RSS

Arquivo da tag: BNDES

BNDES destina R$ 146,7 mi do Fundo Amazônia para ações em três estados

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai destinar R$ 146,7 milhões para três projetos de melhoria da gestão ambiental nos estados da Bahia, Rondônia e Pará, de modo a contribuir para o combate ao desmatamento e à degradação florestal.

Os recursos, não reembolsáveis e provenientes do Fundo Amazônia, apoiarão ações em pelo menos 313 municípios.

O apoio à Bahia, no valor de R$ 31,7 milhões, destina-se à implementação do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e corresponde a 85% do total a ser investido pelo Instituto do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos da Bahia (Inema) no projeto, cujo interveniente é o governo estadual, por meio da Secretaria de Meio Ambiente (SEMA).

O CAR é o registro eletrônico de informações espaciais georreferenciadas dos imóveis rurais, com delimitação das áreas de proteção permanente, reserva legal, remanescentes de vegetação nativa, área rural consolidada e áreas de interesse social e de utilidade pública. Seu objetivo é traçar um mapa digital, que serve como base para o diagnóstico ambiental.

A operação com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam) de Rondônia, no valor de R$ 32,6 milhões, beneficiará 52 municípios, com ações voltadas para a proteção das unidades de conservação estadual e para a consolidação do CAR.

Denominado Programa Municípios Verdes (PMV), o projeto do governo do Pará, apoiado com R$ 82,4 milhões pelo Fundo Amazônia, tem como meta principal reduzir em 80% o desmatamento no Estado até 2020 com a compensação de novos desmatamentos, a partir de tal ano, visando o desmatamento líquido zero.

View the original article here

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em 29 de maio de 2014 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

Dilma chega a Cuba para inaugurar porto financiado pelo Bndes

Presidente Dilma Rousseff chega em Cuba neste domingo (26) para visita oficial (Foto: AFP PHOTO/YAMIL LAGE)Presidente Dilma Rousseff chega em Cuba neste
domingo (26). (Foto: AFP PHOTO/YAMIL LAGE)

A presidente Dilma Rousseff chegou na tarde deste domingo (26) em Havana, Cuba. O avião presidencial pousou no aeroporto Jose Marti por volta das 14h50, no horário local, 18h50 no horário de Brasília.

Nesta segunda, Dilma inaugura, ao lado do presidente cubano Raúl Castro, a primeira fase do Porto de Mariel, obra financiada pelo BNDES.

No dia seguinte, Dilma participará, em Havana, da 2ª Cúpula da Comunidade dos Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac). O evento internacional terá como tema a luta contra a fome, a pobreza e as desigualdades na região.

Fonte G1

 
Deixe um comentário

Publicado por em 28 de janeiro de 2014 em Brasil

 

Tags: , , , , ,

BNDES lança edital de fundo para empresas inovadoras

Criatec II tem R$ 170 milhões para financiar companhias com faturamento anual de até R$ 10 milhões.

Já está disponível no portal do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) o edital da chamada pública para a seleção do gestor do fundo Criatec II. O novo Fundo de Investimento em Participações é voltado para empresas inovadoras com faturamento líquido anual de até 10 milhões de reais registrado no ano anterior à aprovação do investimento pelo fundo.

O patrimônio comprometido do Criatec II será de no mínimo 170 milhões de reais, sendo que a participação do BNDES poderá alcançar até 80% desse valor, limitado a 136 milhões de reais. O Banco do Nordeste do Brasil (BNB) comprometerá até 30 milhões de reais.

O Banco de Desenvolvimento do Sul (Badesul) e o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) também serão cotistas do Fundo, com aportes de até 10 milhões de reais cada um. Ambos participarão com o objetivo de investir em projetos nas suas respectivas regiões. Outros investidores institucionais poderão ingressar no quadro de quotistas do Fundo mesmo após o lançamento desse Edital.

