atitude e que não acreditou quando soube pela filha da suspensão recebida. “Ela deve ser capaz de manter a cabeça erguida”, disse a mãe. “Eu acho que é absolutamente ridículo tentarem fazer com que ela se sentisse como se tivesse feito algo errado.”

A escola explicou que os alunos receberam antes das férias uma circular alertando sobre a necessidade de manter um padrão visual do cabelo. E que ofereceu para a Charlotte a opção de assistir às aulas com a cabeça coberta por um lenço, mas os pais recusaram a sugestão. Os pais da menina disseram que ela usou os dias de suspensão para preparar um seminário aos colegas sobre a campanha de arrecadação de fundos para o programa de combate ao câncer de mama.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de setembro de 2013 em Brasil

 

Tags: , , , , , , ,