O Criatec II terá um gestor nacional e no mínimo seis gestores regionais que atuarão em seis pólos, divididos por, pelo menos, quatro regiões do País. Neste primeiro momento, somente o gestor nacional será selecionado pelos investidores do fundo. Os gestores regionais terão que ser aprovados pelo comitê de investimentos do Criatec II durante os 12 primeiros meses de funcionamento do Fundo.

Os polos de atuação serão distribuídos da seguinte forma: um gestor no RS, SP, MG, RJ, DF, GO, BA, CE e no RN. O fundo poderá ter mais de seis polos de atuação, inclusive fora das localidades citadas acima, desde que aprovados por seu comitê de investimentos.

Os gestores interessados em participar do processo de seleção do Criatec II deverão enviar suas propostas em versão impressa e eletrônica até o dia 11/10. Veja aqui outras informações sobre o processo de seleção.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 14 de outubro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

BNDES lança edital de fundo para empresas inovadoras

Criatec II tem R$ 170 milhões para financiar companhias com faturamento anual de até R$ 10 milhões.

Já está disponível no portal do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) o edital da chamada pública para a seleção do gestor do fundo Criatec II. O novo Fundo de Investimento em Participações é voltado para empresas inovadoras com faturamento líquido anual de até 10 milhões de reais registrado no ano anterior à aprovação do investimento pelo fundo.

O patrimônio comprometido do Criatec II será de no mínimo 170 milhões de reais, sendo que a participação do BNDES poderá alcançar até 80% desse valor, limitado a 136 milhões de reais. O Banco do Nordeste do Brasil (BNB) comprometerá até 30 milhões de reais.

O Banco de Desenvolvimento do Sul (Badesul) e o Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) também serão cotistas do Fundo, com aportes de até 10 milhões de reais cada um. Ambos participarão com o objetivo de investir em projetos nas suas respectivas regiões. Outros investidores institucionais poderão ingressar no quadro de quotistas do Fundo mesmo após o lançamento desse Edital.

O Criatec II terá um gestor nacional e no mínimo seis gestores regionais que atuarão em seis pólos, divididos por, pelo menos, quatro regiões do País. Neste primeiro momento, somente o gestor nacional será selecionado pelos investidores do fundo. Os gestores regionais terão que ser aprovados pelo comitê de investimentos do Criatec II durante os 12 primeiros meses de funcionamento do Fundo.

Os polos de atuação serão distribuídos da seguinte forma: um gestor no RS, SP, MG, RJ, DF, GO, BA, CE e no RN. O fundo poderá ter mais de seis polos de atuação, inclusive fora das localidades citadas acima, desde que aprovados por seu comitê de investimentos.

Os gestores interessados em participar do processo de seleção do Criatec II deverão enviar suas propostas em versão impressa e eletrônica até o dia 11/10. Veja aqui outras informações sobre o processo de seleção.

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 13 de outubro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,

BNDES planeja elevar para R$ 6 bilhões investimentos em software

Recursos serão liberados para indústria por meio do Prosoft no período de 2015 a 2016.

03 de setembro de 2012 – 18h47

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) poderá ampliar seu Programa para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia e Informação (Prosoft) de 5 bilhões de reais para bilhões de reais este ano. A informação é do diretor de Tecnologia da Informação do BNDES, Julio Cesar Raimundo.

“Devemos fazer uma renovação nos próximos meses para 2015 ou 2016. Estamos finalizando agora os estudos, mas é importante dizer que não faltará recurso para o setor de software. Hoje temos 3 bilhões de reais aplicados, com um orçamento de 5 bilhões de reais garantidos, e nós podemos ampliar um pouco para a ordem de 6 bilhões de reais”, afirmou, em abertura de evento do setor, na tarde de hoje (3/09).

Hoje os investimentos do banco destinam dois terços de seus valores para empresas de grande porte, apesar de 85% das operações serem destinadas a micro, pequenas e médias empresas.

Há empréstimos, como por meio do Prosoft, além de operações com fundos de capital e aporte no capital de empresas, de maneira direta ou indireta, superando os 200 milhões de reais. O setor é considerado estratégico pelo banco.

“[É estratégico] não tanto pela crise, mas pelo aspecto difusor, de inovação e de grande produtividade. O setor de tecnologia da informação e serviços é indutor de novas técnicas e de novas tecnologias em todas as cadeias da economia, então ele tem um papel muito importante de induzir inovações, novos produtos, o que resulta em ganhos de produtividade”, diz Raimundo.

*Com informações da Agência Brasil

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
1 comentário

Publicado por em 13 de outubro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

BNDES planeja elevar para R$ 6 bilhões investimentos em software

Recursos serão liberados para indústria por meio do Prosoft no período de 2015 a 2016.

03 de setembro de 2012 – 18h47

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) poderá ampliar seu Programa para o Desenvolvimento da Indústria Nacional de Software e Serviços de Tecnologia e Informação (Prosoft) de 5 bilhões de reais para bilhões de reais este ano. A informação é do diretor de Tecnologia da Informação do BNDES, Julio Cesar Raimundo.

“Devemos fazer uma renovação nos próximos meses para 2015 ou 2016. Estamos finalizando agora os estudos, mas é importante dizer que não faltará recurso para o setor de software. Hoje temos 3 bilhões de reais aplicados, com um orçamento de 5 bilhões de reais garantidos, e nós podemos ampliar um pouco para a ordem de 6 bilhões de reais”, afirmou, em abertura de evento do setor, na tarde de hoje (3/09).

Hoje os investimentos do banco destinam dois terços de seus valores para empresas de grande porte, apesar de 85% das operações serem destinadas a micro, pequenas e médias empresas.

Há empréstimos, como por meio do Prosoft, além de operações com fundos de capital e aporte no capital de empresas, de maneira direta ou indireta, superando os 200 milhões de reais. O setor é considerado estratégico pelo banco.

“[É estratégico] não tanto pela crise, mas pelo aspecto difusor, de inovação e de grande produtividade. O setor de tecnologia da informação e serviços é indutor de novas técnicas e de novas tecnologias em todas as cadeias da economia, então ele tem um papel muito importante de induzir inovações, novos produtos, o que resulta em ganhos de produtividade”, diz Raimundo.

*Com informações da Agência Brasil

View the original article here

This post was made using the Auto Blogging Software from WebMagnates.org This line will not appear when posts are made after activating the software to full version.

 
Deixe um comentário

Publicado por em 12 de outubro de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , , ,

BNDES repassa R$ 1,9 bi para Senai reforçar formação em TI

AppId is over the quota

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) acaba de aprovar um empréstimo de 1,5 bilhão de reais para o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).  O financiamento, corrigido pela Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) mais 1,4% ao ano, será amortizado em 12 anos.  

Com o crédito do BNDES e mais 400 milhões de reais de recursos próprios, o Senai ampliará sua atuação em todo o País. No total, será investido 1,9 bilhão de reais na construção de 53 centros de formação profissional, na compra de 79 unidades móveis e na reforma de escolas. Além disso, serão instalados 23 institutos de inovação e 38 institutos de tecnologia, que darão apoio à indústria.  

A ampliação e a modernização das instalações aumentarão a capacidade do Senai de oferecer cursos para formação profissional e soluções tecnológicas para as indústrias.  O objetivo da entidade, um dos principais parceiros do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), do governo federal, é dobrar em dois anos o número de matrículas de educação profissional. Em 2011, a instituição registrou 2,4 milhões de matrículas. A meta é alcançar 4 milhões de matrículas ao ano em 2014.

“O Senai funcionará como um trampolim para a competitividade da indústria brasileira, seja na capacitação da força de trabalho, seja na agenda de tecnologia e de inovação”, explica o diretor-geral do Senai, Rafael Lucchesi. Segundo ele, a qualificação de pessoas e a inovação são decisivas para a indústria agregar valor à produção e ganhar competitividade.

View the original article here

 
Deixe um comentário

Publicado por em 10 de março de 2012 em Tecnologia

 

Tags: , , , ,